Equipe:
• Míria
• Bruna
• Manoel
• Talita
I TURMA DE
LICENCIATURA EM
BIOLOGIA
5º Período
Prof. Cleumir
As principais dificuldades
encontradas pelos
estudantes que
trabalham.
• Tendo que trabalhar para o seu próprio sustento ou da
família, os alunos, obrigam-se a estudar no período da
noite, para...
Talvez a característica mais marcante do aluno do ensino
noturno de 1º e 2º graus seja sua condição de
trabalhador, desqua...
Segundo Pucci (op. cit.) a
escola e o serviço (trabalho)
funcionam como
entidades disciplinadoras desses
jovens. No cotidi...
• Por sua vez, os cursos noturnos surgem para atender
às necessidades específicas de famílias das camadas
populares que pr...
• A parcela da juventude brasileira que “tenta combinar”
trabalho e estudo tem no ensino noturno a possibilidade
de fazê-l...
• A escola pública, no período da noite, abriga uma clientela
de alunos com um histórico escolar marcado por muitas
reprov...
Dicas para quem estuda e
trabalha:
Cronograma escolar
O planejamento é essencial para o sucesso
acadêmico e, de acordo com...
Turno
Procure o horário que melhor se adequar com o seu
perfil e necessidades e não se esqueça de separar o
tempo diário p...
Descanso e alimentação
É importante que você durma pelo menos, de 6 a 7
horas por dia. Manter a disposição e foco para con...
Finais de semana
Seus finais de semana são essenciais tanto para o
descanso, quanto para os estudos. Planeje os horários
p...
Obrigado!!!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

As principais dificuldades encontradas pelos estudantes que trabalham

824 visualizações

Publicada em

As principais dificuldades dos alunos que trabalham! Como conciliar essa difícil tarefa?

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

As principais dificuldades encontradas pelos estudantes que trabalham

  1. 1. Equipe: • Míria • Bruna • Manoel • Talita
  2. 2. I TURMA DE LICENCIATURA EM BIOLOGIA 5º Período Prof. Cleumir
  3. 3. As principais dificuldades encontradas pelos estudantes que trabalham.
  4. 4. • Tendo que trabalhar para o seu próprio sustento ou da família, os alunos, obrigam-se a estudar no período da noite, para alcançar objetivos que só seriam possíveis com a conclusão dos estudos.
  5. 5. Talvez a característica mais marcante do aluno do ensino noturno de 1º e 2º graus seja sua condição de trabalhador, desqualificado e super explorado ao peso de um salário vil e de uma insuportável dupla jornada de trabalho: a da fábrica, loja ou escritório e a da escola noturna.(Pucci el al,1992: 32).
  6. 6. Segundo Pucci (op. cit.) a escola e o serviço (trabalho) funcionam como entidades disciplinadoras desses jovens. No cotidiano do trabalho e da escola, o aluno é preparado para adaptar- se à “disciplina de um local de trabalho mais moderno”
  7. 7. • Por sua vez, os cursos noturnos surgem para atender às necessidades específicas de famílias das camadas populares que precisam da contribuição financeira de seus membros para conseguirem a sua automanutenção. Tais membros atendem à necessidade imediata de sobrevivência dessas famílias, inserindo-se precocemente no mercado de trabalho. Em razão disso, buscam nos cursos noturnos a possibilidade de, no futuro, poderem obter condições mais favoráveis de sobrevivência.
  8. 8. • A parcela da juventude brasileira que “tenta combinar” trabalho e estudo tem no ensino noturno a possibilidade de fazê-lo. Regulamentado pela Lei nº 9.394/96, em seu art. 4º inciso VI, que determina ser dever do Estado a “oferta de ensino noturno regular, adequado às condições do educando”, essa modalidade de ensino configura-se como uma realidade bastante problemática.
  9. 9. • A escola pública, no período da noite, abriga uma clientela de alunos com um histórico escolar marcado por muitas reprovações e/ou abandono à escola. São jovens e adultos das camadas populares inseridos no mercado de trabalho ou na expectativa de inserção, que buscam recuperar a oportunidade de se escolarizarem para, no futuro, alcançarem melhores condições de sobrevivência, através da melhoria profissional. No senso comum, o ensino noturno é apreendido como um “estudo mais sacrificado”, onde o conhecimento (aqui entendido como os conteúdos das disciplinas ministradas) é pouco trabalhado e as exigências são menores, pois não há como exigir dos alunos que trabalham um maior empenho nos estudos(Carvalho,1994:14).
  10. 10. Dicas para quem estuda e trabalha: Cronograma escolar O planejamento é essencial para o sucesso acadêmico e, de acordo com pesquisas recentes, uma das melhores maneiras de evitar o estresse. Tempo de trabalho Se trabalhar é uma necessidade financeira, tome o cuidado necessário para que seu rendimento escol0ar não seja prejudicado.
  11. 11. Turno Procure o horário que melhor se adequar com o seu perfil e necessidades e não se esqueça de separar o tempo diário para os seus estudos. Converse com seus professores Converse com seus professores e peça ajuda deles para planejar seus estudos e estabelecer prioridades.
  12. 12. Descanso e alimentação É importante que você durma pelo menos, de 6 a 7 horas por dia. Manter a disposição e foco para conseguir cumprir todas as obrigações, só é possível se você estiver bem descansado. Além disso, uma alimentação balanceada é essencial. Procure por alimentos energéticos e ricos em fibras para manter seu organismo em bom funcionamento.
  13. 13. Finais de semana Seus finais de semana são essenciais tanto para o descanso, quanto para os estudos. Planeje os horários para que você tenha tempo suficiente para ambos e também para o lazer. •
  14. 14. Obrigado!!!

×