A esperança de vida

552 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
552
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A esperança de vida

  1. 1. A esperança de vida
  2. 2. Esperança Média de vida  Esperança média de vida – nº de anos que, em média, um indivíduo tem probabilidade de viver.  Os valores da esperança média de vida têm vindo a aumentar ao longo do tempo. Esse aumento na duração média da vida das pessoas tem sido mais evidente nos últimos decénios pois, de 1950 até aos nossos dias, a esperança média de vida a nível mundial aumentou cerca de 17 anos
  3. 3.  Para o aumento da esperança média de vida contribuíram, entre outros fatores:  a melhoria da assistência médica, medicamentosa e hospitalar;  a melhoria na alimentação;  a ampliação de conhecimentos sobre a importância da higiene e das condições sanitárias;  a melhoria das condições de trabalho;  a melhoria das condições da habitação;  o alargamento dos sistemas de proteção social;  a elevação do estatuto da mulher, ou seja, a igualdade de direitos.
  4. 4. Apesar do aumento da esperança média de vida, a nível mundial registam-se ainda situações muito diversas. Perspetivas da população mundial. Dados de 2006, revistos em 2010. Os países desenvolvidos apresentam os mais elevados valores para a esperança média de vida, que ultrapassam os 80 anos.
  5. 5.  Os países desenvolvidos apresentam os mais elevados valores para a esperança média de vida, que ultrapassam os 80 anos.  Em alguns países da África Subsariana (Zimbabwe, Botswana, Suazilândia, Lesoto e a Zâmbia) a esperança de vida é muito baixa, inferior a 45 anos, devido à propagação do HIV/SIDA, que afeta uma parte significativa da população e, consequentemente, reduz as possibilidades de desenvolvimento.  Nos países da antiga União Soviética, o recuo da esperança de vida deve-se, principalmente, ao crescimento da mortalidade masculina, fenómeno muito marcante durante a década de 1990 (recessão económica dos anos 90, incidência elevada de doenças cardiovasculares, doenças infecciosas – tuberculose e SIDA, elevadas taxas de homicídio e suicídio - elevado consumo de álcool

×