UNIVERSIDADE BRAZ CUBASMárcia Megumi I. Nishimori          RGM 256988               Jardim Elevado                  Mogi d...
UNIVERSIDADE BRAZ CUBASMárcia Megumi I. Nishimori                 RGM 256988               Jardim Elevado                 ...
Jardim Elevado       Quando projetamos um jardim sobre lajes, precisamos primeiramente requerer umaatenção especial para a...
uma vez por dia, pois ela ira absorver o excesso de água da rega e o liberará lentamente.       Após a argila expandida, d...
•   http://www.pucrs.br/fau/paisagistica/epI_2.pdf•   http://www.forumdaconstrucao.com.br/conteudo.php?a=36&Cod=272•   htt...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho jardim sobre laje

2.044 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.044
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
56
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho jardim sobre laje

  1. 1. UNIVERSIDADE BRAZ CUBASMárcia Megumi I. Nishimori RGM 256988 Jardim Elevado Mogi das Cruzes 2012 1
  2. 2. UNIVERSIDADE BRAZ CUBASMárcia Megumi I. Nishimori RGM 256988 Jardim Elevado Trabalho apresentado na disciplina de Projeto E, do 5º semestre do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Braz Cubas, sob a orientação do Prof°. Sérgio Augusto Menezes Hespanha. Mogi das Cruzes 2012 2
  3. 3. Jardim Elevado Quando projetamos um jardim sobre lajes, precisamos primeiramente requerer umaatenção especial para a fase o projeto arquitetônico. A estrutura deve ser devidamenteprojetada para suportar o volume de terra de será usado, o qual será determinadoprimeiramente pelo porte das plantas que ali serão inseridas, deste modo, podemos saber aquantidade de terra preparada, argila expandida (drenagem), entre outros itens. Em geral,recomendado o uso de plantas com raízes superficiais, evitando assim a colocação de arbustose árvores que possuam raízes mais profundas. Outro fator importante é a localização dos pontos de drenagem (ralos), a posição exatadeve ser definida em planta em numero suficiente para que a água seja escoada, pois em casode eventuais vazamentos, será fácil a localização do ponto e assim o conserto. O ralo éposicionado a cada 3 metros lineares, e aplica-se uma fina tela de arame sobre cada um, paraevitar que raízes cresçam para dentro dos canos. Após conferir a primeira etapa do volume que a estrutura deverá suportar e os pontosde drenagem, passamos para a próxima definição a qual se caracteriza pelo sistema deimpermeabilização da laje. A impermeabilização, um dos passos mais importantes para acriação dos jardins, ela evita problemas tais como fissuras, manchas, vazamentos edescolamentos. Existem variados sistemas de impermeabilização, tais como sistemasmoldados in loco, como por exemplo a emulsão asfaltica ( produto a base da resultante dadispersão do cimento asfaltico em água, de fácil aplicação, de característica elástica eflexível), ou então solução asfaltica elastomérica (baseia no composto de cimento asfalticodiluído em solventes orgânicos, possuindo grande poder elástico). Estas são as de mais fáceisaplicações, porém a manta asfaltica, um impermeabilizante pré-fabricado, possui umrendimento, controle da espessura e resistência maiores. O sistema impermeabilizantegarantira a estanqueidade da estrutura, e para isso, normas devem ser atendidas para garantir omesmo. Para melhor impermeabilização, pode-se aplicar camadas de argamassa, tintas ecamadas separadoras de papel Kraft betumado. Depois de a estrutura ser devidamente impermeabilizada, passamos próxima etapa, otratamento das jardineiras propriamente ditas. Colocamos argila expandida diretamente naestrutura já impermeabilizada, para que haja o escoamento eficaz da água, evitando que o solose encharque, prevenindo também os entupimentos dos ralos, já que o mesmo separa a terrado ralo. Além disso, ela mantém a umidade da terra evitando a necessidade da rega mais de 3
  4. 4. uma vez por dia, pois ela ira absorver o excesso de água da rega e o liberará lentamente. Após a argila expandida, deve ser esticada uma manta geotextil (ou manda bidim). Amanda bidim é feita 100% poliéster, permitindo a percolação da água por sua estruturapermeável. Ela funciona como filtro, retendo impurezas, fazendo com que a água saia maislimpa para o ralo, também separando a argila expandida da terra preparada para o plantio quevem em seguida. Para a terra, temos como base as seguintes medidas: Vegetação Argila expandida (cm) Solo preparada (cm) Forrações (herbáceas peq. e gramados) 5 20 Herbáceas grandes e peq. arbustos 7,5 27,5 Arbustos médios 10 35 Arbustos grandes e arvores pequenas 20 40 Para o solo preparado, evita-se usar terra argilosa. Para uma boa mistura de terra,leva-se 4 partes de terra mista (terra de barranco sem ervas daninhas e sementes), 1 parte deareia lavada fina, 1 parte de húmus (material resultante da decomposição de matéria viva,produzida por bactérias e fungos, ou seja, fertilizante natural) para que o solo seja alimentado.Deste modo, joga-se o solo preparado sobre a manda bidim de acordo com a vegetação que aliserá inserida. Para o plantio das vegetações deve-se estar atento a certas espécies. Muitas delasparecem inofensivas, mas no futuro se transformam em um grande transtorno. Espéciescaracterísticas de raízes longas nunca devem ser utilizadas em jardins elevados, pois os danoscom o passar do tempo são desastrosos. As plantas não indicadas são: Fícus, Cipreste,Junípero, Tuia (pinheirinhos), Schefflera (Brassaia). Algumas espécies de bambus sãodesaconselhadas, já as mais indicadas estão Begônia Rex, Acalipha, Bambu de Pesca, BambuJaponês, Bambu Metake, Bambusa, Begônia, Dracena, Heliconia, Íris, Ráfia, Trapoeraba.Deste modo, com as vegetações já definidas, faz-se o plantio no solo preparado finalizandoassim o processo. Bibliografia 4
  5. 5. • http://www.pucrs.br/fau/paisagistica/epI_2.pdf• http://www.forumdaconstrucao.com.br/conteudo.php?a=36&Cod=272• http://www.piniweb.com.br/construcao/noticias/impermeabilizacao-de-jardineiras- 79596-1.asp• http://ericapagel.com.br/blog1/2010/04/20/jardins-suspensos/• http://www.arq.ufsc.br/arq5661/trabalhos_2004-2/paisagismo/p3jardim%20laje.htm 5

×