Outubro 2006 BALANÇO 2006:  REALIZAÇÕES, DESAFIOS E OPORTUNIDADES
“  Minas Gerais está apresentando ao Brasil um novo modelo de gestão. Nós deixamos para trás aquela máxima de que o serviç...
PRESIDEENTE LINDOLFO EMPRESAS INSTITUIÇÕES ADMINISTRAÇÃO PUBLICA FINANÇA OPERAÇÕES GILBERTO COMERCIAL LUCIANO VICE-PRESIDÊ...
MISSÃO ANIMAR E PROMOVER O AMBIENTE   DE NEGÓCIOS DE MINAS GERAIS, AGREGANDO SOLUÇÕES INOVADORAS PARA O DESENVOLVIMENTO SU...
POSICIONAMENTO Assegurar a Minas Gerais um diferencial competitivo  para atração de investimentos, adotando como indutor d...
<ul><li>Para a consecução de seus objetivos, MinasInvest conta com representantes de alto calibre profissional e empresari...
Análise  swot  do Planejamento estratégico 2006 clima de desconfiança e autofagia. consenso  em torno da necessidade de ag...
<ul><li>Governo de Minas Gerais/US Business Council-USA/AMCHAM; </li></ul><ul><li>Fundação Dom Cabral; </li></ul><ul><li>P...
<ul><li>Consolidar o Market Place,  em especial no campo da agregação de competências, significando a capacitação da Minas...
<ul><li>IFC – SME Toolkit: Caixa de ferramenta de gestão para PME´s </li></ul><ul><li>FairVale – Comércio Justo e Solidári...
<ul><li>Visão Mundial/PE – Fairtrade.R$ 210.000 .Proposta não qualificada por estar fora do escopo geográfico do Edital. A...
<ul><li>Seminário da FEDEX de implantação de sistema (PyMEX) para exportação de pequenas e médias empresas – 28/11 </li></...
Desafios: papel inovador <ul><li>O desenvolvimento deve ser sustentável,  visando ao bem-estar social, econômico e ambient...
<ul><li>COMPETÊNCIA E SUSTENTAÇÃO : suas atividades de promoção e execução devem ser mantidas em alto nível de qualidade e...
<ul><li>NO NÍVEL CONCEITUAL: </li></ul><ul><li>MinasInvest foi formulada para atender a estratégia estadual de choque de g...
Ao buscar atrair investidores para o estado, MinasInvest percebe que  precisa ir além das  funções de construção de imagem...
<ul><li>A participação dos Sócios Fundadores  da MinasInvest não se esgota com a sua inclusão formal na sua estrutura orga...
<ul><li>    Contribuir para a criação de um ambiente de negócios  MG:   </li></ul><ul><li>Empreendendo com base na interaç...
<ul><li>A antevisão de resultados seguros e positivos da MINASINVEST </li></ul><ul><li>sustenta-se nos seguintes pilares: ...
<ul><li>  </li></ul><ul><li>A aplicação na MINASINVEST proporcionará ao investidor importantes benefícios, diretos e indir...
<ul><li>PARA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: </li></ul><ul><li>Eficiência   - Ações públicas são mais eficazes se realizadas em p...
1 viabilização do empreendimento FORMAÇÃO JURÍDICA ESTRUTURA E CAPACITAÇÕES PARCERIAS FUNDING ESTRATÉGIAS E METODOLOGIAS I...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Balanco 2006 Realizacoes Oportunidades E Desafios Da Minas Invest

640 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
640
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Balanco 2006 Realizacoes Oportunidades E Desafios Da Minas Invest

  1. 1. Outubro 2006 BALANÇO 2006: REALIZAÇÕES, DESAFIOS E OPORTUNIDADES
  2. 2. “ Minas Gerais está apresentando ao Brasil um novo modelo de gestão. Nós deixamos para trás aquela máxima de que o serviço Público é ineficientes por natureza. Estamos trazendo métodos gerenciais do setor privado, com a avaliação de desempenho e com metas estabelecidas a serem alcançadas .” (Governador Aécio Neves) MINASINVEST é um esforço de “mutirão” da sociedade civil para incentivar as iniciativas Governamentais em programas abrangentes e planejados capazes de promover o desenvolvimento sustentável do Estado. O reconhecimento de que o bem estar econômico geral da Sociedade gera condições e ambiente favoráveis para o desenvolvimento de seu empreendimento justifica o comprometimento dos Aliados de Minas no progresso sócio-econômico do Estado. MinasInvest é a aceitação da sociedade civil do convite do Governador Aécio de “sentar-se à mesa” com o Governo de Minas Gerais no desenvolvimento sócio-econômico do Estado, agregando competências e recursos da iniciativa privada. MinasInvest: Aliança de Desenvolvimento
  3. 3. PRESIDEENTE LINDOLFO EMPRESAS INSTITUIÇÕES ADMINISTRAÇÃO PUBLICA FINANÇA OPERAÇÕES GILBERTO COMERCIAL LUCIANO VICE-PRESIDÊNCIA WALDEMAR A MINASINVEST foi constituída em 13 de junho de 2005 . Fundada por um grupo de empreendedores mineiros,compromissados com o desenvolvimento sustentável de Minas, a MINASINVEST se propõe a operar como promotora/”animadora” de negócios sócio-econômicos em Minas Gerais A fase de estruturação da MINASINVEST está a cargo de uma diretoria executiva “pro tempore” eleitos até dezembro/2006. GESTÃO E PLANEJAM. Constituição e organização ASSEMBLÉIA GERAL ALIANÇAS CONSELHO FISCAL CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO CONSELHO CONSULTIVO
  4. 4. MISSÃO ANIMAR E PROMOVER O AMBIENTE DE NEGÓCIOS DE MINAS GERAIS, AGREGANDO SOLUÇÕES INOVADORAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. OBJETIVOS ESPECÍFICOS 5 <ul><li>Promover Minas como o local estratégico para negócios e investimentos internacionais, divulgando o Estado e negócios a investidores potenciais. </li></ul><ul><li>Fortalecer a economia de Minas Gerais através da elaboração de projetos que </li></ul><ul><li>impulsionem e enriqueçam o ambiente de negócio. </li></ul><ul><li>Participar, operacionalmente , em iniciativas privadas e Públicas na construção </li></ul><ul><li>de um ambiente de desenvolvimento econômico mais dinâmico do Estado. </li></ul><ul><li>Aportar capacidade empreendedora , dinamismo, gestão eficiente, celeridade aos </li></ul><ul><li>processos de investimento sócio econômico. </li></ul>Objetivos da MinasInvest
  5. 5. POSICIONAMENTO Assegurar a Minas Gerais um diferencial competitivo para atração de investimentos, adotando como indutor de negócios a capacitação de Minas no campo do Conhecimento (ciência, tecnologia, pesquisa, inovação e gestão) ESTRATÉGIA 5 Atuar como agente catalisador de uma Parceria para a Inovação, entre o setor privado, Universidade, Governo e organismos financiadores para a gestão do conhecimento aplicado à cadeia produtiva. META-SÍNTESE Articular a implantação, em Minas Gerais, de empresas inovadoras. Objetivos da MinasInvest
  6. 6. <ul><li>Para a consecução de seus objetivos, MinasInvest conta com representantes de alto calibre profissional e empresarial da iniciativa privada em seu quadro de associados: </li></ul><ul><li>André Almeida – Consultor da UNCTAD, Núcleo de internacionalização da FDC </li></ul><ul><li>Damião Paes, diretor da Fundação Dom Cabral, </li></ul><ul><li>Eduardo Grebler – Presidente da Eduardo Grebbler & Associados – </li></ul><ul><li>Emb.Carlos Moreira Garcia </li></ul><ul><li>Emerson de Almeida, Presidente da Fundação Dom Cabral </li></ul><ul><li>Elísio Baraçal Moura, diretor da BioVale Energy and Logistics </li></ul><ul><li>Gilberto Ciro Ferreira, Presidente da Docas Trading & Logistics </li></ul><ul><li>Guilherme Emrich, Presidente da Fir Capital e vice-Presidente da FIEMG </li></ul><ul><li>Jorge Perutz, Presidente da American Chamber of Commerce </li></ul><ul><li>José Epiphânio Camillo dos Santos, Presidente da Sucessu </li></ul><ul><li>José Luiz de Santana, consultor senior da Fundação Dom Cabral </li></ul><ul><li>Levindo Ozanam Coelho Santos, sócio do Fundo Novarum </li></ul><ul><li>Lindolfo Coelho Paoliello, Presidente da LP Comunicação Social e vice-presidente da ACMinas. </li></ul><ul><li>Luciano Medrado, promoção comercial do Itamaraty em Nova York, ex diretor comercial da Acesita/Arcelor Group, empresário de logística de transportes </li></ul><ul><li>Lucio Benquerer – sócio da Prosper Consultoria, ex Presidente da ACMINAS </li></ul><ul><li>Luiz Carlos Monteiro, Presidente da indústria siderúrgica Cosipar </li></ul><ul><li>Ordélio Azevedo Sette – Presidente da Azevedo Sette Associados </li></ul><ul><li>Paulo Sérgio Ribeiro da Silva, Presidente da Tora Logística e sócio da Usifast Logística </li></ul><ul><li>Ricardo Guedes, Presidente do Instituto Sensus </li></ul><ul><li>Wagner Veloso, diretor da Fundação Dom Cabral </li></ul><ul><li>Waldemar Magalhães Lopes Jr., sócio da Prosper Consultoria </li></ul><ul><li>Wilfred Brandt, Presidente da Brandt Meio Ambiente </li></ul>Gestão profissional
  7. 7. Análise swot do Planejamento estratégico 2006 clima de desconfiança e autofagia. consenso em torno da necessidade de agregação de valor aos produtos mineiros. falta de sede própria. lentidão valorização das fontes renováveis de energia. falta de visibilidade de minas gerais no cenário internacional. “ defesa do território de executivos governamentais” reconhecimento internacional da vocação do país em agroindústria. indefinição dos produtos e serviços ofertados pela minasinvest. ambiente de atraso estratégia de política econômica baseada na atração de investimentos. falta de profissionais especializados em fund- raising coesão do grupo. Parcerias Público-privadas falta sistema adequado de informações sobre mercado, investidores, recursos, etc. vontade e obstinação da diretoria infra-estrutura precária maior abertura aos investimentos internacionais. desconhecimento do mercado internacional no ambiente brasileiro de negócios. “ capacidade instalada” (competências, relacionamentos, etc dos sócios fundadores). carga tributária incompatível consenso em torno da necessidade da inovação. não utilização do conhecimento sobre o mercado internacional de sócios fundadores. Alianças estratégicas Ambiente de guerra fiscal arranjos institucionais estáveis. vocação predominantemente intelectual e institucional prerrogativas da oscip governo com mais programação do que planejamento Aderência com projeto político do governador Aécio Neves falta de capital inicial capital humano sobejo AMEAÇAS OPORTUNIDADES FRAQUEZAS FORÇAS AGENTES EXTERNOS AGENTES INTERNOS
  8. 8. <ul><li>Governo de Minas Gerais/US Business Council-USA/AMCHAM; </li></ul><ul><li>Fundação Dom Cabral; </li></ul><ul><li>Price Waterhouse Coopers; </li></ul><ul><li>FairVale – PUC Minas/Vale da Cidadania; </li></ul><ul><li>Elo/Pólo-UFMG; </li></ul><ul><li>Câmara de Comércio Luso-Brasileira em Minas Gerais; </li></ul><ul><li>BioVale Energy; </li></ul><ul><li>Vale da Cidadania; </li></ul><ul><li>Brandt Meio Ambiente; </li></ul><ul><li>INVIT Information Services; </li></ul><ul><li>Atlanta Chamber of Commerce; </li></ul><ul><li>EPAMIG </li></ul><ul><li>Fundep/UFMG; </li></ul><ul><li>Funarbe/UFV; </li></ul><ul><li>Holhos – Espaço Dr. Ricardo Guimarães –Sede da Minasinvest. </li></ul><ul><li>A presença de importantes representantes do setor privado em seu corpo e suas alianças estratégias, assegura à MinasInvest eficácia e perenidade a seus projetos e serviços da perspectiva dos investidores e clientes. </li></ul><ul><li>O fato da MinasInvest ser reconhecida pelo seu acurado conhecimento do ambiente de negócio por parte da iniciativa privada agrega valor à sua objetividade percebida e impacta as reformas e ações necessárias à implementação dos negócios. </li></ul>Resultados: acordos operacionais
  9. 9. <ul><li>Consolidar o Market Place, em especial no campo da agregação de competências, significando a capacitação da MinasInvest, e habilitando-se junto a bancos de investimentos e organismos internacionais: </li></ul><ul><li>Participação da A.Sette em alguns processos </li></ul><ul><li>Envolvimento inicial da FIR Capital em projeto com UFV e biodiesel </li></ul><ul><li>Participação da Fundação Dom Cabral na análise de alguns projetos </li></ul><ul><li>Participação do Fundo Novarum na análise de projetos com UFV e UFMG </li></ul><ul><li>Lançar a MinasInvest para seus stakeholders: </li></ul><ul><li>Firmados diversos Acordos operacionais, Governo de Minas Gerais (por meio de algumas Secretarias ), Câmaras de Comércio, Universidades, Instituições congêneres,Business School. </li></ul><ul><li>Implantar a metodologia IPA, com prioridade para o Web site </li></ul><ul><li>Buscando apoio no PNUD e web site/portal colaborativo ( sharepoint) em desenvolvimento pela renomada empresa INVIT, competência de TI da MinasInvest </li></ul><ul><li>Realizar negociações para a formação de empresas inovadoras </li></ul><ul><li>SPE BRANDT/BIOVALE – aprimoramento genético da oleaginosa pinhão-manso com inoculação de fungos micorrízicos para produção de óleo para biodiesel </li></ul><ul><li>SPE LIDERADA POR BIOVALE ENERGY – cluster de competências na cadeia produtiva do biodiesel para elaboração de projetos turn-key . </li></ul><ul><li>FUNDO NOVARUM/UFV – empreendimento (spin-off) em embalagem ativa </li></ul>Resultados/Planejamento estratégico/2006 OBJETIVO 1 - Meta síntese : 2 empresas inovadoras contratadas. OBJETIVO 2 - Meta síntese : 3 empresas inovadoras em negociação.
  10. 10. <ul><li>IFC – SME Toolkit: Caixa de ferramenta de gestão para PME´s </li></ul><ul><li>FairVale – Comércio Justo e Solidário; Projeto de Fairtrade para o Vale do Jequetinhoinha/Mucuri. Parcerias: PUC e Vale da Cidadania </li></ul><ul><li>Biodiesel Partnership: pool de competências na cadeia produtiva do biodiesel </li></ul><ul><li>INVIT – adoção de Tecnologia da Informação na Gestão Empresarial; </li></ul><ul><li>ENCADIA – Portal de serviços para escritórios de advocacia; </li></ul><ul><li>Pólo de Resíduos Industriais – Centro de Referência Tecnológica em Produção mais limpa; </li></ul><ul><li>Minasinvest Global Solutions: elaboração de projetos “ turn-key ” para possíveis investidores </li></ul><ul><li>Banco Mundial/IDENE – PCPR Programa de Combate à Pobreza Rural. Termo de Parceria – Elaboração e monitoramento de projetos – US$ 35 milhões .Proposta qualificada. Aguardando aprovação; </li></ul><ul><li>Petrobrás – Empreende Rural – Comércio Justo e Solidário/Fairtrade; R$ 520.000. Proposta recusada por motivos equivocados;impugnando. </li></ul>Resultados/Planejamento estratégico/2006 OBJETIVO 3 – Dois (2) outros empreendimentos em negociação.
  11. 11. <ul><li>Visão Mundial/PE – Fairtrade.R$ 210.000 .Proposta não qualificada por estar fora do escopo geográfico do Edital. Aguardando aplicação em Minas Gerais em parceria com PUC/MDS </li></ul><ul><li>Observatório do Desenvolvimento Sustentável & Bolsa de Projetos. Ferramenta de atração de investimentos </li></ul><ul><li>Estudo de Pólo de processamento de Resíduos Industriais e Centro de Referência de Tecnologia Mais Limpa Recursos do USTDA – U$ 500.000. Resultado esperado: subsídios para atração de processadores de resíduo. Interesse firme: Brandt Meio Ambiente </li></ul><ul><li>CEE – Concurso Internacional Restrito – Internacionalização de Pequenas e Médias Empresas Brasileiras. Euros 3.5 milhões. Consórcio ISQ-Portugal/IP-Alemanha/AETS-França/Minasinvest-Brasil.Aguardando formalização resultado pré qualificação; </li></ul>Resultados/Planejamento estratégico/2006 OBJETIVO 3 – Dois (2) outros empreendimentos em negociação.
  12. 12. <ul><li>Seminário da FEDEX de implantação de sistema (PyMEX) para exportação de pequenas e médias empresas – 28/11 </li></ul><ul><li>Seminário da US Business Council na Reunião do BID: “Brasil, uma Plataforma de Crescimento para a América Latina </li></ul><ul><li>Comercialização de projeto de embalagem ativa da Universidade Federal de Vicosa em parceria com Fundo Novarum e FIR Capital </li></ul><ul><li>Discussão em progresso com UFMG para parceria na formação de UILO (university/industry liasion office) </li></ul><ul><li>Chamada FINEP de subvenção econômica em parceria com Brandt e BioVale: aprimoramento genético da oleaginosa pinhão-manso para produção de biodiesel </li></ul><ul><li>Definindo melhores práticas e estratégias </li></ul><ul><li>Em desenvolvimento com sub-secretarias de Assuntos Internacionais e de Indústria e Comércio, INDI, IDENE e Secretaria e Ministério da Ciência e Tecnologia. </li></ul>Realizações/Planejamento estratégico/2006 OBJETIVO 4 – dois eventos de animação e promoção de negócios OBJETIVO 5 – três atividades prospeção de PD&I . OBJETIVO 6 – fund raising para a viabilização dos objetivos OBJETIVO 7 – estreitar relacionamento com Governo e firmar Acordos .
  13. 13. Desafios: papel inovador <ul><li>O desenvolvimento deve ser sustentável, visando ao bem-estar social, econômico e ambiental de toda a sociedade; </li></ul><ul><li>A participação dos segmentos empresariais e de toda a sociedade no desenvolvimento sócio-econômico é fundamental; </li></ul><ul><li>Congregar os esforços de empresas líderes nos setores estratégicos da indústria, comércio e serviço amplia o número de oportunidades de qualidade e promove o êxito geral das estratégias de desenvolvimento de negócios do Estado. </li></ul><ul><li>O desenvolvimento é missão de todos, mas não é inercial: requer forças aglutinadoras e coordenadoras para disparar o ciclo virtuoso e necessário do desenvolvimento. </li></ul><ul><li>O ambiente favorável para o crescimento criado pelo Governo atual e o peso da dimensão financeira para atender as crescentes demanda, impõem como fator mais urgente inovações e reformas ainda mais profundas. </li></ul><ul><li>MINASINVEST acredita no equilíbrio adequado entre o interesse Público e a iniciativa privada capaz de levar ao progresso social e desenvolvimento econômico e aspira assumir posição de liderança dos esforços da sociedade civil no fomento do desenvolvimento sustentável. </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  14. 14. <ul><li>COMPETÊNCIA E SUSTENTAÇÃO : suas atividades de promoção e execução devem ser mantidas em alto nível de qualidade e terem estratégias bem definidas para o desenvolvimento de negócios. </li></ul><ul><li>APORTE DE RECURSOS : considerando que suas atividades são de custos elevados, a Minasinvest precisa de estrutura e de aporte de recursos financeiros para dar encaminhamento mais eficaz às suas atividades, até a geração autosustentável de caixa. </li></ul>Desafio: competência & recursos <ul><li>Neste sentido, MINASINVEST se propõe a ser um braço operacional dos agentes do desenvolvimento do Governo e do investidor: </li></ul><ul><li>servindo como instrumento para lidar com barreiras administrativas e operacionais, oferecendo um ambiente de políticas e táticas mais amigáveis e palatáveis para canalizar os interesses dos investidores. </li></ul><ul><li>identificando alternativas simples e práticas na política de investimento e na capacidade de remover os gargalos.) </li></ul>
  15. 15. <ul><li>NO NÍVEL CONCEITUAL: </li></ul><ul><li>MinasInvest foi formulada para atender a estratégia estadual de choque de gestão na prestação dos serviços públicos. O objetivo final é articular e promover negócios e apoiar o processo de seu desenvolvimento sócio-econômico : </li></ul><ul><li>gerando divisas através dos investimentos que entram, </li></ul><ul><li>promovendo fluxos de comércio e </li></ul><ul><li>disponibilizando oportunidades de negócios para os empreendedores locais. </li></ul><ul><li>NO NÍVEL OPERACIONAL: </li></ul><ul><li>MinasInvest também está em posição de prestar serviços relevantes diretamente ao setor privado. Para preencher a função de “One Stop Shop” na atração de investimentos, ela precisa assegurar que os investidores não apenas demonstrem interesse, mas que, efetivamente, implementem e operacionalizem seus negócios, com agilidade e segurança. </li></ul>Desafio: papel mão-dupla
  16. 16. Ao buscar atrair investidores para o estado, MinasInvest percebe que precisa ir além das funções de construção de imagem, elaboradas para fazer a propaganda da atratividade geral do Estado como o melhor local para se investir. MinasInvest deve disponibilizar serviços concretos, profissionais e eficientes relacionados à prospecção, facilitação e implementação do projeto. Assim, ao desempenhar seu papel ao setor público, ela também oferece serviços valiosos para o setor privado, desenvolvendo compreensão afiada e detalhada das necessidades do investidor e das condições específicas de mercado nos segmentos de vocação do Estado. PORTANTO, MinasInvest precisa de ter ligação estreita com o governo, com fortes influências sobre o ambiente de suas políticas ,para que possa oferecer os serviços exigidos pelos investidores e clientes. E é por ela trabalhar intimamente com estes investidores, que pode viabilizar novos empreendimentos, assim como ajudar o governo a reformar o ambiente político para melhorar o ambiente de negócio. Desafio: papel mão-dupla
  17. 17. <ul><li>A participação dos Sócios Fundadores da MinasInvest não se esgota com a sua inclusão formal na sua estrutura organizacional. Deve ser formada uma cadeia de compartilhamento de competências no desenvolvimento dos negócios. </li></ul><ul><li>A contribuição direta de recursos financeiros e humanos é aporte importante, participando da elaboração e execução do Plano de Ação anual. </li></ul><ul><li>Desta forma, os investidores e associados têm a oportunidade de desempenhar um papel ativo na formulação do ambiente de negócios da MinasInvest e interação contínua com suas atividades, com vistas a dinamizar a consecução de seus objetivos. </li></ul><ul><li>Por outro lado, os associados terão à sua disposição um importante veículo que pode servir como uma base eficaz de desenvolvimento de negócios </li></ul>Desafio: recursos
  18. 18. <ul><li>  Contribuir para a criação de um ambiente de negócios MG: </li></ul><ul><li>Empreendendo com base na interação setor privado – Estado, estimulando e apoiando as técnicas de gestão por processos e de governança pública. </li></ul><ul><li>Utilizando modelos de atuação e consolidação de investimentos atualizados com os padrões e experiências internacionais. </li></ul><ul><li>Acelerando e consolidando um desenvolvimento integrado e sustentável. </li></ul><ul><li>Proporcionando a Minas vencer o desafio da inclusão social e conquistar um IDH – Índice de Desenvolvimento Humano entre os melhores patamares internacionais. </li></ul><ul><li>Criando sinergia entre o objetivo de Governo de assegurar uma sociedade de bem estar e qualidade de vida, e o objetivo empresarial de atuar em um mercado sólido e permanente. </li></ul><ul><li>MINASINVEST agrega valor aos seus clientes através de percepções estratégicas, aceleração de resultados e acesso eficiente à rede de instrumentos de desenvolvimento do Estado e da iniciativa privada . </li></ul>Oportunidade:valor do empreendimento
  19. 19. <ul><li>A antevisão de resultados seguros e positivos da MINASINVEST </li></ul><ul><li>sustenta-se nos seguintes pilares: </li></ul><ul><li>  A demanda consensual da população de Minas Gerais, no sentido de dispor de um padrão de vida digno e de bem estar. </li></ul><ul><li>  A percepção da sociedade de que a concretização dessa aspiração passa pela retomada da força econômica e política de Minas. </li></ul><ul><li>  A constatação de que a viabilização de novas formas de financiamento dos empreendimentos geradores de desenvolvimento requerem a união das forças da sociedade, orientando-se para as Parcerias-Público-Privadas (PPP) </li></ul><ul><li>A iniciativa, ousadia e inovação como novos paradigmas dos conceitos de gestão para a retomada do vigor de Minas. </li></ul><ul><li>A mudança do modelo de pensamento como chave para a transformação e crescimento. A adoção de padrões internacionais de excelência vista como condição fundamental para se assegurar competitividade e êxito. </li></ul>Oportunidade:sustentabilidade do projeto A MINASINVEST foi planejada com foco na inovação e participação da sociedade, introduzindo no Brasil conceitos que modelam as iniciativas mundiais de sucesso no campo da promoção do desenvolvimento.
  20. 20. <ul><li>  </li></ul><ul><li>A aplicação na MINASINVEST proporcionará ao investidor importantes benefícios, diretos e indiretos, tais como: </li></ul><ul><li>formulação de projetos taylor-made , capazes de dinamizar seus negócios e a atender seus planos de desenvolvimento. </li></ul><ul><li>first refusal de novas oportunidades de negócios na indução e atração de investimentos para o Estado </li></ul><ul><li>Fazer parte do MinasInvest Global Solution – serviço turn-key disponibilizado pela MinasInvest aos seus clientes/potenciais investidores. </li></ul><ul><li>Em síntese, a oportunidade de desempenhar um papel ativo na formulação de seu ambiente de negócios. </li></ul>Oportunidade: retorno do investimento Igualmente relevante, a aliança de sua imagem à participação na criação e operação da primeira IPA – Investment Promotion Agency do Brasil, contribuindo de forma inédita para o desenvolvimento sustentável de MG
  21. 21. <ul><li>PARA A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: </li></ul><ul><li>Eficiência - Ações públicas são mais eficazes se realizadas em parceria com a iniciativa privada posto que absorvem padrões de gestão mais eficazes da iniciativa privada. </li></ul><ul><li>Política de descentralização , disposta na Constituição Federal (Cap. 3, seções A e C). </li></ul><ul><li>Economia – partilha dos custos de desenvolvimento com as empresas e organizações da </li></ul><ul><li>sociedade civil </li></ul><ul><li>Consolidação das ações (atualmente dispersas) de desenvolvimento sócio econômico do Estado dentro do planejamento estratégico do Estado. </li></ul><ul><li>Agilidade - dispensa de licitação na celebração de contratos de prestação de serviços através de “Termos de Parceria” com a MINASINVEST (nos termos do Art. 24, inciso XXIV da Lei 8.666 ) e homologados pela Lei Estadual 14.970/2003; </li></ul><ul><li>Inovação - implementando um novo modelo de gestão Pública . </li></ul><ul><li>PARA AS EMPRESAS: </li></ul><ul><li>Redução de Imposto de Renda - até o limite de dois por cento do lucro operacional </li></ul><ul><li>Visibilidade internacional </li></ul><ul><li>Acesso privilegiado aos projetos, financiamento, gestão, TI (MinasInvest Global Solution) </li></ul><ul><li>Exercício da responsabilidade social e valoração acionária </li></ul>Desenvolvimento: missão de todos, ganho de todos
  22. 22. 1 viabilização do empreendimento FORMAÇÃO JURÍDICA ESTRUTURA E CAPACITAÇÕES PARCERIAS FUNDING ESTRATÉGIAS E METODOLOGIAS INTERNACIONAIS ALIANÇAS ESTRATÉGICAS COOPERAÇÃO E APOIO GOVERNAMENTAL GESTÃO EFICIENTE VISÃO A LONGO PRAZO GESTÃO EMPREENDEDORA ATRAÇÃO DO INVESTIMENTO & PROMOÇÃO DE NEGÓCIOS

×