Clipping Cetec

1.492 visualizações

Publicada em

Inaguracao de laboratorio de biodiesel

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.492
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
39
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
34
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Clipping Cetec

  1. 1. Cetec inaugura laboratório de biodiesel Jornal Hoje em Dia João Alberto Aguiar A produção de biodiesel pelo Laboratório de Biotecnologia da Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec), que deve concentrar esforços e investimentos no uso do pinhão manso, será utilizada para pesquisas de geração de energia elétrica da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Inaugurado ontem, em Belo Horizonte, o laboratório exigiu investimentos de R$ 1,489 milhão. Segundo o engenheiro de Tecnologia e Alternativas Energéticas da Cemig, André Martins Carvalho, o biodiesel poderá ser empregado em vários projetos de pesquisa de combustíveis, como a de microturbinas. Esta é uma tecnologia emergente de geração de energia de maneira descentralizada, por exemplo, perto de supermercados ou indústrias”, explica. Segundo Carvalho, a Cemig analisa diferentes tipos de combustíveis fabricados no mundo, com foco no desempenho e custo-benefício, entre outras variáveis. Ele explica que o biodiesel gerado no Cetec será testado, ainda, em geradores. O combustível poderia ser usado até mesmo na frota de automóveis. Do investimento total no laboratório, a Cemig aportou recursos de R$ 950 mil. O Cetec entrou com R$ 539 mil, além da infra-estrutura e a contratação de seis profissionais de nível superior e técnico. O local, construído em uma área de aproximadamente 300 metros quadrados, terá capacidade para produzir até mil litros/dia de biodiesel. No início das operações, a produção está estimada em cerca de 400 litros/dia. Serão testados vários tipos de oleoginosas, como a soja e mamona, mas o foco é o pinhão manso. De acordo com o responsável pelo Laboratório de Biocombustíveis, Lincoln Cambraia Teixeira, o local foi adequado seguindo as normas de segurança e padrões de qualidade exigidos pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Laboratório de Biocombustíveis Jornal Estado de Minas Caderno de Veículos – Boris Feldman A Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec) inaugurou, sexta-feira, o Laboratório de Biocombustíveis. A estrutura foi adequada segundo normas de segurança e padrões de qualidade para receber uma planta-piloto de produção de biodiesel usando etanol, com
  2. 2. capacidade de 1.000 litros/dia. O laboratório conta também com um reator (protótipo) para produção contínua com capacidade de produção de 60 litros/hora. Foi montado com recursos de R$ 1,3 milhão da Cemig, Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e Fundação de Amparo à Pesquisa do estado (Fapemig). Governo do Estado inaugura Laboratório de Biocombustíveis Agência Minas e Jornal Minas Gerais O Governo de Minas inaugurou nesta sexta-feira (1º) o Laboratório de Biocombustíveis com planta piloto para produção de mil litros de biodiesel por dia. Desenvolvido pela Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec), instituição vinculada à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, o laboratório é fruto do projeto de Pesquisa e Desenvolvimento- P&D Produção de Biodiesel, coordenado pela Superintendência de Tecnologia e Alternativas Energéticas da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Com infra-estrutura e métodos de análise capazes de atender aos parâmetros estabelecidos pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), a nova tecnologia vai possibilitar a produção, controle da qualidade e utilização do biodiesel em substituição ao óleo diesel na geração elétrica de forma descentralizada. Entre os benefícios estão a substituição de combustíveis fósseis, menos emissão de gases e partículas na atmosfera e geração de emprego e renda. O Laboratório de Biocombustíveis possui salas de apoio, laboratório de química e sala de controle da planta. A estrutura foi montada com recursos de projetos da ordem de R$ 1,3 milhão, sendo R$ 1 milhão proveniente da (Cemig). O projeto teve ainda o apoio financeiro da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig).
  3. 3. O reator contínuo do Laboratório de Biocombustíveis, inédito no país, foi projetado a partir do conhecimento da técnica de mistura por fluxo oscilatório empregada em diversos processos. A mistura do óleo e álcool é realizada por meio de pratos defletores presentes em seu interior. O reator tem capacidade de produção de 60 litros/hora. Esta técnica está sendo adaptada para produção de biodiesel a partir do emprego do etanol, é a chamada rota etílica. O Cetec está solicitando o patenteamento deste processo contínuo, segundo Lincoln Cambraia, coordenador de projetos de Biodiesel da Fundação. Além do reator, a planta conta com decantador, lavador, secador e sistema de recuperação de álcool e glicerina. A planta piloto de biodiesel foi projetada pelos técnicos do Cetec e é inteiramente construída em aço inox 304, inclusive seus componentes e acessórios. Segundo o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alberto Duque Portugal, é necessário garantir apoio irrestrito para que o Estado se posicione como pólo de produção. O modelo tem forte apelo social, pois pode garantir, no futuro, energia elétrica para comunidades do interior de Minas. Alberto Portugal lembrou a orientação do governador Aécio Neves de que o Estado deve aproveitar suas potencialidades. Potencial - O Brasil é um país com potencialidades e peculiaridades que o credencia a ser um grande produtor de combustíveis derivados da biomassa. Sua dimensão territorial, seu posicionamento geográfico e clima são fatores favoráveis a isso. Assim, criadas as condições necessárias à produção e tendo como certa a grande demanda interna e externa para o produto, o biodiesel tem sido reconhecido como um combustível do futuro. Participaram também da solenidade de inauguração, o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Gilman Viana, o superintendente de Tecnologia e Alternativas Energéticas da Cemig, José Henrique Diniz, a deputada federal Jô Moraes e o deputado estadual Padre João, dentre outros. Cetec inaugura laboratório para aprimorar produção de biodiesel Portal ProCana.com Renato Anselmi, de Campinas http://www.jornalcana.com.br/conteudo/noticia.asp? area=Producao&secao=Exclusivas&ID_Materia=27174 Com planta piloto para produção de biodiesel, um reator (protótipo), laboratório de química, salas de apoio e de controle de planta, a Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec) – órgão do
  4. 4. Sistema de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado - inaugura Laboratório de Biocombustíveis, em Belo Horizonte, na sexta-feira, 1º de junho, às 10h. A planta piloto, que utilizará etanol, terá capacidade de produção de 1.000 litros por dia de biodiesel, possibilitando o aprimoramento do processo de fabricação pela rota etílica, de acordo com informações da assessoria de comunicação do governo de Minas Gerais. Entre os objetivos do laboratório estão a melhoria do rendimento da transesterificação e a obtenção de um produto de qualidade. O Laboratório de Biocombustíveis foi montado com recursos, de aproximadamente R$ 1,3 milhão, provenientes da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig). O Cetec realiza trabalhos com biodiesel desde a década de 70 após a primeira grande crise do petróleo. Esse centro tecnológico integra, atualmente, o Programa Mineiro de Biodiesel – coordenado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) -, trabalhando, por exemplo, no desenvolvimento da fabricação desse biocombustível a partir de oleaginosas com potencial de cultivo em Minas Gerais. Cemig inaugura laboratório de biocombustíveis Jornal do Brasil Online (JB Online) – InvestNews A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) inaugura amanhã o laboratório de biocombustíveis na Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec). O laboratório nasceu a partir do projeto de Pesquisa e Desenvolvimento quot;Produção de Biodiesel para geração de energia elétrica em microturbinas e motores estacionáriosquot; e é coordenado pela Superintendência de Tecnologia e Alternativas Energéticas da Cemig. A intenção é a produção, controle da qualidade e utilização do biodiesel em substituição ao óleo diesel na geração elétrica de forma descentralizada. Os benefícios são a substituição de combustíveis fósseis, diminuição da emissão de gases e partículas na atmosfera e a geração de emprego e renda. O projeto originou o laboratório de biocombustíveis para otimizar tanto o processo de produção quanto o controle da qualidade do biodiesel. O laboratório vai produzir mil litros do combustível por dia. Serão realizados testes para verificar o desempenho das microturbinas e motogeradores operando com diferentes misturas de biodiesel. A partir dos resultados dos testes de desempenho nesses equipamentos, o combustível será avaliado como substituto ao diesel na geração de energia elétrica em comunidades isoladas, distantes da rede elétrica. Além de desenvolver trabalhos para a otimização da produção, o projeto prevê também o desenvolvimento de ações para melhorar a
  5. 5. qualidade do combustível. O laboratório vai realizar, de acordo com especificações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), vários tipos de análises. A Cemig investiu R$ 1 milhão no projeto Produção de Biodiesel para geração de energia elétrica em microturbinas e motores estacionários. Os recursos são originados do Programa Anual de Pesquisa e Desenvolvimento, que utiliza 1% da Receita Operacional Líquida em pesquisa e desenvolvimento, de acordo com exigência da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). CETEC inaugura laboratório de Biocombustíveis Portal Agrosoft http://www.agrosoft.org.br/index.php?q=node/24197 A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) inaugura o Laboratório de Biocombustíveis, no dia 1º de junho, às 10h, na Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec), na avenida Cândido da Silveira, 2000, no bairro Horto, em Belo Horizonte. O Laboratório é fruto do projeto de Pesquisa e Desenvolvimento – P&D Produção de Biodiesel para geração de energia elétrica em microturbinas e motores estacionários e é coordenado pela Superintendência de Tecnologia e Alternativas Energéticas da Cemig. O objetivo é a produção, controle da qualidade e utilização do biodiesel em substituição ao óleo diesel na geração elétrica de forma descentralizada. Os benefícios são a substituição de combustíveis fósseis, diminuição da emissão de gases e partículas na atmosfera e geração de emprego e renda. O projeto originou o Laboratório de Biocombustíveis para otimizar tanto o processo de produção quanto o controle da qualidade do biodiesel. O laboratório vai produzir mil litros do combustível por dia. Serão realizados testes para verificar o desempenho das microturbinas e motogeradores operando com diferentes misturas de biodiesel. A partir dos resultados dos testes de desempenho nesses equipamentos, o combustível será avaliado como substituto ao diesel na geração de energia elétrica em comunidades isoladas, distantes da rede elétrica. Além de desenvolver trabalhos para a otimização da produção, o projeto prevê também o desenvolvimento de ações para melhorar a qualidade do combustível. O laboratório vai realizar, de acordo com especificações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), vários tipos de analises. BIODIESEL O biodiesel é um combustível alternativo, que pode ser produzido a partir de óleos vegetais ou gorduras animais. É biodegradável, não tóxico e livre de enxofre com baixo impacto ambiental. Em Minas Gerais, várias espécies vegetais nativas podem ser utilizadas na
  6. 6. produção do combustível como, por exemplo, mamona, girassol, nabo- forrageiro, soja, palma, pinhão-manso, pequi, entre outras. O biodiesel vai beneficiar a população de regiões remotas com a geração de renda. A Cemig investiu R$ 1 milhão no projeto Produção de Biodiesel para geração de energia elétrica em microturbinas e motores estacionários. Os recursos são originados do Programa Anual de Pesquisa e Desenvolvimento, que utiliza 1% da Receita Operacional Líquida em pesquisa e desenvolvimento, de acordo com exigência da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Cetec inaugura laboratório de biocombustíveis em BH Diário do Comércio Notícia afixada no quadro de eventos e notícias, no saguão principal Cetec está preparado para produzir Biodiesel Matéria de capa do Jornal Minas Gerais Notícia afixada no quadro de eventos e notícias, no saguão principal Outras notícias: 1 Boletim UFMG 2 Site: www.aneel.gov.br 2 Portal Zoonews.com.br As cópias das matérias veiculadas na Tv GLOBO, BAND, REDETV, TV Assembléia, PUC TV, TV CEMIG , Rádio CBN e Rádio Inconfidência estarão disponíveis a partir de segunda- feira na Assessoria de Comunicação do CETEC.

×