O slideshow foi denunciado.

Definições estratégicas iniciais 2012_01

2.400 visualizações

Publicada em

Material da Disciplina de Empreendedorismo
Prof. Milton Henrique
miltonh@terra.com.br

Publicada em: Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Definições estratégicas iniciais 2012_01

  1. 1. DefiniçõesEstratégicas Iniciais Identidade Corporativa Milton Henrique do Couto Neto miltonh@terra.com.br
  2. 2. Todo ne gócio te missão m uma a cumpr ir
  3. 3. Deve te r uma vfuturo q isão do ue o no rteie
  4. 4. Deve devalores finir os que pre tende consagr ar
  5. 5. Tudo isso precisa ser muito claro para que todos osgrupos de interesse saibam exatamente o quefazer, como, quando e onde.
  6. 6. Missão• Significa a razão de ser do próprio negócio. Por que ele foi criado. Para que ele existe.• A missão da empresa está sempre centrada na sociedade. Como fazer? (tecnologia) Qual é o negócio da empresa? O que fazer? Missão (produto / serviço) Qual é o cliente e o que tem valor para ele? Para quem fazer? (mercado)
  7. 7. MissãoA missão especifica o(s) negócio(s) no(s)qual(is) a empresa pretende competir e osclientes aos quais pretende atender. O que faremos para chegar lá!
  8. 8. Missão• A missão é mais concreta que a visão;• A missão pode ser modificada em razão de transformações nas condições ambientais;• A missão deve ser ampla o suficiente para permitir o crescimento criativo da empresa.
  9. 9. • Quando a empresa foi fundada – “Entregue hoje e amanhã a sua encomenda estará nas mãos do destinatário até as dez horas da manhã.”• Atualmente – “Deixar tranquilo e sossegado o cliente que lhe confiar uma encomenda.”
  10. 10. Visão A visão é um retrato do que a empresa pretende ser e, em termos amplos, do que pretende realizar.Onde queremos chegar!
  11. 11. Visão• A visão é a imagem que o empreendedor tem a respeito do futuro do seu negócio.• É o que ele pretende que o negócio seja dentro de um certo horizonte de tempo.
  12. 12. Visão→A declaração de visão direciona a empresa para onde ela gostaria de estar nos próximos anos;→Visão é pensar com uma paixão que ajuda as pessoas sentirem o que devem fazer;→A visão força as pessoas e evoca emoções e sonhos;→A visão deve ser duradoura.
  13. 13. VISÃO Nossa visão é ser o melhor restaurante de atendimento rápido.MISSÃO Ser o melhor empregador para nossos funcionários em todas as comunidades do mundo e oferecer excelência operacional aos nossos clientes em todos nossos restaurantes.
  14. 14. VISÃO Ser o melhor laboratório farmacêutico do Brasil, preferido pelos consumidores e profissionais de saúde, por viabilizar o acesso a produtos e serviços inovadores que proporcionam saúde e bem-estar para toda a população.MISSÃO Disponibilizar continuamente, com qualidade, criatividade e rentabilidade, produtos e serviços inovadores e acessíveis, que promovam a saúde e bem-estar dos consumidores, com colaboradores motivados e capacitados e respeito às pessoas e ao meio ambiente.
  15. 15. VISÃO Um mundo de talentos comprovados, produzindo inovações revolucionárias, gerando vantagens competitivas únicas aos nossos clientes, capacitando a sociedade a superar seus desafios vitais e criando valor de forma sustentável.MISSÃO Por meio de nossa rede global de inovação e forte presença local, reunimos e desenvolvemos competências e conhecimento, dentro de uma organização de alta performance, objetivando gerar o mais elevado nível de valor agregado para nossos clientes, colaboradores, acionistas e sociedade.
  16. 16. VISÃO Ser líder mundial em geração de imagens.MISSÃO Construiremos uma cultura de classe mundial, voltada para resultados, baseada em nossos seis valores chave: Respeito pela Dignidade do Indivíduo, Integridade, Confiança, Credibilidade, Melhoria Contínua e Renovação Pessoal e Reconhecimento e Celebração, através dos quais cresceremos mais rapidamente que nossos concorrentes fornecendo aos clientes e consumidores as soluções que estes desejam para capturar, armazenar, processar, produzir e comunicar imagens entre pessoas e máquinas em qualquer lugar, a qualquer hora.
  17. 17. Auto-análise Periódica• As empresas, segundo Peter Drucker, deveriam fazer periodicamente uma auto-análise, respondendo: • Qual é o nosso negócio hoje? • Qual deveria ser o nosso negócio hoje? • Qual será o nosso negócio amanhã? • Quem é o nosso cliente hoje? • Quem será o nosso cliente amanhã? • Qual é o valor do nosso negócio para o nosso cliente? Repensar e re-escrever a missão
  18. 18. Missão da IBM com o passar dos anos início da década de 50: “computadores”; computadores fim da década de 50: “processamento de dados”; dados início da década de 60: “manipulação de informações”; informações fim da década de 60: “solução de problemas”; problemas início da década de 70: “desenvolvimento de alternativas”; alternativas início dos anos 80: “otimização de negócios”; negócios início da década de 90: “desenvolvimento de novos negócios das empresas”; empresas fim da década de 90: “satisfazer as necessidades de resolução de problemas de negócios”; e negócios Atualmente: “Reuniremos o melhor da IBM deede nossos parceiros de de nossos parceiros de negócios s para efetivar a mudança e otimizar o desempenho de negócios para nossos clientes”. clientes
  19. 19. Objetivo• Objetivos são estados desejáveis que se pretende alcançar e realizar;• Enquanto o objetivo não é alcançado, constitui um alvo, uma meta;• Quando é atingido, deixa de ser algo desejável para tornar-se uma realidade e;• Nesse momento, deve-se definir outro objetivo, provavelmente mais desafiador e complexo do que o anterior.
  20. 20. Objetivos Organizacionais• Representam os fins que a empresa pretende alcançar através de suas operações. Vantagens: •Objetivos ajudam na tomada de Importante: decisão;•Numa empresa, geralmente, existe •Objetivos fornecem padrões paramais de um objetivo; medir a performance da empresa;•Face a escassez de recursos, os •Objetivos são mais fáceis de seestrategistas devem estabelecer transformar em ação do que aprioridades entre os objetivos. missão.
  21. 21. Metas• Como medir se estamos chegando lá! Diferença entre Objetivo e Meta Objetivo: Aumentar as vendas Meta: Aumentar as vendas em 10 % num prazo de 2 anos O objetivo é algo que se quer alcançar e a meta é a quantificação desse alvo. (Cobra, 1992)
  22. 22. Valores• Um conjunto de crenças e princípios que guiam as ações e atividades de uma empresa.
  23. 23. Valores
  24. 24. Visão, Missão e Valores
  25. 25. EconômicoAmbiente Sociocultural Global Tecnológico Político/Jurídico Demográfico
  26. 26. Ambiente Econômico Taxas de juros; Taxas de inflação; Déficit/superávit comerciais; Produto interno bruto;
  27. 27. Ambiente Sociocultural Mulheres no mercado de trabalho; Diversidade de mão de obra; Preocupação com o meio ambiente; Atitudes em relação a qualidade de vida profissional;
  28. 28. Ambiente Tecnológico Inovação dos produtos; Aplicação do conhecimento; Novas tecnologias; Foco nos gastos de P & D;
  29. 29. Ambiente Global Acontecimentos políticos importantes; Mercados globais; Diferenças culturais e institucionais; Países emergentes;
  30. 30. Ambiente Demográfico• Tamanho da população;• Mistura étnica;• Distribuição de renda;• Concentração geográfica;
  31. 31. Ambiente Político/Jurídico• Legislação tributária;• Legislação antitruste;• Filosofias de desregulamentação;• Políticas educacionais e de emprego;
  32. 32. Fatores ou variáveis ambientais externas Econômicas Sociais Políticas Demográficas Culturais Legais Tecnológicas Ecológicas Situação Aquisição Nível de Taxa de socioeconômica Nível de Área Monetárias Densidade tecnológica desenvolvimento inflação de cada segmento alfabetização tributária pelo País ecológico da população Situação sindical Desenvolvimento (organização, Nível de Área Índices de Taxa de juros Tributárias Mobilidade tecnológico participação escolaridade trabalhista poluição pelo País e ideologias) Situação político- Transferência de Mercado de partidária De distribuição Taxa de Veículo de Área Legislações tecnologia capitais (org., patic. de rendas crescimento comunicação de criminalista existentes pelo País e ideologias) massa (estrutura, níveis Nível do Composição e Proteção de De relações de audiência e de Áreaproduto nacional distribuição marca e internacionais concentração) comercial bruto da população patentes Legislativa Velocidade das Balanço de Processo (federal, estadual mudanças pagamentos migratório e municipal) tecnológicas Nível de orçamento Nível de De estatização de pesquisa e reservas ou de desenvolvimento cambiais privatização do País Nível de Nível de De estruturadistribuição de incentivos do poder rendas governamentais O ambiente externo é incontrolável
  33. 33. AmbienteAmbiente Interno Ambiente Externo Ambiente Econômico; Empresa; Ambiente Demográfico; Clientes; Ambiente Sociocultural; Fornecedores; Ambiente Político-Legal; Intermediários. Ambiente Tecnológico; Ambiente Competitivo
  34. 34. AmbienteTecnológico Demográfico Econômico ORGANIZAÇÃO Fornecedores Intermediários CLIENTES Públicos Concorrentes Político Meio- Sócio Legal Ambiente Cultural
  35. 35. Análise Ambiental Matriz SWOTStrenghts = Potencialidades Oportunities = OportunidadesWeeknesses = Fragilidades Threats = Ameaças Ambiente Interno Ambiente Externo Análise PFOA: PFOA “Potencialidades e Fragilidades que se relacionam às Oportunidades e Ameaças do mercado”.
  36. 36. Ambiente Interno• FORÇA – É uma característica da empresa que lhe confere vantagem estratégica;• FRAQUEZA – É uma característica da empresa que lhe confere desvantagem estratégica;
  37. 37. Impacto das forças e fraquezas na expectativa da empresa Lucro Ação de um ponto forte Expectativa de resultado da empresa Ação de um ponto fraco Tempo
  38. 38. Ambiente Externo• OPORTUNIDADE – É uma condição no ambiente que, se explorada, ajuda a empresa a obter competitividade estratégica;• AMEAÇA – É uma condição do ambiente que pode impedir os esforços de uma empresa em obter competitividade estratégica;
  39. 39. Impacto da oportunidade eda ameaça na expectativa da empresa Lucro Ação de uma oportunidade Expectativa de resultado da empresa Ação de uma ameaça Tempo
  40. 40. Análise Ambiental AMBIENTE EXTERNO Oportunidades AmeaçasAMBIENTE INTERNO Forças Potencialidades Capacidade (Pontos Fortes) de ação ofensiva Defensiva Fraquezas (Pontos Fracos) Debilidades Vulnerabilidade
  41. 41. Força e Oportunidade ATACAR Até que ponto a FORÇA analisada pode colaborar para o aproveitamento da OPORTUNIDADE em consideração?
  42. 42. Força e Ameaça DEFENDER Até que ponto a FORÇA analisada pode colaborar para superar a AMEAÇA em consideração?
  43. 43. Fraqueza e Oportunidade PREPARAR Até que ponto a FRAQUEZA analisada pode prejudicar o aproveitamento da OPORTUNIDADE em consideração?
  44. 44. Ameaças e Fraquezas REZAR Até que ponto a FRAQUEZA analisada pode agravar a concretização da AMEAÇA em consideração?
  45. 45. Análise da Atratividade de um Negócio• Negócio Ideal • Negócio Arriscado – Oportunidades: ALTAS – Oportunidades: BAIXAS – Ameaças: BAIXAS – Ameaças: ALTAS• Negócio Especulativo • Negócio Maduro – Oportunidades: ALTAS – Oportunidades: BAIXAS – Ameaças: ALTAS – Ameaças: BAIXAS

×