Biografia de luis sepulveda

8.589 visualizações

Publicada em

este trabalho foi excelente tive um muito bom

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.589
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
51
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Biografia de luis sepulveda

  1. 1. • Dados sobre a vida e a obra de Luís de Sepúlveda.• Apreciação crítica sobre a obra de leitura recreativaHistória de uma Gaivota e do gato que a ensinou avoar.Segundo período
  2. 2. • Autor: Luís Sepúlveda• Título do Livro: “História de umaGaivota e do Gato que a ensinou avoar”• Editora: ASA• Data de publicação: 1ª publicação-Maio de 1997
  3. 3. É um romancista, realizador, roteirista,jornalista e ativista político. Vive atualmenteem Gijón, Espanha, após viver entre Hamburgoe Paris.Luís Sepúlveda nasceu a 4 de outubro de 1949 numapequena aldeia no Norte do seu país (Chile).
  4. 4. Luís Sepúlveda começou a escrever quando frequentava o Liceu de Santiago do Chile.Curiosamente, compunha contos pornográficos que recopiavapara vender aos seus colegas!Com seu primeiro livro, Crónicas de Pedro Nadie, em 1969, ganhou oPrémio Casa das Américas e também uma bolsa de estudo de cinco anos, naUniversidade Lomonosov, de Moscovo.Em 1989, publicou o seu primeiro romance, Un Viejo Que LiaNovelas de Amor (O Velho Que Lia Romances de Amor), quequase revelou um sucesso imediato e internacional, tendo sidotraduzido para cerca de trinta e cinco línguas.Em 1970, conseguiu um diploma em Encenação Teatral, atividadeque começou a exercer, dedicando também parte do seu tempo à política,à direção de uma cooperativa agrícola e à locução de programas de rádio.
  5. 5. Membro ativo da Unidade Popular Chilena, nos anossetenta, teve de abandonar o país após o golpe militar dePinochet. Viajou e trabalhou no Brasil, Uruguai, Paraguai e Peru.Viveu no Equador entre os índios Shuar, participando numamissão de estudo da UNESCO. Sepúlveda era, na altura, amigo deChico Mendes, herói da defesa da Amazónia e dedicou –lheO Velho que Lia Romances de Amor, o seu maior sucesso.Perspicaz narrador de viagens e aventureiro nos confinsdo mundo, Sepúlveda concilia com sucesso o gosto peladescrição de lugares sugestivos e paisagens irreais com o desejode contar histórias sobre o homem, através da sua experiência,dos seus sonhos, das suas esperanças.
  6. 6. . Diário de um Killer Sentimental. Encontro de Amor num País em Guerra. História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar. Mundo do Fim do Mundo. Nome de Toureiro. O Velho que Lia Romances de Amor. Patagónia ExpressClique aqui para ver as imagens de cada obra
  7. 7. Aspetos mais interessantes: a amizade que se verifica na passagem emque o gato Zorbas e os seus companheiros tentam ajudar a Ditosa avoar.Apreciação global da obra: Esta obra é como um aviso aos Homens,para que não formem marés negras, pois quem sofre grande parte dasvezes são os animais que vão ao mar apenas para se alimentarem.A obra tem uma grande moral: Quando perseveramos acabamos porconseguir fazer tudo aquilo que queremos.A expressão/frase que mais gostei de toda a obra foi:“ Zorbas permaneceu ali a contemplá-la, até que não soube se foram asgotas de chuva ou as lágrimas que lhe embaciaram os olhos amarelosde gato grande, preto e gordo, de gato bom, de gato nobre, de gato deporto.”
  8. 8. http://images.google.pt/http://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:P%C3%A1gina_principalhttp://www.infopedia.pt/Livros e obras de luís Sepúlveda

×