Presentation reseaux-sociaux

294 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
294
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
38
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Presentation reseaux-sociaux

  1. 1. EDUMUDARTE Porto, Portugal Jorge Delmar Fevereiro de 2011 “Les réseaux sociaux dans l´hyperespace comme structures démocratiques pour l'apprentissage” “As redes sociais no hiperespaço como estruturas democráticas para a aprendizagem” Tópicos para o debate:
  2. 2. Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades, Muda-se o ser, muda-se a confiança; Todo o mundo é composto de mudança, Tomando sempre novas qualidades. Luís Vaz de Camões, poeta português do século XVI
  3. 3. O Mundo movimenta-se, impulsionado em parte por uma economia especulativa e por uma constante luta pelo poder, que se revela: - na injustiça - nas desigualdades sociais - no controlo e alienação dos cidadãos
  4. 4. Como construir um mundo mais justo? (..) comment faire face aux problématiques liées aux inégalités, à la pauvreté, à l’injustice, à la discrimination, à l’oppression, à l’exploitation, au manque de pouvoir décisionnel des personnes et des groupes sociaux? Comment développer nos capacités de nous transformer nous-mêmes et de transformer ces réalités? Comment développer un savoir-faire et un savoir agir de manière à contribuer à la qualité d’être des communautés humaines ? Isabel Orellana (2005)
  5. 5. Um Mundo justo constrói-se com pessoas: - informadas - com consciência crítica - com capacidade de actuar - que comunicam entre si - que debatem ideias - que têm a possibilidade de aprender ao longo das suas vidas
  6. 6. Com os actuais recursos digitais, é possível ligar virtualmente todas as pessoas do mundo que têm acesso a um computador e à internet. A web, oferece as ferramentas para as pessoas alcançarem os objectivos de comunicação, de mobilização, de aproximação planetária, com acesso a recursos de aprendizagem inesgotáveis e que são necessários à formação de... ...cidadãos atentos, para a construção de um Mundo mais justo!
  7. 7. Esta interacção baseada na responsabilidade, na colaboração e na partilha de conhecimentos corresponde à formação de uma Inteligência Colectiva. ● L’intelligence collective est fondée, en premier lieu, sur un principe fort: chacun sait quelque chose. ● Une société «intelligente partout» sera toujours plus efficace et vigoureuse qu’une société intelligemment dirigée (...) Pierre Lévy
  8. 8. Com as ferramentas de que dispõe através da web, o cidadão movimenta-se com o mundo. O cidadão pode ser activo na sua rua, na sua cidade, no seu país ou.. ...noutro país, do outro lado do mundo! Sendo solidário, apoiando as causas, ajudando a divulgar as injustiças, partilhando experiências e conhecimentos.
  9. 9. - Porque é que as redes sociais existentes na Web, para os cidadãos, se podem constituir como estruturas democráticas para uma aprendizagem livre e alternativa?
  10. 10. 1- POSSIBILITAM A COMUNICAÇÃO - utilizando livremente os recursos de comunicação que a web oferece - explorando as características de comunicação dos próprios recursos Por exemplo: ● e-mail ● Facebook ● You Tube/ Vimeo/ Ustream Porque...
  11. 11. 2- PERMITEM E FACILITAM A PARTILHA - utilizando os recursos de aprendizagem colaborativa, com base na partilha do conhecimento Por exemplo: ● Wikis ● Repositórios abertos Porque...
  12. 12. 3- DÃO EXPRESSÃO AO QUE SENTIMOS E PENSAMOS - expressando opiniões e promovendo o debate de ideias Por exemplo: ● blogues ● mailing lists ● páginas na web Porque...
  13. 13. JUNTANDO ESTAS POSSIBILIDADES E RECURSOS, A WEB PERMITE A CRIAÇÃO E A PARTICIPAÇÃO DAS PESSOAS EM COMUNIDADES DE APRENDIZAGEM - indo ao encontro de interesses comuns através de grupos conectados em rede Le principe de base de la communauté d’apprentissage est de mettre en évidence l’importance de la mise en commun des efforts, des talents et des compétences de chacun et de valoriser les processus éducatifs qui intègrent les dimensions sociales, tout en étant appropriés aux besoins des personnes et des communautés et adaptés aux contextes divers et changeants. (Orellana, 2002)
  14. 14. COMUNIDADES DE APRENDIZAGEM Construção de um percurso partilhado de aprendizagem baseado na: - Solidariedade - Responsabilidade - Tolerância - Respeito - Correspondência - Pertinência - Autonomia Fontes: PALLOF, R. e PRATT, K. (1999) ORELLANA,I. (2002)
  15. 15. ...desafio: Como criar Comunidades de Aprendizagem a partir dos Fóruns Sociais Mundiais?
  16. 16. OBRIGADO! MERCI! ...para um Mundo mais justo. ...pour un Monde plus juste.

×