9 - CPC 27 – Ativo Imobilizado

11.695 visualizações

Publicada em

Entenda objetivo, conceito, critérios de reconhecimento, custos subsequentes, mensurações e avaliações sobre o ativo imobilizado.

0 comentários
13 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.695
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
13
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

9 - CPC 27 – Ativo Imobilizado

  1. 1. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.Moore Stephens Prisma PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.PRONUNCIAMENTOS TÉCNICOSCPC 27 – Ativo ImobilizadoOutubro de 2012
  2. 2. Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.ATIVO IMOBILIZADOCPC - 27
  3. 3. CPC 27Ativo ImobilizadoSUMÁRIO• OBJETIVO• CONCEITO DO IMOBILIZADO• CRITÉRIO DE RECONHECIMENTO• CUSTOS SUBSEQUENTES• MENSURAÇÃO APÓSRECONHECIMENTO• AVALIAÇÃO PELO CUSTO MÉDIOLima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  4. 4. CPC 27Ativo ImobilizadoSUMÁRIO• AVALIAÇÃO PELO MÉTODO DEREAVALIAÇÃO• DEPRECIAÇÃO• ALIENAÇÃO• INTERPRETAÇÃO TÉCNICA ICPC 10• INTERPRETAÇÃO TÉCNICA ICPC 12Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE
  5. 5. Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.CPC 27 - ATIVO IMOBILIZADOINTRODUÇÃO:O CPC 27 foi aprovado por:• - - Deliberação CVM nº 583/09;• - NBC TG 27 – Resolução nº 1.177/09;• - Despacho nº 4.722/09;
  6. 6. Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.CPC 27 - ATIVO IMOBILIZADOAPROVADO PELO (A):• - Instrução Normativa nº 430/12;• -Circular nº 430/12.
  7. 7. Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.CPC 27Ativo ImobilizadoOBJETIVO:O objetivo deste Pronunciamento é estabelecer o tratamentocontábil para ativos imobilizados, de forma que os usuários dasdemonstrações contábeis possam discernir a informação sobreo investimento da entidade em seus ativos imobilizados, bemcomo suas mutações.
  8. 8. Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.CPC 27Ativo ImobilizadoOBJETIVO:Os principais pontos a serem considerados na contabilização doativo imobilizado são:- O reconhecimento dos ativos;- A determinação dos seus valores contábeis;- Os valores de depreciação e- As perdas por desvalorização a serem reconhecidas em relaçãoaos mesmos.
  9. 9. Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.CPC 27Ativo ImobilizadoCONCEITO DO IMOBILIZADO:Ativo imobilizado é item tangível que:- É mantido para uso na produção ou fornecimento demercadorias ou serviços, para aluguel a outros, ou para finsadministrativos;- Se espera utilizar por mais de um período;- A norma não prescreve o critério de materialidade utilizadopara definir se um ativo deve ser reconhecido no imobilizado
  10. 10. Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.CPC 27Ativo ImobilizadoCONCEITO DO IMOBILIZADO:•Por outro lado, o pronunciamento informa que pode seradequado registrar determinados itens não materiais noimobilizado e aplicar os critérios do imobilizado pelo valor global.•Alguns ativos podem ser adquiridos por questões de segurançaou de natureza ambiental.•Nesses casos, embora não diretamente vinculados à geração defluxos de caixa da entidade, contribuem para sua continuidade.
  11. 11. Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.CPC 27Ativo ImobilizadoCRITÉRIO DE RECONHECIMENTO:O custo de um item de ativo imobilizado deve ser reconhecidocomo ativo se:• For provável que futuros benefícios econômicos associados aoitem fluirão para a entidade (exceção para os itens de naturezaambiental);• O custo do item puder ser mensurado confiavelmente.
  12. 12. Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.CPC 27Ativo ImobilizadoCUSTOS INICIAIS:Todos os ativos permanentes imobilizados que atendam aoscritérios de reconhecimento devem ser mensurados por seuvalor de custo.
  13. 13. Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.CPC 27Ativo ImobilizadoCUSTOS SUBSEQUENTES:A entidade não reconhece no valor contábil de um item do ativoimobilizado os custos da manutenção periódica do item.Esses custos são reconhecidos no resultado quando ocorridos.
  14. 14. Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.CPC 27Ativo ImobilizadoMENSURAÇÃO APÓS O RECONHECIMENTO:A mensuração do ativo permanente imobilizado, após oreconhecimento, deve obedecer ao método de custo ou aométodo de reavaliação e deve aplicar essa política a umaclasse inteira de ativos imobilizados.
  15. 15. Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.CPC 27Ativo ImobilizadoAVALIAÇÃO PELO MÉTODO DE CUSTO:No método do custo, o ativo é reconhecido por seu custo,após a dedução da depreciação acumulada e dequalquer perda por imparidade acumulada.Valor líquido de venda: é o valor obtido ou que se podeobter na venda de um ativo, líquido dos custoscorrespondentesValor em uso: representa a estimativa de fluxos futurosde caixa descontados a valor presente derivados de umativo
  16. 16. Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.CPC 27Ativo ImobilizadoAVALIAÇÃO PELO MÉTIDO DE REAVALIAÇÃO:Após o reconhecimento como um ativo, o item do ativoimobilizado cujo valor justo possa ser mensurado confiavelmentepode ser apresentado, se permitido por lei, pelo seu valorreavaliado, correspondente ao seu valor justo à data dareavaliação menos qualquer depreciação e perda por redução aovalor recuperável acumuladas subsequentes.
  17. 17. Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.CPC 27Ativo ImobilizadoDEPRECIAÇÃO:Cada parte que possua custo significativo de um item do ativopermanente imobilizado deve ser depreciado separadamente,sendo que o custo de depreciação em cada período reconhecidono resultado de período.
  18. 18. Lima Lucchesi Auditores e Consultores PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.CPC 27Ativo ImobilizadoALIENAÇÃO:Ao tratar da baixa de itens do ativo permanente imobilizado, oCPC 26 determina que o ativo deve ser baixado no momento daalienação ou quando não seja esperado nenhum tipo debenefício decorrente do uso ou da alienação desse ativo.
  19. 19. CPC 27Ativo ImobilizadoINTERPRETAÇÃO TÉCNICA ICPC 10:Objetivo e AlcanceO CPC edita a presente Interpretação com a finalidade de trataralguns assuntos relativos à implementação inicial dosPronunciamentos Técnicos do CPC 27 – Ativo Imobilizado, CPC28 – Propriedade para Investimento, CPC 37 – Adoção Inicialdas Normas Internacionais e CPC 43 – Adoção Inicial dosPronunciamentos Técnicos CPCs 15 a 40.
  20. 20. CPC 27Ativo ImobilizadoINTERPRETAÇÃO TÉCNICA ICPC 10:Objetivo e AlcanceO ICPC 10 abordou os seguintes assuntos relacionados ao CPC27: Taxa de depreciação atualmente utilizadas no Brasil Avaliação Inicial para o ativo imobilizado Avaliadores, laudos de avaliação e aprovação Registro de tributos diferidos Divulgação nas demonstrações contábeis
  21. 21. CPC 27Ativo ImobilizadoINTERPRETAÇÃO TÉCNICA ICPC 12:AlcanceEsta interpretação é aplicável às mudanças na mensuração dequalquer passivo por desativação, restauração ou qualquerpassivo similar que:a) Seja reconhecido como parte do custo de item do imobilizadode acordo com o Pronunciamento Técnico CPC 27 – AtivoImobilizado; eb) Seja reconhecido como passivo de acordo com oPronunciamento Técnico CPC 25 – Provisões, PassivosContingentes e Ativos Contingentes.
  22. 22. CPC 27Ativo ImobilizadoINTERPRETAÇÃO TÉCNICA ICPC 12:AlcancePor exemplo, um passivo por desativação, restauração ou outropassivo similar pode existir pela desativação de uma fábrica,reabilitação de danos ambientais em indústrias extrativas ouremoção do equipamento.
  23. 23. CPC 27Ativo ImobilizadoINTERPRETAÇÃO TÉCNICA ICPC 12:QuestãoEsta Interpretação trata sobre como o efeito dos seguinteseventos que mudam a mensuração de passivo por desativação,restauração ou outro passivo similar deve ser contabilizadopara:a) Mudança no fluxo de saída estimado de recursos queincorporam benefícios econômicos (por exemplo, fluxos decaixa) necessários para liquidar a obrigação;
  24. 24. CPC 12Ajuste a Valor PresenteINTERPRETAÇÃO TÉCNICA CPC 12:Questãob) Mudança na taxa de desconto corrente baseada em mercado,conforme definida no item 47 do Pronunciamento Técnico CPC25 – Provisões Passivos, Contingentes e Ativos Contingentes(isso inclui mudanças no valor temporal do dinheiro e os riscosespecíficos do passivo); ec) Aumento que reflete a passagem do tempo (também referidocomo a reversão do desconto)
  25. 25. CPC 12Ajuste a Valor PresenteINTERPRETAÇÃO TÉCNICA CPC 12:ConsensoAs mudanças na mensuração do passivo por desativação,restauração e outros passivos similares que resultam dasalterações nas estimativas do valor ou período do fluxo desaída de recursos que incorporam benefícios econômicosnecessários para liquidar a obrigação, ou uma mudança na taxade desconto, são contabilizados da seguinte maneira:
  26. 26. CPC 27Ativo ImobilizadoINTERPRETAÇÃO TÉCNICA ICPC 12:Consenso1. Se o respectivo ativo for mensurado utilizando o método decusto;2. Se o respectivo ativo tiver sido mensurado utilizando o métodode reavaliação (quando legalmente possível),3. O valor depreciável ajustado do ativo é depreciado ao longo desua vida útil. Portanto uma vez que o respectivo ativo tenhachegado ao fim de sua vida útil, todas as mudançassubsequentes no passivo são reconhecidas como resultado àordem que ocorrem.
  27. 27. CPC 12Ajuste a Valor PresenteINTERPRETAÇÃO TÉCNICA ICPC 12:ConsensoA reversão periódica do desconto deverá ser reconhecida noresultado como custo de financiamento à medida que ocorrer.A capitalização prevista no Pronunciamento Técnico CPC 20 –Custos dos Empréstimos não é permitida.
  28. 28. CPC 27Ativo ImobilizadoEXEMPLO RELACIONADOSelecionamos um caso para conhecimentoCOMPANHIA DE ALIMENTOS JOJOYOKI S.A.
  29. 29. CPC 27Ativo Imobilizado
  30. 30. CPC 27Ativo Imobilizado
  31. 31. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.Muito obrigadoDUVIDAS SOBRE O TEMA:
  32. 32. PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.A Moore Stephens é uma das maiores redes de auditoria, consultoria e outsourcingcontábil do mundo. A empresa é formada por aproximadamente 630 escritórios e estápresente em mais de 100 países. Está entre as 12 maiores posições no ranking mundial,com faturamento anual de mais de US$ 2 bilhões.A Moore Stephens Auditores e Consultores presta serviços em auditoria, consultoriatributária e empresarial, tecnologia de informação, outsourcing de serviços contábeis,tributários e administrativos, e corporate finance. Há ainda determinadas divisões, comestruturas próprias, criadas para atendimento de interesses específicos, como a Divisãode Auditoria Interna e a Divisão de Small Business, entre outras.Fale com a Moore Stephens: mscorp@msbrasil.com.brSiga-nos na internet e nas redes sociais:Homepage: www.msbrasil.com.brFacebook: http://www.facebook.com/moorestephensbrTwitter: http://twitter.com/#!/moorestephensbrLinkedin:http://www.linkedin.com/companies/moore-stephens-brasilBlog: http://msbrasil.com.br/blog/SlideShare: http://www.slideshare.net/moorestephensbYoutube: http://www.youtube.com/moorestephensbrSOBRE AMOORE STEPHENS AUDITORES E CONSULTORES

×