Estudos CACD Missão Diplomática - História Mundial Aula Resumo 02 (1815 a 1848)

1.157 visualizações

Publicada em

Estudos CACD
missaodiplomatica.blogspot.com.br
História Mundial 1815 a 1848

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.157
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
489
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
57
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudos CACD Missão Diplomática - História Mundial Aula Resumo 02 (1815 a 1848)

  1. 1. História Mundial Aula 2: 1815 a 1848 Do congresso de Viena às Revoluções Sociais de 1848 13.12.2013
  2. 2. Aula 02 – 1815 a 1848 Do Congresso de Viena às Revoluções Sociais de 1848 1. Congresso de Viena 1.1 Congresso de Viena – objetivos 1.2 Congresso de Viena – pontos importantes e resultados 2. A difusão do Liberalismo político e comercial 3. Ideologias do século XIX 4. Pensadores 5. Socialismo – embrião das revoluções de 1848 6. Revoluções de 1848 – a Primavera dos Povos
  3. 3. 1.1 Congresso de Viena – principais objetivos . Reunião das principais potências européias após as guerras Napoleônicas . Objetivo de reconstituir a velha ordem de poder na Europa de 1792 – “Status quo ante” conservador, mercantilista e absolutista . Principais potencias: Inglaterra, Rússia, Áustria e Prússia . Luta contra o Liberalismo e o Nacionalismo . Supremacia da Inglaterra e seus interesses em manter Europa dividida e não industrial . “Princípio da Legitimidade - Tentativa de restaurar fronteiras pré-1792 . Disputas sobre a Polônia . Discussões sobre unificação dos Estados alemães Aula 02 – 1815 a 1848 Do Congresso de Viena às Revoluções Sociais de 1848
  4. 4. 1.2 Congresso de Viena – pontos importantes e resultados . Chanceller francês Talleyrand - negociações em favor da França apesar de ser a parte derrotada - negociação de acordo secreto com Áustria e Inglaterra contra Rússia e Prússia . Criação da Confederação Germânica – com predominância da Áustria . Criação do Reino dos Países Baixos – Holanda incorpora Bélgica e forma Estado mais forte contra possíveis invasões futuras da França . Inglaterra e Rússia são os maiores beneficiados do Congresso – Áustria e Prússia também saem fortalecidas Aula 02 – 1815 a 1848 Do Congresso de Viena às Revoluções Sociais de 1848
  5. 5. 1.2 Congresso de Viena – pontos importantes e resultados . Formação da Santa Aliança para conter eventuais avanços da França (aliança entre “soberanos” - sem poder de fato) - Áustria (católica) - Prússia (evangélica) - Rússia (ortodoxa) . Quádrupla Aliança para se proteger da França (tratado secreto – com poder de fato) - Inglaterra - Áustria - Prússia - Rússia . Durante o período do Congresso, Napoleão retorna à França e retoma poder por 100 dias, mas é definitivamente derrotado na batalha de Waterloo em 1815 Aula 02 – 1815 a 1848 Do Congresso de Viena às Revoluções Sociais de 1848
  6. 6. 2.1 Difusão do Liberalismo político e comercial . Londres consolidada como centro financeiro da Europa . Liberalismo Inglês apoiava conservadorismo no resto do continente como forma de manter os países divididos e garantir supremacia da Inglaterra . Monarquia de Luis XVIII dá lugar a Carlos X – conservador que favorece nobreza e se opõe à burguesia . Carlos X é derrubado (1830) e substituído por Luis Felipe (“Rei burguês) – liberal que favorece industriais e financistas . Substituição do chancellerCastlereagh por George Canning na Inglaterra (1820) - Canning apesar de conservador, acredita que será inevitável fazer concessões aos burgueses e inicia processo de liberalização - Implementa política de não combater movimentos de libertação na Europa e nas Américas – oportunidades de expansão para negócios ingleses e consolidação de hegemonia Aula 02 – 1815 a 1848 Do Congresso de Viena às Revoluções Sociais de 1848
  7. 7. 2.2 Difusão do Liberalismo político e comercial . Capitalismo dá a orientação para as mudanças sociais . Queda de medidas protecionistas ajuda a difundir livre comércio e a formação de Estados . Sucesso do liberalismo Inglês favorece criação de potências rivais - Formação e fortalecimento de economias nacionais - Emergência de nacionalismo: Bélgica, França, Alemanha se industrializando e fortalecendo . Questão do Oriente (Bálcans) - Inglaterra forçada a se opor a Rússia que buscava abrir passagem para o mediterrâneo (Guerra da Criméia – 1853 a 1856) - França apóia Inglaterra e derrotam Rússia mas saem fragilizadas do confronto Aula 02 – 1815 a 1848 Do Congresso de Viena às Revoluções Sociais de 1848
  8. 8. 3. Ideologias do séc.XIX . Expansão da tradição Iluminista e Liberal . Ideologia liberal capitalista(individualista/utilitarista) predominante - choque com ética paternalista cristã (direita) e depois com os princípios democráticos (esquerda) . Romantismo aparece como uma reação idealista à cultura racionalista Iluminista - Escritores alemães: Schlegel, Tiek, Novalis, Höderlin – retomada dos valores e da cultura medieval clássica se refutando realidade científica - tendência do Romantismo foi ser instrumento conservador . Nacionalismo aparece como reação aos valores liberais da Rev. Francesa e conflitos da Era Napoleônica - Inicialmente apresenta características democráticas e progressistas mas depois assume perfil reacionário - Sentimento de superioridade, políticas expansionistas e o Imperialismo ganha força (final século XIX) . Igreja católica após 1815 defendeu ao máximo a restauração conservadora . Papa Pio IX condena Racionalismo Aula 02 – 1815 a 1848 Do Congresso de Viena às Revoluções Sociais de 1848
  9. 9. 4. Pensadores . Montesquieu – defesa da Monarquia Constitucional . Rousseau – defesa da “Vontade Geral”, liberdade e igualdade . Locke – defesa da Liberdade e Produção . Spencer – “O homem contra o Estado” . Adam Smith – “A Riqueza das Nações” . David Ricardo – Estudos sobre o capital financeiro . John Stuart Mill – defesa do livre arbítrio e livre concorrência . Jeremy Bentham – defesa da moral utilitarista . Hegel – idealismo alemão (concepção dialética) . Augusto Comte – Positivismo (corrente autoritária, engenharia social pode desenvolver sociedade superior) . Darwin – teoria da seleção natural inspira grandes mudanças sócio-políticas . Nietzsche – crítica ao cristianismo e à cultura burguesa; proposta de sociedade superior (“super-homem”) Aula 02 – 1815 a 1848 Do Congresso de Viena às Revoluções Sociais de 1848
  10. 10. 5. Socialismo – base para revoluções de 1848 . Liberalismo continua predominante, mas idéias democráticas começam a se desenvolver . Começam a se desenvolver idéias socialistas (reação às terríveis condições de trabalho impostas pelo capitalismo) . Socialismo prega eliminação da propriedade privada, igualdade social e paz internacional . Socialismo Utópico (variação do socialismo) propõe sociedade ideal - Propostas frágeis/ingênuas com organização tecnocrática promovendo industrialização de forma a proteger proletariado - Proposta de Fourrier de organizar sociedade em “Falanstérios” – unidades coletivistas de produção e convívio social - Proposta de Louis Blan de implantar ateliers nacionais – organização socialista do trabalho . Anarquismo considerava o Estado um instrumento de opressão capitalista - para alguns anarquismo foi considerado versão radical do Liberalismo (devido à valorização libertária e individual) . Marxismo (ou materialismo dialético) - luta de classes e a revolução do proletariado como motor da história - proletariado dirigido por vanguarda organizada em partido, implantaria ditadura transitória p/ construção do comunismo - Socialismo científico marxista, ao contrário do socialismo utópico, estudou profundamente o capitalismo Inglês e apresentou estratégias para superação do capitalismo - Estado não mais como repressão de classes, mas sim como estrutura para proteção da vida social Aula 02 – 1815 a 1848 Do Congresso de Viena às Revoluções Sociais de 1848
  11. 11. 6. Revoluções de 1848 . Suíça – guerra civil vencida por liberais . França - Revoltas sociais, destituição do Rei Luis Felipe - Governo provisório liderado por Louis Blanc (Ateliers Nacionais) - Conservadores recuperam poder e fecham ateliers - levante operário liderado por Blanqui é esmagado (10.000 mortos) - Nova constituição e Luis Bonaparte (sobrinho de Napoleão) eleito presidente - Golpe 18 Brumário (Luis Bonaparte – dez.1851) - Napoleão proclama-se Imperador Napoleão III iniciando 2º Império Francês (dez.1852) . Revoltas sociais na Alemanha, Prússia, Império Austro-húngaro e Itália . “Primavera dos Povos” derrotada por redirecionamento das alianças sociopolíticas - Separação entre povo e burguesia - fim das revoluções “desde baixo” – burguesia e povo contra monarquias - início da era das revoluções “pelo alto” – burguesia e monarquia/aristocracia compartilhando o poder do Estado - agenda Liberal suplantada pela Democrática – povo não mais aliado da burguesia Aula 02 – 1815 a 1848 Do Congresso de Viena às Revoluções Sociais de 1848
  12. 12. missaodiplomatica.blogspot.com.br

×