SlideShare uma empresa Scribd logo
Análise: Indústria cresce agora, mas é difícil haver bons resultados futuros
Sérgio Vale, especial para a Folha
O resultado da indústria deixou um cheiro de que "agora vai" no ar. Os números negativos continuam
negativos, mas em proporção menor, vide a pequena queda de 0,5% no primeiro trimestre contra o mesmo
período do ano anterior.
Isso ajudará muito pouco no PIB, que deve crescer magros 1,8% na mesma comparação e parcos 2,5%
no ano. Mas por que números tão baixos ainda?
Ainda há certa concentração na recuperação, especialmente nos setores de caminhões e tratores.
(OPINIÃO) Para os primeiros continuam valendo os efeitos estatísticos de um 2012 muito fraco por
mudanças na configuração dos motores usados. Para tratores, vale o efeito da supersafra e da observação
cada vez mais óbvia de que resta apenas a agropecuária como setor competitivo no país.
Além disso, a indústria começa a ter leve recuperação em um momento de comércio começando a
fraquejar e cenário internacional ainda de lado, (OPINIÃO) especialmente com dados ambíguos na
economia americana, sem falar na Europa que, claro, continua em crise. As desvalorizações no Japão,
que podem instigar desvalorizações em outros países asiáticos, dificultam ainda mais nossas exportações.
Aqui na América do Sul, dois parceiros importantes para nossas exportações de manufaturados,
Argentina e Venezuela, devem ter ano de crise. Vale lembrar que a Argentina está com o câmbio paralelo
passando de 70% de diferença em relação ao oficial. Uma mega depreciação por aquelas bandas não pode
ser descartada ainda este ano.
Isso sem falar que México tem grande potencial de ganhar mercado em cima do Brasil. Basta dizer
que o custo unitário do trabalho naquele país já se iguala ao chinês.
E, por fim, a cereja do bolo, é que a indústria brasileira continuará sendo pouco competitiva pelos
velhos problemas de sempre, desde o custo do trabalho proibitivo até a infraestrutura em crise sem fim.
Com essa barafunda de problemas, é difícil esperar bons resultados não apenas para 2013, mas a perder
de vista. Mudar esse cenário demandará uma mudança radical de política econômica, que, infelizmente,
não deve acontecer.
SERGIO VALE é economista-chefe da MB Associados
Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/05/1272738-analise-
industria-cresce-agora-mas-e-dificil-esperar-bons-resultados-futuros.shtml
____________________________________________________________________________________________________
Legenda:
Vermelho: argumento.
Azul: opinião.
Roxo: organizadores textuais.
Os itens grifados demonstram que, na opinião do autor, os verbos são assertivos, ou seja, uma
posição tomada como verdadeira, afirmativa, categórica..

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Entrev Teixeira dos Santos
Entrev Teixeira dos SantosEntrev Teixeira dos Santos
Entrev Teixeira dos Santos
Marta Rangel
 
Eco latam
Eco latamEco latam
Cp 64o artigo pib 2013
Cp 64o artigo pib 2013Cp 64o artigo pib 2013
Cp 64o artigo pib 2013
Polibio Braga
 
Informe Conjuntural | 1º trimestre de 2014 | Divulgação 11/04/2014
Informe Conjuntural | 1º trimestre de 2014 | Divulgação 11/04/2014Informe Conjuntural | 1º trimestre de 2014 | Divulgação 11/04/2014
Informe Conjuntural | 1º trimestre de 2014 | Divulgação 11/04/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
A crise econômica no brasil
A crise econômica no brasilA crise econômica no brasil
A crise econômica no brasil
Diego Guilherme
 
IX Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada - Marcos Lisboa
IX Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada - Marcos LisboaIX Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada - Marcos Lisboa
IX Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada - Marcos Lisboa
CNseg
 
Índice Zeax 2013 - O primeiro e mais completo levantamento sobre o crescimen...
Índice Zeax 2013 - O primeiro e mais completo levantamento sobre o crescimen...Índice Zeax 2013 - O primeiro e mais completo levantamento sobre o crescimen...
Índice Zeax 2013 - O primeiro e mais completo levantamento sobre o crescimen...
Zeax Love Hotels
 
Boletim 30 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 30 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 30 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 30 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
economiaufes
 
Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015
Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015
Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015
DenizecomZ
 
CI - 2007 - perspectivas econômicas para 2007
CI - 2007 - perspectivas econômicas para 2007CI - 2007 - perspectivas econômicas para 2007
CI - 2007 - perspectivas econômicas para 2007
Delta Economics & Finance
 
Os Movimentos Sociais Atuais e suas repercussões na economia
Os Movimentos Sociais Atuais e suas repercussões na economiaOs Movimentos Sociais Atuais e suas repercussões na economia
Os Movimentos Sociais Atuais e suas repercussões na economia
APEPREM
 
Economia Brasileira e Gaúcha - Perspectivas 2015 e 2016
Economia Brasileira e Gaúcha - Perspectivas 2015 e 2016Economia Brasileira e Gaúcha - Perspectivas 2015 e 2016
Economia Brasileira e Gaúcha - Perspectivas 2015 e 2016
Fundação de Economia e Estatística
 
Boletim 50 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 50 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 50 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 50 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
economiaufes
 
Navengando em águas turbulentas - ABC Brasil - Luis Otávio
Navengando em águas turbulentas - ABC Brasil - Luis OtávioNavengando em águas turbulentas - ABC Brasil - Luis Otávio
Navengando em águas turbulentas - ABC Brasil - Luis Otávio
ExpoGestão
 
Ciencia e tecnologia no brasil
Ciencia e tecnologia no brasilCiencia e tecnologia no brasil
Ciencia e tecnologia no brasil
Paulo Igor
 
Apresentação setrans pe 2012
Apresentação setrans pe 2012Apresentação setrans pe 2012
Apresentação setrans pe 2012
pontodepauta.com.br
 
Boletim 49 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 49 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 49 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 49 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
economiaufes
 
Conjuntura Brasileira 201108
Conjuntura Brasileira 201108Conjuntura Brasileira 201108
Conjuntura Brasileira 201108
Alexsandro Rebello Bonatto
 
Corecon investimentos e impactos sociais
Corecon investimentos e impactos sociaisCorecon investimentos e impactos sociais
Corecon investimentos e impactos sociais
Diágoras M. Alencar Junior
 

Mais procurados (19)

Entrev Teixeira dos Santos
Entrev Teixeira dos SantosEntrev Teixeira dos Santos
Entrev Teixeira dos Santos
 
Eco latam
Eco latamEco latam
Eco latam
 
Cp 64o artigo pib 2013
Cp 64o artigo pib 2013Cp 64o artigo pib 2013
Cp 64o artigo pib 2013
 
Informe Conjuntural | 1º trimestre de 2014 | Divulgação 11/04/2014
Informe Conjuntural | 1º trimestre de 2014 | Divulgação 11/04/2014Informe Conjuntural | 1º trimestre de 2014 | Divulgação 11/04/2014
Informe Conjuntural | 1º trimestre de 2014 | Divulgação 11/04/2014
 
A crise econômica no brasil
A crise econômica no brasilA crise econômica no brasil
A crise econômica no brasil
 
IX Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada - Marcos Lisboa
IX Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada - Marcos LisboaIX Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada - Marcos Lisboa
IX Fórum Nacional de Seguro de Vida e Previdência Privada - Marcos Lisboa
 
Índice Zeax 2013 - O primeiro e mais completo levantamento sobre o crescimen...
Índice Zeax 2013 - O primeiro e mais completo levantamento sobre o crescimen...Índice Zeax 2013 - O primeiro e mais completo levantamento sobre o crescimen...
Índice Zeax 2013 - O primeiro e mais completo levantamento sobre o crescimen...
 
Boletim 30 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 30 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 30 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 30 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
 
Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015
Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015
Discurso Alexandre Tombini_CAE_24_03_2015
 
CI - 2007 - perspectivas econômicas para 2007
CI - 2007 - perspectivas econômicas para 2007CI - 2007 - perspectivas econômicas para 2007
CI - 2007 - perspectivas econômicas para 2007
 
Os Movimentos Sociais Atuais e suas repercussões na economia
Os Movimentos Sociais Atuais e suas repercussões na economiaOs Movimentos Sociais Atuais e suas repercussões na economia
Os Movimentos Sociais Atuais e suas repercussões na economia
 
Economia Brasileira e Gaúcha - Perspectivas 2015 e 2016
Economia Brasileira e Gaúcha - Perspectivas 2015 e 2016Economia Brasileira e Gaúcha - Perspectivas 2015 e 2016
Economia Brasileira e Gaúcha - Perspectivas 2015 e 2016
 
Boletim 50 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 50 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 50 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 50 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
 
Navengando em águas turbulentas - ABC Brasil - Luis Otávio
Navengando em águas turbulentas - ABC Brasil - Luis OtávioNavengando em águas turbulentas - ABC Brasil - Luis Otávio
Navengando em águas turbulentas - ABC Brasil - Luis Otávio
 
Ciencia e tecnologia no brasil
Ciencia e tecnologia no brasilCiencia e tecnologia no brasil
Ciencia e tecnologia no brasil
 
Apresentação setrans pe 2012
Apresentação setrans pe 2012Apresentação setrans pe 2012
Apresentação setrans pe 2012
 
Boletim 49 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 49 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 49 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 49 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
 
Conjuntura Brasileira 201108
Conjuntura Brasileira 201108Conjuntura Brasileira 201108
Conjuntura Brasileira 201108
 
Corecon investimentos e impactos sociais
Corecon investimentos e impactos sociaisCorecon investimentos e impactos sociais
Corecon investimentos e impactos sociais
 

Semelhante a Analise dificl haver_bons_resultados_03_05_opinião_argumento

Informe Conjuntural | 2º Trimestre de 2013 | Divulgação 04/07/2013
Informe Conjuntural | 2º Trimestre de 2013 | Divulgação 04/07/2013Informe Conjuntural | 2º Trimestre de 2013 | Divulgação 04/07/2013
Informe Conjuntural | 2º Trimestre de 2013 | Divulgação 04/07/2013
Confederação Nacional da Indústria
 
Cp 64o artigo pib 2013
Cp 64o artigo pib 2013Cp 64o artigo pib 2013
Cp 64o artigo pib 2013
Polibio Braga
 
Economia e o voo de galinha
Economia e o voo de galinhaEconomia e o voo de galinha
Economia e o voo de galinha
Guy Valerio Barros dos Santos
 
Primeiro Semestre de 2016 - Nível de Atividade - Conjuntura UFES
Primeiro Semestre de 2016 - Nível de Atividade - Conjuntura UFESPrimeiro Semestre de 2016 - Nível de Atividade - Conjuntura UFES
Primeiro Semestre de 2016 - Nível de Atividade - Conjuntura UFES
economiaufes
 
Informe Conjuntural | 3º Trimestre de 2013
Informe Conjuntural | 3º Trimestre de 2013 Informe Conjuntural | 3º Trimestre de 2013
Informe Conjuntural | 3º Trimestre de 2013
Confederação Nacional da Indústria
 
Apresentação Seminário Economia
Apresentação Seminário EconomiaApresentação Seminário Economia
Apresentação Seminário Economia
Associação Comercial de São Paulo
 
120703 conjunturaemfoco junho
120703 conjunturaemfoco junho120703 conjunturaemfoco junho
120703 conjunturaemfoco junho
Luis Nassif
 
Coluna do senador Aécio Neves na Folha - Crescimento?
Coluna do senador Aécio Neves na Folha - Crescimento?Coluna do senador Aécio Neves na Folha - Crescimento?
Coluna do senador Aécio Neves na Folha - Crescimento?
Maria Aparecida Magalhães
 
Informe Conjuntural | 2º trimestre de 2014 | Divulgação 24/07/2014
  Informe Conjuntural | 2º trimestre de 2014 | Divulgação 24/07/2014  Informe Conjuntural | 2º trimestre de 2014 | Divulgação 24/07/2014
Informe Conjuntural | 2º trimestre de 2014 | Divulgação 24/07/2014
Confederação Nacional da Indústria
 
Economia brasileira 2011
Economia brasileira 2011Economia brasileira 2011
Economia brasileira 2011
Confederação Nacional da Indústria
 
Informe Conjuntural - Abril a junho - 2011
Informe Conjuntural - Abril a junho - 2011Informe Conjuntural - Abril a junho - 2011
Informe Conjuntural - Abril a junho - 2011
Confederação Nacional da Indústria
 
Boletim 46 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 46 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 46 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 46 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
economiaufes
 
Informe Conjuntural | julho a setembro/ 2011
Informe Conjuntural |  julho a setembro/ 2011Informe Conjuntural |  julho a setembro/ 2011
Informe Conjuntural | julho a setembro/ 2011
Confederação Nacional da Indústria
 
Vivemos
VivemosVivemos
Vivemos
Polibio Braga
 
Vivemos
VivemosVivemos
Vivemos
Polibio Braga
 
Gustavoloyola 100525082203-phpapp02
Gustavoloyola 100525082203-phpapp02Gustavoloyola 100525082203-phpapp02
Gustavoloyola 100525082203-phpapp02
arianh
 
Boletim 52 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 52 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 52 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 52 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
economiaufes
 
Tec junho 2013
Tec junho 2013Tec junho 2013
Tec junho 2013
Carmem Rocha
 
Eco latam
Eco latamEco latam
Monitor Econômico - Outubro de 2014
Monitor Econômico - Outubro de 2014Monitor Econômico - Outubro de 2014
Monitor Econômico - Outubro de 2014
Sistema FIEMG
 

Semelhante a Analise dificl haver_bons_resultados_03_05_opinião_argumento (20)

Informe Conjuntural | 2º Trimestre de 2013 | Divulgação 04/07/2013
Informe Conjuntural | 2º Trimestre de 2013 | Divulgação 04/07/2013Informe Conjuntural | 2º Trimestre de 2013 | Divulgação 04/07/2013
Informe Conjuntural | 2º Trimestre de 2013 | Divulgação 04/07/2013
 
Cp 64o artigo pib 2013
Cp 64o artigo pib 2013Cp 64o artigo pib 2013
Cp 64o artigo pib 2013
 
Economia e o voo de galinha
Economia e o voo de galinhaEconomia e o voo de galinha
Economia e o voo de galinha
 
Primeiro Semestre de 2016 - Nível de Atividade - Conjuntura UFES
Primeiro Semestre de 2016 - Nível de Atividade - Conjuntura UFESPrimeiro Semestre de 2016 - Nível de Atividade - Conjuntura UFES
Primeiro Semestre de 2016 - Nível de Atividade - Conjuntura UFES
 
Informe Conjuntural | 3º Trimestre de 2013
Informe Conjuntural | 3º Trimestre de 2013 Informe Conjuntural | 3º Trimestre de 2013
Informe Conjuntural | 3º Trimestre de 2013
 
Apresentação Seminário Economia
Apresentação Seminário EconomiaApresentação Seminário Economia
Apresentação Seminário Economia
 
120703 conjunturaemfoco junho
120703 conjunturaemfoco junho120703 conjunturaemfoco junho
120703 conjunturaemfoco junho
 
Coluna do senador Aécio Neves na Folha - Crescimento?
Coluna do senador Aécio Neves na Folha - Crescimento?Coluna do senador Aécio Neves na Folha - Crescimento?
Coluna do senador Aécio Neves na Folha - Crescimento?
 
Informe Conjuntural | 2º trimestre de 2014 | Divulgação 24/07/2014
  Informe Conjuntural | 2º trimestre de 2014 | Divulgação 24/07/2014  Informe Conjuntural | 2º trimestre de 2014 | Divulgação 24/07/2014
Informe Conjuntural | 2º trimestre de 2014 | Divulgação 24/07/2014
 
Economia brasileira 2011
Economia brasileira 2011Economia brasileira 2011
Economia brasileira 2011
 
Informe Conjuntural - Abril a junho - 2011
Informe Conjuntural - Abril a junho - 2011Informe Conjuntural - Abril a junho - 2011
Informe Conjuntural - Abril a junho - 2011
 
Boletim 46 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 46 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 46 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 46 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
 
Informe Conjuntural | julho a setembro/ 2011
Informe Conjuntural |  julho a setembro/ 2011Informe Conjuntural |  julho a setembro/ 2011
Informe Conjuntural | julho a setembro/ 2011
 
Vivemos
VivemosVivemos
Vivemos
 
Vivemos
VivemosVivemos
Vivemos
 
Gustavoloyola 100525082203-phpapp02
Gustavoloyola 100525082203-phpapp02Gustavoloyola 100525082203-phpapp02
Gustavoloyola 100525082203-phpapp02
 
Boletim 52 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 52 - Grupo de conjuntura econômica da UFESBoletim 52 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
Boletim 52 - Grupo de conjuntura econômica da UFES
 
Tec junho 2013
Tec junho 2013Tec junho 2013
Tec junho 2013
 
Eco latam
Eco latamEco latam
Eco latam
 
Monitor Econômico - Outubro de 2014
Monitor Econômico - Outubro de 2014Monitor Econômico - Outubro de 2014
Monitor Econômico - Outubro de 2014
 

Mais de Moises Ribeiro

Questões multipla escolha segmentação
Questões multipla escolha segmentaçãoQuestões multipla escolha segmentação
Questões multipla escolha segmentação
Moises Ribeiro
 
Questões multipla escolha diferenciação
Questões multipla escolha  diferenciaçãoQuestões multipla escolha  diferenciação
Questões multipla escolha diferenciação
Moises Ribeiro
 
Questões dissertativas mercado global
Questões dissertativas mercado globalQuestões dissertativas mercado global
Questões dissertativas mercado global
Moises Ribeiro
 
W m s
W m sW m s
Trabalho wms
Trabalho wmsTrabalho wms
Trabalho wms
Moises Ribeiro
 
Aula 6 gestão de marketing
Aula 6 gestão de marketingAula 6 gestão de marketing
Aula 6 gestão de marketing
Moises Ribeiro
 
Questionário de quinta
Questionário de quintaQuestionário de quinta
Questionário de quinta
Moises Ribeiro
 
Lean manufacturing slides
Lean manufacturing slidesLean manufacturing slides
Lean manufacturing slides
Moises Ribeiro
 
Questionário de quinta
Questionário de quintaQuestionário de quinta
Questionário de quinta
Moises Ribeiro
 
Questionário josé roberto
Questionário josé robertoQuestionário josé roberto
Questionário josé roberto
Moises Ribeiro
 
Localização industrial slide
Localização industrial slideLocalização industrial slide
Localização industrial slide
Moises Ribeiro
 
Trabalho jit odirlei
Trabalho jit   odirleiTrabalho jit   odirlei
Trabalho jit odirlei
Moises Ribeiro
 
Kaizen
KaizenKaizen
Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)
Moises Ribeiro
 
Kaizen
KaizenKaizen
Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5
Moises Ribeiro
 
Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5
Moises Ribeiro
 
Sistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoSistemas de amortização
Sistemas de amortização
Moises Ribeiro
 
Sistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoSistemas de amortização
Sistemas de amortização
Moises Ribeiro
 
Modalizadores gqm 26_04
Modalizadores gqm 26_04Modalizadores gqm 26_04
Modalizadores gqm 26_04
Moises Ribeiro
 

Mais de Moises Ribeiro (20)

Questões multipla escolha segmentação
Questões multipla escolha segmentaçãoQuestões multipla escolha segmentação
Questões multipla escolha segmentação
 
Questões multipla escolha diferenciação
Questões multipla escolha  diferenciaçãoQuestões multipla escolha  diferenciação
Questões multipla escolha diferenciação
 
Questões dissertativas mercado global
Questões dissertativas mercado globalQuestões dissertativas mercado global
Questões dissertativas mercado global
 
W m s
W m sW m s
W m s
 
Trabalho wms
Trabalho wmsTrabalho wms
Trabalho wms
 
Aula 6 gestão de marketing
Aula 6 gestão de marketingAula 6 gestão de marketing
Aula 6 gestão de marketing
 
Questionário de quinta
Questionário de quintaQuestionário de quinta
Questionário de quinta
 
Lean manufacturing slides
Lean manufacturing slidesLean manufacturing slides
Lean manufacturing slides
 
Questionário de quinta
Questionário de quintaQuestionário de quinta
Questionário de quinta
 
Questionário josé roberto
Questionário josé robertoQuestionário josé roberto
Questionário josé roberto
 
Localização industrial slide
Localização industrial slideLocalização industrial slide
Localização industrial slide
 
Trabalho jit odirlei
Trabalho jit   odirleiTrabalho jit   odirlei
Trabalho jit odirlei
 
Kaizen
KaizenKaizen
Kaizen
 
Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)Trabalho final kaizen~ (1)
Trabalho final kaizen~ (1)
 
Kaizen
KaizenKaizen
Kaizen
 
Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5
 
Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5Prod textos atividade_gestao_10_5
Prod textos atividade_gestao_10_5
 
Sistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoSistemas de amortização
Sistemas de amortização
 
Sistemas de amortização
Sistemas de amortizaçãoSistemas de amortização
Sistemas de amortização
 
Modalizadores gqm 26_04
Modalizadores gqm 26_04Modalizadores gqm 26_04
Modalizadores gqm 26_04
 

Analise dificl haver_bons_resultados_03_05_opinião_argumento

  • 1. Análise: Indústria cresce agora, mas é difícil haver bons resultados futuros Sérgio Vale, especial para a Folha O resultado da indústria deixou um cheiro de que "agora vai" no ar. Os números negativos continuam negativos, mas em proporção menor, vide a pequena queda de 0,5% no primeiro trimestre contra o mesmo período do ano anterior. Isso ajudará muito pouco no PIB, que deve crescer magros 1,8% na mesma comparação e parcos 2,5% no ano. Mas por que números tão baixos ainda? Ainda há certa concentração na recuperação, especialmente nos setores de caminhões e tratores. (OPINIÃO) Para os primeiros continuam valendo os efeitos estatísticos de um 2012 muito fraco por mudanças na configuração dos motores usados. Para tratores, vale o efeito da supersafra e da observação cada vez mais óbvia de que resta apenas a agropecuária como setor competitivo no país. Além disso, a indústria começa a ter leve recuperação em um momento de comércio começando a fraquejar e cenário internacional ainda de lado, (OPINIÃO) especialmente com dados ambíguos na economia americana, sem falar na Europa que, claro, continua em crise. As desvalorizações no Japão, que podem instigar desvalorizações em outros países asiáticos, dificultam ainda mais nossas exportações. Aqui na América do Sul, dois parceiros importantes para nossas exportações de manufaturados, Argentina e Venezuela, devem ter ano de crise. Vale lembrar que a Argentina está com o câmbio paralelo passando de 70% de diferença em relação ao oficial. Uma mega depreciação por aquelas bandas não pode ser descartada ainda este ano. Isso sem falar que México tem grande potencial de ganhar mercado em cima do Brasil. Basta dizer que o custo unitário do trabalho naquele país já se iguala ao chinês. E, por fim, a cereja do bolo, é que a indústria brasileira continuará sendo pouco competitiva pelos velhos problemas de sempre, desde o custo do trabalho proibitivo até a infraestrutura em crise sem fim. Com essa barafunda de problemas, é difícil esperar bons resultados não apenas para 2013, mas a perder de vista. Mudar esse cenário demandará uma mudança radical de política econômica, que, infelizmente, não deve acontecer. SERGIO VALE é economista-chefe da MB Associados Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/05/1272738-analise- industria-cresce-agora-mas-e-dificil-esperar-bons-resultados-futuros.shtml ____________________________________________________________________________________________________ Legenda: Vermelho: argumento. Azul: opinião. Roxo: organizadores textuais. Os itens grifados demonstram que, na opinião do autor, os verbos são assertivos, ou seja, uma posição tomada como verdadeira, afirmativa, categórica..