Comunicação mais eficaz com o modelo DiSC

1.951 visualizações

Publicada em

Breve apresentação sobre o modelo comportamental DiSC no contexto da comunicação, nomeadamente no âmbito da saúde. Conteúdo maioritariamente obtido em www.manager-tools.com

Publicada em: Aperfeiçoamento pessoal
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.951
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
127
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Comunicação mais eficaz com o modelo DiSC

  1. 1. Comunicação mais eficaz com o modelo DiSC Sessão Clínica ULS Guarda 16 de Julho de 2014
  2. 2. Intenções: 1. Maximizar a eficácia e eficiência da vossa comunicação 2. Tornarem-se melhores comunicadores, capazes de se adaptarem a diferentes estilos de comunicação 3. Perceberem como melhorar a empatia e as relações com os outros através da comunicação 4. Adquirir uma estrutura conceptual para perceber que estilo de comunicação usar com cada pessoa
  3. 3. Fontes e recursos: 1. The Effective Communications Conference (28/01/14) 2. Manager Tools podcasts 3. www.manager-tools.com
  4. 4. Exemplos de Modelos de caracterização • Eneagrama • Modelo Ned Herrmann - Cérebro esquerdo/direito (Sperry) - Cérebro cortical/límbico (MacLean)
  5. 5. Exemplos de Modelos de caracterização • Strengths Finder • DiSC
  6. 6. Algumas noções prévias
  7. 7. Esquema de Comunicação: Contexto e situação
  8. 8. Perspetivas: O poeta é um fingidor. Finge tão completamente Que chega a fingir que é dor A dor que deveras sente. E os que lêem o que escreve, Na dor lida sentem bem, Não as duas que ele teve, Mas só a que eles não têm. E assim nas calhas de roda Gira, a entreter a razão, Esse comboio de corda Que se chama coração Fernando Pessoa Autopsicografia
  9. 9. Comportamento Vs Interpretação
  10. 10. Comportamentos 1. Físico 2. Vocal 3. Verbal
  11. 11. (Pseudo) Teste
  12. 12. 1. Dois eixos perpendiculares
  13. 13. 2. Caneta no ponto de intercepção
  14. 14. 3. Mexer 1cm de acordo com: 1. Tende a falar mais em pessoas ou em tarefas? (D ou E) 2. Tende a ser reservado/a ou assertivo/a? (B ou C) 3. Tende a sorrir? (Não – E; Sim - D) 4. Tende a interromper pessoas? (Não – B; Sim - C) 5. Tende a falar alto? (Sim – C; Não – B) 6. Tende a usar mais “acho” ou “sinto”? (E ou D) 7. Usa gestos grandes? (Sim – C; Não – B) 8. Tende a ser resumido ou conversador? (E ou D) 9. Costuma fazer contacto visual? (Sim – C; Não – B)
  15. 15. DiSC
  16. 16. Cada grupo = tendência comportamental Dominância Influência Consciência/con sistência eStabilidade PessoasTarefa Reservado Assertivo
  17. 17. Perfis DiSC • Dominância – Alcança sucesso ao tomar ações decisivas em direção ao objetivo • Influência – alcança sucesso ao persuadir outros a trabalhar com ele em direção ao objetivo • eStabilidade: Trabalha com os outros como parte de uma equipa para atingir o sucesso • Consciência – trabalha dentro de regras e procedimentos para assegurar sucesso
  18. 18. Dominância • Forças: • Confortável numa posição de liderança • Solucionador de problemas • Consegue fazer decisões difíceis • Sem medo de confrontar • Vê a mudança como um desafio • Permanece focado na missão
  19. 19. Dominância • Limitações (outros podem ver): • Intimidante • Insensível • Brusco • Impaciente • Intolerante • Pouco acessível • Exemplo: Margaret Thatcher
  20. 20. Influência • Forças: • Sempre disponível para outros • Inspirador de estar ao pé • Espalha atitude positiva • Elogia outros
  21. 21. Influência • Limitações (outros podem ver): • Tarefas acabam perdidas • Projetos não são terminados • Falta organização • Examplo: Bill Clinton
  22. 22. eStabilidade • Forças: • Bom trabalhador em equipa • Empático com as necessidades dos outros • Metódico • Bom ouvinte • Fácil de se dar bem com • Apreciador do louvor dos outros
  23. 23. eStabilidade • Limitações (outros podem ver): • Indeciso • Indireto • Às vezes incapacitado pelos problemas dos outros • Resistente à mudança • Exemplo: Madre Teresa de Calcutá
  24. 24. Consciência • Forças: • Detalhado • Segue padrões de forma precisa • Consciente • Diplomático • Preciso • Justo (porque seguir as regras faz isso)
  25. 25. Consciência • Limitações (outros podem ver): • Demasiado preocupado com perfeição • Distante • Decisões demoradas • Quer mais informação • “Picuinhas” com coisas de menor • Exemplo: Bill Gates
  26. 26. DiSC na Saúde
  27. 27. DiSC na Saúde • Dominância – Querer resolver problemas; Salvar vidas • Influência – Ser o responsável pela saúde de outros. Ser O Médico. • eStabilidade: Ajudar os Outros; Fazer os outros sentirem-se bem; Medicina de compaixão. • Consciência – Querer perceber como o corpo funciona e como os problemas são solucionados; Diagnosticar
  28. 28. O DiSC na Saúde Dominância Influência Consciência/con sistência eStabilidade PessoasTarefa Reservado AssertivoCirúrgicas Médicas
  29. 29. Para que serve o DiSC? • Consciência • Aceitação • Feedback (alteração de comportamentos) • Coaching • Evitar e gerir conflitos • Gestão de equipas • Provavelmente todo o tipo de interação (ex. brainstorming)
  30. 30. Discussão
  31. 31. www.manager-tools.com Quase tudo isto e mais em :
  32. 32. miguelcabralpinho@gmail.com facebook.com/miguel.cabral twitter.com/miguel__cabral slideshare.net/miguel_cabral

×