Casos1

2.027 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.027
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Casos1

  1. 1. A promoção de MarceloMarcelo Gonçalves é um engenheiro bem sucedido. Em função do seu desenvolvimentoprofissional, Marcelo foi promovido a Gerente do Departamento de Novos Produtos daEletroMecânica Paraíso. Está feliz da vida, mas extremamente preocupado. Em toda suacarreira profissional sempre trabalhou com coisas concretas: novos produtos, protótiposde produtos, especificações de materiais, limites de tolerância para controle dequalidade e afins. Está acostumado a trabalhar com medidas exatas, números, tamanhose materiais concretos. Contudo, nunca lidou com situações abstratas e nem com pessoas.Agora, tornou-se o responsável por uma equipe de 30 funcionários sob seu comando,entre engenheiros, técnicos designers, projetistas e desenhistas. Seu principal desafiopassou a ser lidar com pessoas e com situações. Sua maneira lógica, matemática equantitativa de ver o trabalho precisa ser substituída rapidamente por uma maneira maisabrangente, flexível, psicológica e humana para ser bem sucedido na nova posição.Marcelo não tem a menor idéia sobre como gerir seu novo departamento, nem comoconduzir sua equipe. Percebeu que muitos profissionais como ele – engenheiros,economistas, médicos, advogados, psicólogos – quando bem sucedidos em suasrespectivas profissões tendem a ser promovidos a gerentes em suas empresas e deixamde lado as suas especialidades para assumir posições administrativas. Por onde Marcelodeveria começar? Como você poderia ajudar Marcelo em sua iniciação à Administração?Considere, ainda, as seguintes questões: 1. Quais as novas tarefas a serem desenvolvidas pelo departamento? 2. Qual a estrutura e a distribuição de cargos? 3. Como deveria lidar com os subordinados? 4. Quais as tecnologias que deveria utilizar? 5. Qual o contexto ambiental de sua atividade? 6. Como contribuir para a competitividade de sua empresa?CASOS 1
  2. 2. As dificuldades de Roberto Roberto é um excelente profissional, muito responsável e admirado por seus conhecimentos técnicos. Depois de diplomar-se em administração, Roberto não parou mais de estudar e de tentar aplicar seus conhecimentos. Sabe melhor que ninguém equacionar os problemas e definir as melhores soluções. Sua dificuldade maior é lidar com pessoas: não sabe explicar nem treinar ou argumentar, tampouco tem paciência com os subordinados. Apesar de seu excelente preparo técnico, Roberto não consegue progredir na empresa. Quer ser promovido a gerente de equipe, mas fica sempre na fila de espera. O que está acontecendo com Roberto? O que faz uma organização ser admirada ou odiada? Como Roberto poderia tratar estas questões? A focalização na Alpha & Beta Rita Bastos acabara de assumir um importante cargo na Alpha & Beta, uma empresa no ramo de produtos educacionais. Aprendera que as teorias administrativas se centram em seis variáveis básicas: tarefas, estrutura, pessoas, tecnologia, ambiente e competitividade. Ela queria trabalhar envolvendo todas essas variáveis em uma focalização equilibrada, mesmo sabendo que as pessoas têm primazia sobre todas as demais. Como você procederia no lugar de Rita? Citar, explicar e justificar as atitudes propostas para as variáveis básicas da administração.CASOS 1
  3. 3. Megafusão: Brahma e Antarctica – surge a AMBEV Depois de uma verdadeira guerra de um século, as arqui-rivias Antarctica e Brahma resolveramdeixar de lado sua histórica e agressiva disputa pelo consumo de cerveja e refrigerante. As duas empresasse associaram para criar a Ambev – Companhia de Bebidas das Américas – a fim de poder disputartambém o consumidor internacional no mercado globalizado. A megafusão resultará na maior empresaprivada nacional, com um faturamento de R$ 10.300 bilhões, desbando a Volkswagen com R$ 6.630bilhões e a General Motors com R$ 6.420 bilhões anuais. Os recursos das sócias – que produzem 6,4 bilhões de litros de cerveja e 2,5 bilhões de litros derefrigerante, água, chá e isotônico – serão reunidos na Ambev, holding resultante da fusão. A novaempresa tem 30 mil acionistas, com ativos totais correspondentes a R$ 8,1 bilhões e patrimônio liquidosuperior a R$ 2,8 bilhões. A Ambev deve cobrir cerca de 40% do mercado brasileiro de bebidas eresponder por 74% da produção nacional de cerveja.BRAHAMA ANTARCTICAFaturamento: R$ 7 bilhões Faturamento: R$ 3,3 bilhõesLucro Líquido: R$ 329,1 milhões Lucro Líquido: R$ 642,1 milhõesNúmero de Fábricas: 28 Número de Fábricas: 22Número de Empregados: 9.700 Número de Empregados: 6.800Produção de Cerveja: 4,3 bilhões (L) Produção de Cerveja: 2,1 bilhões (L)Produção de Refrigerantes: 1,2 bilhão (L) Produção de Refrigerantes: 1,2 bilhão (L)Valor de Mercado: R$ 7 bilhões Valor de Mercado: R$ 500 bilhõesMARCAS MARCASBrahma, Malzbier, Miller, Skol, Caracu e Antactica, Bavaria, Bohemia, Budweiser,Carisberg Kronenbier, Serramalte, Original, Polar e Niger Um dos objetivos da AmBev é a ampliação dos mercados já explorados pelas sócias no Mercosul.Outro objetivo é se antecipar à competição provocada pela integração de 34 países americanos na Alca(Área de Livre Comércio das Américas), abrindo filiais em toda a América Latina e nos Estados Unidos.A AmBev será a quinta maior produtora de bebidas do mundo e a quarta maior cervejaria do mundo,vindo logo atrás da americana Anheuser-Busch (fabricante da Budweiser com 14,07 bilhões de litros), daholandesa Heineken (com 8,19 bilhões de litros) e da americana Miller (com 7,33 bilhões de litros). Oimportante é internacionalizar para não ser internacionalizada. A união faz a força.QUESTÕES 1. Brahma e Antarctica sempre foram velhas e tradicionais concorrentes. Por que substituíram a competição agressiva pela associação e cooperação? 2. Faça um cotejo entre possíveis vantagens e desvantagens da megafusão para cada uma das empresas envolvidas. 3. No seu ponto de vista, quais os fatores que levaram a essa megafusão? 4. Como ficará a administração da nova companhia em mãos de tradicionais inimigos que nunca se bicaram?CASOS 1

×