O pão e o vinho, sobretudo na antiguidade, foram a comida e bebida mais comum para muitospovos. Cristo ao instituir a Euca...
Um cordeiro era sacrificado na Páscoa judaicaJoão Cruzué"Chegou o dia da Festa dos Pães Asmos, em que importava comemorar ...
de água; segui-o até à casa em que ele entrar e dizei ao dono da casa: O Mestremanda perguntar-te: Onde é o aposento no qu...
o cálice, dizendo: Este cálice é a nova aliança no meu sangue; fazei isto, todas asvezes que o beberdes, em memória de mim...
Porque Jesus foi sacrificado por nossos pecados nos dias da Páscoa                                 Ele é o cordeiro pascal...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A ceia do senhor o pão e o vinho

2.714 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.714
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A ceia do senhor o pão e o vinho

  1. 1. O pão e o vinho, sobretudo na antiguidade, foram a comida e bebida mais comum para muitospovos. Cristo ao instituir a Eucaristia se serviu dos alimentos mais comuns para simbolizar sua presença constanteentre e nas pessoas de boa vontade. Assim, o pão e o vinho simbolizam essa aliança eterna do Criador com a suacriatura e sua presença no meio de nós.Jesus já sabia que seria perseguido, preso e pregado numa cruz. Então, combinou com dois de seus amigos(discípulos), para prepararem a festa da páscoa num lugar seguro.Quando tudo estava pronto, Jesus e os outros discípulos chegaram para juntos celebrarem a ceia da páscoa. Esta foi aÚltima Ceia de Jesus.A instituição da Eucaristia foi feita por Jesus na Última Ceia, quando ofereceu o pão e o vinho aos seus discípulosdizendo: "Tomai e comei, este é o meu corpo... Este é o meu sangue...". O Senhor "instituiu o sacrifício eucarístico doseu Corpo e do seu Sangue para perpetuar assim o Sacrifício da Cruz ao longo dos séculos, até que volte, confiandodeste modo à sua amada Esposa, a Igreja, o memorial da sua morte e ressurreição: sacramento de piedade, sinal deunidade, vínculo de caridade, banquete pascal, em que se come Cristo, em que a alma se cumula de graça e nos édado um penhor da glória futura" [3].A páscoa judaica lembra a passagem dos judeus pelo mar vermelho, em busca da liberdade.Hoje, comemoramos a páscoa lembrando a jornada de Jesus: vida, morte e ressurreiçãoPáscoa Cristã - Jesus, o cordeiro definitivo ANTES, ERA ASSIM:
  2. 2. Um cordeiro era sacrificado na Páscoa judaicaJoão Cruzué"Chegou o dia da Festa dos Pães Asmos, em que importava comemorar a Páscoa.Jesus, pois, enviou Pedro e João, dizendo: Ide preparar-nos a Páscoa para que acomamos. Eles lhe perguntaram: Onde queres que a preparemos? Então, lhesexplicou Jesus: Ao entrardes na cidade, encontrareis um homem com um cântaro
  3. 3. de água; segui-o até à casa em que ele entrar e dizei ao dono da casa: O Mestremanda perguntar-te: Onde é o aposento no qual hei de comer a Páscoa com osmeus discípulos? Ele vos mostrará um espaçoso cenáculo mobilado; ali fazei ospreparativos.E, indo, tudo encontraram como Jesus lhes dissera e prepararam a Páscoa.Chegada a hora, pôs-se Jesus à mesa, e com ele os apóstolos. E disse-lhes: Tenhodesejado ansiosamente comer convosco esta Páscoa, antes do meu sofrimento.Pois vos digo que nunca mais a comerei, até que ela se cumpra no reino de Deus.E, tomando um cálice, havendo dado graças, disse: Recebei e reparti entre vós;pois vos digo que, de agora em diante, não mais beberei do fruto da videira, atéque venha o reino de Deus.E, tomando o pão, tendo dado graças, o partiu e lhes deu, dizendo: Isto é o meucorpo oferecido por vós; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente,depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este é o cálice da nova aliança no meusangue derramado em favor de vós". Lucas 22:7-20. HOJE, CELEBRAMOS ASSIM: Santa Ceia do Senhor, com pão e vinhoA Ceia do Senhor - "Porque eu recebi do Senhor o que também vos entreguei:que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; e, tendo dadograças, o partiu e disse: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto emmemória de mim. Por semelhante modo, depois de haver ceado, tomou também
  4. 4. o cálice, dizendo: Este cálice é a nova aliança no meu sangue; fazei isto, todas asvezes que o beberdes, em memória de mim.Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes o cálice, anunciais amorte do Senhor, até que ele venha. Por isso, aquele que comer o pão ou beber ocálice do Senhor, indignamente, será réu do corpo e do sangue do Senhor.Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e, assim, coma do pão, e beba do cálice;pois quem come e bebe se discernir o corpo, come e bebe juízo para si. Eis arazão por que há entre vós muitos fracos e doentes e não poucos que dormem".ICor.11 23-30"Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assimcomo estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós".ICor.5:7.A Páscoa cristã tem um significado especial: todo aquele que aceita Jesus Cristo,crê nas palavras do Evangelho e nasce de novo do Espírito, se liberta daescravidão do pecado. É o sangue de Jesus, derramado na cruz do Cálvario quegarante a nossa liberdade. Ele é o cordeiro definitivo que tira os pecados doshomens. Em Cristo morremos para o mundo e passamos a viver para o SENHOR.Ele é o cordeiro de nossa Páscoa."Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, [coelhos ouovos de chocolate] que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que, portradição, recebestes dos vossos pais, mas pelo precioso sangue, como de cordeirosem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo". 1 Pedro 1:18-19.
  5. 5. Porque Jesus foi sacrificado por nossos pecados nos dias da Páscoa Ele é o cordeiro pascal definitivo. Colomba Pascal O bolo em forma de "pomba da paz" significa a vinda do Espírito Santo. Diz a lendaque a tradição surgiu na vila de Pavia (norte da Itália), onde um confeiteiro teria presenteado o rei lombardo Albuínocom a guloseima. O soberano, por sua vez, teria poupado a cidade de uma cruel invasão graças ao agrado.

×