À descoberta de Recursos NaturaisPorAndreia Guerreiro, Dinis Martins, Joana Paulino, MónicaMartins e Vanessa BradterBasead...
Elenco de personagensProf. Mónica: Mónica MartinsAndreia (aluna): Andreia GuerreiroJoana (aluna): Joana PaulinoVanessa (al...
À DESCOBERTA DE RECURSOS NATURAISNaquela tarde de verão, a professora Mónica e a suapequena turma haviam-se deslocado até ...
...CONTINUANDO: 2.(A JOANA E A ANDREIA FICAM NA BARRAGEM, ENQUANTO ODINIS E A VANESSA VÃO PARA A QUINTA DO BARRANCO DAESTR...
3.CENÁRIO E - PAISAGEM TÍPICA ALENTEJANACENA: 1(A CÂMARA FOCA UMA MAQUETE DE GERADOR EÓLICO, COMMONTES COMO FUNDO)(AOS POU...
...CONTINUANDO: 4.Andreia - Dê lá exemplos, se faz favor.Prof. Mónica - Energia fóssil, como o carvão e opetróleo, utiliza...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

À Descoberta de recursos naturais

375 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
375
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
174
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

À Descoberta de recursos naturais

  1. 1. À descoberta de Recursos NaturaisPorAndreia Guerreiro, Dinis Martins, Joana Paulino, MónicaMartins e Vanessa BradterBaseado em experiência pessoal, relacionada com a narraçãode um fenómeno científico de forma alicinte, dirigida acrianças dos 6 aos 11 anos.
  2. 2. Elenco de personagensProf. Mónica: Mónica MartinsAndreia (aluna): Andreia GuerreiroJoana (aluna): Joana PaulinoVanessa (aluna): Vanessa BradterDinis (aluno): Dinis MartinsCenaBarragem de Santa Clara/Quinta do Barranco da Estrada
  3. 3. À DESCOBERTA DE RECURSOS NATURAISNaquela tarde de verão, a professora Mónica e a suapequena turma haviam-se deslocado até à barragem deSanta Clara, para começarem a explorar a nova matériade ciências...CENÁRIO A - BARRAGEM DE SANTA CLARA (PERTO DA PONTE)CENA: 1(A CÂMARA ESTÁ FOCADA NA BARRAGEM,QUANDO SURGEM OSALUNOS E A PROFESSORA)Prof. Mónica - E é isso, recursos naturais são tudo oque existe na Natureza e serve para satisfazer asnecessidades da Humanidade.Joana - Por outras palavras a ‘stora quer dizer querecursos materiais....Prof. Mónica -(interrompendo a aluna) Naturais!...Joana - Sim isso, são coisas que se transformam noutrascoisas!Prof. Mónica - Se o quiseres assim entender... Bem, osrecursos naturais dividem-se em renováveis e nãorenováveis. Os renováveis são aqueles que têm acapacidade de se repor na Natureza à velocidade com quesão consumidos.Andreia - Então são tipo eu! Consigo desparecer (sai decena) e aparecer (volta à cena)!Prof. Mónica - É mais ou menos... Passemos aos exemplospráticos: nós estamos perante um recurso hídrico, nestecaso utlizado só para consumo, que é esta barragem. Porvezes a força da água pode ser aproveitada paraproduzir elétricidade.Vanessa - Então recursos hídricos são... água!Prof. Mónica - Pois claro! Também existem outrosrecursos renováveis, nomeadamente biológicos e energiasrenováveis. Agora lanço-vos um desafio: sabendo que asenergias renováveis são aquelas que aproveitamprincipalmente sol e vento, quero que se aventurem eencontrem-nas aqui na Barragem ou nos arredores. Podeser?Dinis - Que remédio! Ahahahah, eu vou ser o primeiro aencontrar!Prof. Mónica - É melhor eu ir contigo... vindo de ti,podemos esperar qualquer malandrice!(CONTINUA...)
  4. 4. ...CONTINUANDO: 2.(A JOANA E A ANDREIA FICAM NA BARRAGEM, ENQUANTO ODINIS E A VANESSA VÃO PARA A QUINTA DO BARRANCO DAESTRADA, ACOMPANHADOS PELA PROFESSORA)CENÁRIO B - QUINTA DO BARRANCO DA ESTRADA (PERTO DOSPAINÉIS SOLARES)CENA: 1(A PROFESSORA, O DINIS E A VANESSA OLHAM MUITOATENTAMENTE PARA TUDO O QUE LHES RODEIA, SENDO QUEO DINIS OBSERVA NA DIREÇÃO OPOSTA DAS OUTRAS DUASPERSONAGENS)Vanessa - Ó professora, eu não encontro nada!Prof. Mónica - Olha, nem eu!(O DINIS CORRE PARA O LOCAL ONDE ESTÃO OS PAINÉISSOLARES, SAINDO DE CENA.)CENÁRIO C - QUINTA DO BARRANCO DA ESTRADA (JUNTO AOSPAINÉIS SOLARES)CENA: 1Dinis - Eu sabia! (gritando) Ó professora, jáencontrei!CENÁRIOS B & CCENA: 1(A CÂMARA FILMA A PROFESSORA E A ALUNA)Vanessa - Vamos!(A CÂMARA ACOMPANHA O MOVIMENTO DE CORRIDA DAPROFESSORA E DA ALUNA, ATÉ AO LOCAL ONDE ESTÃO OSPAINÉIS SOLARES)CENA: 2Prof. Mónica - Muito bem Dinis! Estes painéis solaressão energias renováveis, pois aproveitam o calor quevem do Sol para aquecer e produzir energia.Vanessa - Professora, é melhor irmos à procura da Joanae da Andreia.(CENÁRIO D - PAISAGEM TÍPICA ALENTEJANA (LOCAL ONDE SEVEJAM BEM ALGUNS MONTES)CENA: 1(INICIALMENTE A CÂMARA FILMA SÓ A ANDREIAOBSERVANDO OS MONTES LONGÍNQUOS)Andreia - Joana, eu não vejo nada. (Vira-se) Joana?
  5. 5. 3.CENÁRIO E - PAISAGEM TÍPICA ALENTEJANACENA: 1(A CÂMARA FOCA UMA MAQUETE DE GERADOR EÓLICO, COMMONTES COMO FUNDO)(AOS POUCOS O ZOOM VAI DIMINUINDO, ATÉ APARECER AJOANA A SOPRAR NO “MINI GERADOR EÓLICO”)[VERVÍDEO]CENA: 2(A JOANA ESTÁ A SOPRAR NA MAQUETE DE GERADOREÓLICO, QUANDO SURGE A ANDREIA EM CENA)Andreia - A sério Joana?Joana - Hum-hum, eu sou um génio!CENA: 3(A JOANA E A ANDREIA OBSERVAM ATENTAMENTE O “MINIGERADOR EÓLICO”, QUANDO APARECEM EM CENA APROFESSORA, O DINIS E A VANESSA)Joana Paulino - Professora, veja só o que eu encontrei!Prof. Mónica - Uma espécie de gerador eólico. É tambémum recurso renovável, pois produz energia aproveitandoa força do vento.Vanessa - Então também faz parte das energiasrenováveis, como os painéis solares que vimos à bocado.Dinis - Sim, claro!Prof. Mónica - Ah, é verdade, os recursos biológicostambém são renováveis.Dinis - Que é isso?Prof. Mónica - Os recursos biológicos são uma fonte dealimento para todos os animais, incluindo nós, osHumanos. Também são utilizados como matéria-prima devários produtos. Alguém consegue ver um recursobiológico?Joana - Eu, eu! As árvores, que por exemplo, nos dãomadeira para as mesas e até papel.Prof. Mónica - Boa, é isso mesmo! Bem, falta agorafalar dos recursos não renováveis. São recursos queprecisaram de muito tempo para se formar, pelo que nãose conseguem repor na Natureza à velocidade com que nósos consumimos.(CONTINUA...)
  6. 6. ...CONTINUANDO: 4.Andreia - Dê lá exemplos, se faz favor.Prof. Mónica - Energia fóssil, como o carvão e opetróleo, utilizados para fazer mover carros, energianuclear, altamente perigosa, que iremos aprofundar maistarde, e recursos minerais, como o solo que todos nósestamos a pisar, as rochas e os minerais.Joana - (pegando numa pedra) Que grande génio eu saí! Eaqui está um recurso mineral! Vou ficar para ahistória... Já estou mesmo a ver! “Aluna de Saboiaencontra minerais raros em Santa Clara.”Andreia - (a rir) Ahahahah Joana, só tu!Prof. Mónica - Bem, meninos, antes de irmos emboratenho a dizer-vos uma coisa: os recursos naturaisacompanham-vos no vosso dia-a-dia, mesmo que de formaindireta. Preservem-nos! Todos juntos faremosdiferença!(OS ALUNOS E A PROFESSORA SAEM)FIM

×