SlideShare uma empresa Scribd logo
A FAMÍLIA COMO AGENTE DE PREVENÇÃO 
E DE IDENTIFICAÇÃO PRECOCE DA SURDEZ 
COMPONENTES DO GRUPO: 
IRACILDA DE PAULA 
IRAILSA DA SILVA 
JAQUELINE OLIVEIRA 
MARIA DO SOCORRO 
MILCA 
SANDRA
FAMÍLIA 
A criança nasce dentro de uma 
família que é o centro, a base 
depois vai para a escola onde 
será moldada juntamente com 
a família para um convívio em 
sociedade. 
ESCOLA 
A escola e a família tem o 
papel de preparar essa 
criança em um adulto 
ciente dos seus direitos e 
deveres para conviver em 
sociedade. 
SOCIEDADE
O ser humano percebe o mundo e seu 
semelhante por intermédio dos seus cinco 
sentidos que são: audição, visão,olfato, paladar 
e tato. E quando uma criança nasce sem um 
desses, logo deve ser percebido pela a família, 
ou quando ela começar a frequentar a escola 
essa deficiência é percebida.
Em se tratando da pessoa com 
surdez, isso fica mais fácil de ser percebido 
porque a audição é como se fosse a 
“antena” dela e quando esse individuo não 
ouve, fica desatento, distraído e isso facilita 
a percepção tanto da família quanto da 
equipe escolar perceber essa deficiência. E 
a Escola tem um papel fundamental na 
percepção de algum problema que ela 
venha a ter durante o período escolar.
A privação da surdez provoca na criança o 
chamado “isolamento” um fator importante para a 
integração e a estabilidade emocional. Quando ela 
não tem esse sentido, usa os outros, principalmente 
a visão, para obter um controle. 
• Myklebust (1975) Diz que a 
organização e a estruturação 
psicológica da criança surda difere 
daquela apresentada pela criança 
ouvinte, pela privação do sentido 
que opera à distância (audição), o 
que obriga o organismo a fazer 
trocas, forçando-o a integrar sua 
experiência de modo deferente.
Como podemos evitar situações de 
risco?
Ao ficarmos noivos 
Exames Pré-Nupciais 
solicitados para a mulher. 
• Papanicolau 
• Hemograma completo 
• Tipagem sanguínea 
• Glicemia 
• EAS (exame do sedimento urinário 
• Exame de fezes 
• Reação sorológica para a sífilis 
• Reação sorológica para rubéola 
• Sorologias para hepatite B e C 
• Sorologia para HIV (deverá ser 
solicitada com o consentimento do 
casal 
Exames Pré-Nupciais 
solicitados para o homem. 
• Espermograma completo 
• Hemograma completo 
• Tipagem sanguínea 
• EAS (exame do sedimento urinário) 
• Exame de fezes 
• Glicemia 
• Reação sorológica para a sífilis 
• Sorologias para hepatite B e C 
• Sorologia para HIV
Nos Mulheres... 
• Rubéola 
• Fotor RH 
Futuras Mamães 
• Só tomar remédios com 
indicações médicas! 
• Faça exames pré-natais! 
• Alimente-se bem! 
• Evite ficar perto de pessoas 
com doenças infecciosas.
Papai e mamãe, seu bebê 
esta chegando... 
• Procurem um hospital ou 
um médico para o 
momento do parto! 
Atos de amor... 
• Vacinem seu bebê contra 
meningite, sarampo, 
caxumba. 
• Participem das campanhas 
de vacinação promovidas 
pela Secretaria de Saúde.
Slide - A Família como agente de prevenção e de identificação precoce da surdez
Papai e Mamãe... 
• Deem ao bebê, somente remédios que os médico mandar. 
• Levem o bebê ao medico, quando ele estiver com febre ou 
com dor de ouvido. 
• Tratem imediatamente os resfriados comuns e as infecções de 
ouvido.
OS PAIS PODEM PERCEBER PRECOCEMENTE, 
A SURDEZ DO SEU FILHO?
Principais índicos de deficiência 
auditiva 
• Não se assustar com portas que batem ou 
outros ruídos fortes ; 
• Não acordar com musica alta ou outros 
barulhos repentinos; 
• Não atender quando são chamadas; 
• Não falar após os dois anos de idade ; 
• Serem distraídas, desatentas, desligadas, 
apáticas,não se concentrar
Qual a razão do diagnóstico precoce ?
Teste da orelhinha
O teste e obrigatório por lei ? 
Sim!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ouvir No Silencio Slide
Ouvir No Silencio SlideOuvir No Silencio Slide
Ouvir No Silencio Slide
ebezerraf
 
Sexualidade Sem Tabus - Apresentação Final
Sexualidade Sem Tabus - Apresentação FinalSexualidade Sem Tabus - Apresentação Final
Sexualidade Sem Tabus - Apresentação Final
guest63f1fa
 
FAMÍLIA COMO FOI QUE EU NASCI
FAMÍLIA COMO FOI QUE EU NASCIFAMÍLIA COMO FOI QUE EU NASCI
FAMÍLIA COMO FOI QUE EU NASCI
odetecapelesso
 
Diversidade sexual na escola
Diversidade sexual na escolaDiversidade sexual na escola
Diversidade sexual na escola
Louis Oliver
 
cartilha sexualidade
 cartilha sexualidade cartilha sexualidade
cartilha sexualidade
SA Asperger
 
Apresentação sobre sexologia
Apresentação sobre sexologiaApresentação sobre sexologia
Apresentação sobre sexologia
starsexologia
 
Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)
Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)
Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)
Rosane Domingues
 
Sexualidade infantil
Sexualidade infantil Sexualidade infantil
Sexualidade infantil
Dhilma Freitas
 
Expressão da sexualidade infantil
Expressão da sexualidade infantilExpressão da sexualidade infantil
Expressão da sexualidade infantil
Leonarda Macedo
 
África: Conhecendo e Desmistificando Preconceitos - Prof. Marisa Fontoura
África: Conhecendo e Desmistificando Preconceitos - Prof. Marisa FontouraÁfrica: Conhecendo e Desmistificando Preconceitos - Prof. Marisa Fontoura
África: Conhecendo e Desmistificando Preconceitos - Prof. Marisa Fontoura
Alexandre da Rosa
 
Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)
Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)
Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)
jornadaeducacaoinfantil
 
Educação Sexual - 2º Ciclo
Educação Sexual - 2º CicloEducação Sexual - 2º Ciclo
Educação Sexual - 2º Ciclo
Jorge Barbosa
 
Slide erotização
Slide erotizaçãoSlide erotização
Slide erotização
kady2014
 
Karol
KarolKarol
Karol
srrpo
 
Slides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto Kaplan
Slides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto KaplanSlides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto Kaplan
Slides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto Kaplan
Projeto Ações Preventivas na Escola
 
O Meu Corpo 1º E 2º Anoscomp
O Meu Corpo  1º E 2º AnoscompO Meu Corpo  1º E 2º Anoscomp
O Meu Corpo 1º E 2º Anoscomp
educarasaude
 
A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.
A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.
A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.
lucavao2010
 
A educação sexual no pré escolar
A educação sexual no pré escolarA educação sexual no pré escolar
A educação sexual no pré escolar
Maria Amaral
 
Educação sexual na_escola_jovens_2014
Educação sexual na_escola_jovens_2014Educação sexual na_escola_jovens_2014
Educação sexual na_escola_jovens_2014
SMEdeItabaianinha
 

Mais procurados (19)

Ouvir No Silencio Slide
Ouvir No Silencio SlideOuvir No Silencio Slide
Ouvir No Silencio Slide
 
Sexualidade Sem Tabus - Apresentação Final
Sexualidade Sem Tabus - Apresentação FinalSexualidade Sem Tabus - Apresentação Final
Sexualidade Sem Tabus - Apresentação Final
 
FAMÍLIA COMO FOI QUE EU NASCI
FAMÍLIA COMO FOI QUE EU NASCIFAMÍLIA COMO FOI QUE EU NASCI
FAMÍLIA COMO FOI QUE EU NASCI
 
Diversidade sexual na escola
Diversidade sexual na escolaDiversidade sexual na escola
Diversidade sexual na escola
 
cartilha sexualidade
 cartilha sexualidade cartilha sexualidade
cartilha sexualidade
 
Apresentação sobre sexologia
Apresentação sobre sexologiaApresentação sobre sexologia
Apresentação sobre sexologia
 
Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)
Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)
Diversidade sexual na escola (cartilha do projeto)
 
Sexualidade infantil
Sexualidade infantil Sexualidade infantil
Sexualidade infantil
 
Expressão da sexualidade infantil
Expressão da sexualidade infantilExpressão da sexualidade infantil
Expressão da sexualidade infantil
 
África: Conhecendo e Desmistificando Preconceitos - Prof. Marisa Fontoura
África: Conhecendo e Desmistificando Preconceitos - Prof. Marisa FontouraÁfrica: Conhecendo e Desmistificando Preconceitos - Prof. Marisa Fontoura
África: Conhecendo e Desmistificando Preconceitos - Prof. Marisa Fontoura
 
Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)
Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)
Gênero e sexualidade na Educação Infantil (Jonas Alves da Silva Junior)
 
Educação Sexual - 2º Ciclo
Educação Sexual - 2º CicloEducação Sexual - 2º Ciclo
Educação Sexual - 2º Ciclo
 
Slide erotização
Slide erotizaçãoSlide erotização
Slide erotização
 
Karol
KarolKarol
Karol
 
Slides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto Kaplan
Slides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto KaplanSlides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto Kaplan
Slides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto Kaplan
 
O Meu Corpo 1º E 2º Anoscomp
O Meu Corpo  1º E 2º AnoscompO Meu Corpo  1º E 2º Anoscomp
O Meu Corpo 1º E 2º Anoscomp
 
A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.
A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.
A lei 10.639/03 e a Formação Contínua.
 
A educação sexual no pré escolar
A educação sexual no pré escolarA educação sexual no pré escolar
A educação sexual no pré escolar
 
Educação sexual na_escola_jovens_2014
Educação sexual na_escola_jovens_2014Educação sexual na_escola_jovens_2014
Educação sexual na_escola_jovens_2014
 

Destaque

A família do surdo
A família do surdoA família do surdo
A família do surdo
EDITORA ARARA AZUL
 
O que os surdos adultos têm a dizer aos pais de crianças
O que os surdos adultos têm a dizer aos pais de criançasO que os surdos adultos têm a dizer aos pais de crianças
O que os surdos adultos têm a dizer aos pais de crianças
Nilda de Oliveira Campos
 
TICs como Suporte as Atividades Diarias de Pessoas Surdas
TICs como Suporte as Atividades Diarias de Pessoas SurdasTICs como Suporte as Atividades Diarias de Pessoas Surdas
TICs como Suporte as Atividades Diarias de Pessoas Surdas
Soraia Prietch
 
1551 Deficiencia Auditiva
1551 Deficiencia Auditiva1551 Deficiencia Auditiva
1551 Deficiencia Auditiva
Ana Lúcia Lemes Nunes Silva
 
Surdez
SurdezSurdez
Surdez
Cassia Dias
 
Práticas Pedagógicas Inclusivas: Refletindo sobre o aluno surdo
Práticas Pedagógicas Inclusivas: Refletindo sobre o aluno surdoPráticas Pedagógicas Inclusivas: Refletindo sobre o aluno surdo
Práticas Pedagógicas Inclusivas: Refletindo sobre o aluno surdo
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Educacao Inclusiva e Tecnologias Assistivas
Educacao Inclusiva e Tecnologias AssistivasEducacao Inclusiva e Tecnologias Assistivas
Educacao Inclusiva e Tecnologias Assistivas
silvanatsal
 
Educação de Surdos
Educação de SurdosEducação de Surdos
Educação de Surdos
Vanessa Dagostim
 

Destaque (8)

A família do surdo
A família do surdoA família do surdo
A família do surdo
 
O que os surdos adultos têm a dizer aos pais de crianças
O que os surdos adultos têm a dizer aos pais de criançasO que os surdos adultos têm a dizer aos pais de crianças
O que os surdos adultos têm a dizer aos pais de crianças
 
TICs como Suporte as Atividades Diarias de Pessoas Surdas
TICs como Suporte as Atividades Diarias de Pessoas SurdasTICs como Suporte as Atividades Diarias de Pessoas Surdas
TICs como Suporte as Atividades Diarias de Pessoas Surdas
 
1551 Deficiencia Auditiva
1551 Deficiencia Auditiva1551 Deficiencia Auditiva
1551 Deficiencia Auditiva
 
Surdez
SurdezSurdez
Surdez
 
Práticas Pedagógicas Inclusivas: Refletindo sobre o aluno surdo
Práticas Pedagógicas Inclusivas: Refletindo sobre o aluno surdoPráticas Pedagógicas Inclusivas: Refletindo sobre o aluno surdo
Práticas Pedagógicas Inclusivas: Refletindo sobre o aluno surdo
 
Educacao Inclusiva e Tecnologias Assistivas
Educacao Inclusiva e Tecnologias AssistivasEducacao Inclusiva e Tecnologias Assistivas
Educacao Inclusiva e Tecnologias Assistivas
 
Educação de Surdos
Educação de SurdosEducação de Surdos
Educação de Surdos
 

Semelhante a Slide - A Família como agente de prevenção e de identificação precoce da surdez

Sindrome de-down (1)
Sindrome de-down (1)Sindrome de-down (1)
Sindrome de-down (1)
Ana Paula Custodio
 
Sindrome de-down everton
Sindrome de-down evertonSindrome de-down everton
Sindrome de-down everton
JOSÉ MONTEIRO LIMA
 
Gravidez na adolescência
Gravidez na adolescênciaGravidez na adolescência
Gravidez na adolescência
Mayjö .
 
Aquisição da linguagem oral
Aquisição da linguagem oralAquisição da linguagem oral
Aquisição da linguagem oral
Yuri Gadelha
 
Manual da criança hospitalizada
Manual da criança hospitalizadaManual da criança hospitalizada
Manual da criança hospitalizada
gisa_legal
 
9 c 7
9 c 79 c 7
Transtornos da infância precoce e primeira infância
Transtornos da infância precoce e primeira infânciaTranstornos da infância precoce e primeira infância
Transtornos da infância precoce e primeira infância
EDSON ALAN QUEIROZ
 
Ser down e por que
Ser down e por queSer down e por que
Ser down e por que
Claudia Vicente
 
Mod 1- Introdução à surdez e à Libras.pdf
Mod 1- Introdução à surdez e à Libras.pdfMod 1- Introdução à surdez e à Libras.pdf
Mod 1- Introdução à surdez e à Libras.pdf
DevilsoNEnoque1
 
Cartilha direitos
Cartilha direitosCartilha direitos
Cartilha direitos
mariasidnei35
 
Direitos pessoasautismo leitura
Direitos pessoasautismo leituraDireitos pessoasautismo leitura
Direitos pessoasautismo leitura
ACECTALCT
 
Autismo - Liga de Pediatria UNICID
Autismo - Liga de Pediatria UNICIDAutismo - Liga de Pediatria UNICID
Autismo - Liga de Pediatria UNICID
Liga De Pediatria Med Unicid
 
O que não pode faltar na Primeira Visita Domiciliar ao Recém Nascido e à sua ...
O que não pode faltar na Primeira Visita Domiciliar ao Recém Nascido e à sua ...O que não pode faltar na Primeira Visita Domiciliar ao Recém Nascido e à sua ...
O que não pode faltar na Primeira Visita Domiciliar ao Recém Nascido e à sua ...
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
[c7s] Desvendando doenças
[c7s] Desvendando doenças [c7s] Desvendando doenças
[c7s] Desvendando doenças
7 de Setembro
 
Direitospessoasautismo leitura
Direitospessoasautismo leituraDireitospessoasautismo leitura
Direitospessoasautismo leitura
SimoneHelenDrumond
 
Pré natal-e-recém-nascido
Pré natal-e-recém-nascidoPré natal-e-recém-nascido
Pré natal-e-recém-nascido
Astra Veículos
 
O Jeito Prader-Willi
O Jeito Prader-WilliO Jeito Prader-Willi
O Jeito Prader-Willi
Gustavo Mini
 
Gravidez Na AdolescêNcia
Gravidez Na AdolescêNciaGravidez Na AdolescêNcia
Gravidez Na AdolescêNcia
guest000399
 
Seminário - Deficiência Auditiva
Seminário - Deficiência Auditiva Seminário - Deficiência Auditiva
Seminário - Deficiência Auditiva
grupouniao
 
Aula educação inclusiva na psicopedagogia
Aula educação inclusiva na psicopedagogiaAula educação inclusiva na psicopedagogia
Aula educação inclusiva na psicopedagogia
therezasophia
 

Semelhante a Slide - A Família como agente de prevenção e de identificação precoce da surdez (20)

Sindrome de-down (1)
Sindrome de-down (1)Sindrome de-down (1)
Sindrome de-down (1)
 
Sindrome de-down everton
Sindrome de-down evertonSindrome de-down everton
Sindrome de-down everton
 
Gravidez na adolescência
Gravidez na adolescênciaGravidez na adolescência
Gravidez na adolescência
 
Aquisição da linguagem oral
Aquisição da linguagem oralAquisição da linguagem oral
Aquisição da linguagem oral
 
Manual da criança hospitalizada
Manual da criança hospitalizadaManual da criança hospitalizada
Manual da criança hospitalizada
 
9 c 7
9 c 79 c 7
9 c 7
 
Transtornos da infância precoce e primeira infância
Transtornos da infância precoce e primeira infânciaTranstornos da infância precoce e primeira infância
Transtornos da infância precoce e primeira infância
 
Ser down e por que
Ser down e por queSer down e por que
Ser down e por que
 
Mod 1- Introdução à surdez e à Libras.pdf
Mod 1- Introdução à surdez e à Libras.pdfMod 1- Introdução à surdez e à Libras.pdf
Mod 1- Introdução à surdez e à Libras.pdf
 
Cartilha direitos
Cartilha direitosCartilha direitos
Cartilha direitos
 
Direitos pessoasautismo leitura
Direitos pessoasautismo leituraDireitos pessoasautismo leitura
Direitos pessoasautismo leitura
 
Autismo - Liga de Pediatria UNICID
Autismo - Liga de Pediatria UNICIDAutismo - Liga de Pediatria UNICID
Autismo - Liga de Pediatria UNICID
 
O que não pode faltar na Primeira Visita Domiciliar ao Recém Nascido e à sua ...
O que não pode faltar na Primeira Visita Domiciliar ao Recém Nascido e à sua ...O que não pode faltar na Primeira Visita Domiciliar ao Recém Nascido e à sua ...
O que não pode faltar na Primeira Visita Domiciliar ao Recém Nascido e à sua ...
 
[c7s] Desvendando doenças
[c7s] Desvendando doenças [c7s] Desvendando doenças
[c7s] Desvendando doenças
 
Direitospessoasautismo leitura
Direitospessoasautismo leituraDireitospessoasautismo leitura
Direitospessoasautismo leitura
 
Pré natal-e-recém-nascido
Pré natal-e-recém-nascidoPré natal-e-recém-nascido
Pré natal-e-recém-nascido
 
O Jeito Prader-Willi
O Jeito Prader-WilliO Jeito Prader-Willi
O Jeito Prader-Willi
 
Gravidez Na AdolescêNcia
Gravidez Na AdolescêNciaGravidez Na AdolescêNcia
Gravidez Na AdolescêNcia
 
Seminário - Deficiência Auditiva
Seminário - Deficiência Auditiva Seminário - Deficiência Auditiva
Seminário - Deficiência Auditiva
 
Aula educação inclusiva na psicopedagogia
Aula educação inclusiva na psicopedagogiaAula educação inclusiva na psicopedagogia
Aula educação inclusiva na psicopedagogia
 

Último

A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 

Último (20)

A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 

Slide - A Família como agente de prevenção e de identificação precoce da surdez

  • 1. A FAMÍLIA COMO AGENTE DE PREVENÇÃO E DE IDENTIFICAÇÃO PRECOCE DA SURDEZ COMPONENTES DO GRUPO: IRACILDA DE PAULA IRAILSA DA SILVA JAQUELINE OLIVEIRA MARIA DO SOCORRO MILCA SANDRA
  • 2. FAMÍLIA A criança nasce dentro de uma família que é o centro, a base depois vai para a escola onde será moldada juntamente com a família para um convívio em sociedade. ESCOLA A escola e a família tem o papel de preparar essa criança em um adulto ciente dos seus direitos e deveres para conviver em sociedade. SOCIEDADE
  • 3. O ser humano percebe o mundo e seu semelhante por intermédio dos seus cinco sentidos que são: audição, visão,olfato, paladar e tato. E quando uma criança nasce sem um desses, logo deve ser percebido pela a família, ou quando ela começar a frequentar a escola essa deficiência é percebida.
  • 4. Em se tratando da pessoa com surdez, isso fica mais fácil de ser percebido porque a audição é como se fosse a “antena” dela e quando esse individuo não ouve, fica desatento, distraído e isso facilita a percepção tanto da família quanto da equipe escolar perceber essa deficiência. E a Escola tem um papel fundamental na percepção de algum problema que ela venha a ter durante o período escolar.
  • 5. A privação da surdez provoca na criança o chamado “isolamento” um fator importante para a integração e a estabilidade emocional. Quando ela não tem esse sentido, usa os outros, principalmente a visão, para obter um controle. • Myklebust (1975) Diz que a organização e a estruturação psicológica da criança surda difere daquela apresentada pela criança ouvinte, pela privação do sentido que opera à distância (audição), o que obriga o organismo a fazer trocas, forçando-o a integrar sua experiência de modo deferente.
  • 6. Como podemos evitar situações de risco?
  • 7. Ao ficarmos noivos Exames Pré-Nupciais solicitados para a mulher. • Papanicolau • Hemograma completo • Tipagem sanguínea • Glicemia • EAS (exame do sedimento urinário • Exame de fezes • Reação sorológica para a sífilis • Reação sorológica para rubéola • Sorologias para hepatite B e C • Sorologia para HIV (deverá ser solicitada com o consentimento do casal Exames Pré-Nupciais solicitados para o homem. • Espermograma completo • Hemograma completo • Tipagem sanguínea • EAS (exame do sedimento urinário) • Exame de fezes • Glicemia • Reação sorológica para a sífilis • Sorologias para hepatite B e C • Sorologia para HIV
  • 8. Nos Mulheres... • Rubéola • Fotor RH Futuras Mamães • Só tomar remédios com indicações médicas! • Faça exames pré-natais! • Alimente-se bem! • Evite ficar perto de pessoas com doenças infecciosas.
  • 9. Papai e mamãe, seu bebê esta chegando... • Procurem um hospital ou um médico para o momento do parto! Atos de amor... • Vacinem seu bebê contra meningite, sarampo, caxumba. • Participem das campanhas de vacinação promovidas pela Secretaria de Saúde.
  • 11. Papai e Mamãe... • Deem ao bebê, somente remédios que os médico mandar. • Levem o bebê ao medico, quando ele estiver com febre ou com dor de ouvido. • Tratem imediatamente os resfriados comuns e as infecções de ouvido.
  • 12. OS PAIS PODEM PERCEBER PRECOCEMENTE, A SURDEZ DO SEU FILHO?
  • 13. Principais índicos de deficiência auditiva • Não se assustar com portas que batem ou outros ruídos fortes ; • Não acordar com musica alta ou outros barulhos repentinos; • Não atender quando são chamadas; • Não falar após os dois anos de idade ; • Serem distraídas, desatentas, desligadas, apáticas,não se concentrar
  • 14. Qual a razão do diagnóstico precoce ?
  • 16. O teste e obrigatório por lei ? Sim!