História
Mundial
Aula 4: 1848 a 1890
Industrialização e Formação
das Nações Européias
1 Industrialização e nascimento do Nacionalismo
2 Processo de Industrialização na Europa Ocidental
2.1 Industrialização
2....
1 Industrialização e nascimento do Nacionalismo
. Pilares para Industrialização
1) Novos métodos na produção agrícola e in...
2.1 Processo de Industrialização na Europa Ocidental
. À medida que a industrialização Inglesa avança, a tendência de tran...
2.2 Movimento operário
. Os sindicatos nasceram como forma de proteção dos operários contra as terríveis condições sociais...
2.2 Movimento operário
. II Internacional criada em 1889 – ideologia social-democrata com sede em Bruxelas
. Partidos Oper...
3.1 Segundo Império Francês
. Império de Napoleão III apesar de autoritário manteve liberalismo econômico, o que propiciou...
3.2 Segundo Império Francês
. Tropas francesas no México fazem falta na guerra Franco-Prussiana
- Bismark habilidosamente ...
4.1 Unificação da Itália
. Itália em 1850 era atrasada em relação ao processo de industrialização da Europa
. Península di...
4.2 Unificação da Itália
. Aliança entre Itália e França dura pouco devido aos interesses franceses na região central da
p...
5.1 Unificação da Alemanha
. Industrialização tardia e grande desenvolvimento da Prússia nas décadas de 1850 e 1860
. Aris...
5.2 Unificação da Alemanha
. Outras duas correntes:
- burgueses entendiam que unificação deveria se dar através do comérci...
6. Análise dos processos da Alemanha, Itália e Japão
. Os processos de unificação da Itália e da Alemanha ficaram conhecid...
missaodiplomatica.blogspot.com.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Estudos CACD Missão Diplomática: História Mundial Aula Resumo 04 - (1848 a 1890) Industrialização e formação das Nações Européias

1.001 visualizações

Publicada em

Estudos para o CACD
missaodiplomatica.blogspot.com.br

História Mundial
Industrialização e formação das Nações Européias
1848 a 1890

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.001
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
491
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
47
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudos CACD Missão Diplomática: História Mundial Aula Resumo 04 - (1848 a 1890) Industrialização e formação das Nações Européias

  1. 1. História Mundial Aula 4: 1848 a 1890 Industrialização e Formação das Nações Européias
  2. 2. 1 Industrialização e nascimento do Nacionalismo 2 Processo de Industrialização na Europa Ocidental 2.1 Industrialização 2.2 Movimento Operário 3 Segundo Império Francês e a diplomacia na Europa 4 Unificação da Itália 5 Unificação da Alemanha 6 Revoluções Burguesas “tardias” ou “pelo alto” Aula 04 – 1848 a 1890 Industrialização e Formação das Nações Européias
  3. 3. 1 Industrialização e nascimento do Nacionalismo . Pilares para Industrialização 1) Novos métodos na produção agrícola e industrial 2) Alargamento dos mercados (crescimento demográfico) 3) Maior oferta de empregos e de mão de obra nas cidades 4) Avanços na medicina e na higiene . A expansão da industrialização reforçou o desenvolvimento dos Estados e a propiciou a formação de sentimento nacionalista . Na Europa central o Nacionalismo teve caráter “integrador” com a união de povos no sentido de Nação (ex. Alemanha e Itália) . Na Europa oriental o Nacionalismo teve caráter “desintegrador” com o desejo de independência das minorias étnicas dos grandes impérios como Império Turco, Russo e Austro-Húngaro Aula 04 – 1848 a 1890 Industrialização e Formação das Nações Européias
  4. 4. 2.1 Processo de Industrialização na Europa Ocidental . À medida que a industrialização Inglesa avança, a tendência de transferência de setores menos lucrativos para outros países . Inicialmente o processo de industrialização trouxe crise social e muitos europeus migraram para as Américas – principalmente EUA . Rápido crescimento do comércio regional, malha ferroviária, portos e urbanização . Alemanha se industrializou rapidamente . Industrialização trouxe democratização política e intensificação do movimento operário - diferentemente do que ocorreu na Inglaterra (onde o Liberalismo criou rapidamente mecanismos políticos para controle dos protestos operários) nos demais países a persistência dos governos conservadores potencializou o radicalismo operário Aula 04 – 1848 a 1890 Industrialização e Formação das Nações Européias
  5. 5. 2.2 Movimento operário . Os sindicatos nasceram como forma de proteção dos operários contra as terríveis condições sociais de trabalho geradas pelo processo de industrialização capitalista . Os sindicatos restringiam suas reivindicações a melhores condições de trabalho e melhores salários; raramente apresentavam alguma ideologia socialista – apesar de seus líderes serem . Muitos Estados desenvolveram políticas sociais com objetivo de enquadrar o movimento operário (principal exemplo Alemanha de Bismark) . Napoleão III tentou desenvolver políticas sociais porém foram mais ações demagógicas do que efetivas – como no caso da Alemanha . A Igreja procurou se aproximar dos movimentos operários a partir de uma doutrina social . Por influência e atração das idéias Marxistas, foi criada em 1864 a Associação Internacional dos Trabalhadores – a “Primeira Internacional” – com objetivo de articular a luta do movimento operário em escala mundial . “Comuna de Paris” - grande levante popular de 1871 - Sem organização nem estratégia e lideranças, o movimento foi “esmagado” por tropas prussianas e versalhesas - a resposta violenta do Estado contra a Comuna, fortaleceu as teses Marxistas Aula 04 – 1848 a 1890 Industrialização e Formação das Nações Européias
  6. 6. 2.2 Movimento operário . II Internacional criada em 1889 – ideologia social-democrata com sede em Bruxelas . Partidos Operários - Nos países germânicos e eslavos foram denominados “social-democratas” - Nos países latinos foram denominados “socialistas” - Na Inglaterra foi denominado “trabalhista” (criado somente no século XX) - Nos EUA não foi desenvolvido um partido operário de massas . Os partidos operários gradativamente conseguiram conquistar melhorias sociais, porém com o tempo foram se tornando mais moderado politicamente e ideologicamente . Com a 2ª Revolução Industrial constituiu-se uma “aristocracia operária” que não via a necessidade de ruptura violenta com o sistema . Nos países do leste europeu, mais conservadores em avançar com melhorias sociais, o movimento operário teve perfil mais revolucionário - como previa Marx, e como aconteceu na Rússia) Aula 04 – 1848 a 1890 Industrialização e Formação das Nações Européias
  7. 7. 3.1 Segundo Império Francês . Império de Napoleão III apesar de autoritário manteve liberalismo econômico, o que propiciou grande desenvolvimento industrial . Construção de grandes obras públicas - Ferrovias, Canais e estradas - Monumentos e urbanização – alargamento de avenidas e boulevards - objetivo de impressionar e por outro lado impedir que proletariado construísse novas barricadas nas antigas ruas estreitas medievais de Paris . Napoleão III desenvolveu diplomacia de prestígio – porém com ações além de suas possibilidades - ampliou conquistas na Argélia, Senegal, Dakar (porto estratégico) - avanços na China, Líbano, Indochina - início do canal de Suez no Egito . Envio de tropas em conjunto com Inglaterra e Espanha para o México (1861) - cobrança de dívida externa - Ingleses e Espanhóis se retiraram após regularização dos pagamentos - França mantém tropas e faz o austríaco Maximiliam Imperador do México em 1864 - Maximiliam é derrotado e morto em 1867, e o que restou da tropa francesa retorna para casa Aula 04 – 1848 a 1890 Industrialização e Formação das Nações Européias
  8. 8. 3.2 Segundo Império Francês . Tropas francesas no México fazem falta na guerra Franco-Prussiana - Bismark habilidosamente estimulou Napoleão na desastrosa campanha no México . Napoleão se envolve em outras guerras - Guerra da Criméia – questão do Oriente - Questões dos Estados Italianos – atrito com Áustria - Questões dos Estados Alemães – atrito com Prússia . Após insucessos e agravamento de crise política e econômica, Napoleão é forçado a liberalizar regime . Fim do Império decorrente de articulações e armadilhas de Bismark - articulações de Bismark levam Napoleão à guerra contra a Prússia - Tratado de Frankfurt (1871) Aula 04 – 1848 a 1890 Industrialização e Formação das Nações Européias
  9. 9. 4.1 Unificação da Itália . Itália em 1850 era atrasada em relação ao processo de industrialização da Europa . Península dividida - ao norte, influência da Áustria - Ao sul/centro predominava modelo feudal e controle da Igreja (território papal 1/3 do país) . 3 grupos distintos buscavam a unificação 1) “Carbonários”- democráticos/republicanos, defendiam Estado unitário e laico 2) “Católicos” – com apoio da Áustria e do Papa (Neoguelfismo) defendiam confederação sob presidência do Papa e influência Austríaca 3) Grupo que defendia unificação da península através da conquista pelo Reino do Piemonte e instauração de monarquia laica . Reino do Piemonte foi vencedor e anexou toda a península entre 1850 e 1870 . Rei Vítor Emanuel II (1849-1878) assumiu trono e teve como primeiro-ministro Camilo Cavour – grande liderança no processo de unificação . Cavour articulou aliança com França contra ameaça da Áustria à unificação italiana - Declarada guerra contra Áustria em 1859, foi conquistada região da Lombardia e Austríacos expulsos definitivamente da península - Em troca ao apoio os italianos cederam a região de Nice e Sabóia aos franceses Aula 04 – 1848 a 1890 Industrialização e Formação das Nações Européias
  10. 10. 4.2 Unificação da Itália . Aliança entre Itália e França dura pouco devido aos interesses franceses na região central da península e a reação da Igreja que protestava contra os ataques a seus territórios . Os “Camisas vermelhas” esquerdistas nacionalistas – liderados por Giuseppe Garibaldi – invadem e conquistam o Reino de Nápoles, os territórios de Parma, Modena e Toscana . Rei Vítor encampa movimento revolucionário, e anexa regiões conquistadas pelos Camisas Vermelhas e é proclamado Rei da Itália em 1861 . Camisas Vermelhas estavam frustrados pela entrega de Nice (terra de Garibaldi) para a França e por seus esforços não terem resultado em uma Itália republicana . Itália se alia à Prússia contra a Áustria em 1866 - Áutria derrotada e Itália anexa região de Venécia . Em 1870 Napoleão III retira tropas em função da guerra Franco-Prussiana e Roma é conquistada e transformada em capital do Reino da Itália Aula 04 – 1848 a 1890 Industrialização e Formação das Nações Européias
  11. 11. 5.1 Unificação da Alemanha . Industrialização tardia e grande desenvolvimento da Prússia nas décadas de 1850 e 1860 . Aristocracia ultranacionalista e monarquista – partidários de soluções através da força (Junkers) . Confederação Germânica com supremacia política da Áustria sobre a Prússia . Primeiro-ministro Bismark acreditava que somente seria alcançada unificação através da eliminação da influência da Áustria. . Tratado Zollverein criado por iniciativa da Prússia favorecia integração econômica dos Estados alemães . Consolidação do poderio militar da Prússia . “Tese da Pequena Alemanha” - processo de unificação liderado pela Prússia através da luta armada – exceto Áustria . “Tese da Grande Alemanha” - processo defendido pelo Papa e pela Áustria ampliando a Confederação Germânica com ingresso de todos no Império Austro-Húngaro com controle centralizado na Áustria Aula 04 – 1848 a 1890 Industrialização e Formação das Nações Européias
  12. 12. 5.2 Unificação da Alemanha . Outras duas correntes: - burgueses entendiam que unificação deveria se dar através do comércio - projeto democrático-republicano que pretendia transformar Parlamento de Frankfurt no centro do novo país . Bismark tem grande atuação nas negociações diplomáticas, empenhado em criar imagem negativa da Áustria perante demais Estados Germânicos . Objetivos de Bismark: - Promover e consolidar unificação do Império Alemão - Promover crescimento econômico . Vitórias consecutivas - Dinamarca (1864) - Áustria (1866) - França (1870/1871) - Estados alemães contrários ao projeto da Prússia . Guerra contra a França foi fundamental para formar espírito nacional, integrando os últimos Estados do sul que não aceitavam dominação da Prússia . Império Alemão proclamado em 1871 (segundo Reich) governado pelo Kaiser Guilherme I Aula 04 – 1848 a 1890 Industrialização e Formação das Nações Européias
  13. 13. 6. Análise dos processos da Alemanha, Itália e Japão . Os processos de unificação da Itália e da Alemanha ficaram conhecidas como Revoluções Burguesas “Tardias” ou “pelo Alto” – no caso alemão foi chamada de Bismarkiana ao capitalismo . Estas revoluções foram caracterizadas por: - aliança entre o poder econômico e as elites político-militares - rápido processo de industrialização e desenvolvimento capitalista - controle das classes operárias . A Revolução Meiji no Japão teve as mesmas características que a unificação da Alemanha e da Itália . Os 3 regimes autoritários viriam a formar o chamado “eixo” dos anos 30 e da 2ª guerra mundial Aula 04 – 1848 a 1890 Industrialização e Formação das Nações Européias
  14. 14. missaodiplomatica.blogspot.com.br

×