Monitoramento em mídias sociais 
Planejamento básico
Palavras-chave; 
Tagueamento; 
Ferramentas para usar; 
Relatórios; 
Vamos 
falar 
sobre: 
Importância 
Quais redes escolhe...
Importância do 
monitoramento
Por que investir tempo e dinheiro com isso? 
• Uma resposta curta e simples é acesso direto ao que é dito sobre sua marca ...
Mas é importante lembrar que: 
- As principais redes sociais utilizadas hoje em dia (Facebook, Instagram e Twitter) 
possu...
Quais redes 
escolher
Quais plataformas me trarão um melhor resultado? 
- Cada caso é um caso, mas você pode fazer um teste inicial nas redes so...
Pensei em todas? 
- Também é importante analisar o tipo de empresa para qual você está trabalhando 
para saber se você não...
Palavras-chave
Uma das chaves do sucesso 
• Feita após o briefing, consiste em pegar todo o dado recebido e começar a pensar 
com a cabeç...
Cuidados no cadastro 
• Ao decidir quais serão as palavras usadas no monitoramento, é importante lembrar 
dos seguintes po...
Tagueamento
Por que é importante classificar a informação obtida? 
• Tagueamento, também conhecido como categorização, é o processo de...
- Interação: tipos de motivações em jogo quando o consumidor envia uma 
mensagem para seus pares ou marca; 
- Ex: Se a mar...
Análise de 
sentimento
Imparcialidade ao máximo 
• Também conhecida como polarização, a análise de sentimento ajuda a entender o 
percentual de i...
• Inicialmente a tarefa parece ser bem simples, mas veremos que não é um mar 
de rosas tão límpido assim: 
“Adoro sorvete ...
Ferramentas para 
usar
Tipos existentes 
• Podemos classificar as ferramentas de monitoria em três tipos: 
- API: buscas feitas diretamente da ba...
• As ferramentas também podem ser divididas como 
- Vertical: uma ferramenta assim é, por definição, um software especiali...
Relatórios
Documentação com inteligência 
• Os relatórios de monitoramento são uma ferramenta importantíssima para 
validar nosso tra...
O que ele pode conter 
• Seguem algumas sugestões de dados que podem constar no relatório: 
- Gráficos: um excelente aliad...
Conteúdo de 
apoio
Profissionais que ajudam - e muito - a quem está no início da vida de monitoria e quer saber 
(sempre) mais: 
Tarcízio Sil...
Profissionais que ajudam - e muito - a quem está no mundo de monitoria e quer saber 
(sempre) mais: 
Mariana Oliveira: sup...
Sites, grupos e afins com bastante conteúdo (individual e participativo) sobre monitoria: 
Blog do Scup http://blog.scup.c...
Sites, grupos e afins com bastante conteúdo (individual e participativo) sobre monitoria: 
Vídeos: 
- Qual o futuro das fe...
Mônica Wanderley 
monicawanderley1@gmail.com
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Monitoramento em Mídias Sociais - Planejamento Básico

469 visualizações

Publicada em

1. Neste documento será possível conferir sobre porque o monitoramento é uma ferramenta de relevância para as empresas, quais redes sociais são mais relevantes para sua empresa, o cuidado necessário para a escolha das palavras-chave e classificação e análise de sentimento. Também inseri algumas sugestões de ferramentas que podemos usar e sugestões de estrutura de relatório e sugestões de materiais e profissionais que falam com propriedade sobre o tema.

2. Importância do monitoramento

3. Uma resposta curta e simples é acesso direto ao é que é dito sobre sua marca nas redes sociais.

4. Mas é importante lembrar que o monitoramento, como todas as ferramentas, possui suas restrições de alcance

5. Quais redes escolher

6. É importante fazer um teste em cada uma das redes mais usadas

7. Sempre é preciso ter em mente o perfil de negócio da empresa para sugerir a rede que mais atenda ao seu perfil

8. Palavras-Chave

9. Existem três níveis de palavras-chave: simples (menções de marcas conhecidas), intermediário (menções mais comuns) e Avançado (menções extremamente genéricas)

10. É preciso pensar de forma ampla no momento do cadastro da palavra-chave, estando atento a erros de digitação, frases correlatas ou personagens relacionados

11. Classificação

12. De que forma a classificação melhora o resultado final do relatório

13. Exemplos de classificações

14. Análise de sentimento

15. Uma menção pode não significar a mesma coisa para duas pessoas

16. Importância em definir um guia de sentimento que será seguido por todos

17. Ferramentas que podem ser usadas

18. Tipos de ferramentas: API, Simples e Plenas

19. Tipos de ferramentas: vertical ou horizontal

20. Relatórios

21. Como fazer um relatório que traga dados úteis a quem irá recebe-lo

22. Sugestões de dados que devem constar no relatório

23. Conteúdo de apoio

24. Profissionais que ajudam - e muito - a quem está no início da vida de monitoria e quer saber (sempre) mais.

25. Sites, grupos e afins com bastante conteúdo (individual e participativo) sobre monitoria

Publicada em: Mídias sociais
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
469
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Monitoramento em Mídias Sociais - Planejamento Básico

  1. 1. Monitoramento em mídias sociais Planejamento básico
  2. 2. Palavras-chave; Tagueamento; Ferramentas para usar; Relatórios; Vamos falar sobre: Importância Quais redes escolher; Análise de sentimento; Conteúdo de apoio
  3. 3. Importância do monitoramento
  4. 4. Por que investir tempo e dinheiro com isso? • Uma resposta curta e simples é acesso direto ao que é dito sobre sua marca nas redes sociais. - Ao acompanhar o modo como os usuários se comportam com a sua marca é possível entender melhor a relação que o consumidor possui com ela (que pode ou não ser a esperada/desejada pela empresa) e modificar características que possam melhorar o produto ou serviço oferecido. - A partir desse conhecimento é possível criar conteúdo para alimentar os canais das redes sociais da empresa, fazendo, quando a marca permite, brincadeiras sobre os apelidos relacionados a marca ou replicando piadas produzidas pelos próprios usuários. - Também é possível conhecer os pontos fortes e fracos da organização (os principais motivos que os usuários apontam para elogios ou críticas), identificar e solucionar potenciais situações de crise.
  5. 5. Mas é importante lembrar que: - As principais redes sociais utilizadas hoje em dia (Facebook, Instagram e Twitter) possuem configurações de privacidade, o que significa que você não terá acesso a absolutamente tudo o que foi dito sobre sua marca, recebendo apenas as postagens dos usuários que autorizaram que o conteúdo produzido por eles fosse exibido para toda a internet. - O monitoramento é uma janela que mostra apenas o que você pediu para ver. Por isso é importante que o plano de monitoramento seja conversado com todas as partes envolvidas para saber suas necessidades e expectativas, avaliar as possibilidades de entrega e acordar por escrito o que será realizado e o que, ao menos no momento, mostra-se inviável.
  6. 6. Quais redes escolher
  7. 7. Quais plataformas me trarão um melhor resultado? - Cada caso é um caso, mas você pode fazer um teste inicial nas redes sociais mais comuns (Twitter, Facebook, Youtube e blogs) procurando pelo nome da marca que você deseja monitorar e acompanhar por cerca de uma semana a frequência e a periodicidade das menções, para saber quais você deve priorizar.
  8. 8. Pensei em todas? - Também é importante analisar o tipo de empresa para qual você está trabalhando para saber se você não está esquecendo-se de analisar alguma rede social que, apesar se não ser comumente utilizada, pode ser de relevância para a marca. - Por exemplo: se seu cliente é uma empresa de recrutamento, porque não dar uma olhada nos principais grupos do LinkedIn que falam sobre carreira e conferir se ela está citada? Ou se fala de um tema que gera muita participação dos usuários, como o setor automotivo, analisar fóruns de discussão também é uma boa ideia.
  9. 9. Palavras-chave
  10. 10. Uma das chaves do sucesso • Feita após o briefing, consiste em pegar todo o dado recebido e começar a pensar com a cabeça do consumidor. Elas podem ser dividas em três tipos: Simples: palavras ligadas apenas ao cliente. EX Burguer King. Mc Donalds, Arezzo, Microsoft Intermediário: palavras que precisam ser relacionadas com outras. EX Telefonica, Feel Good, Victor Hugo, Avançado: palavras muito genéricas, que exigem grande associação de termos. EX Apple, Vivo, Época, Gol
  11. 11. Cuidados no cadastro • Ao decidir quais serão as palavras usadas no monitoramento, é importante lembrar dos seguintes pontos: • Erros de digitação: Sulamérica, Guaraná Antarctica • Apelidos: “Faice”, • Nomes errados: Deutsche Bank, Schweppes, Volkswagen, TAG Heuer; • Frases correlatas: Quer pagar quanto?, De mulher pra mulher, Viver sem fronteiras, • Personagens: Claro-Ronaldo, Angélica- Niely Gold,
  12. 12. Tagueamento
  13. 13. Por que é importante classificar a informação obtida? • Tagueamento, também conhecido como categorização, é o processo de separar a mesma informação em temas distintos para analisar melhor os dados. • Os dados coletados pelo monitoramento geralmente abrangem os seguintes temas: - Aspecto: traços principais pelos quais o consumidor avalia o produto ou serviço - Ex: se for um produto, por sua qualidade, embalagem, propagandas, comportamento dos vendedores quando se vai adquirir o produto etc. - Emissor: classificação dos emissores de opinião em tipos de stakeholders - Ex: consumidores, fornecedores, clientes, personalidades da mídia, imprensa, blogueiros, órgãos públicos e/ou regulatórios.
  14. 14. - Interação: tipos de motivações em jogo quando o consumidor envia uma mensagem para seus pares ou marca; - Ex: Se a marca, por meio de seus canais, ouve e procura atender as solicitações dos clientes - Oficial: conteúdo institucional, - EX: o que gera mais repercussão, qual tipo de conteúdo foi postado, se o público reconhece esse conteúdo como parte da marca - Usos: como o consumidor se relaciona com a marca/produto? - EX: se ela apenas usa o produto para seu fim ou se ele é conhecido por uma característica diferente da que foi pensada inicialmente - Outros: regional, fase de compra, emoções, concorrência, percepção
  15. 15. Análise de sentimento
  16. 16. Imparcialidade ao máximo • Também conhecida como polarização, a análise de sentimento ajuda a entender o percentual de impressões neutras, positivas e negativas que sua empresa alcança no meio online. Por exemplo: • Por exemplo Perto da minha casa tem uma loja que vende sorvete Häagen-Dazs” - Mensagem neutra, sem atribuição positiva ou negativa “Eu AMO sorvete Häagen-Dazs! ” - Definitivamente positiva “NÃO SUPORTO sorvete Häagen-Dazs! ” - Definitivamente negativa
  17. 17. • Inicialmente a tarefa parece ser bem simples, mas veremos que não é um mar de rosas tão límpido assim: “Adoro sorvete Häagen-Dazs, mas os preços são muito altos” - Mensagem positiva no que diz respeito a qualidade, mas negativa ao valor cobrado. Qual priorizar? “Os sorvetes Häagen-Dazs, são muuuito melhores que os da Diletto” - Mensagem qualificando o sorvete como melhor do que um concorrente. Teoricamente, possui um peso maior do que apenas elogiando a marca. “Não tem comparação: os sorvetes da Diletto são bem superiores aos da Häagen- Dazs” - Mensagem qualificando o sorvete como pior do que um concorrente. Teoricamente, possui um peso maior do que apenas elogiando a marca. • Por isso é importante desenvolver um manual explicando as definições de sentimento (em qual caso uma menção é positiva, neutra, negativa ou mista), para que o resultado final do monitoramento seja o mais imparcial possível.
  18. 18. Ferramentas para usar
  19. 19. Tipos existentes • Podemos classificar as ferramentas de monitoria em três tipos: - API: buscas feitas diretamente da barra de busca da rede social. - Simples: ferramentas em geral gratuitas, que oferecem os serviços básicos de monitoramento, como identificar menções e gerar relatórios simples, com poucas funções extras. - Plenas: são ferramentas com funcionalidades múltiplas, abrangendo mais rotinas características de monitoramento. Oferecendo opções de gráficos, classificação etc.
  20. 20. • As ferramentas também podem ser divididas como - Vertical: uma ferramenta assim é, por definição, um software especializado em um determinado recurso ou mídia social. Por exemplo: análise semântica das menções, dashboards, SAC 2.0 e etc. EX: postcron (facebook). - Horizontal: não se especializa em nenhuma funcionalidade específica e consegue atender minimamente a todas as necessidades de um profissional de mídias sociais. • Caso você esteja em dúvida sobre qual ferramenta utilizar, a maioria disponibiliza um período gratuito para testes. Utilize-o para saber qual melhor se ajusta a sua necessidade.
  21. 21. Relatórios
  22. 22. Documentação com inteligência • Os relatórios de monitoramento são uma ferramenta importantíssima para validar nosso trabalho e mostrar a importância do monitoramento para a empresa. • Para fazer um relatório de qualidade, é necessário observar três pontos: - Entender o universo do cliente: é necessário entender o contexto da empresa para saber identificar uma potencial crise ou oportunidade. - Saber quem irá receber o relatório: quais áreas irão receber o relatório, o nível de conhecimento de quem irá recebê-lo, se ele entende o propósito de cada slide etc. - Sugerir uma ação após cada diagnóstico: detectar um padrão de comportamento e não indicar o que pode ser feito para solucionar/aproveitar o que foi descoberto invalida todo o trabalho de monitoramento.
  23. 23. O que ele pode conter • Seguem algumas sugestões de dados que podem constar no relatório: - Gráficos: um excelente aliado para apresentar os dados de forma mais clara e de fácil entendimento - Exemplos: ilustrar o relatório com algumas das menções encontradas ajuda a contextualizar o documento - Explicações: faça um esforço diário para deixar o relatório o mais claro e simples possível, separando , quando necessário, slides que explicam os processos realizados para a obtenção dos números mostrados. - Indicar o impacto nos negócios: para que as outras áreas de empresa entendam a importância do monitoramento, é importante que eles enxerguem de qual forma a performance online da empresa impacta no desenvolvimento do negócio.
  24. 24. Conteúdo de apoio
  25. 25. Profissionais que ajudam - e muito - a quem está no início da vida de monitoria e quer saber (sempre) mais: Tarcízio Silva: sem dúvida uma das maiores referências tupiniquins sobre monitoria, explica o prático sem nunca deixar de pensar em todo o planejamento que envolve a área e as viagens alucinógenas que fazemos na busca de um novo olhar que agregue mais valor ao conteúdo coletado. Produzido por ele eu indico: Blog: http://tarciziosilva.com.br/blog/, que também conta com a participação de profissionais que também sabem e estão continuamente aprendendo do riscado; Slideshare: http://www.slideshare.net/tarushijio , que abrilhanta nossa vida com cases e temas relacionados ao assunto. Pesquisa: Perfil do Profissional de Monitoramento de Mídias Sociais http://www.slideshare.net/tarushijio/perfil-do-profissional-de-monitoramento-de-midias-sociais-pesquisa feita com base em um questionário respondido por centenas de profissionais da área, essa apresentação ajuda a entender um pouco mais sobre quem de fato é a pessoa responsável pelo monitoramento. Canal no Youtube http://www.youtube.com/playlist?list=PL80370EF30EFE4731 com uma copilação de vídeos e palestras que abordam temas relativos a área
  26. 26. Profissionais que ajudam - e muito - a quem está no mundo de monitoria e quer saber (sempre) mais: Mariana Oliveira: supervisora de data intelligence, aborda desde o planejamento básico de um projeto de monitoramento até o rastreamento de menções em campanhas e momentos específicos. http://www.slideshare.net/marianarrpp1/ Pri Muniz: uma das escritoras convidadas do ebook “Para entender de monitoramento”, escreve sobre desde métricas que podem ser utilizadas para mensuração até como configurar um bom relatório de monitoramento. http://www.primuniz.com.br/ Raquel Recuero: jornalista, professora e pesquisadora do PPGL e do Curso de Comunicação Social da UCPel. Foca seu trabalho em estudos sobre redes sociais e comunidades virtuais na Internet, conversação e fluxos de informação e capital social no ciberespaço e jornalismo digital. http://pontomidia.com.br/raquel/ Ricardo Cappra: especialista em digital branding, apoia suas pesquisas em como incluímos nossa vida no meio tecnológico e de que forma pode-se extrair informações do meio on-line por meio dos dados deixados por nós na internet. http://cappra.wordpress.com/
  27. 27. Sites, grupos e afins com bastante conteúdo (individual e participativo) sobre monitoria: Blog do Scup http://blog.scup.com.br/ abem e estão continuamente aprendendo do riscado; canal no youtube http://www.youtube.com/user/scupmonitora E-book sobre SAC http://ideas.scup.com/pt/ebooks/como-iniciar-uma-operacao-de-atendimento-nas-midias- sociais/ e Como planejar o monitoramento de campanhas políticas http://ideas.scup.com/pt/ebooks/como-planejar-uma-campanha-eleitoral-2-0/ Seekr http://seekr.com.br/blog/ E-book “Para entender as mídias sociais 2” http://www.slideshare.net/ambrambilla/para-entender- as-mdias-sociais-vol-2 “Para Entender o Monitoramento de Mídias Sociais” http://www.slideshare.net/tarushijio/para-entender-monitoramento-de-midias-sociais, e-book organizado por ele que aborda inúmeros temas que, de uma forma ou de outra, fazem parte do mundo da monitoria. Comunidade sobre monitoria e métricas no LinkedIn http://www.linkedin.com/groups/Monitoramento-Marcas-M%C3%ADdias-Sociais- Conversa%C3%A7%C3%B5es-3815233?utm_source=li&utm_medium=bl&utm_campaign=rec
  28. 28. Sites, grupos e afins com bastante conteúdo (individual e participativo) sobre monitoria: Vídeos: - Qual o futuro das ferramentas de mídias sociais: http://youtu.be/DZizWk3iH7M - O conflito audiência ou engajamento e o desafio de escolher métricas http://youtu.be/ip5d2SDL58M - Hangout sobre Monitoramento, Relatórios e Visualizações de dados em SM http://www.youtube.com/watch?v=GlYY8arM5IY Grupo no Facebook: https://www.facebook.com/groups/entusiastas.metricas/ Dataísmo: http://dataismo.com.br/ Skrol: http://www.skrol.com/ Blog da PaperCliq: http://papercliq.com.br/blog/ Social bakers: http://www.socialbakers.com/ ComScore: http://www.comscore.com/por/
  29. 29. Mônica Wanderley monicawanderley1@gmail.com

×