Homenagem à memória             de         Abel Salazar                Trabalho Realizado por:                           D...
Abel de Lima Salazar era filho de Adolfo Barroso Pereira Salazar e Adelaideda Luz Silva Lima Salazar.  Nasceu em Guimarães...
Abel Salazar, completou a escola primária e parte do secundário no Seminário-Liceu,em Guimarães, onde foi aluno distinto e...
Em 1909, Abel Salazar entrou na Escola Médico-Cirúrgica do Porto e em 1915concluiu o seu curso de Medicina, onde apresento...
Em 1926, ao fim de 10 anos de trabalho, Abel Salazar rende-se ao cansaço e à depressão,   sofrendo um esgotamento que o le...
O afastamento da vida académica permitiu-lhe desenvolver em sua casauma produção artística variada na temática e na expres...
Em 1941, o Instituto para a Alta Cultura cria um Centro de Estudos Microscópicos,na Faculdade de Farmácia, cuja direção é ...
Abel Salazar morreu em Lisboa, na casa de sua irmã Dulce Salazar, a 29de Dezembro de 1946, com 57 anos de idade, vítima de...
“Homens que passam…Exemplos que ficam…”
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho de abel salazar 10º E

1.279 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.279
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
60
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho de abel salazar 10º E

  1. 1. Homenagem à memória de Abel Salazar Trabalho Realizado por: Daniela nº9 Joana Magalhães nº16 Márcia Teixeira nº17 Sofia Santos nº24
  2. 2. Abel de Lima Salazar era filho de Adolfo Barroso Pereira Salazar e Adelaideda Luz Silva Lima Salazar. Nasceu em Guimarães, a 19 de Julho de 1889. Adelaide Salazar Adolfo Salazar* Abel Salazar com um ano *Foi secretário e bibliotecário da Sociedade Martins Sarmento, professor de francês na Escola Industrial Francisco da Holanda e escrevia para a “Revista de Guimarães”.
  3. 3. Abel Salazar, completou a escola primária e parte do secundário no Seminário-Liceu,em Guimarães, onde foi aluno distinto e premiado. Abel Salazar matriculou-se em 1903 no Liceu Central do Porto, em S. Bento daVitória, onde se manteve até à conclusão da 7ª Classe de Ciências no ano letivode1906/1907. Foi aqui que revelou o seu gosto e talento pelo desenho, através de caricaturas dosmestres. Desta forma, ganhou a admiração dos seus companheiros.
  4. 4. Em 1909, Abel Salazar entrou na Escola Médico-Cirúrgica do Porto e em 1915concluiu o seu curso de Medicina, onde apresentou a tese inaugural “Ensaio dePsicologia Filosófica” classificada com 20 valores. Em 1918, Abel Salazar foi nomeado Professor Catedrático de Histologia e Embriologia.Nesse mesmo ano, foi também, fundador e dirigente do Instituto de Histologiae Embriologia da Faculdade de Medicina do Porto, onde realizou uma série de notáveistrabalhos de investigação. Para aquela época, Abel Salazar foi um pedagogo inovador, uma vez que a sua atividade docente era uma investigação coletiva, e Ele mesmo era um companheiro de trabalho, privilegiando o confronto de ideias e dando liberdade aos alunos de aparecerem nas horas que mais lhes conviessem.
  5. 5. Em 1926, ao fim de 10 anos de trabalho, Abel Salazar rende-se ao cansaço e à depressão, sofrendo um esgotamento que o leva a interromper a sua atividade universitária durante quatro anos. Nesta altura, Abel Salazar demonstra a sua força de caráter e dedica-se às Artes. Escreve “Uma Primavera em Itália”, “Recordações do Minho Arcaico”, “Filosofia da Arte”, “Notas sobre Arte Portuguesa”, “A Morte da Fantasia” e mais de 200 desenhos entre esboços e estudos para quadros. De regresso à Faculdade em 1931, cheio de projetos, encontra o seu gabinete desmantelado.Em 1935 deixa o cargo. Abel Salazar foi Professor Universitário, Investigador Científico e Criador de Ciência.
  6. 6. O afastamento da vida académica permitiu-lhe desenvolver em sua casauma produção artística variada na temática e na expressão plástica: gravura,pintura (paisagens, retratos, ilustração da vida da mulher trabalhadora e damulher parisiense, pintura mural, aguarelas, desenhos, caricaturas,escultura e cobres martelados: caso único entre os artistas contemporâneos).
  7. 7. Em 1941, o Instituto para a Alta Cultura cria um Centro de Estudos Microscópicos,na Faculdade de Farmácia, cuja direção é confiada a Abel Salazar. O Centro funcionasem condições materiais e financeiras, contudo Abel Salazar continua a fazerinvestigação com a ajuda de Adelaide Estrada. Abel Salazar fez deste laboratório, porvezes, um atelier de escultura. Abel Salazar na Faculdade de Farmácia Adelaide Estrada e Abel Salazar
  8. 8. Abel Salazar morreu em Lisboa, na casa de sua irmã Dulce Salazar, a 29de Dezembro de 1946, com 57 anos de idade, vítima de cancro pulmonar. Oseu funeral deu-se no cemitério do Prado do Repouso. A sua morte transformou-se num momento de contestação ao regime enuma invulgar manifestação de luto, com milhares de pessoas a acompanharo cortejo fúnebre. Tal como no caso dos grandes homens, porém, uma figura como a de AbelSalazar não se confina aos momentos que marcaram a sua existência física,antes continua e se projeta no futuro pela obra que produziu, pela linha doseu comportamento, pela coerência dos seus actos e pelo devotamento àsgrandes causas da Humanidade. Em 1975, a Universidade do Porto prestou-lhe homenagem dando o seunome ao recém-criado Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. Paraalém disso, a casa de Abel Salazar, passou a ser conhecida como “CasaMuseu Abel Salazar”, onde é palco de várias homenagens a Ele.
  9. 9. “Homens que passam…Exemplos que ficam…”

×