
- Num modelo aditivo a ausência de luz ou de cor
corresponde à cor preta, enquanto que a mistura dos
comprimentos de ond...

- Num modelo subtractivo, ao contrário do modelo
aditivo, a mistura de cores cria uma cor mais escura, porque são
absorv...

- HSV (hue-matriz, saturation saturação e value-valor), é a abreviatura
usada para o sistema de cores.
- Também conhecid...

- A tonalidade ou matriz é a cor pura
com saturação e luminosidade máximas, por
exemplo, amarelo, laranja, verde, azul, ...


- A saturação indica a maior ou
menor intensidade da tonalidade, isto é, se a
cor é pura ou esbatida. Quanto menor esse...

- O valor traduz a luminosidade ou o
brilho de uma cor, isto é, se uma cor é mais
clara ou mais escura, indicando a quan...

- O modelo CMYK é constituído a
partir
do
modelo
CMY
(Cian, Magenta, Yellow), em que foi
acrescentado o preto ( black).
...
Bases da Teoria das cores
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bases da Teoria das cores

181 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
181
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
37
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bases da Teoria das cores

  1. 1.  - Num modelo aditivo a ausência de luz ou de cor corresponde à cor preta, enquanto que a mistura dos comprimentos de onda ou das cores vermelha, verde e azul indicam a presença da luz ou a cor branca. - O modelo aditivo explica a mistura dos comprimentos de onda de qualquer luz emitida. - Os monitores e televisores, utilizam o modelo aditivo (modelo RGB) para representar a cor.
  2. 2.  - Num modelo subtractivo, ao contrário do modelo aditivo, a mistura de cores cria uma cor mais escura, porque são absorvidos mais comprimentos de onda, subtraindo-os à luz. - A ausência de cor corresponde ao branco e significa que nenhum comprimento de onda é absorvido, mas sim todos reflectidos. - As impressoras e plotters utilizam modelos subtractivos para representar a cor (modelo CMYK).
  3. 3.  - HSV (hue-matriz, saturation saturação e value-valor), é a abreviatura usada para o sistema de cores. - Também conhecido como HSB ( matriz, saturação e brilho).
  4. 4.  - A tonalidade ou matriz é a cor pura com saturação e luminosidade máximas, por exemplo, amarelo, laranja, verde, azul, etc. - A tonalidade permite fazer a distinção das várias cores puras e exprime-se num valor angular entre 0 e 360 graus.
  5. 5.  - A saturação indica a maior ou menor intensidade da tonalidade, isto é, se a cor é pura ou esbatida. Quanto menor esse valor, mais com tom de cinza aparecerá a imagem. Uma cor saturada ou pura não contém a cor preta nem a branca. - A saturação é utilizada para descrever quão viva ou pura é a cor e em termos técnicos descreve a quantidade de cinzas numa cor. Exprime-se num valor percentual entre 0 e 100%. - O valor: - 0% indica a inexistência de cor ou a aproximação aos cinzentos. - 100% indica uma cor saturada ou pura.
  6. 6.  - O valor traduz a luminosidade ou o brilho de uma cor, isto é, se uma cor é mais clara ou mais escura, indicando a quantidade de luz que a mesma contém. O termo luminosidade está relacionado com a luz reflectida, enquanto que o termo brilho está relacionado com a luz emitida. - Em termos técnicos, esta grandeza indica a quantidade de preto associado à cor e exprime-se num valor percentual entre 0 e 100%. O valor 0% indica que a cor é muito escura ou preta e o valor 100% indica que é saturada ou pura.
  7. 7.  - O modelo CMYK é constituído a partir do modelo CMY (Cian, Magenta, Yellow), em que foi acrescentado o preto ( black). - A cor preta foi acrescentada ao modelo por ser mais fácil a sua obtenção quando impressa em papel do que recorrendo à mistura de cores.

×