SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 37
O primeiro parágrafo
     de um texto
       Prof.ª Bianca Nóbrega.
Primeiro parágrafo

 O primeiro parágrafo é a isca do texto. Se ele
 for atrativo, interessante e bem escrito, ele
 irá seduzir o leitor a continuar o texto.



 Se,logo no primeiro parágrafo, houver um
 problema, seja de ideia, de gramática ou
 mesmo se ele for muito vago, não irá chamar
 a atenção do leitor.
Iniciando um artigo de opinião


 Os  textos argumentativos, principalmente,
 iniciam-se com um tópico frasal, ou seja, uma
 pequena introdução sintetizando a ideia
 principal do parágrafo e do texto todo.
Maneiras de se iniciar o
 parágrafo
Relacione a técnica de primeiro parágrafo (coluna da
esquerda) ao seu efeito (coluna da direita). Esta atividade está
disponível na ferramenta material de apoio.
Maneiras de se iniciar o
parágrafo


   A seguir você terá a resolução da atividade
anterior. O ideal é que você tente fazer primeiro,
           para exercitar sua reflexão.
Maneiras de se iniciar o
parágrafo

(  4 ) Exemplo: “Amedrontada. Foi
 assim que a população se sentiu
 frente às estatísticas da gripe”. Essa
 é uma técnica criativa de se iniciar
 texto e, em geral, é seguida de uma
 explicação.
Maneiras de se iniciar o
parágrafo

( 5 ) É muito comum nos
 reportarmos a outros textos
 (romances, filmes, músicas) quando
 iniciamos um texto.
Maneiras de se iniciar o
parágrafo

( 1 ) É a reprodução exata do que
 alguém falou ou escreveu sobre o
 tema abordado.
Maneiras de se iniciar o
parágrafo

( 10) Duas orações no primeiro
 parágrafo que criam uma oposição
 que guiará o ruma da
 argumentação.
Maneiras de se iniciar o
parágrafo

(8 ) Pode-se iniciar textos
 mencionando fatos históricos e
 confrontando-os com o presente.
Maneiras de se iniciar o
parágrafo

( 2 ) É a reprodução do que alguém
 falou, mas sem ser exata.
 Geralmente, quando não sabemos a
 frase dita/escrita literalmente,
 usamos essa técnica.
Maneiras de se iniciar o
parágrafo

( 7) Utiliza-se o provérbio que irá
 sustentar o ponto de vista a ser
 defendido ao longo do texto.
Maneiras de se iniciar o
parágrafo

( 6) Pode-se iniciar um texto com a
 menção de um fato relacionado ao
 tema do texto. Essa técnica
 empresta maior realismo ao tema
 desenvolvido.
Maneiras de se iniciar o
parágrafo

( 9 ) Uma declaração lançada no
 início do texto pode surpreender o
 leitor e despertar seu interesse pela
 leitura.
Atividade



 Leiaa introdução de diferentes artigos de
 opinião. Em seguida, especifique qual(is)
 estratégia(s) foi(ram) usada(s) em cada
 exemplo:
Dar satisfação é bom?


   Como seria viver sem nunca ter de ter
satisfação a ninguém? Seria ninguém precisar
de você e você não precisar de ninguém. Um
grande vazio. No entanto, esse é o lema que,
por hipótese, quando for realizado, torna a
pessoa feliz.

      Anna Veronica Mautner. Folha de S. Paulo. Equilíbrio. 18/02/2010.
Cuidado ao falar


   “Os ouvidos não têm pálpebras, por isso não
podemos proteger dos barulhos que não
queremos ouvir”. Essa frase, dita por uma
professora de música em uma reunião de pais,
me fez pensar muito na vida das crianças na
atualidade.

             Rosely Saião. Folha de S. Paulo. Equilíbrio. 18/02/2010
Cinco acusações contra o Enem


   Confusão entre avaliação e seleção. Criado
com a saudável finalidade de avaliar os
estudantes e as escolas brasileiras, o Enem
agora passou, sem muita cautela, a ser um
instrumento de seleção para ingresso em
universidades.

         Luís Augusto Fischer. Folha de S. Paulo. Opinião. 10/12/2009
Uma vista à Paris dos
           parisienses

   O historiador inglês Theodore Zeldin – autor
do livro “Os franceses” – afirmou em recente
entrevista que Paris não nasceu bela. Ela se
tornou assim por ter mudado constantemente
seus métodos de sedução.

                  Paulo Salvador. Gazeta Mercantil. 25/08/2000
Ambientalista X Ruralista

   Eternas discussões sobre o diálogo florestal. De
um lado, os ambientalistas, concentrados na
necessidade de debater e frágeis ações, em sua
maioria, pessoas de criação urbana de pouco
contato prático com o meio rural. De outro lado, os
ruralistas, fracos no ato de debater e sempre
prontos para ações práticas, na maioria dos casos,
pessoas educadas no meio rural.

               Rodolpho Schimidt. Correio Popular. Opinião. 25/02/2010
Repensando a grande revolução


   Antes de mais, defino que grande revolução é
essa. Não falo de Garibaldi, de Che Guevara, ou de
Lênin. Para esta coluna, a grande revolução é a
revolução copernicana, que, conforme conta o
mito, ocorreu quando o polonês Nicolau Copérnico
(1473-1543) “pôs” o Sol no centro do cosmos,
mudando para sempre a história do conhecimento.

             Marcelo Gleiser. Folha de S. Paulo. Mais! Ciência. 28/09/2008.
Respostas???




Tente resolver a atividade primeiro....
   Depois, pode ver as respostas.
Dar satisfação é bom?


   Como seria viver sem nunca ter de ter
satisfação a ninguém? Seria ninguém precisar
de você e você não precisar de ninguém. Um
grande vazio. No entanto, esse é o lema que,
por hipótese, quando for realizado, torna a
pessoa feliz.
- PERGUNTA
Cuidado ao falar


   “Os ouvidos não têm pálpebras, por isso não
podemos proteger dos barulhos que não
queremos ouvir”. Essa frase, dita por uma
professora de música em uma reunião de pais,
me fez pensar muito na vida das crianças na
atualidade.
- CITAÇÃO DIRETA
             Rosely Saião. Folha de S. Paulo. Equilíbrio. 18/02/2010
Cinco acusações contra o Enem


   Confusão entre avaliação e seleção. Criado
com a saudável finalidade de avaliar os
estudantes e as escolas brasileiras, o Enem
agora passou, sem muita cautela, a ser um
instrumento de seleção para ingresso em
universidades.
- FRASE NOMINAL (pois o primeiro período
não ter verbo “Confusão entre avaliação e
Uma vista à Paris dos
           parisienses

   O historiador inglês Theodore Zeldin – autor
do livro “Os franceses” – afirmou em recente
entrevista que Paris não nasceu bela. Ela se
tornou assim por ter mudado constantemente
seus métodos de sedução.
- CITAÇÃO INDIRETA

                  Paulo Salvador. Gazeta Mercantil. 25/08/2000
Ambientalista X Ruralista

  Eternas discussões sobre o diálogo florestal.
De um lado, os ambientalistas, concentrados na
necessidade de debater e frágeis ações, em sua
maioria, pessoas de criação urbana de pouco
contato prático com o meio rural. De outro lado,
os ruralistas, fracos no ato de debater e sempre
prontos para ações práticas, na maioria dos casos,
pessoas educadas no meio rural.
- FRASE NOMINAL e OPOSIÇÃO
Repensando a grande revolução

   Antes de mais, defino que grande revolução é
essa. Não falo de Garibaldi, de Che Guevara, ou de
Lênin. Para esta coluna, a grande revolução é a
revolução copernicana, que, conforme conta o
mito, ocorreu quando o polonês Nicolau Copérnico
(1473-1543) “pôs” o Sol no centro do cosmos,
mudando para sempre a história do conhecimento.
- ALUSÃO A FATOS HISTÓRICOS

             Marcelo Gleiser. Folha de S. Paulo. Mais! Ciência. 28/09/2008.
Primeiro parágrafo


         "Os candidatos estão apenas replicando
o que fizeram na internet nas últimas eleições,
usando a web apenas como uma via de mão
única, em que o político apresenta a sua
agenda, sem uma real interação", diz Pollyana
Ferrari, que é a pesquisadora em mídia social e
professora de jornalismo multimídia da PUC-SP.
Primeiro parágrafo


              A cada período eleitoral, é preciso
lembrar o papel da comunicação de massa
enquanto        principal    arena        política
contemporânea. E o problema está justamente
aí, pois hoje temos também a internet. De um
lado estão os candidatos querendo apenas
mostrar a cara, nitidamente buscando
visibilidade. De outro, estamos nós, o povo,
esperando propostas de governo. A internet é
Respostas




 Confiraas respostas dos dois últimos
 exemplos de técnica de primeiro parágrafo.
Primeiro parágrafo


         "Os candidatos estão apenas replicando
o que fizeram na internet nas últimas eleições,
usando a web apenas como uma via de mão
única, em que o político apresenta a sua
agenda, sem uma real interação", diz Pollyana
Ferrari, que é a pesquisadora em mídia social e
professora de jornalismo multimídia da PUC-SP.
Primeiro parágrafo


   A técnica usada foi a citação direta, pois foi
reproduzida exatamente a fala da pesquisadora,
fala marcada pelo sinal de aspas. Essa técnica é
conhecida como um recurso de autoridade, ou
seja, traz a voz de um especialista ou autoridade
para falar no assunto, não deixando dúvida
sobre a questão.
Primeiro parágrafo


              A cada período eleitoral, é preciso
lembrar o papel da comunicação de massa
enquanto        principal    arena        política
contemporânea. E o problema está justamente
aí, pois hoje temos também a internet. De um
lado estão os candidatos querendo apenas
mostrar a cara, nitidamente buscando
visibilidade. De outro, estamos nós, o povo,
esperando propostas de governo. A internet é
Primeiro parágrafo: várias
              técnicas
                    Neor   etapas:

              A cada período eleitoral, é preciso
lembrar o papel da comunicação de massa
enquanto        principal    arena        política
contemporânea. E o problema está justamente
aí, pois hoje temos também a internet.

                 DECLARAÇÃO
Primeiro parágrafo: várias
             técnicas

   De um lado estão os candidatos querendo
apenas mostrar a cara, nitidamente buscando
visibilidade. De outro, estamos nós, o povo,
esperando propostas de governo.

                  OPOSIÇÃO
   O autor mostra duas posicionamentos
diferentes, ou seja, duas maneiras diferentes de
Primeiro parágrafo: várias
             técnicas

  A internet é apenas uma extensão dos
cavaletes e dos papéis na rua? Onde estão as
propostas?



                 PERGUNTA
   O autor convida o leitor a refletir com ele,
tirando o leitor / eleitor do estado de inércia,

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Estruturação dos parágrafos
Estruturação dos parágrafosEstruturação dos parágrafos
Estruturação dos parágrafosTio Pablo Virtual
 
Modalizaciones discursivas
Modalizaciones discursivasModalizaciones discursivas
Modalizaciones discursivasValeria Cárcamo
 
Aula de redacao manifesto15112010155533
Aula de redacao   manifesto15112010155533Aula de redacao   manifesto15112010155533
Aula de redacao manifesto15112010155533Isabel Sousa
 
Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)
Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)
Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)Moises Ribeiro
 
Explorando o uso responsável das Redes Sociais
Explorando o uso responsável das Redes Sociais Explorando o uso responsável das Redes Sociais
Explorando o uso responsável das Redes Sociais Sandro Neto Ribeiro
 
Modalizadores gqm 26_04
Modalizadores gqm 26_04Modalizadores gqm 26_04
Modalizadores gqm 26_04Moises Ribeiro
 
Manifesto do verde amarelismo-litertura
Manifesto do verde  amarelismo-literturaManifesto do verde  amarelismo-litertura
Manifesto do verde amarelismo-literturawalissoon
 
ModalizaçãO Nos GêNeros
ModalizaçãO Nos GêNerosModalizaçãO Nos GêNeros
ModalizaçãO Nos GêNerosVanessa Dagostim
 
Técnica de Redação Pontuação
Técnica de Redação Pontuação Técnica de Redação Pontuação
Técnica de Redação Pontuação Laguat
 
Produção Textual - Manifesto
Produção Textual  - ManifestoProdução Textual  - Manifesto
Produção Textual - ManifestoElaine Teixeira
 
PARÁGRAFO - a articulação, coerência, ambiguidade
PARÁGRAFO - a articulação, coerência, ambiguidadePARÁGRAFO - a articulação, coerência, ambiguidade
PARÁGRAFO - a articulação, coerência, ambiguidadeVanessa Rodrigues
 
Estruturação dos parágrafos
Estruturação dos parágrafosEstruturação dos parágrafos
Estruturação dos parágrafosTio Pablo Virtual
 
Construção do parágrafo
Construção do parágrafoConstrução do parágrafo
Construção do parágrafoHélio Consolaro
 

Destaque (20)

Estruturação dos parágrafos
Estruturação dos parágrafosEstruturação dos parágrafos
Estruturação dos parágrafos
 
Modalizaciones discursivas
Modalizaciones discursivasModalizaciones discursivas
Modalizaciones discursivas
 
Aula de redacao manifesto15112010155533
Aula de redacao   manifesto15112010155533Aula de redacao   manifesto15112010155533
Aula de redacao manifesto15112010155533
 
Sua Imagem nas Redes Sociais
Sua Imagem nas Redes SociaisSua Imagem nas Redes Sociais
Sua Imagem nas Redes Sociais
 
Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)
Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)
Expressoes modalizadoras gqm_26_04 (1)
 
Modalizadores
ModalizadoresModalizadores
Modalizadores
 
O Uso Responsável da Internet
O Uso Responsável da InternetO Uso Responsável da Internet
O Uso Responsável da Internet
 
Explorando o uso responsável das Redes Sociais
Explorando o uso responsável das Redes Sociais Explorando o uso responsável das Redes Sociais
Explorando o uso responsável das Redes Sociais
 
Modalizadores gqm 26_04
Modalizadores gqm 26_04Modalizadores gqm 26_04
Modalizadores gqm 26_04
 
Manifesto do verde amarelismo-litertura
Manifesto do verde  amarelismo-literturaManifesto do verde  amarelismo-litertura
Manifesto do verde amarelismo-litertura
 
Modalização do discurso
Modalização do discursoModalização do discurso
Modalização do discurso
 
O parágrafo
O parágrafoO parágrafo
O parágrafo
 
ModalizaçãO Nos GêNeros
ModalizaçãO Nos GêNerosModalizaçãO Nos GêNeros
ModalizaçãO Nos GêNeros
 
Técnica de Redação Pontuação
Técnica de Redação Pontuação Técnica de Redação Pontuação
Técnica de Redação Pontuação
 
Produção Textual - Manifesto
Produção Textual  - ManifestoProdução Textual  - Manifesto
Produção Textual - Manifesto
 
PARÁGRAFO - a articulação, coerência, ambiguidade
PARÁGRAFO - a articulação, coerência, ambiguidadePARÁGRAFO - a articulação, coerência, ambiguidade
PARÁGRAFO - a articulação, coerência, ambiguidade
 
Estruturação dos parágrafos
Estruturação dos parágrafosEstruturação dos parágrafos
Estruturação dos parágrafos
 
Construção do parágrafo
Construção do parágrafoConstrução do parágrafo
Construção do parágrafo
 
Redes sociais
Redes sociaisRedes sociais
Redes sociais
 
Paragrafo periodo e_frase
Paragrafo periodo e_fraseParagrafo periodo e_frase
Paragrafo periodo e_frase
 

Semelhante a Primeiro paragrafo gqm_2013_22_03

Curso Básico de Redação - Fernanda Braga
Curso Básico de Redação - Fernanda BragaCurso Básico de Redação - Fernanda Braga
Curso Básico de Redação - Fernanda BragaProfFernandaBraga
 
Enem slides
Enem slidesEnem slides
Enem slidesnayalves
 
18 formas de começar um texto
18 formas de começar um texto18 formas de começar um texto
18 formas de começar um textoFabio Dos Santos
 
Texto argumentativo dissertação escolar..ppt
Texto argumentativo dissertação escolar..pptTexto argumentativo dissertação escolar..ppt
Texto argumentativo dissertação escolar..pptRITADECASSIARODRIGUE20
 
Texto argumentativo dissertação escolar..pptx
Texto argumentativo dissertação escolar..pptxTexto argumentativo dissertação escolar..pptx
Texto argumentativo dissertação escolar..pptxGiselma Alves
 
Texto argumentativo dissertação escolar. (1)
Texto argumentativo dissertação escolar. (1)Texto argumentativo dissertação escolar. (1)
Texto argumentativo dissertação escolar. (1)CharlesMarlon1
 
Redação enem
Redação enemRedação enem
Redação enemJosi Motta
 
18 formas para_voce_comecar_um_texto
18 formas para_voce_comecar_um_texto18 formas para_voce_comecar_um_texto
18 formas para_voce_comecar_um_textoMaria das Dores Justo
 
Dissertação - texto de opinião
Dissertação -  texto de opiniãoDissertação -  texto de opinião
Dissertação - texto de opiniãoFátima Lima
 
Conversa filosófica 2015
Conversa filosófica 2015Conversa filosófica 2015
Conversa filosófica 2015Elisangela Zati
 
auladeportuguesparao6anoprimeirobim.pptx
auladeportuguesparao6anoprimeirobim.pptxauladeportuguesparao6anoprimeirobim.pptx
auladeportuguesparao6anoprimeirobim.pptxLuisMartini12
 
Educação comunicação hipertempo
Educação comunicação hipertempoEducação comunicação hipertempo
Educação comunicação hipertempoprofBeth
 
Entrevista a antónio josé saraiva
Entrevista a antónio josé saraivaEntrevista a antónio josé saraiva
Entrevista a antónio josé saraivaJanuário Esteves
 
Comunicação de massa e indústria cultural
Comunicação de massa e indústria culturalComunicação de massa e indústria cultural
Comunicação de massa e indústria culturalVanessa Souza Pereira
 
Slides para oficina Redes 2019
Slides para oficina Redes 2019Slides para oficina Redes 2019
Slides para oficina Redes 2019Giselle Ferreira
 
Décio Pignatari entrevista
Décio Pignatari entrevistaDécio Pignatari entrevista
Décio Pignatari entrevistaRicardo Weg
 

Semelhante a Primeiro paragrafo gqm_2013_22_03 (20)

Curso Básico de Redação - Fernanda Braga
Curso Básico de Redação - Fernanda BragaCurso Básico de Redação - Fernanda Braga
Curso Básico de Redação - Fernanda Braga
 
Enem slides
Enem slidesEnem slides
Enem slides
 
18 formas de começar um texto
18 formas de começar um texto18 formas de começar um texto
18 formas de começar um texto
 
Texto argumentativo dissertação escolar..ppt
Texto argumentativo dissertação escolar..pptTexto argumentativo dissertação escolar..ppt
Texto argumentativo dissertação escolar..ppt
 
Texto argumentativo dissertação escolar..pptx
Texto argumentativo dissertação escolar..pptxTexto argumentativo dissertação escolar..pptx
Texto argumentativo dissertação escolar..pptx
 
Texto argumentativo dissertação escolar. (1)
Texto argumentativo dissertação escolar. (1)Texto argumentativo dissertação escolar. (1)
Texto argumentativo dissertação escolar. (1)
 
Redação enem
Redação enemRedação enem
Redação enem
 
18 formas para_voce_comecar_um_texto
18 formas para_voce_comecar_um_texto18 formas para_voce_comecar_um_texto
18 formas para_voce_comecar_um_texto
 
Dissertação - texto de opinião
Dissertação -  texto de opiniãoDissertação -  texto de opinião
Dissertação - texto de opinião
 
Conversa filosófica 2015
Conversa filosófica 2015Conversa filosófica 2015
Conversa filosófica 2015
 
REVISÃO PAS - AULA 02 .ppt
REVISÃO PAS - AULA 02 .pptREVISÃO PAS - AULA 02 .ppt
REVISÃO PAS - AULA 02 .ppt
 
auladeportuguesparao6anoprimeirobim.pptx
auladeportuguesparao6anoprimeirobim.pptxauladeportuguesparao6anoprimeirobim.pptx
auladeportuguesparao6anoprimeirobim.pptx
 
Resistance(4ª edição)
Resistance(4ª edição)Resistance(4ª edição)
Resistance(4ª edição)
 
Educação comunicação hipertempo
Educação comunicação hipertempoEducação comunicação hipertempo
Educação comunicação hipertempo
 
Tmp 2015
Tmp 2015Tmp 2015
Tmp 2015
 
Entrevista a antónio josé saraiva
Entrevista a antónio josé saraivaEntrevista a antónio josé saraiva
Entrevista a antónio josé saraiva
 
Comunicação de massa e indústria cultural
Comunicação de massa e indústria culturalComunicação de massa e indústria cultural
Comunicação de massa e indústria cultural
 
Slides para oficina Redes 2019
Slides para oficina Redes 2019Slides para oficina Redes 2019
Slides para oficina Redes 2019
 
Redacao.pptx
Redacao.pptxRedacao.pptx
Redacao.pptx
 
Décio Pignatari entrevista
Décio Pignatari entrevistaDécio Pignatari entrevista
Décio Pignatari entrevista
 

Mais de Moises Ribeiro

Questões multipla escolha segmentação
Questões multipla escolha segmentaçãoQuestões multipla escolha segmentação
Questões multipla escolha segmentaçãoMoises Ribeiro
 
Questões multipla escolha diferenciação
Questões multipla escolha  diferenciaçãoQuestões multipla escolha  diferenciação
Questões multipla escolha diferenciaçãoMoises Ribeiro
 
Questões dissertativas mercado global
Questões dissertativas mercado globalQuestões dissertativas mercado global
Questões dissertativas mercado globalMoises Ribeiro
 
Aula 6 gestão de marketing
Aula 6 gestão de marketingAula 6 gestão de marketing
Aula 6 gestão de marketingMoises Ribeiro
 
Questionário de quinta
Questionário de quintaQuestionário de quinta
Questionário de quintaMoises Ribeiro
 
Lean manufacturing slides
Lean manufacturing slidesLean manufacturing slides
Lean manufacturing slidesMoises Ribeiro
 
Questionário de quinta
Questionário de quintaQuestionário de quinta
Questionário de quintaMoises Ribeiro
 
Questionário josé roberto
Questionário josé robertoQuestionário josé roberto
Questionário josé robertoMoises Ribeiro
 
Localização industrial slide
Localização industrial slideLocalização industrial slide
Localização industrial slideMoises Ribeiro
 
Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)Moises Ribeiro
 
Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5Moises Ribeiro
 
Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5Moises Ribeiro
 
Sistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoSistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoMoises Ribeiro
 
Sistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoSistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoMoises Ribeiro
 
Características do gestor ideal resposta 03_05
Características do gestor ideal resposta 03_05Características do gestor ideal resposta 03_05
Características do gestor ideal resposta 03_05Moises Ribeiro
 

Mais de Moises Ribeiro (20)

Questões multipla escolha segmentação
Questões multipla escolha segmentaçãoQuestões multipla escolha segmentação
Questões multipla escolha segmentação
 
Questões multipla escolha diferenciação
Questões multipla escolha  diferenciaçãoQuestões multipla escolha  diferenciação
Questões multipla escolha diferenciação
 
Questões dissertativas mercado global
Questões dissertativas mercado globalQuestões dissertativas mercado global
Questões dissertativas mercado global
 
W m s
W m sW m s
W m s
 
Trabalho wms
Trabalho wmsTrabalho wms
Trabalho wms
 
Aula 6 gestão de marketing
Aula 6 gestão de marketingAula 6 gestão de marketing
Aula 6 gestão de marketing
 
Questionário de quinta
Questionário de quintaQuestionário de quinta
Questionário de quinta
 
Lean manufacturing slides
Lean manufacturing slidesLean manufacturing slides
Lean manufacturing slides
 
Questionário de quinta
Questionário de quintaQuestionário de quinta
Questionário de quinta
 
Questionário josé roberto
Questionário josé robertoQuestionário josé roberto
Questionário josé roberto
 
Localização industrial slide
Localização industrial slideLocalização industrial slide
Localização industrial slide
 
Trabalho jit odirlei
Trabalho jit   odirleiTrabalho jit   odirlei
Trabalho jit odirlei
 
Kaizen
KaizenKaizen
Kaizen
 
Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)
 
Kaizen
KaizenKaizen
Kaizen
 
Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5
 
Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5
 
Sistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoSistemas de amortização
Sistemas de amortização
 
Sistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoSistemas de amortização
Sistemas de amortização
 
Características do gestor ideal resposta 03_05
Características do gestor ideal resposta 03_05Características do gestor ideal resposta 03_05
Características do gestor ideal resposta 03_05
 

Primeiro paragrafo gqm_2013_22_03

  • 1. O primeiro parágrafo de um texto Prof.ª Bianca Nóbrega.
  • 2. Primeiro parágrafo  O primeiro parágrafo é a isca do texto. Se ele for atrativo, interessante e bem escrito, ele irá seduzir o leitor a continuar o texto.  Se,logo no primeiro parágrafo, houver um problema, seja de ideia, de gramática ou mesmo se ele for muito vago, não irá chamar a atenção do leitor.
  • 3. Iniciando um artigo de opinião  Os textos argumentativos, principalmente, iniciam-se com um tópico frasal, ou seja, uma pequena introdução sintetizando a ideia principal do parágrafo e do texto todo.
  • 4. Maneiras de se iniciar o parágrafo Relacione a técnica de primeiro parágrafo (coluna da esquerda) ao seu efeito (coluna da direita). Esta atividade está disponível na ferramenta material de apoio.
  • 5. Maneiras de se iniciar o parágrafo A seguir você terá a resolução da atividade anterior. O ideal é que você tente fazer primeiro, para exercitar sua reflexão.
  • 6. Maneiras de se iniciar o parágrafo ( 4 ) Exemplo: “Amedrontada. Foi assim que a população se sentiu frente às estatísticas da gripe”. Essa é uma técnica criativa de se iniciar texto e, em geral, é seguida de uma explicação.
  • 7. Maneiras de se iniciar o parágrafo ( 5 ) É muito comum nos reportarmos a outros textos (romances, filmes, músicas) quando iniciamos um texto.
  • 8. Maneiras de se iniciar o parágrafo ( 1 ) É a reprodução exata do que alguém falou ou escreveu sobre o tema abordado.
  • 9. Maneiras de se iniciar o parágrafo ( 10) Duas orações no primeiro parágrafo que criam uma oposição que guiará o ruma da argumentação.
  • 10. Maneiras de se iniciar o parágrafo (8 ) Pode-se iniciar textos mencionando fatos históricos e confrontando-os com o presente.
  • 11. Maneiras de se iniciar o parágrafo ( 2 ) É a reprodução do que alguém falou, mas sem ser exata. Geralmente, quando não sabemos a frase dita/escrita literalmente, usamos essa técnica.
  • 12. Maneiras de se iniciar o parágrafo ( 7) Utiliza-se o provérbio que irá sustentar o ponto de vista a ser defendido ao longo do texto.
  • 13. Maneiras de se iniciar o parágrafo ( 6) Pode-se iniciar um texto com a menção de um fato relacionado ao tema do texto. Essa técnica empresta maior realismo ao tema desenvolvido.
  • 14. Maneiras de se iniciar o parágrafo ( 9 ) Uma declaração lançada no início do texto pode surpreender o leitor e despertar seu interesse pela leitura.
  • 15. Atividade  Leiaa introdução de diferentes artigos de opinião. Em seguida, especifique qual(is) estratégia(s) foi(ram) usada(s) em cada exemplo:
  • 16. Dar satisfação é bom? Como seria viver sem nunca ter de ter satisfação a ninguém? Seria ninguém precisar de você e você não precisar de ninguém. Um grande vazio. No entanto, esse é o lema que, por hipótese, quando for realizado, torna a pessoa feliz. Anna Veronica Mautner. Folha de S. Paulo. Equilíbrio. 18/02/2010.
  • 17. Cuidado ao falar “Os ouvidos não têm pálpebras, por isso não podemos proteger dos barulhos que não queremos ouvir”. Essa frase, dita por uma professora de música em uma reunião de pais, me fez pensar muito na vida das crianças na atualidade. Rosely Saião. Folha de S. Paulo. Equilíbrio. 18/02/2010
  • 18. Cinco acusações contra o Enem Confusão entre avaliação e seleção. Criado com a saudável finalidade de avaliar os estudantes e as escolas brasileiras, o Enem agora passou, sem muita cautela, a ser um instrumento de seleção para ingresso em universidades. Luís Augusto Fischer. Folha de S. Paulo. Opinião. 10/12/2009
  • 19. Uma vista à Paris dos parisienses O historiador inglês Theodore Zeldin – autor do livro “Os franceses” – afirmou em recente entrevista que Paris não nasceu bela. Ela se tornou assim por ter mudado constantemente seus métodos de sedução. Paulo Salvador. Gazeta Mercantil. 25/08/2000
  • 20. Ambientalista X Ruralista Eternas discussões sobre o diálogo florestal. De um lado, os ambientalistas, concentrados na necessidade de debater e frágeis ações, em sua maioria, pessoas de criação urbana de pouco contato prático com o meio rural. De outro lado, os ruralistas, fracos no ato de debater e sempre prontos para ações práticas, na maioria dos casos, pessoas educadas no meio rural. Rodolpho Schimidt. Correio Popular. Opinião. 25/02/2010
  • 21. Repensando a grande revolução Antes de mais, defino que grande revolução é essa. Não falo de Garibaldi, de Che Guevara, ou de Lênin. Para esta coluna, a grande revolução é a revolução copernicana, que, conforme conta o mito, ocorreu quando o polonês Nicolau Copérnico (1473-1543) “pôs” o Sol no centro do cosmos, mudando para sempre a história do conhecimento. Marcelo Gleiser. Folha de S. Paulo. Mais! Ciência. 28/09/2008.
  • 22. Respostas??? Tente resolver a atividade primeiro.... Depois, pode ver as respostas.
  • 23. Dar satisfação é bom? Como seria viver sem nunca ter de ter satisfação a ninguém? Seria ninguém precisar de você e você não precisar de ninguém. Um grande vazio. No entanto, esse é o lema que, por hipótese, quando for realizado, torna a pessoa feliz. - PERGUNTA
  • 24. Cuidado ao falar “Os ouvidos não têm pálpebras, por isso não podemos proteger dos barulhos que não queremos ouvir”. Essa frase, dita por uma professora de música em uma reunião de pais, me fez pensar muito na vida das crianças na atualidade. - CITAÇÃO DIRETA Rosely Saião. Folha de S. Paulo. Equilíbrio. 18/02/2010
  • 25. Cinco acusações contra o Enem Confusão entre avaliação e seleção. Criado com a saudável finalidade de avaliar os estudantes e as escolas brasileiras, o Enem agora passou, sem muita cautela, a ser um instrumento de seleção para ingresso em universidades. - FRASE NOMINAL (pois o primeiro período não ter verbo “Confusão entre avaliação e
  • 26. Uma vista à Paris dos parisienses O historiador inglês Theodore Zeldin – autor do livro “Os franceses” – afirmou em recente entrevista que Paris não nasceu bela. Ela se tornou assim por ter mudado constantemente seus métodos de sedução. - CITAÇÃO INDIRETA Paulo Salvador. Gazeta Mercantil. 25/08/2000
  • 27. Ambientalista X Ruralista Eternas discussões sobre o diálogo florestal. De um lado, os ambientalistas, concentrados na necessidade de debater e frágeis ações, em sua maioria, pessoas de criação urbana de pouco contato prático com o meio rural. De outro lado, os ruralistas, fracos no ato de debater e sempre prontos para ações práticas, na maioria dos casos, pessoas educadas no meio rural. - FRASE NOMINAL e OPOSIÇÃO
  • 28. Repensando a grande revolução Antes de mais, defino que grande revolução é essa. Não falo de Garibaldi, de Che Guevara, ou de Lênin. Para esta coluna, a grande revolução é a revolução copernicana, que, conforme conta o mito, ocorreu quando o polonês Nicolau Copérnico (1473-1543) “pôs” o Sol no centro do cosmos, mudando para sempre a história do conhecimento. - ALUSÃO A FATOS HISTÓRICOS Marcelo Gleiser. Folha de S. Paulo. Mais! Ciência. 28/09/2008.
  • 29. Primeiro parágrafo "Os candidatos estão apenas replicando o que fizeram na internet nas últimas eleições, usando a web apenas como uma via de mão única, em que o político apresenta a sua agenda, sem uma real interação", diz Pollyana Ferrari, que é a pesquisadora em mídia social e professora de jornalismo multimídia da PUC-SP.
  • 30. Primeiro parágrafo A cada período eleitoral, é preciso lembrar o papel da comunicação de massa enquanto principal arena política contemporânea. E o problema está justamente aí, pois hoje temos também a internet. De um lado estão os candidatos querendo apenas mostrar a cara, nitidamente buscando visibilidade. De outro, estamos nós, o povo, esperando propostas de governo. A internet é
  • 31. Respostas  Confiraas respostas dos dois últimos exemplos de técnica de primeiro parágrafo.
  • 32. Primeiro parágrafo "Os candidatos estão apenas replicando o que fizeram na internet nas últimas eleições, usando a web apenas como uma via de mão única, em que o político apresenta a sua agenda, sem uma real interação", diz Pollyana Ferrari, que é a pesquisadora em mídia social e professora de jornalismo multimídia da PUC-SP.
  • 33. Primeiro parágrafo A técnica usada foi a citação direta, pois foi reproduzida exatamente a fala da pesquisadora, fala marcada pelo sinal de aspas. Essa técnica é conhecida como um recurso de autoridade, ou seja, traz a voz de um especialista ou autoridade para falar no assunto, não deixando dúvida sobre a questão.
  • 34. Primeiro parágrafo A cada período eleitoral, é preciso lembrar o papel da comunicação de massa enquanto principal arena política contemporânea. E o problema está justamente aí, pois hoje temos também a internet. De um lado estão os candidatos querendo apenas mostrar a cara, nitidamente buscando visibilidade. De outro, estamos nós, o povo, esperando propostas de governo. A internet é
  • 35. Primeiro parágrafo: várias técnicas Neor etapas: A cada período eleitoral, é preciso lembrar o papel da comunicação de massa enquanto principal arena política contemporânea. E o problema está justamente aí, pois hoje temos também a internet. DECLARAÇÃO
  • 36. Primeiro parágrafo: várias técnicas De um lado estão os candidatos querendo apenas mostrar a cara, nitidamente buscando visibilidade. De outro, estamos nós, o povo, esperando propostas de governo. OPOSIÇÃO O autor mostra duas posicionamentos diferentes, ou seja, duas maneiras diferentes de
  • 37. Primeiro parágrafo: várias técnicas A internet é apenas uma extensão dos cavaletes e dos papéis na rua? Onde estão as propostas? PERGUNTA O autor convida o leitor a refletir com ele, tirando o leitor / eleitor do estado de inércia,