Compositores Famosos da MPB

11.404 visualizações

Publicada em

Apresentação que fala um pouco dos principais nomes da MPB.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.404
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Compositores Famosos da MPB

  1. 1. Compositores famosos MPB Chico Buarque Informação geralNome completo Francisco Buarque de HollandaApelido Chico BuarqueNascimento 19 de junho de 1944 (67 anos)Local de nascimento Rio de Janeiro, RJ BrasilPaís BrasilGêneros MPB, samba, bossa nova, choroOcupação cantor, compositor, dramaturgo, escritorInstrumentos vocal, violãoPeríodo em atividade 1962 -Afiliações Caetano Veloso Milton Nascimento Tom JobimInfluência(s) Noel Rosa Ismael Silva Roberto Menescal Luiz Bonfá Jacques Brel João Donato João Gilberto Dori Caymmi Edu Lobo Elis Regina Cartola Tom Jobim Baden Powell Vinícius de Moraes[1]Página oficial Site oficial
  2. 2. Compositores famosos MPB Chico BuarqueFrancisco Buarque de Hollanda, mais conhecido por Chico Buarque ouChico Buarque de Hollanda, (Rio de Janeiro, 19 de junho de 1944) éum músico, dramaturgo e escritor brasileiro. É conhecido por ser umdos maiores nomes da MPB. Sua discografia conta comaproximadamente oitenta discos, entre eles discos-solo, em parceiracom outros músicos e compactos.[2] É compositor de Construção,considerada uma das melhores músicas brasileiras já feitas.[3][4] Filhodo historiador Sérgio Buarque de Holanda, iniciou sua carreira comoescritor em 1962, quando escreveu seu primeiro conto aos 18 anos,[5]ganhando destaque como cantor a partir de 1966, quando lançou seuprimeiro álbum, Chico Buarque de Hollanda, e venceu o Festival deMúsica Popular Brasileira com a música A Banda. Socialistadeclarado[6][7] autoexilou-se na Itália em 1969, devido à crescenterepressão da ditadura militar no Brasil nos chamados "anos dechumbo", tornando-se, ao retornar, em 1970, um dos artistas maisativos na crítica política e na luta pela democratização no país. Nacarreira literária, foi vencedor de três Prêmios Jabuti: o de melhorromance em 1992 com Estorvo e o de Livro do Ano, tanto pelo livroBudapeste, lançado em 2004, como por Leite Derramado, em 2010.Foi casado por quase trinta anos com a atriz Marieta Severo, comquem teve três filhas.[8][9] Chico é irmão das cantoras Miúcha, Ana deHollanda e Cristina. Ao contrário da crença popular, Aurélio Buarqueera apenas um primo distante do pai de Chico.[ Foi casado por quasetrinta anos com a atriz Marieta Severo, com quem teve três filhas.[8][9]Chico é irmão das cantoras Miúcha, Ana de Hollanda e Cristina. Aocontrário da crença popular, Aurélio Buarque era apenas um primodistante do pai de Chico.[10]
  3. 3. Compositores famosos MPB Chico Buarque• Biografia• Chico nasceu em 19 de junho de 1944 na cidade do Rio de Janeiro, é filho de Sérgio Buarque de Holanda (1902–1982), um importante historiador e jornalista brasileiro e de Maria Amélia Cesário Alvim (1910–2010), pintora e pianista.[5]• Em 1946, mudou-se para a capital São Paulo, onde o pai assumiu a direção do Museu do Ipiranga. Chico sempre revelou interesses pela música, tal interesse foi bastante reforçado pela convivência com intelectuais como Vinicius de Moraes e Paulo Vanzolini.[11]• Em 1953, Sérgio Buarque de Holanda, pai do cantor, foi convidado para lecionar na Universidade de Roma. A família Buarque de Hollanda, então, muda-se para a Itália. Chico aprende dois idiomas estrangeiros, na escola fala inglês, e nas ruas, italiano. Nessa época, compõe as suas primeiras marchinhas de Carnaval.[11]• De volta ao Brasil, em 1970, produz suas primeiras crônicas no jornal Verbômidas, do Colégio Santa Cruz de São Paulo, nome criado por ele.[12] Sua primeira aparição na imprensa, porém, não foi em relação ao seu trabalho, mas sim policial. Publicada, no jornal Última Hora, de São Paulo, a notícia de que Chico e um amigo furtaram um carro nas proximidades do estádio do Pacaembu para passear pela madrugada paulista foi anunciada com a manchete "Pivetes furtaram um carro: presos".[13][14]• nsmitida pela TV
  4. 4. Compositores famosos MPB Chico BuarqueInício de carreiraChico Buarque chegou a ingressar no curso de Arquitetura naFaculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo(FAU) em 1963. Cursou dois anos e parou em 1965, quando começoua se dedicar à carreira artística. Neste ano, lançou Sonho de Carnaval,inscrita no I Festival Nacional de Música Popular Brasileira,transmitida pela TV Excelsior, além de Pedro Pedreiro, músicafundamental para experimentação do modo como viria a trabalhar osversos, com rigoroso trabalho estilístico morfológico e politização,mais significativamente na década de 1970. A primeira composiçãoséria, Canção dos Olhos, é de 1961.Conheceu Elis Regina, que havia vencido o Festival de Música PopularBrasileira (1965) com a canção Arrastão, mas a cantora acaboudesistindo de gravá-lo devido à impaciência com a timidez docompositor. Chico Buarque revelou-se ao público brasileiro quandoganhou o mesmo Festival, no ano seguinte (1966), transmitido pelaTV Record, com A Banda, interpretada por Nara Leão (empatou emprimeiro lugar com Disparada, de Geraldo Vandré e interpretado porJair Rodrigues). No entanto, Zuza Homem de Mello, no livro A Era dosFestivais: Uma Parábola, revelou que "A Banda" venceu o festival. Omusicólogo preservou por décadas as folhas de votação do festival.Nelas, consta que a música "A Banda" ganhou a competição por 7 a 5.Chico, ao perceber que ganharia, foi até o presidente da comissão edisse não aceitar a derrota de Disparada. Caso isso acontecesse, iriana mesma hora entregar o prêmio ao concorrente..
  5. 5. Compositores famosos MPB Chico BuarqueNo dia 10 de outubro de 1966, data da final, iniciou o processo que designariaChico Buarque como unanimidade nacional, alcunha criada por MillôrFernandes Canções como Ela e sua Janela, de 1966, começam a demonstrar aface lírica do compositor. Com a observação da sociedade, como nas diversasvezes em que citação do vocábulo janela está presente em suas primeirascanções: Juca, Januária, Carolina, A Banda e Madalena foi pro Mar. Asinfluências de Noel Rosa podem ser notadas em A Rita, 1965, citado na letra, eIsmael Silva, como em marchas-ranchos. Festivais de MPB na década de 1960No festival de 1967 faria sucesso também com Roda Viva, interpretada por elee pelo grupo MPB-4 — amigos e intérpretes de muitas de suas canções. Em1968 voltou a vencer outro Festival, o III Festival Internacional da Canção da TVGlobo. Como compositor, em parceira com Tom Jobim, com a canção Sabiá.Mas desta vez a vitória foi contestada pelo público, que preferiu a canção queficou em segundo lugar: Pra não dizer que não falei de flores, de GeraldoVandré.A participação no Festival, com A Banda, marcou a primeira aparição pública degrande repercussão apresentando um estilo amparado no movimento musicalurbano carioca da Bossa nova, surgido em 1957. Ao longo da carreira, o samba ea MPB também seriam estilos amplamente explorados.
  6. 6. Compositores famosos MPB Chico Buarque• Teatro e literatura• Musicou as peças Morte e vida severina e o infantil Os Saltimbancos. Escreveu também várias peças de teatro, entre elas Roda Viva (proibida), Gota dÁgua, Calabar (proibida), Ópera do malandro e alguns livros: Estorvo, Benjamim, Budapeste e Leite Derramado.• Chico Buarque sempre se destacou como cronista nos tempos de colégio; seu primeiro livro foi publicado em 1966, trazendo os manuscritos das primeiras composições e o conto Ulisses, e ainda uma crônica de Carlos Drummond de Andrade sobre A Banda. Em 1974, escreve a novela pecuária Fazenda modelo e, em 1979, Chapeuzinho Amarelo, um livro-poema para crianças. A bordo do Rui Barbosa foi escrito em 1963 ou 1964 e publicado em 1981. Em 1991, publica o romance Estorvo (vencedor do Prêmio Jabuti de melhor romance em 1992[15])e, quatro anos depois, escreve o livro Benjamim. Em 2004, o romance Budapeste ganha o Prêmio Jabuti de Livro do Ano.[16] Em 2009, lança o livro Leite Derramado, que também recebe o Prêmio Jabuti de Livro do Ano.[16] Oficialmente, a vendagem mínima de seus livros é de 500 mil exemplares no Brasil.
  7. 7. Compositores famosos MPB Chico BuarqueCrítica ao Regime Militar do BrasilAmeaçado pelo Regime Militar no Brasil, esteve auto-exilado na Itáliaem 1969, onde chegou a fazer espetáculos com Toquinho. Nessaépoca teve suas canções Apesar de você (que dizem ser uma alusãonegativa ao presidente Emílio Garrastazu Médici, mas que Chicosustenta ser em referência à situação) e Cálice proibidas pela censurabrasileira. Adotou o pseudônimo de Julinho da Adelaide, com o qualcompôs apenas três canções: Milagre Brasileiro, Acorda amor e JorgeMaravilha. Na Itália Chico tornou-se amigo do cantor Lucio Dalla, dequem fez a belíssima Minha História, versão em português (1970) dacanção Gesù Bambino (título verdadeiro 4 marzo 1943), de Lucio Dallae Paola Palotino. Em viagem a França, tornou-se amigo de CarlosBandeirense Mirandópolis inspirando-se em uma de suascomposições para criar Samba de Orly.Ao voltar ao Brasil continuou com composições que denunciavamaspectos sociais, econômicos e culturais, como a célebre Construçãoou a divertida Partido Alto. Apresentou-se com Caetano Veloso (quetambém foi exilado, mas na Inglaterra) e Maria Bethânia.
  8. 8. Compositores famosos MPB Chico Buarque• Teve outra de suas músicas associada a críticas a um presidente do Brasil. Julinho da Adelaide, aliás, não era só um pseudônimo, mas sim a forma que o compositor encontrou para driblar a censura, então implacável ao perceber seu nome nos créditos de uma música. Para completar a farsa e dar-lhe ares de veracidade, Julinho da Adelaide chegou a ter cédula de identidade e até mesmo a conceder entrevista a um jornal da época.• Uma das canções de Chico Buarque que criticam a ditadura é uma carta em forma de música, uma carta musicada que ele fez em homenagem ao Augusto Boal, que vivia no exílio, quando o Brasil ainda vivia sob a ditadura militar.• A canção se chama Meu Caro Amigo e foi dirigida a Boal, que na época estava exilado em Lisboa. A canção foi lançada originalmente num disco de título quase igual, chamado Meus Caros Amigos, do ano de 1976.
  9. 9. Os mais famosos compositores brasileiros do século XX ApresentaçãoMeu nome é Anderson Alencar,vascaíno e autor desse curso e devários outros e logo adiante meucurrículo dirá quem sou. Esse feioao lado na foto sou eu e minhaintenção é ministrar cursos dealtíssimo nível, que os tornemcada dia mais competentes ecompetitivos. Tenho cursos grátise cursos pagos e premio meusalunos pagos com brindesliterários. É uma honra tê-los aqui.Bons cursos. Paz , luz e sucesso.Minha mãe me achava bonito,mas só ela mesmo.A bengala nãoé charme foi o resultado de um tiroTenho diversos defeitos, porém omaior deles é a minha excessivamodéstia, o mais dá para relevar.Eu passo conhecimento e bomhumor, pois a vida sem humor échata e vazia
  10. 10. Currículo• Anderson de Oliveira Alencar , brasileiro,casado,jornalista, pesquisador, bacharel em direito, músico, com curso em teoria musical e piano pela Escola Nacional de Música do Rio de Janeiro, poeta e escritor, sede do jornal AV. GEREMÁRIO DANTAS 888 JACAREPAGUÁ, RJ / RJ e filial na AV. JULIA KUBITCHEK 16 SL 102 PREMIER CENTER CABO FRIO Jornal MOMENTO NOTÍCIA , JORNAL POLÍTICO E POLICIAL ESPECIALIZADO EM SEGURANÇA.Diretor responsável criador e editor desse site e do jornal Momento Notícia desde 1988. Anderson Alencar jornalista e radialista Assessor de Imprensa da ALERJ, Assessor Parlamentar da ALERJ e ASSESSOR DE SEGURANÇA DA ALERJ, Assessor de Segurança do DETRAN, autor dos livros "Bandido bom é bandido bem morto" , "Coletânea de contos" , Contos de uma vida, membro da União Brasileira de Escritores, da Associação Nacional de Imprensa, da] Associação Brasileira de Revistas e Jornais, da Associação Brasileira de Jornalistas Investigativos, Criminologista - editor do site O ninho do escritor, Com cursos na Escola Superior de Guerra com especialização em anti sequestro, assuntos estratégicos, a mídia e a marginalização e o problema dos menores no país, curso especial em agente, chefia de segurança e gerência em segurança e anti seqüestro. . Atualmente dirige uma rádio on- line RWM FM Rádio Web Momento FM em www.radiowebmomento.com e os sites www.momentonoticia.com.br e www.momentoshopping.com.br Radialista ex apresentador da Radio Imprensa FM, TV Rio e RCT FM. Revista Polícia em Ação e Revista Autoridade. .MEUS ORGULHOS: Minha família, meus amigos, ser paraquedista e ter sido agraciado com a Medalha Tiradentes a maior condecoração do Estado do Rio de Janeiro pela minha competência profissional e a Moção Honrosa da ALERJ pelo meu trabalho jornalístico. Recebi troféus e diplomas da PMERJ e do CORPO DE BOMBEIROS DO RJ. pelo combate a criminalidade e a promoção de palestras junto a munidade.Perguntaram-me: Anderson você não tem medo do que faz, sempre confrontando o mal e em área de riscos? Eu respondi: Tenho sim, só loucos não tem medo, mas eu supero esse medo e cumpro o meu dever até porque eu sou paraquedista e quem é paraquedista aprende a superar seus medos e a vencer o mal, além do mais eu estou do lado da lei, por isso sou respeitado e assim ajo com tranquilidade e soberania.
  11. 11. O fio da aranha Nunca matem uma aranha elas são úteis ao homem e podem tirar ou colocar você no inferno e além do mais, tem esconderijos maravilhosos. Eu sou Anderson Alencar o gato papa aranha . Adoro brincar com elas e caçá-las em seu refúgio e comê-las lá mesmoConheço aranhas loiras, morenas, ruivas e negras todas maravilhosas
  12. 12. Compositores famosos MPB Cazuza Informação geralNome completo Agenor de Miranda Araújo NetoApelido Cazuza, O Poeta do Rock, Exagerado, CajuNascimento 4 de abril de 1958 Rio de Janeiro, RJ BrasilData de morte 7 de julho de 1990 (32 anos) Rio de Janeiro, RJ BrasilGêneros Rock, música popular brasileiraInstrumentos VocalPeríodo em atividade 1981 - 1990Gravadora(s) Som Livre PolyGram Universal Music GroupAfiliações Barão VermelhoPágina oficial www.cazuza.com.br
  13. 13. Compositores famosos MPB CazuzaCazuza, nome artístico de Agenor de Miranda Araújo Neto, (Rio deJaneiro, 4 de abril de 1958 — Rio de Janeiro, 7 de julho de 1990) foium cantor e compositor brasileiro que ganhou fama como vocalista eprincipal letrista da banda Barão Vermelho. Sua parceria com RobertoFrejat foi criticamente aclamada. Dentre as composições famosasjunto ao Barão Vermelho estão "Todo Amor que Houver Nessa Vida","Pro Dia Nascer Feliz", "Maior Abandonado", "Bete Balanço" e"Bilhetinho Azul".Cazuza é considerado um dos maiores compositores da músicabrasileira. Dentre seus sucessos musicais em carreira solo, destacam-se "Exagerado", "Codinome Beija-Flor", "Ideologia", "Brasil", "FazParte do meu Show", "O Tempo não Pára" e "O Nosso Amor a GenteInventa".Cazuza também ficou conhecido por ser rebelde, boêmio e polêmico,tendo declarado em entrevistas que era bissexual. Em 1989 declarouser soropositivo e sucumbiu à doença em 1990, no Rio de Janeiro. 1 Biografia 1.1 Infância e adolescência – 1.2 Barão Vermelho • 1.2.1 Maior Abandonado e Rock in Rio • 1.2.2 "Não divido nada, muito menos o palco"
  14. 14. Compositores famosos MPB CazuzaInfância e adolescênciaFilho de João Araújo, produtor fonográfico, e de Lucinha Araújo,Cazuza recebeu o apelido mesmo antes do nascimento. Agenor, seuverdadeiro nome foi recebido por insistência da avó paterna. Nainfância, Cazuza nem sequer sabia seu nome de batismo, por isso nãorespondia à chamada na escola. Só mais tarde, quando descobre queum dos compositores prediletos, Cartola, também se chamava Agenor(na verdade, Angenor, por um erro do cartório), é que Cazuza começaa aceitar o nome.Cazuza sempre teve contato com a música. Influenciado desdepequeno pelos grandes nome da música brasileira, ele tinhapreferência pelas canções dramáticas e melancólicas, como as deCartola, Dolores Duran, Lupicínio Rodrigues, Noel Rosa, Maysa e Dalvade Oliveira. Era também grande fã da roqueira Rita Lee, para quemchegou a compor a letra da canção "Perto do fogo", que Rita musicou.
  15. 15. Compositores famosos MPB Cazuza• Cazuza cresceu no bairro do Leblon e estudou no Colégio Santo Inácio até mudar para o Colégio Anglo-Americano, para evitar reprovação. Como os pais às vezes saíam à noite, o filho único ficava na companhia da avó materna, Alice. Por volta de 1965, ele começou a escrever letras e poemas, que mostrava à avó.• Graças ao ambiente profissional do pai, Cazuza cresceu em volta dos maiores nomes da música popular brasileira, como Caetano Veloso, Elis Regina, Gal Costa, Gilberto Gil, João Gilberto, Novos Baianos, entre outros. A mãe, Lucinha Araújo, também cantava e gravou três discos.• Em 1972, tirando férias em Londres, Cazuza conhece as canções de Janis Joplin, Led Zeppelin e Rolling Stones, e logo tornou-se um grande fã
  16. 16. Compositores famosos MPB Cazuza• Por causa da promessa do pai, que disse que lhe presentearia com um carro caso ele passasse no vestibular, Cazuza foi aprovado em Comunicação em 1976, mas desistiu do curso três semanas depois. Mais tarde começou a frequentar o Baixo Leblon, onde levou uma vida boêmia. Assim, João Araújo criou um emprego para ele na gravadora Som Livre, da qual ainda é presidente. Na Som Livre, Cazuza trabalhou no departamento artístico, onde fez triagem de fitas de novos cantores. Logo depois trabalhou na assessoria de imprensa, onde escreveu releases para divulgar os artistas.• No final de 1979 ele fez um curso de fotografia na Universidade da Califórnia em Berkeley, Estados Unidos. Lá descobriu a literatura da Geração Beat, os chamados poetas malditos, que mais tarde teria grande influência na carreira.• Em 1980 ele retornou ao Rio de Janeiro, onde ingressou no grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone no Circo Voador. Foi nessa época que Cazuza cantou em público pela primeira vez. O cantor e compositor Léo Jaime, convidado para integrar uma nova banda de rock de garagem que se formava no bairro carioca do Rio Comprido não aceitou, mas indicou Cazuza aos vocais. Daqueles ensaios na casa do tecladista Maurício Barros, nasceu o Barão Vermelho.
  17. 17. Compositores famosos MPB Cazuza• Barão Vermelho• O Barão Vermelho, que até então era formado por Roberto Frejat (guitarra), Dé Palmeira (baixo), Maurício Barros (teclados) e Guto Goffi (bateria), gostou muito do vocal berrado de Cazuza. Em seguida, Cazuza mostra à banda letras que havia escrito e passa a compor com Roberto Frejat, formando uma das duplas mais festejadas do rock brasileiro. Dali para frente, a banda que antes só tocava covers passa a criar um repertório próprio.• Após ouvir uma fita demo da banda, o produtor Ezequiel Neves convence o diretor artístico da Som Livre, Guto Graça Mello, a gravar a banda. Juntos convencem o relutante João Araújo a apostar no Barão.• Com uma produção barata e gravado em apenas dois dias, é lançado em 1982 o primeiro álbum da banda, Barão Vermelho. Das canções mais importantes, destacam-se "Bilhetinho Azul" (elogiadíssima por Caetano Veloso), "Ponto Fraco", "Down Em Mim" e a obra-prima "Todo Amor Que Houver Nessa Vida". Bom frisar que na época, Cazuza tinha apenas 23 anos, mas uma grande maturidade poética. Apesar de ser aclamado pela crítica, o disco vendeu apenas 7 mil cópias.
  18. 18. Compositores famosos MPB Cazuza"Não divido nada, muito menos o palco"Cazuza deixou a banda a fim de ter liberdade para compor e se expressar,musical e poeticamente. Em julho de 1985, durante os ensaios do quartoálbum, Cazuza deixou o Barão Vermelho para seguir carreira solo.Suspeita-se que nesse mesmo ano começou a ter febre diariamente,indícios da AIDS que se agravaria anos depois. Ezequiel Neves (faleceu nodia 7 de julho de 2010), que trabalhou com o Barão, dividiu-se entre abanda e a carreira solo de Cazuza. "Fui salomônico", declarou ementrevista ao Jornal do Commercio, em 2007, quando Cazuzacompletaria 49 anos. Exagerado e Só Se For A Dois carreira soloEm agosto de 1985, Cazuza é internado para ser tratado por umapneumonia. Cazuza exigiu fazer um teste de HIV, do qual o resultado foinegativo. Em novembro de 1985 foi lançado o primeiro álbum solo,Exagerado. "Exagerado", a faixa-título composta em parceria com Leoni,se torna um dos maiores sucessos e marca registrada do cantor. Tambémdestaca a obra-prima "Codinome Beija-Flor". A canção "Só As Mães SãoFelizes" é vetada pela censura.Cazuza gravou o segundo álbum no segundo semestre de 1986. Como aSom Livre terminou com o cast, Só Se For A Dois foi lançado pelaPolyGram (agora Universal Music Group) em 1987. Logo depois, aPolyGram contratou Cazuza. Só Se For A Dois mostra temas românticoscomo "Só Se For A Dois", "O Nosso Amor A Gente Inventa", "Solidão QueNada" e "Ritual“.[editar] Ideologia e O Tempo Não Pára A AIDS (doençada qual provavelmente sofria desde 1985)
  19. 19. Compositores famosos MPB Cazuza• Maior Abandonado e Rock in Rio• A banda é convidada a compor e gravar o tema do filme Bete Balanço. A canção, "Bete Balanço", torna-se um dos grandes clássicos dos barões, impulsionando o filme que vira sucesso de bilheteria. A canção também impulsionou as vendas do terceiro disco do Barão, Maior Abandonado, lançado em outubro de 1984, que conquistou disco de ouro, registrando outras composições como "Maior Abandonado" e "Por Que a Gente é Assim?".• Em 15 e 20 de janeiro de 1985, o Barão Vermelho se apresenta na primeira edição do Rock in Rio (o maior e mais importante festival da América do Sul). A apresentação da banda no quinto dia tornou-se antológica por coincidir com a eleição do presidente Tancredo Neves e com o fim da Ditadura Militar. Cazuza anuncia esse fato ao público presente e para comemorar, cantou "Pro Dia Nascer Feliz".
  20. 20. Imagens colhidas na INTERNET CLIQUEM NO SLIDE Adaptado por Anderson Alencar. DIREITO AUTORALÉ o direito que protege trabalhos publicados e não publicados nas áreas da literatura, teatro,música e coreografias de dança, filmes, fotografias, pinturas, esculturas e outros trabalhosvisuais de arte como programas de computador (softwares). O direito autoral protege aexpressão de idéias e reserva para seus autores o direito exclusivo de reproduzir seustrabalhos
  21. 21. Encerramento •• Encerro como sempre esperando ter levado aos nosso alunos conhecimento suficiente sobre a história do mundo, seus líderes e feitos que os tornaram famosos independente dos resultados provocados pelas suas ações. Se desejarem falar conosco usem nossos e-mails ou telefones alencarcastelobranco@estadao.com.br e animprensa@hotmail.com e conheçam mais de nosso trabalho em www.momentonoticia.com.br e www.radiowebmomento.com ao lado o major Oscar meu amado pai. Oscar Fernandes de Alencar ex combatente, ferido em Monte Castelo• Como sempre estamos a disposição em 21 3264381 e 21 78001705. No ensejo desejamos um excelente curso e se matriculem em www.buzzero.com. Nos próximos cursos novas personalidades e fatos serão tratadas aqui.• Agradecemos os alunos inscritos que nos honram com sua confiança em nosso trabalho e ao Buzzero que nos permite expandir nossos cursos• Esse curso tem apostila por ser pago.• Paz, luz e sucesso encerramos com esse hino que sempre nos emociona pois nele está nosso sangue, lágrimas e muito amor. Muitos de nós morremos por ele e outros ainda morrerão, mas o mais vai bem sem novidades.• Anderson Alencar (O autor)

×