Monera 4

1.205 visualizações

Publicada em

Materi Biologi Kelas X MIA dan IIS Bab 3. Monera, Bacteria, Archaebacteria dan Eubacteria

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.205
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
38
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Monera 4

  1. 1. BACTÉRIAS CIANOBACTÉRIAS ARQUEOBACTÉRIAS (ARQUEAS) Metanogênicas Halófilas extremas Termófilas extremas
  2. 2. Membrana plasmática Parede celular (peptidioglicano) Citoplasma Cápsula Mesossomo Ribossomos Fímbrias Enzimas da respiração Plasmídeos Nucleóide Flagelo DNA associado ao mesossomo
  3. 3. HETERÓTROFA AUTRÓTROFA FOTOSSÍNTESE QUIMIOSSÍNTESE As bactérias heterótrofas são saprófagas, parasitas, mutualistas ou comensais.
  4. 4. DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD bacterioclorofila DDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDD DD 6CO2 + 12H2S BACTERIOCLOROFILA 1C6H12O6 + 6H2O + 12S AMÔNIA + O2 6CO2 + 12H2O OXIDAÇÃO ENERGIA NITRITO + H2O + ENERGIA 1C6H12O6 + 6H2O + 6O2
  5. 5. AERÓBICAS ESTRITAS Não vivem sem o2 ANAERÓBICA S As bactérias anaeróbicas facultativas fazem FERMENTAÇÃO na ausência de o2 Morrem na presença de O2 Vivem com ou sem o2
  6. 6. REPRODUÇÃO ASSEXUADA CISSIPARIDADE ESPORULAÇÃO SEXUADA Na reprodução CONJUGAÇÃO sexuada sempre há aumento da TRANSDUÇÃO variabilidade genética TRANSFORMAÇÃO
  7. 7. Esporulação Os ESPOROS são formas de resistência que se desenvolvem em condições adversas Endósporos
  8. 8. Conjugação Plasmídeo DNA bacteriano Célula “macho” Ponte citoplasmática Célula “fêmea” Célula “macho” Separação das células Célula “fêmea”
  9. 9. Transformação Molécula de DNA circular Fragmentos de DNA doador Lise celular Célula bacteriana Quebra do DNA Bactéria receptora Fragmentos de DNA ligam-se à superfície da bactéria receptora. O fragmento de DNA é incorporado à bactéria receptora. O fragmento de DNA é integrado ao cromossomo da bactéria receptora. Bactéria transformada
  10. 10. Transdução Fago O DNA do fago integra-se ao DNA da bactéria. O DNA do fago inicia o ciclo lítico O DNA de um fago penetra na célula de uma bactéria. Genes de outra bactéria são introduzidos e integrados ao DNA da bactéria hospedeira. DNA do fago com genes da bactéria O fago infecta nova bactéria. A célula bacteriana se rompe e libera muitos fagos, que podem infectar outras células.
  11. 11. • CÓLERA: causada pelo vibrião da cólera (Vibrio comma); • TUBERCULOSE: causada pelo bacilo de Koch (Micobacterium tuberculosis); • MENINGITE: causada pela Neisseria meningitidis; • PNEUMONIA: causada pelo Diploccocus pneumoniae; • SÍFILIS: causada pelo espirilo Treponema pallidum; • TÉTANO: causada pelo bacilo Clostridium tetani. • Muitas outras doenças são provocadas por bactérias, entre elas: mal-de-Hansen (lepra), coqueluche, gonorréia, tifo, peste bubônica, erisipela.

×