Villa Lobos

1.063 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.063
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Villa Lobos

  1. 1. Compositores brasileiros famosos 5 Heitor Vila Lobos Compositor Clássico -Bachiana brasileiraÍndice Informação geral [esconder] Apelido Villa-Lobos•1 Biografia•2 Semana de Nascimento 5 de março de 1887•3 Obra Origem Rio de Janeiro • 3.1 Principais composições•4 Estilo País Brasil•5 Reconhecimento de morte Data 17 de novembro de•6 Para ouvir 1959 (72 anos)•7 Referências•8 Bibliografia Gêneros Modernismo brasileiro•9 Ver também Instrumentos violoncelo, violão•10 Ligações externas Período em atividade 1915 - 1948
  2. 2. Compositores brasileiros famosos 5• [editar] Biografia• Heitor Villa-Lobos é conhecido por elevar o espírito nacionalista em suas músicas mesclando elementos do folclore, de cantos populares e da cultura indígena brasileira. Sempre foi envolvido com a música desde criança e com o passar dos anos sua paixão só fez aumentar e a cada vez mais envolver seu país em suas composições. Heitor levou a música brasileira a ser conhecida e admirada em diversas partes do mundo e é referência para todos aqueles que são envolvidos com a música e suas sensações.• Sua vida Nasceu em março de 1887 na cidade do Rio de Janeiro, sempre foi incentivado a estudar muito por sua mãe que queria ver Heitor se formar em medicina. Seu pai era funcionário da Biblioteca Nacional e músico nas horas vagas quando lhe dava algumas orientações musicais com um pequeno violão que adaptara para o menino. Quando estava com 12 anos Heitor começou a tocar violoncelo em cafés, teatros e bailes até que conheceu os “chorões” que tocavam música popular carioca, acabando por desenvolver também habilidade para violão. Villa-Lobos viajou para o interior do país com o intuito de conhecer o universo musical daquele povo que lá morava. Aos 26 anos casou- se com a pianista Lucília Guimarães.• Semana da Arte Moderna Villa-Lobos participou da Semana de Arte Moderna em 1922 realizada no Teatro Municipal de São Paulo no qual apresentou três espetáculos em três dias. Nesta época Villa-Lobos já era considerado um dos nomes mais importantes da música brasileira, chegando a ser interpretado por outros participantes da Semana juntamente com outros nomes como Eric Satie e Debussy. Depois de um ano viaja para a Europa voltando ao Brasil somente em 1924.
  3. 3. Compositores brasileiros famosos 5• Villa-Lobos morreu em novembro de 1959 vítima de câncer deixando para nós suas maravilhosas obras das quais a Bachiana brasileira número dois, mais conhecida como O Trenzinho do Caipira está como sua obra de referência.• VN:F [1.9.16_1159]• Filho de Noêmia Monteiro Villa-Lobos e Raul Villa-Lobos, foi desde cedo incentivado aos estudos, pois sua mãe queria vê-lo médico.[3] No entanto, Raul Villa-Lobos, pai do compositor, funcionário da Biblioteca Nacional e músico amador,[1] deu-lhe instrução musical[4] e adaptou uma viola para que o pequeno Heitor iniciasse seus estudos de violoncelo.[5] Aos 12 anos, órfão de pai,[6] Villa-Lobos passou a tocar violoncelo em teatros, cafés e bailes; paralelamente, interessou-se pela intensa musicalidade dos "chorões", representantes da melhor música popular do Rio de Janeiro, e, neste contexto, desenvolveu-se também no violão. De temperamento inquieto, empreendeu desde cedo escapadas pelo interior do Brasil, primeiras etapas de um processo de absorção de todo o universo musical brasileiro.[4] Em 1913 Villa-Lobos casou-se com a pianista Lucília Guimarães, indo viver no Rio de Janeiro.[1][4][7]• Em 1922 Villa-Lobos participa da Semana da Arte Moderna, no Teatro Municipal de São Paulo. No ano seguinte embarca para Europa, regressando ao Brasil em 1924. Viaja novamente para a Europa em 1927, financiado pelo milionário carioca Carlos Guinle. Desta segunda viagem retorna em 1930, quando realiza turnê por sessenta e seis cidades. Realiza também nesse ano a " Cruzada do Canto Orfeônico" no Rio de Janeiro.[3] Seu casamento com Lucília termina na década de 1930.[8] Depois de operar-se de câncer em 1948, casa-se com Arminda Neves dAlmeida a Mindinha, uma ex-aluna,[8] que depois de sua morte se encarrega da divulgação de uma obra monumental.[9] O impacto internacional dessa obra fez-se sentir especialmente na França e EUA, como se verifica pelo editorial que o The New York Times dedicou-lhe no dia seguinte a sua morte.[10] Villa-Lobos nunca teve filhos.[11]• Faleceu em 17 de novembro de 1959. Encontra-se sepultado no Cemitério São João Batista no Rio de Janeiro.[12]• Em 1960, o governo do Brasil criou o Museu Villa-Lobos na cidade do Rio de Janeiro.[13]
  4. 4. Compositores brasileiros famosos 5
  5. 5. Compositores brasileiros famosos 5

×