A evolução do mdm no brasil

316 visualizações

Publicada em

O desenvolvimento do mercado de gerenciamento de dispositivos móveis no Brasil iniciou sua demanda pelas grandes corporações com seus milhares de dispositivos. No entanto, com o fenômeno da consumerização essa necessidade cresceu e hoje está presente em empresas dos mais diversos portes e segmentos. Essa tecnologia gera muitos benefícios, mas também algumas preocupações. Como então podemos fazer a melhor escolha?

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
316
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A evolução do mdm no brasil

  1. 1. A EVOLUÇÃO DO MDM NO BRASIL Histórico e perspectivas do gerenciamento de dispositivos móveis como aliado dos negócios.
  2. 2. A mobilidade chegou para ficar Não há dúvidas de que a mobilidade chegou para ficar e está presente em negócios de todos os portes. Por isso, compreender vantagens e riscos é o primeiro passo para eleger a estratégia de mobilidade que mais faz sentido para a empresa. E para planejar o futuro, nada melhor do que conhecer um pouco o passado. Nesse material, apresentamos um resumo de como surgiu o conceito de gerenciamento da mobilidade empresarial até chegarmos ao atendimento da consumerização. Vemos ainda as principais estratégias, seus prós e contas e tendências para os próximos anos.
  3. 3. Chegada da tecnologia nos escritórios No final dos anos 80 as empresas brasileiras começaram a utilizar desktops. Aos poucos, começaram a surgir as primeiras redes corporativas. Junto com as redes, vieram os primeiros riscos. Ameaças como vírus, falta de backups e outros problemas relacionados ao uso não gerenciado.
  4. 4. Chegada da tecnologia nos escritórios Surgem as primeiras políticas de segurança para uso dos equipamentos corporativos e segurança da informação. Chegaram os notebooks e com eles os riscos aumentaram devido a mobilidade.
  5. 5. Chegada dos smartphones e tablets Com a chegada e a popularização de dispositivos móveis, como smartphones e tablets os riscos aumentaram. Em um clique remoto uma pessoa pode causar um grave dano para a organização. Assim, a adoção das soluções de MDM se intensificou, no modelo on premisse, nas grandes empresas.
  6. 6. MDM na nuvem Somente em 2014 foram vendidos mais de 54.5 milhões de smartphones no Brasil. Boa parte para pequenas empresas. *IDC Brasil E com a popularização da nuvem, também foi possível simplificar o acesso ao MDM.
  7. 7. COPE X BYOD Corporate Owned, Personally Enabled (Dispositivo de propriedade da empresa, cedido para um profissional apenas para uso no trabalho). Maior controle Homogeneidade Obsolescência Bring Your Own Device (Dispositivo de propriedade pessoal do profissional, utilizado para o trabalho com autorização da empresa). Experiência do usuário Acesso de qualquer lugar Diversidade de aparelhos Maiores riscos segurança
  8. 8. COPE X BYOD Corporate Owned, Personally Enabled Algumas operações somente são viáveis com modelos mais restritos. Bring Your Own Device Restringir o uso no BYOD pode matar a experiência do usuário. Nem sempre isso é vantagem. Ganhos de produtividade? Redução de custos? Em ambos modelos é possível!
  9. 9. O que levar em conta na hora de escolher A complexidade da operação não é linear ao tamanho do parque de dispositivos móveis. Na hora da decisão, é importante levar em conta:  Controle e visibilidade sobre grandes blocos de operações;  Dados e flexibilidade de análise;  Possibilidade de descentralizar a operação;  Dependência do MDM quando a hardware e conectividade.
  10. 10. Conclusões  Nos últimos 20 anos, evoluímos mais do que nos 50 anos anteriores. Isso não vai parar.  Estamos inseridos em Sistemas Complexos. É preciso aceitar a incerteza e a mudança.  BYOD é uma tendência, mas é preciso analisar se realmente traz ganhos de produtividade e redução de custos.  Escalar a operação de campo vai além de escalar software.  Nem sempre a experiência do usuário deve ser o foco na escolha do gerenciamento.
  11. 11. www.mobiltec.com.br São Paulo: 11. 4152.8439 Porto Alegre: 51. 3212 7055 contato@mobiltec.com.br

×