A magia dos contos2

1.558 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.558
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A magia dos contos2

  1. 2. <ul><li>Público envolvido : Alunos da 7ª série do ensino fundamental, professor de Língua portuguesa com auxílio do professor de História, Ciências e Artes. Colaboração da coordenação e da direção escolar. </li></ul>
  2. 3. <ul><li>Duração do projeto </li></ul><ul><li>4 a 5 semanas </li></ul>
  3. 4. <ul><li>A figura do herói, na sociedade atual, está em evidência devido ao grande sucesso de livros que foram traduzidos em cinema como os do Harry Potter, O encantador de Raios, O Senhor dos Anéis e atualmente a série de livros escritos por Stephenie Meyer que abordam os vampiros. Os professores poderão aproveitar o interesse de seus alunos no assunto e trabalhar os contos fantásticos em sala de aula. </li></ul>
  4. 5. <ul><li>           Os contos fantásticos, de acordo com Regina Zilberman, são aqueles em que a magia desempenha um papel fundamental. Temos a presença de um herói que é colocado diante de obstáculos e antagonistas mais fortes que ele. Para realizar sua façanha esse herói necessita e usufrui de algum poder que é adquirido em troca de alguma conduta de ordem moral. A magia, nesses contos tem a capacidade transformar os acontecimentos, entretanto o protagonista, uma pessoa comum, desprovida de poderes, raramente pode interferir com poderes mágicos. </li></ul>
  5. 6. <ul><li>Um projeto como o em questão estão envolvidas diversas questões éticas, entre elas a valorização da autoria em tempo em que a cópia e a transformação são utilizadas em larga escala. Desse modo, o professor poderá trabalhar também a importância de citar fontes de pesquisa e, assim, contribuir para a construção de um povo que valoriza sua própria cultura e a utiliza para criar novas produções sem dar o devido destaque aos elementos utilizados. </li></ul>
  6. 7. <ul><li>Objetivos </li></ul><ul><li>Incentivar a leitura. </li></ul><ul><li>Trabalhar o conto fantástico como gênero textual passível de ser traduzido em diversas mídias. </li></ul><ul><li>Conscientizar os alunos sobre a importância de citar as fontes ao utilizar de material produzido por outras pessoas </li></ul><ul><li>Realizar trabalho em equipe. </li></ul><ul><li>Desenvolver pequenos vídeos baseados nos contos escritos. </li></ul><ul><li>Desenvolver habilidades para a criação e escrita de contos. </li></ul>
  7. 8. <ul><li>Mídia impressa – livros, revistas, jornais </li></ul><ul><li>computador </li></ul><ul><li>celulares </li></ul><ul><li>câmeras digitais </li></ul>
  8. 9. <ul><li>1- O s alunos escrevem contos fantásticos a partir do tema brevidade da vida. No primeiro momento serão realizadas reflexões sobre o que são contos fantásticos. Os alunos escreverão os textos, trocarão as atividades para melhorar o texto, depois passará pela correção do professor . </li></ul>
  9. 10. <ul><li>2 - Com os textos reescritos, o professor faz uma sessão de leitura dos contos e abre uma votação para que a classe escolha apenas um para ser transformado em vídeo. </li></ul><ul><li>3 - o professor dividirá a sala em  três grandes grupos que cuidarão das pesquisas de imagens (grupo 1), de áudio (grupo 2) e de roteirização (grupo 3). </li></ul>
  10. 11. <ul><li>4 - As cenas do vídeo serão gravadas de celulares e câmeras digitais disponíveis. Aqui novamente haverá uma divisão em grupos: um que atuará, outro que cuidará do cenário, outro de adereços e figurinos, outro cuidará da gravação e outros que sejam necessários para o processo. </li></ul>
  11. 12. <ul><li>5 - A edição será realizada em programas de edição freeware. Após a finalização do vídeo haverá uma aula em que serão comparados o conto original, o roteiro e o vídeo final. Serão discutidas em sala as dificuldades percebidas, o que poderia ser melhorado, ou seja, como melhor desenvolver o projeto. </li></ul>
  12. 13. <ul><li>                O processo inteiro será realizado, tanto os produtos criados como as discussões geradas por eles. Por se tratar de um trabalho de equipe, haverá avaliação também da forma como os alunos interagiram entre si. O professor, em muitos momentos, terá que amenizar conflitos, administrar o tempo e controlar para que o projeto seja um sucesso. </li></ul>
  13. 14. <ul><li>    Este projeto permite que vídeos sejam divulgados e comentados por outros alunos de escolas diferentes. Criado com o intuito de expandir o uso de celulares nas escolas para que a escola se torne mais divertida, pautado nos conceitos de construção interativa do conhecimento, inclusão criativa e inovação no aprender. </li></ul>
  14. 15. <ul><li>Fátima de Cássia Teixeira Soares </li></ul><ul><li>Hilda Santos </li></ul>
  15. 16. <ul><li>ZILBERMAN, Regina. O Conto Fantástico: Características E Trajetória Histórica </li></ul>

×