Caracterização

1.510 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.510
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Caracterização

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS CENTRO DE EDUCAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA ANNA CLARISSE LIMA CÂNDIDO ELYNE NUNES GUEDES JACIANE JÉSSICA DA SILVA LAURE MONIQUE SILVA SANTOS TAMIRES LUANA DA SILVAROTEIRO DE CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA DE ENSINOFUNDAMENTAL PROFESSORA EULINA RIBEIRO ALENCAR Maceió 2012
  2. 2. ANNA CLARISSE ELYNE GUEDES JACIANE JÉSSICA LAURE MONIQUE TAMIRES LUANAROTEIRO DE CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA DE ENSINOFUNDAMENTAL PROFESSORA EULINA RIBEIRO ALENCAR Apresentação do Roteiro de Caracterização da Escola de Ensino Fundamental Professora Eulina Ribeiro Alencar, da disciplina de Estágio Supervisionado I, do Curso de Pedagogia, da Universidade Federal de Alagoas. Orientadora: Profª Karla Oliveira Maceió 2012
  3. 3. SUMÁRIO1. IDENTIFICAÇÃO ...................................................................................... 32. CARACTERIZAÇÃO ................................................................................ 32.1 INSTALAÇÕES GERAIS ........................................................................ 53. RECURSOS HUMANOS............................................................................3.1 EQUIPE GESTORA, EQUIPE TÉCNICA – ADMINISTRATIVA, DOCENTE,DE APOIO...................................................................................................... 54. GESTÃO ESCOLAR..................................................................................54.1 REGIMENTO............................................................................................84.2 MATRIZ CURRICULAR ..........................................................................85. OUTROS ASPECTOS .............................................................................. 85.1 NECESSIDADES E PRIORIDADES.......................................................8CONSIDERAÇÕES FINAIS..........................................................................10REFERÊNCIAS.............................................................................................11
  4. 4. 3 ROTEIRO DE CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL PROFESSORA EULINA RIBEIRO ALENCAR 1. IDENTIFICAÇÃO: A Escola Municipal Professora Eulina Ribeiro de Alencar, está situada naRua Cooracy Fonseca, Jacintinho, possui CNPJ 01899243/0001-76 e nãopossui alvará de localização. A mesma, oferta o Ensino Fundamentalorganizado em séries, sendo no turno da manhã do 1º ao 3º ano, à tarde do 3ºao 5º ano e à noite do 6º ao 9º ano. A direção da mesma é composta porMarilúciaA.Soares, que possui graduação em História, Sociologia e Pedagogiae está prestes a concluir o curso de Direito e por Mª José Silva Magalhães,formada em História. A Diretora Geral, Marilúcia A. Soares, é servidora do Estado e Municípioà cerca de mais de 30 anos, esta se encontra atualmente aposentada, atuacerca de 15 anos na escola e 29 anos no Município. O contexto ao qual a escola está inserida é de um bairro de periferia, oqual a população é de classe baixa, sendo o mesmo um dos bairros maispopulosos de Maceió. 2. CARACTERIZAÇÃO: A Instituição é uma escola da rede municipal da capital de Alagoas eatende a diversos públicos da cidade. Sua localização é de fácil acesso, e ésituada no bairro com o maior número populacional da capital alagoana. Quanto à caracterização do bairro usamos as informações queencontramos descritas no Projeto Político Pedagógico da Escola sobre osurgimento do bairro e o porquê do seu nome, que lhe foi dado emhomenagem a um senhor que ajudou muitas famílias do interior de Alagoasaqui em Maceió, seu nome era Jacinto Ataíde no início da década de 1920.
  5. 5. 4Pudemos ver também, não só pelo PPP, mas nas visitas ao colégio que é umbairro bastante desenvolvido e abriga uma rede de televisão, uma emissora derádio, feira popular diária, tem um comércio bastante movimentado, 10 escolasda rede municipal de ensino e 7 da rede estadual. Mas esse bairro é tambémconhecido na mídia como um dos bairros mais violentos, mesmo contando com3 delegacias em sua região a maior parte dessa violência provém das favelasque compõem este bairro (no total chegam a quase 20), durante nossaentrevista com a Gestão da Escola pudemos perceber como essa questãoatinge também a escola que hoje tem casos de tráfico de drogas dentro desuas paredes.Para aprofundar nosso conhecimento da Escola também usamoscomo base o PPP junto às conversas com a direção e coordenação.Começando pela nomeação da escola que se deu graças a uma mulher queeducou alguns integrantes da família Falcão, um de seus integrantes eraprefeito. Essa escola foi fundada no ano de 1986 e já passou por diversasreformas desde então. Hoje a escola atende nos três turnos ofertando aulaspara as sériesdo Ensino Quantidade de Turmas (1º a 5º ano - Diurno)Fundamental, Alunos Turnoincluindo EJA, 3º ano A 19 alunos Matutino 3º ano B 19 alunos Matutinoda seguinte 4º ano A 27 alunos Matutinoforma: 4º ano B 27 alunos Matutino 4º ano C 27 alunos Matutino 4º ano D 28 alunos Matutino 4º ano E 25 alunos Matutino 5º ano A 36 alunos Matutino 5º ano B 35 alunos Matutino 5º ano C 37 alunos Matutino Total de alunos: 277 1º ano A 22 alunos Vespertino 1º ano B 21 alunos Vespertino 1º ano C 22 alunos Vespertino 2º ano A 26 alunos Vespertino 2º ano B 26 alunos Vespertino 2º ano C 25 alunos Vespertino 2º ano D 26 alunos Vespertino 3ºano C 29 alunos Vespertino 3ºano D 29 alunos Vespertino 3ºano E 28 alunos Vespertino Total de alunos: 244
  6. 6. 5 A escola conta com alguns programas financeiros do governo e participade outros como a “Escola Aberta” que traz formação profissionalizante para acomunidade, dá espaço para que os alunos possam praticar esportes aos finsde semana, apoia ensaios do Bumba- meu- Boi, etc. Tem também o ProjetoVolante de incentivar a leitura e o programa Mais Educação.A forma deorganização da escola é por Bimestres e sua avaliação é processual. 2.1 INSTALAÇÕES GERAIS: O espaço físico da escola é distribuído da seguinte forma: Umasecretaria, sala da direção escolar, uma sala de professores, um banheiro paraprofessores, uma sala de coordenação, uma sala de informática (atualmente éutilizada como despensa de livros), dois pátios, uma quadra, um banheirofeminino, um banheiro masculino, um refeitório, uma cozinha, uma dispensa,um almoxarifado, uma sala de leitura e dez salas de aula. Os serviços de limpeza são feitos diariamente e as instalações eserviços são feitos de acordo com as verbas, segundo a gestora a SEMEDraramente os atende. 3. RECURSOS HUMANOS: 3.1 EQUIPE GESTORA, EQUIPE TÉCNICA – ADMINISTRATIVA, DOCENTE, DE APOIO. Quanto a titulação, na coordenação, 1 é formada em geografia e 3 sãoformadas em pedagogia, na equipe de apoio, 2 possuem o nível fundamental, 1possui o nível médio e 1 possui o superior incompleto, na equipe docente, 12são formados em pedagogia, 4 são formados em letras, 1 é formado empsicologia, 1 é formado e artes, 3 são formados em educação física, 3 sãoformados em história, 3 são formados em matemática, 1 é formado em ciências
  7. 7. contábeis, 1 é formado em teologia e 4 possuem especialização empsicopedagogia. 4. GESTÃO ESCOLAR: O organograma da escola está organizado da seguinte maneira: 6 DIRETORA Vice - diretora Coordenadoras Pessoal de apoio Secretárias Professores Serviços de Alunos Limpeza A escola não possui Grêmio Estudantil e Organização dos Pais, existe uma Associação de Bairro onde os moradores se reúnem fora da escola, as reuniões do Conselho Escolar acontecem uma vez por mês e as reuniões do Conselho de Classe acontecem bimestralmente. Na escola nãohá assistente social, nem psicopedagogo, no entantopossui uma equipe de disciplina, que atua de acordo com o regimento daescola, o conteúdo do mesmo é de conhecimento de todos que compõem aescola e foi elaborado de forma coletiva. Ao descumprir as normas escolares, oaluno assina um termo de compromisso no caderno de ocorrência, sendo doturno da noite, já os da manhã os pais são avisados e assinam. Os índices de evasão são quase nulos pela manhã e tarde, já à noite opercentual é maior, tentou-se até implantar o EJA (Educação de Jovens eAdultos), mas foi algo que não deu certo.
  8. 8. Os alunos da Escola Eulina Ribeiro de Alencar, são oriundos doJacintinho, são de classe baixa e seus pais em grande parte estãodesempregados, onde algumas famílias sobrevivem através do benefício BolsaFamília. Alguns possuem necessidades especiais, o que faz com que a escolaaconselhe os pais a procurarem atendimento com especialistas para osmesmos. 7 Com relação às concepções de Planejamento, Currículo e Avaliação esuas práticas, o planejamento ocorre de forma coletiva pelos professores,coordenadores e diretores em reuniões, sempre numa contínua construção ereconstrução do mesmo. Os docentes trabalham os temas recorrentes darealidade dos alunos, como por exemplo, o preconceito, a violência, bullying,entre outros, utilizando de recursos como filmes, livros paradidáticos e etc. Agestão afirma que a avaliação dos alunos é contínua, qualitativa e processual,da qual o professor repensa sua prática pedagógica. Já a formação continuadados docentes ocorre através da escola, que escolhe as temáticas a seremtrabalhadas, no entanto não consegue atender a enorme necessidade daescola. A direção afirma que se envolve em todas as decisões tomadas paragarantir a aprendizagem de qualidade para seus alunos, sendo assim tudo édecidido numa ação conjunta entre direção, coordenação, professores, equipetécnica e de apoio. O calendário escolar possui todas as datas correspondentes a férias,feriados, início e término de matrícula, renovação de matrícula e de bimestre,planejamento, reunião com os pais, recuperação dos alunos e recesso,passíveis a modificação de acordo com a necessidade da escola. O Projeto Político Pedagógico foi construído de forma coletiva e sempreé reconstruído de 2 em 2 anos de acordo com o percurso da escola e danecessidade da educandos. Quanto à questão da segurança da escola esta é feita diariamente pelaRonda Escolar, que foca mais seu trabalho no turno da noite, devido àproblemática das drogas, desta feita quando é necessária a escola aciona a
  9. 9. mesma. É perceptível que a escola se preocupa coma segurança de seusalunos, pois os portões sempre estão fechados evitando assim a entrada deestranhos. Com relação às verbas, a escola recebe recursos do MEC (Ministério daEducação) – FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), PNAI 8(Plano Nacional de Ação para Inclusão), PDDI (Plano Diretor deDesenvolvimento Integrado), PDE (Plano de Desenvolvimento da Escola), MaisEducação, Escola Aberta (Projeto voltado para comunidade) e da PrefeituraMunicipal de Maceió, com esses recursos são feitas as manutenções einstalações necessárias. 4.1 REGIMENTO O Regimento interno da escola Eulina Alencar foi contraído no fim doano de 2010. Foi elaborado com a participação de todos que trabalham naescola. Este documento é utilizado para nortear o funcionamento da instituiçãoe está a disposição de toda a comunidade escolar. O documento em questão versa aspectos importantes da escola e estáde acordo com a LDB 9394/96 e está estruturado em artigos e incisos. Odocumento discursa sobre a modalidade de ensino, da organização da gestãoescolar, das funções do conselho escolar, diretor, vice-diretor, especialistas emeducação, secretário escolar, do corpo discente e pessoal administrativo. Estápresente também considerações sobre a organização curricular, projetopolitico-pedagógico e calendário escolar. Ao analisar o regimento interno de escola Eulina de Alencar, têm-se asensação de estar lendo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação e tambémnota-se o descaso com o documento elaborado, pois algumas folhas foramfotocopiadas de outro documento e colocadas como se fosse parte doregimento da escola. 4.2 MATRIZ CURRICULAR Segundo a coordenadora da escola, a matriz curricular está emconstrução na Secretaria Municipal de Educação (SEMED), mas a escolapossui pautas avaliativas.
  10. 10. 5. OUTROS ASPECTOS: 5.1 NECESSIDADES E PRIORIDADES: A partir da caracterização realizada observa-se que o tráfico de drogas éum problema enfrentado pela escola, porém no período noturno. Como nosso 9estágio é no turno da manhã outros problemas nos foram citados: bullying,violência, as relações interpessoais entre os professores, a falta de coleguismoe agressividade entre eles. A diretora nos informou que com a intervenção dogrupo de Estágio Supervisionado do semestre passado e com a saída de duasprofessoras, as relações interpessoais melhoraram muito, mas ressaltou aimportância de continuar desenvolvendo a temática.
  11. 11. 10 CONSIDERAÇÕES FINAIS Foi possível percebermos que a escola é bem organizada, pois adireção, coordenação trabalham no sentido de buscar recursos e parceiros quepossam fazer com que a aprendizagem dos alunos ocorra de forma satisfatória,como também construir ações pedagógicas com o mesmo intuito. Existetambém uma preocupação com o contexto ao qual o aluno está inserido, istose reflete na oferta de cursos a comunidade do bairro, ou seja, aos pais dosalunos e aos demais membros da comunidade. É verdade que detectamosalguns problemas estruturais na Escola Professora Eulina Ribeiro de Alencar,no entanto a gestão afirma que busca recursos, mas que nem sempre éatendida pelos órgãos responsáveis. Sabemos que não somente esta escolacomo diversas outras está sucateada e necessitando de recursos para não sóempregar na manutenção estrutural, como também em recursos didáticos. Asinstalações desta escola só precisam de alguns reparos, que se a escola foratendida serão reparados. Quanto ao trabalho pedagógico, este parte não sóda Base comum dos PCN’s, como também trabalha o que acontece nocontexto escolar e social dos alunos, para se necessário desfazer preconceitos,estereótipos, e etc. Em suma é uma constante o trabalho coletivo dos indivíduospedagógicos e da família dos alunos rumo à garantia de uma escola queofereça uma educação de qualidade.
  12. 12. 11 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ALENCAR, E. E. F. Prof.ª Eulina Ribeiro. Projeto Político Pedagógico.Maceió: 2008.

×