O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Toxicologia ayurvédica por Élio Lampreia

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 21 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Quem viu também gostou (20)

Anúncio

Mais de Michele Pó (14)

Anúncio

Mais recentes (20)

Toxicologia ayurvédica por Élio Lampreia

  1. 1. INSTITUTO DE MEDICINA TRADICIONAL CURSO GERAL DE NATUROPATIA E CIÊNCIAS TRADICIONAIS HOLÍSTICAS TOXICOLOGIA (AGADA TANTRA) NA MEDICINA AYURVEDA CADEIRA: Medicina Ayurvédica I DOCENTE: Michele Pó DISCENTE: Élio Lampreia – 7997
  2. 2. INDÍCE • INTRODUÇÃO • AYURVEDA • AYUS • DOSHAS • DESENVOLVIMENTO • HARMONIA • AMA • CAUSAS • SINTOMAS • SINAIS • AGADA CHIKITSA/AGADA TANTRA/VISHA CHIKITSA • CONCLUSÃO • BIBLIOGRAFIA E WEBGRAFIA
  3. 3. INTRODUÇÃO • Ayurveda (ayus = vida e veda = conhecimento ou ciência) • “ciência da vida”; “conhecimento da vida” ou “ciência da longevidade” • “conhecimento do ciclo da vida” • Ayus: - manifestação complexa combinação • do corpo (sarira) • dos sentidos (indriajas) • da mente (sattwa) • do espirito (atma)
  4. 4. INTRODUÇÃO • Ayurveda dividido em oito ramos: • Kaya chikitsa (cuida dos desequilíbrio internos do corpo) • Bala chikitsa (aborda de forma especial as doenças infantis) • Graha chikitsa (relacionado com as doenças mentais e emocionais) • Vurdwanga chikitsa (enfoca doenças que se localizam na cabeça e no pescoço) • Salya chikitsa (dedica-se às doenças de natureza cirúrgica) • Damshtra ou Agada chikitsa, Agada Tantra, Visha chikitsa (trata dos aspetos relativos à toxicologia) • Jara chikitsa ou Rasayana (destina-se à promoção da longevidade, também chamada de ciência do rejuvenescimento) • Vrusha ou Vajeekara chikitsa (consagra os tónicos e revigorantes, também chamada ciência dos afrodisíacos)
  5. 5. DESENVOLVIMENTO • A HARMONIA (estado de saúde) • Agni (o metabolismo) esteja em condição balanceada; • Vata, Pitta e Kapha estejam em equilíbrio; • Urina, Fezes e Suor sejam produzidos e eliminados normalmente; • Os sete tecidos do corpo estejam funcionando normalmente: • Rasa (plasma) • Rakta (glóbulos sanguíneos) • Mamsa (músculos) • Meda (tecido gorduroso) • Asthi (tecidos ósseo e nervoso) • Majja (medula óssea) • Sukra (tecidos reprodutores); • A mente, os sentidos e a consciência estejam trabalhando em conjunto e de maneira harmoniosa.
  6. 6. DESENVOLVIMENTO • AMA • Forma-se a partir de partículas tóxicas impropriamente digeridas • Acumula-se em qualquer parte do organismo onde exista uma debilidade • Tem sempre a forma de uma sustância incompletamente digerida • Não é homogéneo • Tem muito mau cheiro • É muito causador de doença • Produz letargia no corpo. • obstruem os canais físicos do corpo • Obstruem os canais não fixos (Nadis)
  7. 7. DESENVOLVIMENTO • CAUSAS DA PRODUÇÃO DE AMA Agnimandya (baixo fogo digestivo) Dhatu-agnimandya (baixo fogo tissular) Mala Sanchaya (acumulação de produtos de desperdício) Dosha sammurcchan (Interação entre doshas desequilibrados) Krimi visha (toxinas bacterianas)
  8. 8. DESENVOLVIMENTO • SINTOMAS DE AMA • Srotorodha (obstrução) • Debilidade ou redução do poder de trabalho em qualquer parte ou órgão • Obstrução do movimento de Vata • Pesadez e letargia • Língua saburrenta (em particular ao acordar de manhã) • Perturbações metabólicas: Obesidade, diabetes
  9. 9. DESENVOLVIMENTO • SINAIS DE AMA • Sentimentos de pesadez • cabeça inchada • pensamento pouco claro • cefaleias e dores • Meteorismo • Gases • manchas na pele • febre • Falta de energia • Estado doente • Maus odores corporais (hálito, suor, urina, muco, fezes) • Presença de muco nas fezes • Urinas turvas • Perda de apetite • Perda de paladar • Sensação de indigestão • Sabor doce pegajoso na boca. • Língua profunda, resvaladiça, delgada, cheia de saburra.
  10. 10. DESENVOLVIMENTO • SINAIS CONTEMPORÂNEOS DE AMA • Hipertrigliceridemia • Arteriosclerose • Diabetes mellitus tipo II • Hiperglicemia • Depressão • Fator reumático • Presença de Helicobacter pylorii • Leucocitose ou leucocitopenia • Excesso de anticorpos • Cândida albicans no intestino ou no útero • uremia elevada • excesso de plaquetas • Níveis elevados de IGE • Policitemia • Enzimas hepáticas elevadas • Pressão intraocular elevada • Infeção bacteriana • Temperatura elevada • Tumores • Litíase vesicular • Litíase urinária
  11. 11. DESENVOLVIMENTO • AGADA CHIKITSA, AGADA TANTRA OU VISHA CHIKITSA • Diferentes métodos de limpeza dos venenos para fora do corpo • Recomenda antídotos para venenos específicos • Relacionado com uma vasta gama de toxinas naturais da vida selvagem • animais, aves, insetos, plantas incluindo as ervas aromáticas, vegetais, minerais • Venenos artificiais preparados a partir de drogas venenosas • Poluição do ar e da água VENENO
  12. 12. AGADA CHIKITSA, AGADA TANTRA OU VISHA CHIKITSA • ORIGEM: • Escola de toxicologia, fundada por Kashyapa (Vriddhakashyapa) Royal Vaidyas (médicos) Vishavaidyas (Toxicólogos)
  13. 13. AGADA CHIKITSA, AGADA TANTRA OU VISHA CHIKITSA • EXISTEM 2 TIPOS DE VENENOS • Venenos Naturais • Sthaavara - venenos inanimados ou o composto de venenos com origem vegetal e minerais tóxicos, metais ou minerais que são encontrados no interior da crosta terrestre. • Jangama - venenos animados provenientes de animais como cobras, escorpiões, vermes, insetos, etc. • Venenos Artificiais • Inventados e preparados combinando diferentes tipos de venenos animados e inanimados
  14. 14. AGADA CHIKITSA, AGADA TANTRA OU VISHA CHIKITSA • Descrição e as desvantagens de alimentos de qualidades opostas, drogas e alimentos que causam sintomas de intoxicação crónica • Descrições de certos venenos que são utilizados como medicamentos após bom processamento e quantificação Drogas vegetais (reserpina, atropina) VISHA UPA-VISHAMEDICINA ANCESTRAL Forma Bruta Processo de refinamento e de desintoxicaçã o - Shodhana Vishannatva (angústia) Vishada (tristeza)
  15. 15. AGADA CHIKITSA, AGADA TANTRA OU VISHA CHIKITSA • Descrições elaboradas sobre as ervas aromáticas, as suas propriedades e indicações • Charaka : - necessidade de um conhecimento completo das ervas e sua utilidade na terapêutica - “um veneno mortal pode tornar-se um ótimo remédio se for administrado corretamente”
  16. 16. AGADA CHIKITSA, AGADA TANTRA OU VISHA CHIKITSA • CLASSIFICAÇÃO DOS VENENOS • Critérios básicos – origem; base; propriedades; potência, etc. • TOXICIDADE E POTÊNCIA • Em Geral São Classificados em 3 Tipos: • Sthavara (aqueles que pertencem aos sais minerais ou ao grupo das ervas venenosas) • Jangam (obtidos a partir do reino animal) • Kritrima (resultado de uma indesejada manipulação de medicamentos) Mahavisha – mais tóxicos na Natureza Upavisha – menos tóxicos na Natureza
  17. 17. AGADA CHIKITSA, AGADA TANTRA OU VISHA CHIKITSA • A IMPORTANCIA DA PURIFICAÇÃO DO VENENO • ACÓNITO • “Bhava Prakasha” - o efeito mau/tóxico atribuído ao “Ashodhita Vishas” (substâncias tóxicas não purificadas) são minimizados quando estes são usados depois de serem submetidos a Shodhana. • os “Vishas” devem ser essencialmente submetidos a Shodhana antes de serem utilizados na terapêutica. na sua forma bruta é depressor cardíaco purificado pela urina de vaca é convertido para estimulante cardíaco
  18. 18. AGADA CHIKITSA, AGADA TANTRA OU VISHA CHIKITSA • PROCESSAMENTO GERAL DAS SUBSTÂNCIAS VENENOSAS ANTES DO CONSUMO • Gomutra Nimajjana (imersão em urina de vaca por um determinado período) • Swedana (ferver em diferentes líquidos como leite de vaca, leite de cabra, urina de vaca, extratos vegetais e Kanjika, etc.) • Bharjana (fritar com ou sem ghee) • Bhavana (maceração e/ou trituração com sumos de vegetais) • Nihsnehana (redução do conteúdo oleoso) • Kshalana (lavar com água quente) • Nistvachikarana (é o processo de decorticação – retirar cobertura envolvente)
  19. 19. LISTA DE SUBSTÂNCIAS VENENOSAS NO ÂMBITO DA AYURVEDA Drogas de Origem Vegetal Drogas de Origem Animal Drogas de Origem Mineral Ahipena - Papaver somniferum Linn. Sarpavisha- veneno de cobra Gauripashana- Arsénico Arka- Calotropis gigantea (Linn.) R. Br. ex. Ait. Hartala- Arsénio sulfídrico Bhallataka- Semecarpus anacardium Linn. F. Manahashila- Arsénio sulfídrico Bhanga- Cannabis sativa Linn. Parada- Mercúrio Danti - Baliospermum monatanum Mull. Arg. Rasa Karpura - Hydrargyri subchloridum Dhattura- Datura metal Linn.. Tuttha- sulfato de cobre SCHEDULEE(1) das DROGAS ECOSMÉTICOS ACT, 1940 Drogas de Origem Vegetal Drogas de Origem Animal Drogas de Origem Mineral Gunja - Abrus precatirius Linn. Hingula - Cinábrio Jaipala (Jayapala)- Croton tiglium Linn Sindura - óxido vermelho de chumbo Karaveera- Nerium indicum Mill. Girisindura - óxido vermelho de mercúrio Langali - Gloriosa superba Linn Parasika Yavani - Hyoscyamus niger Linn. Snuhi - Euphorbia neriifolia Linn. Vatsanabha - Acontium chasmanthum StapfexHolm Vishamushti - Strychnox nuxvomica Linn Shringivisha - Aconitum chasmanthum Stapfex Holm. SCHEDULE E (1) das DROGAS E COSMÉTICOS ACT, 1940
  20. 20. CONCLUSÃO • A toxicologia (Damshtra ou Visha Chikitsa) é um dos oito ramos da Medicina Ayurveda • “Damshtra” refere-se aos dentes de uma cobra venenosa • “Visha” é qualquer substância que pode causar doença ou até mesmo a morte para o homem ou outro ser vivo • Qualquer sustância pode tornar-se tóxica quando tomada em excesso • Existem várias plantas que têm frutos ou flores altamente tóxicas mas que podem ser usados como remédio • As substâncias que causam doença chamam-se toxinas • As principais são as toxinas de picadas de cobra, insetos, etc., toxinas de ingestão por comer, beber ou inalar • Alimentos incompatíveis também podem agir como toxina
  21. 21. BIBLIOGRAFIA E WEBGRAFIA • Kbharwany. Medicina Ayurvedica: Ayurveda, a Ciência Médica da longa Vida. Espaço Essência. 2009. Retirado de http://terapiasaromaticas.blogspot.pt/2009/07/medicina-ayurvedica.html • http://www.alfinal.com/nutricion/ama.php • http://alecrimdaterra.blogspot.pt/2011/04/ama-toxinas-segundo-o- ayurveda.html • Binorkar S. Agada Tantra: Introduction. AgadaTantra – Forensic Medicine & Toxicology. 2012. Retirado de https://agadatantra.wordpress.com/page/4/ • http://www.nhp.gov.in/visha-upavisha-metals-in-ayurveda_mtl • Vendrame F. S. A Contribuição para a Naturologia do Estudo dos Doshas e seus Desequilíbrios. Universidade Anhembi Morumbi. São Paulo. 2012

×