Drogas Lícitas, o início de tudo!        João Paulo B Lotufo         Hospital Universitário da USP       Sociedade Brasile...
TUDO COMEÇA COM AS  DROGAS LÍCITAS !
EPIDEMIOLOGIA• Álcool e Tabaco são Doenças Pediátricas,  pois 90% dos fumantes começam a  fumar e beber em média aos 15 an...
EPIDEMIOLOGIA# Tabagismo Ativo é 1ª causa  isolada, evitável, de mortes  precoces em todo o mundo.# Álcool é a segunda.# T...
Morte de calouro da USP completa  13 anos sem nenhum culpado        Morte evitável ???         •  O calouro Edison Tsung-C...
Universidade de Ouro Preto              Primeiro estudante morto  abre sindicância após mortes dealunos após ingerir bebid...
DROGAS MAIS PERIGOSAS             Fonte: Lancet 2010 – David Nutt et al.
Estudantes – São Paulo - 2005               C IG A R R O                                                                  ...
Uso da maconha no BRASIL 62% Experimentaram  Antes Dos 18 anos
Distribuição da idade de experimentação de cocaína
20 ANOS
USO DE ÁLCOOL E DROGAS      ENTRE UNIVERSITÁRIOSPanorama anterior                   Panorama atual                    Fior...
Perfil dos pacientes de 2004-2011  Idade de início do fumo (n=1741)              Não informado        Menor que 10        ...
Perfil dos pacientes de 2004-2011   Idade de início no programa (n=1741)                       menos de 20                ...
Pacientes que pararam de fumar - 2009 a 2011(n=663: 343 TRN, 135 Var, 186 s/med – 10 bup e 64 duplo TRN e Var)100%90%80%  ...
Pacientes que pararam de fumar 2009 a 2011                                            (n=663)vareniclina - 135            ...
Pacientes que pararam de fumar: 2009 e 2011                (excluído quem veio só 1 vez – n=548)vareniclina - 127         ...
Pacientes que pararam de fumar: 2009 e 2011         (excluindo quem veio 2 vezes ou menos – n=456)vareniclina - 115       ...
Pacientes que pararam de fumar: 2009 e 2011                         (4 ou + participações – n=381)vareniclina - 103       ...
Churrasco dos residentes 2012       Final de estágio
Bafômetro no churrasco de R1             Latas      Bafômetro   Bafômetro     Vai dirigir          cerveja 260            ...
Bafômetro na Vila Madalena                         Lotufo,JPB; Blay,G e Buscatti,E - 2011• Iriam dirigir n=25   • Não iria...
Consumo x mortalidade                                                            Source:          Alcohol: no ordinary com...
Álcool como fator de morte**Drinking and Driving: an international good practice manual- WHO -2007.
Acute ethanol intoxication among children and  adolescents in Hamburg, Germany                                            ...
Over 8 years experience on severe acute poisoning  requiring intensive care in Hong Kong, China.             Lam SM, Lau A...
Alcohol intoxication requiring hospital admission in children  and adolescents: retrospective analysis at the University  ...
Padrão dos AdolescentesBinge drinking é beber 5 ou mais doses por ocasião e tem sido        o padrão predominante entre os...
Características do adolescente de risco             para as drogasbaixa auto-estima;dificuldade nas relações sociais (ti...
Dependência de ÁlcoolOs adolescentes que                                                                                 S...
Ex gestantes, atualmente amentando                                                                             Lotufo,JPB ...
PHONE-BASED IB by MULTIPROFESSIONALS: PERSPECTIVES for      TREATMENT of DRUG ABUSE and DEPENDENCE                        ...
PHONE-BASED IB by MULTIPROFESSIONALS: PERSPECTIVES for TREATMENT                  of DRUG ABUSE and DEPENDENCE            ...
PROJETO INTERVENÇÃO MÍNIMA NO OS DO HU USP 2012
A bebedeira de “proporções olímpicas”                                               Depois de                             ...
PROJETO 2013    Fevereiro       Março       Abril      Maio       Junho    Agosto           Setembro      Outubro       No...
Intervenção breve na Escola
Como a escola pode trabalhar ?• Matemática: quanto já custou o cigarro da família• Um pai de família fuma 2 maços de cigar...
Como a escola pode trabalhar• Ciências: o pulmão bom e o pulmão ruim
Foto: Amputado
ENFISEMA PULMONAR   Dependência de O2
Foto: Traqueostomia
Colégio Yohan Gauss –   Museu Van Gogh -       São Paulo           Amsterdan
ESPORTES X CIGARRO               FUMANTES X NÃO FUMANTES• Fumantes comuns tem 2 x mais exaustão, fadiga,  menor capacidade...
TABACO E ÁLCOOL• AUMENTO DO PREÇO DO   •   CUSTO DESPREZÍVEL  CIGARRO – 30%                        •   AMBIENTE LIVRE P/BE...
Ambiente Fechado Livre do Tabaco (2009) Retirada dos Aditivos do Tabaco (2012) Propaganda nos pontos de venda (2013)      ...
Diminuição do    País        Data da proibição    consumo até                                        1996  Noruega        ...
AUMENTO DO PREÇO DO ÁLCOOLCanadá (2011) : aumento de 10% no preço  resulta em redução de consumo em:           Destilados ...
• Lei que estabelece horário de fechamento para bares  e lanchonetes é responsável pela queda em cerca de  50% do índice d...
CONSUMO DE ÁLCOOL                  X        USO DE DROGAS ILÍCITAS               40%        itas               35%       i...
FUMO                          X          as                    DROGAS ILÍCITAS              40%                         33...
Como prevenir• Intervenção breve em todos os serviços• Prevenção direta das drogas lícitas em todos os  pacientes a partir...
Consumo de álcool e drogas: principais achados  de pesquisa de âmbito nacional, Brasil 2005                         Rev. d...
Consumo de álcool e drogas: principais achados de    pesquisa de âmbito nacional, Brasil 2005                          Rev...
Como manter o lar livre da droga•   A prevenção ao uso DA DROGA começa dentro de casa.•   O comportamento e a estrutura da...
Como são as famílias de risco• PAI AUSENTE, SEJA FISICAMENTE OU NÃO• PAIS SUPERPROTETORES E HIPERPROVEDORES• AUSÊNCIA DE T...
O pai babaca ou amigão• Caso 1: 14 anos• coma alcoólico (FC=30)• festa de 15 anos no  Jockey Club• Bebeu no esquenta na  c...
• Caso 2: 14 anos festa no lava rápido;   Coma alcoólico;    fugiu de casa,   pagou 20 reais,festa de rua open bar.Conclus...
Orientação para as consultas pediátricas    • Espiritualidade    • Família unida    • Atividades culturais    • Atividades...
• Este tipo de orientação não se começa a  fazer quando alguém de 15 anos está  envolvido nas drogas.• Esta orientação se ...
PropagandaFilho de pediatras aos 6 anos de idade:   Mãe, eu quero ser BRAMEIRO!!!
ABCDL / ALCOHOL FREE CHILDRENAssociação Brasileira de Cuidados com as Drogas Lícitas                      • Tolerância zer...
ABCDL / ALCOHOL FREE CHILDRENAssociação Brasileira de Cuidados com as Drogas Lícitas                      • Tolerância zer...
FREEMIND - DR. JOÃO PAULO B. LUTUFO
FREEMIND - DR. JOÃO PAULO B. LUTUFO
FREEMIND - DR. JOÃO PAULO B. LUTUFO
FREEMIND - DR. JOÃO PAULO B. LUTUFO
FREEMIND - DR. JOÃO PAULO B. LUTUFO
FREEMIND - DR. JOÃO PAULO B. LUTUFO
FREEMIND - DR. JOÃO PAULO B. LUTUFO
FREEMIND - DR. JOÃO PAULO B. LUTUFO
FREEMIND - DR. JOÃO PAULO B. LUTUFO
FREEMIND - DR. JOÃO PAULO B. LUTUFO
FREEMIND - DR. JOÃO PAULO B. LUTUFO
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

FREEMIND - DR. JOÃO PAULO B. LUTUFO

991 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

FREEMIND - DR. JOÃO PAULO B. LUTUFO

  1. 1. Drogas Lícitas, o início de tudo! João Paulo B Lotufo Hospital Universitário da USP Sociedade Brasileira de PediatriaSociedade Brasileira de Pneumologia e TisiologiaAssociação Brasileira de Cuidado com as Drogas Lícitas
  2. 2. TUDO COMEÇA COM AS DROGAS LÍCITAS !
  3. 3. EPIDEMIOLOGIA• Álcool e Tabaco são Doenças Pediátricas, pois 90% dos fumantes começam a fumar e beber em média aos 15 anos. •
  4. 4. EPIDEMIOLOGIA# Tabagismo Ativo é 1ª causa isolada, evitável, de mortes precoces em todo o mundo.# Álcool é a segunda.# Tabagismo Passivo é a terceira causa de morte evitável no mundo. Fonte: *OMS; ** INCA
  5. 5. Morte de calouro da USP completa 13 anos sem nenhum culpado Morte evitável ??? • O calouro Edison Tsung-Chi Hsueh morreu afogado durante um trote universitário em 1999. Nenhum dos envolvidos foi sentenciado pela Justiça. • Há 10 anos, uma brincadeira de mau gosto resultou na morte do calouro aprovado no curso de medicina da Universidade de São Paulo (USP). No auge dos exageros cometidos na noite de 22 de fevereiro de 1999, o rapaz foi obrigado a entrar numa piscina e, sem saber nadar, morreu afogado. PRÊMIO EDISON TSUNG-CHI HSUEH Desde 2005, em homenagem ao calouro da USP, a Câmara Municipal de São Paulo concede o Prêmio de Cidadania Universitária Edison Tsung Chi Hsueh para as entidades estudantis que incentivam a cidadania e a solidariedade durante o trote.
  6. 6. Universidade de Ouro Preto Primeiro estudante morto abre sindicância após mortes dealunos após ingerir bebida, em 27/10 de 27 anos foi encontrado no e 30/11/2012. dia 27 de outubro, no quarto dele, na pensão onde MORTE EVITÀVEL ??? vivia. Cursava Artes Cênicas. Segundo estudante morto Um universitário de 25 anos morreu após passar mal em uma república estudantil na manhã de 30 de novembro, em Ouro Preto.
  7. 7. DROGAS MAIS PERIGOSAS Fonte: Lancet 2010 – David Nutt et al.
  8. 8. Estudantes – São Paulo - 2005 C IG A R R O B E B ID A S A L C O Ó L IC A S d e a c o r d o c o m a n o e s c o la r d e a c o r d o c o m a n o e s c o la r 50 49 85 83 83 78 71 72 68 62 32 33 85 83 83 57 56 56 78 27 49 71 72 5ª série 43 44 43 5 ª s é r ie 22 22 68 23 40 6ª série 6 ª s é r ie 20 19 6 2 18 7ª série 7 ª s é r ie 57 15 56 56 8ª série 8 ª s é r ie 49 10 44 9 5 ª s é r ie7 483 40 43 6 ª s é r ie 7 ª s é r ie 8 ª s é r ieFeminino Feminino Masculino Masculino F e m in in o F e m in in o M a s c u lin o M a s c u lin o Privada Pública Privada Pública P r iv a d a P ú b li c a P r iv a d a P ú b lic a Unifesp – Incor/ Dr. José Augusto Taddei/ Dr. Moacir Nobei - 2005 F e m i n in o F e m in in o M a s c u lin o M a s c u lin o
  9. 9. Uso da maconha no BRASIL 62% Experimentaram Antes Dos 18 anos
  10. 10. Distribuição da idade de experimentação de cocaína
  11. 11. 20 ANOS
  12. 12. USO DE ÁLCOOL E DROGAS ENTRE UNIVERSITÁRIOSPanorama anterior Panorama atual Fiorini, 2003
  13. 13. Perfil dos pacientes de 2004-2011 Idade de início do fumo (n=1741) Não informado Menor que 10 12% 5% Acima de 31 3% 11 a 15 14% 16 a 20 26 a 30 25% 11% 21 a 25 30% 11 a 30 anos
  14. 14. Perfil dos pacientes de 2004-2011 Idade de início no programa (n=1741) menos de 20 0% 21 a 30 sem informação 7% 4% acima de 61 11% 31 a 40 17% 51 a 60 26% 41 a 50 35% 30 a 60 anos
  15. 15. Pacientes que pararam de fumar - 2009 a 2011(n=663: 343 TRN, 135 Var, 186 s/med – 10 bup e 64 duplo TRN e Var)100%90%80% 39% 37%70% 53% 65%60% 79% 85% 75% 79% 79%50% 94% 97%100% 93% 92%100%40%30% 61% 63% 47%20% 35%10% 21% 15% 25% 21% 21% 6% 3% 7% 8% 0% 0% 0% TRN - 39 TRN - 39 TRN - 39 TRN - 52 TRN - 174 s/ Med - 41 s/ Med - 24 s/ Med - 14 s/ Med - 68 vareniclina - 12 vareniclina - 19 vareniclina - 8 vareniclina - 12 vareniclina - 84 sem med - 38 115 pacientes 92 pacientes 75 pacientes 85 pacientes 296 pacientes 1 contato 2 contatos 3 contatos 4 contatos 5 ou mais contatos Parou não parou
  16. 16. Pacientes que pararam de fumar 2009 a 2011 (n=663)vareniclina - 135 60 75 44,4% TRN - 343 135 208 34,4% sem med - 185 33 152 17,8% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100% Parou não parou Conclusão: não há diferença na cessação do fumo entre pacientes que tiveram tratamento convencional e com Champix. 663 pacientes que tiveram 1 ou mais contatos com o GAT de 2009 a 2011.
  17. 17. Pacientes que pararam de fumar: 2009 e 2011 (excluído quem veio só 1 vez – n=548)vareniclina - 127 60 67 47,2% TRN - 304 134 170 44,1% sem med - 117 29 88 24,8% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100% Parou não parou Conclusão: não há diferença na cessação do fumo entre pacientes que tiveram tratamento convencional e com Champix. 548 pacientes que tiveram 2 ou mais contatos com o GAT de 2009 a 2011.
  18. 18. Pacientes que pararam de fumar: 2009 e 2011 (excluindo quem veio 2 vezes ou menos – n=456)vareniclina - 115 60 55 52,2% TRN - 265 131 134 49,4% sem med - 76 26 50 34,2% 0% 20% 40% 60% 80% 100% Parou não parou Conclusão: não há diferença na cessação do fumo entre pacientes que tiveram tratamento convencional e com Champix. 456 pacientes que tiveram 3 ou mais contatos com o GAT de 2009 a 2011.
  19. 19. Pacientes que pararam de fumar: 2009 e 2011 (4 ou + participações – n=381)vareniclina - 103 57 46 55,3% TRN - 226 125 101 55,3% Sem med - 52 21 31 40,4% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100% Parou não parou Conclusão: não há diferença na cessação do fumo entre pacientes que tiveram tratamento convencional e com Champix. 381pacientes que tiveram 4 ou mais contatos com o GAT de 2009 a 2011.
  20. 20. Churrasco dos residentes 2012 Final de estágio
  21. 21. Bafômetro no churrasco de R1 Latas Bafômetro Bafômetro Vai dirigir cerveja 260 descartável mlCaso 1 4 0,175 50% +Caso 2 2 0 0 +Caso 3 3 0 0 -Caso 4 4 0,168 > 50% +Caso 5 5 0,139 > 50% +Caso 6 1 0 0 +Caso 7 1 0 0 -Caso 8 0 0 0 +Caso 9 2 0 0 -Caso 10 2 0 0 +Caso 11 2 0 0 +
  22. 22. Bafômetro na Vila Madalena Lotufo,JPB; Blay,G e Buscatti,E - 2011• Iriam dirigir n=25 • Não iriam dirigir n=25• Média de shoops =4 • Média de shoops =4• Variação de 0 a 10 • Variação de 0 a 10• bafômetros • bafômetros
  23. 23. Consumo x mortalidade Source: Alcohol: no ordinary commodity Research and public policy Oxford University Press, 2003
  24. 24. Álcool como fator de morte**Drinking and Driving: an international good practice manual- WHO -2007.
  25. 25. Acute ethanol intoxication among children and adolescents in Hamburg, Germany n=358Stolle M et al. Bundesgesundheitsblatt Gesundheitsforschung Gesundheitsschutz. 2010 Sep;53(9):910-6• 11 a 21 anos – 64,5% dos 14 aos 17 anos• 65,6% feminino dos 11 aos 17 anos• A maioria a “first offender”• “drank toguether with friends” o mais freqüente
  26. 26. Over 8 years experience on severe acute poisoning requiring intensive care in Hong Kong, China. Lam SM, Lau AC, Yan WW. Hum Exp Toxicol. 2010 Sep;29(9):757-65. Epub 2010 Feb 9• benzodiazepínico (25.3%) • 1 a 3 dias de UTI• álcool (23%) • Intubação em 67,9% das• antidepressivos (17.4%) admissões• monóxido de carbono (15.1%) • Óbito em 3% dos casos
  27. 27. Alcohol intoxication requiring hospital admission in children and adolescents: retrospective analysis at the University Childrens Hospital in the Slovak Republic. Kuzelová M el al. Clan Toxicol (Phila). 2009 Jul;47(6):556-61• N=357 273 meninos e 264 meninas• A proporção de crianças alcoolizadas aumenta a cada ano (R(2) = 0.935) (p < 0.001).• Nivel sanguineo aumentando a cada 5 anos (p < 0.001).• Maior nível = 4,39 g/L aos 17 anos.
  28. 28. Padrão dos AdolescentesBinge drinking é beber 5 ou mais doses por ocasião e tem sido o padrão predominante entre os adolescentes (Kuntsche, Rehm et al. 2004)Nos EUA, 90% do álcool consumido pelos adolescentes e 50% do álcool consumido pelos adultos ocorre por meio de episódios de abuso (Brewer and Swahn 2005)
  29. 29. Características do adolescente de risco para as drogasbaixa auto-estima;dificuldade nas relações sociais (timidez);dificuldade com frustrações;necessidade de “emoções fortes”;criança/jovem impulsivo, sem medo;sem identidade social transtorno psiquiátrico prévio
  30. 30. Dependência de ÁlcoolOs adolescentes que SAMHSA, 2004iniciam o usoprecocemente temmaior chance dedesenvolver um cursode doença crônico. (McLellan 2002)12,7% de 10-12 anos (CEBRID, 2004)1. Raramente buscam ajuda por conta própria2. Não relacionam seus problemas com o uso3. Minimizam ou negam os problemas4. Resistem, assim como seus familiares5. As manifestações comportamentais são diferentes e a motivação mais instável 5% dos adolescentes já receberam tratamento (CEBRID, 2004)
  31. 31. Ex gestantes, atualmente amentando Lotufo,JPB e cols; 2008 70 65,4 100 93,6 60 90 ALGUM MÉDICO JÁALGUM MÉDICO JÁ FALOU PARA 80 FALOU COMO 50 FAZER PARA VOCÊ PARAR DE 70 FUMAR? PARAR DE FUMAR? 40 34,6 60 50 30 40 20 30 20 10 6,4 10 0 0 Sim Não Sim Não 96,3 ALGUM MÉDICO JÁALGUM MÉDICO 88,5 100 90 FALOU COMOJÁ FALOU PARA 90 FAZER PARAVOCÊ PARAR 80 PARAR DE 80 DE BEBER? 70 BEBER? 70 60 60 50 50 40 40 30 30 20 11,5 n=52 20 3,7 10 10 0 0 Sim Não Sim Não n=61
  32. 32. PHONE-BASED IB by MULTIPROFESSIONALS: PERSPECTIVES for TREATMENT of DRUG ABUSE and DEPENDENCE Maristela Ferigolo Results Enrolled and Randomized n=413 BMI Control group n=177 n=236 6 month follow-up: 78 participants 6-month follow-up: 85 participants (44%) (36%) Tobacco abstinence rates: Tobacco abstinence rates: 32% 6%
  33. 33. PHONE-BASED IB by MULTIPROFESSIONALS: PERSPECTIVES for TREATMENT of DRUG ABUSE and DEPENDENCE Maristela Ferigolo Results Enrolled and Randomized n=637 BMI Control group n=293 n=344 6 month follow-up: 65 participants 6-month follow-up: 82 participants (43%) (43%) Cessation of alcohol intake: Cessation of alcohol intake: 30% 18%
  34. 34. PROJETO INTERVENÇÃO MÍNIMA NO OS DO HU USP 2012
  35. 35. A bebedeira de “proporções olímpicas” Depois de sair carregado de uma balada londrina e aparecer alcoolizado em fotos de jornais de todo o mundo, o ciclista belga Gijs Van Hoecke foi mandado de volta para casa pelo Comitê Olímpico de seu país. O atleta de 20 anos, por sua vez, admitiu que “cometeu um grande erro”, mas se disse “feliz por não ter levado bronca dos pais, que entenderam que precisava daquilo”. Qualquer semelhança com a Intermed é mera coincidência
  36. 36. PROJETO 2013 Fevereiro Março Abril Maio Junho Agosto Setembro Outubro NovembroA Palestra Palestra Teatro Concurso Festa Palestra Contação de Concurso Participaçãot para os sobre Doutores Redação Junina Álcool para História de na Feirai professores e tabagismo da Saúde professores e Campanha Culturalv funcionários para os funcionários; Movimento preventiva:i alunos Esportivo vídeo ou Festa ded palestra cartaz Encerramentoa Álcool para osd alunos;e
  37. 37. Intervenção breve na Escola
  38. 38. Como a escola pode trabalhar ?• Matemática: quanto já custou o cigarro da família• Um pai de família fuma 2 maços de cigarro/dia.• Cada maço custa R$ 5,00, já computado fósforo ou isqueiro.• Quanto ele já gastou já que fuma há 20 anos ? • RESPOSTA: R$ 72.000,00
  39. 39. Como a escola pode trabalhar• Ciências: o pulmão bom e o pulmão ruim
  40. 40. Foto: Amputado
  41. 41. ENFISEMA PULMONAR Dependência de O2
  42. 42. Foto: Traqueostomia
  43. 43. Colégio Yohan Gauss – Museu Van Gogh - São Paulo Amsterdan
  44. 44. ESPORTES X CIGARRO FUMANTES X NÃO FUMANTES• Fumantes comuns tem 2 x mais exaustão, fadiga, menor capacidade respiratória e dor nas pernas.• Quanto maior o número de cigarros fumados por dia, menor a distância percorrida. para cada cigarro fumado por dia o tempo para completar a corrida tem um acréscimo de 40 segundos. (20 cigarros ao dia = 12 anos mais velho)• Fumantes adultos têm menos força muscular e flexibilidade.• Maior declínio da pérformance física.• 2 a 6 x mais ocorrências de tosse, pigarro, chiado e respirações curtas.
  45. 45. TABACO E ÁLCOOL• AUMENTO DO PREÇO DO • CUSTO DESPREZÍVEL CIGARRO – 30% • AMBIENTE LIVRE P/BEBIDA• AMBIENTE LIVRE DO CIGARRO • TRATAMENTO GRATUITO – CAPS• TRATAMENTO GRATUITO• PROPAGANDA PROIBIDA • PROPAGANDA PERMITIDA• LEGISLAÇÃO : CO- • LEGISLAÇÃO : CO- RESPONSABILIDADE RESPONSABILIDADE• EDUCAÇÃO • EDUCAÇÃO ACTBr ABCDL
  46. 46. Ambiente Fechado Livre do Tabaco (2009) Retirada dos Aditivos do Tabaco (2012) Propaganda nos pontos de venda (2013) ACTBR e SBP
  47. 47. Diminuição do País Data da proibição consumo até 1996 Noruega 01/07/1975 -26% Finlandia 01/03/1978 -37%Nova Zelandia 17/12/1990 -21% França 01/01/1993 -14% Joossens, L. (1997) 54
  48. 48. AUMENTO DO PREÇO DO ÁLCOOLCanadá (2011) : aumento de 10% no preço resulta em redução de consumo em: Destilados e licores: - 6.8% Vinho: - 8.9% Cerveja: - 1.5% Todas bebidas alcoólicas: - 3.4% Tim Stockwell 1,2, M. Christopher Auld1,3, Jinhui Zhao1& Gina Martin1Centre for Addictions Research of British Columbia, University of Victoria, Victoria, BC, Canada,1Department of Psychology, University of Victoria, Victoria, BC,Canada2and Department of Economics, University of Victoria, Victoria, BC, Canada3 © 2011 The Authors, Addiction © 2011 Society for the Study of Addiction 55
  49. 49. • Lei que estabelece horário de fechamento para bares e lanchonetes é responsável pela queda em cerca de 50% do índice de criminalidade em Barueri (2001).• Em Diadema : 4.000 bares (só 1.200 deles legalizados). Lei de 2002: fechamento as 23 hs.• 1999: 102,8 mortes para cada 100 mil habitantes – a maior taxa de assassinatos do Estado de São Paulo• 2011: 9,52 para cada 100 mil habitantes.
  50. 50. CONSUMO DE ÁLCOOL X USO DE DROGAS ILÍCITAS 40% itas 35% ilíc 30% 25% 37% gas 20% dro 15% de 10% 16%Uso 5% 6% 2% 0% usuário "pesado" eventual "pesado" eventual "leve" não usuário Níveis de consumo de álcool no último mês 57LACO Fonte : IBOPE / PARCERIA CONTRA DROGAS - 1999
  51. 51. FUMO X as DROGAS ILÍCITAS 40% 33% og dr 30% deo 20%us ta ci 10% 0% ilí s 0% fumante(35%) não fumante Fonte : IBOPE / PARCERIA CONTRA DROGAS - 1999LACO
  52. 52. Como prevenir• Intervenção breve em todos os serviços• Prevenção direta das drogas lícitas em todos os pacientes a partir dos 7 anos de idade• Identificar as famílias de risco• Tratar o adolescente usuário de drogas lícitas• Tratar os familiares das crianças e adolescentes• Entrar na luta da ABCDL
  53. 53. Consumo de álcool e drogas: principais achados de pesquisa de âmbito nacional, Brasil 2005 Rev. de Saúde Pública 2008;42(supl 1):109-17
  54. 54. Consumo de álcool e drogas: principais achados de pesquisa de âmbito nacional, Brasil 2005 Rev. de Saúde Pública 2008;42(supl 1):109-17
  55. 55. Como manter o lar livre da droga• A prevenção ao uso DA DROGA começa dentro de casa.• O comportamento e a estrutura da família podem ser decisivos.• Pais ausentes ou superprotetores podem favorecer a queda dos filhos na dependência química.• Predisposição genética ao vício: ATENÇÂO PEDIATRA• Problemas psiquiátricos, como depressão e transtorno bipolar costumam estar associados.• Será que a família é participante???• Você sabe onde o seu filho está agora? Com quem? E fazendo o quê?
  56. 56. Como são as famílias de risco• PAI AUSENTE, SEJA FISICAMENTE OU NÃO• PAIS SUPERPROTETORES E HIPERPROVEDORES• AUSÊNCIA DE TEMPO OU SEM DISPONIBILIDADE• INVERSÃO DE PAPÉIS: PAI AMIGÃO• FALTA DE HIERARQUIA.• GENÉTICA PARA AS DROGAS.
  57. 57. O pai babaca ou amigão• Caso 1: 14 anos• coma alcoólico (FC=30)• festa de 15 anos no Jockey Club• Bebeu no esquenta na casa dos amigos. Vodka fornecido pelo pai dono a casa!
  58. 58. • Caso 2: 14 anos festa no lava rápido; Coma alcoólico; fugiu de casa, pagou 20 reais,festa de rua open bar.Conclusão: Festa no lava- rápido é Família com Trabalho fria!!! Social é meio caminho andado!
  59. 59. Orientação para as consultas pediátricas • Espiritualidade • Família unida • Atividades culturais • Atividades sociais e esportivas • Muita conversa • E muito joelho dobrado!
  60. 60. • Este tipo de orientação não se começa a fazer quando alguém de 15 anos está envolvido nas drogas.• Esta orientação se faz desde pequeno.• Portanto, os sinais de alerta devem ser para se diagnosticar famílias em risco, e não adolescentes drogados.
  61. 61. PropagandaFilho de pediatras aos 6 anos de idade: Mãe, eu quero ser BRAMEIRO!!!
  62. 62. ABCDL / ALCOHOL FREE CHILDRENAssociação Brasileira de Cuidados com as Drogas Lícitas • Tolerância zero para tabaco e para Álcool para menores de dezoito • Alterar lei da propaganda (cerveja=refrigerante) Apoio: • Sociedade Brasileira de Pediatria • Sociedade de Pediatria de São Paulo • Associação contra o tabaco no Brasil: ACTBR • Coordenadoria de Drogas do Estado de São Paulo • ACTBr • Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas, Brasília, São Paulo, ... • jlotufo@hu.usp.br • www.tabagismo.hu.usp.br • www.drbarto.com.br
  63. 63. ABCDL / ALCOHOL FREE CHILDRENAssociação Brasileira de Cuidados com as Drogas Lícitas • Tolerância zero para tabaco e para Álcool para menores de dezoito • Alterar lei da propaganda (cerveja=refrigerante) Apoio: • Sociedade Brasileira de Pediatria • Sociedade de Pediatria de São Paulo • Associação contra o tabaco no Brasil: ACTBR • Coordenadoria de Drogas do Estado de São Paulo • ACTBr • Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas, Brasília, São Paulo, ... • jlotufo@hu.usp.br • www.tabagismo.hu.usp.br • www.drbarto.com.br

×