PIMENTA LONGA- PIPER
LONGUM
Sara Elisabete Precatado Morgado
Nº6609 3º Naturopatia
DOCENTE: Michele Pó
CADEIRA: Medicina A...
SUMÁRIO
1. INTRODUÇÃO
2. Breve definição de Piperaceae
3. Pimenta Longa – Piper Longum
4. Breve história
5. Propriedades e...
1. INTRODUÇÃO
Este trabalho visa a abordagem do tema princípios activos e
terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa, sendo...
2. BREVE DEFINIÇÃO DE PIPERACEAE
• Piperaceae é uma família de plantas Magnólideas, que
engloba diversas variedades de pim...
3. PIMENTA LONGA – PIPER LONGUM
• Muitas vezes chamada de Pimenta-longa-
javanesa, Indiana ou Indonésia.
• Da família Pipe...
• O fruto da pimenteira consiste de muitos frutos minúsculos,
embutidos numa espiga floral.
• Os frutos contêm o alcalóide...
• Chegou à Grécia no século V ou VI a.C.
• Hipócrates, foi o primeiro escritor a mencioná-
la e refere-se como medicamento...
• A procura de fontes mais baratas e confiáveis de pimenta-
preta impulsionou novas descobertas em alternativa a
pimenta-l...
• É afrodisíaco, analgésico, anti-helmíntico, carminativo,
estimulante circulatório, expectorante, rejuvenescedor, tónico
...
• Evaluation of the Efficacy & Biochemical Mechanism of Cell
Death Induction by Piper longum Extract Selectively in In-
Vi...
• Actualmente, a quimioterapia é limitada principalmente aos
medicamentos genotóxicos que estão associados a efeitos
secun...
• Os resultados deste estudo indicaram que a pimenta longa,
induz selectivamente a apoptose independentemente das
caspases...
• Actualmente a Pimenta-longa é cultivada pelo seu fruto, o
qual é geralmente seco e usado como especiaria
e condimento na...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa

1.122 visualizações

Publicada em

Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa
Activ Principles of Pipoer Longum
Sara Morgado
Michele Pó

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.122
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Princípios Activos e Terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa

  1. 1. PIMENTA LONGA- PIPER LONGUM Sara Elisabete Precatado Morgado Nº6609 3º Naturopatia DOCENTE: Michele Pó CADEIRA: Medicina Ayurvédica ANO LECTIVO: 2014/2015
  2. 2. SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. Breve definição de Piperaceae 3. Pimenta Longa – Piper Longum 4. Breve história 5. Propriedades e usos medicinais 6. Estudo científico Sara Morgado Nº6609| Cadeira: Medicina Ayurvédica|3ºNaturopatia
  3. 3. 1. INTRODUÇÃO Este trabalho visa a abordagem do tema princípios activos e terapêuticos Ayurvédicos da Pimenta Longa, sendo o seu principal objectivo apresentar as vantagens e os benefícios da Pimenta Longa enquanto especiaria e planta medicinal. Sara Morgado Nº6609| Cadeira: Medicina Ayurvédica|3ºNaturopatia
  4. 4. 2. BREVE DEFINIÇÃO DE PIPERACEAE • Piperaceae é uma família de plantas Magnólideas, que engloba diversas variedades de pimentas. • É predominantemente tropical, inclui cinco géneros e aproximadamente 4000 espécies. • Algumas plantas desta família tem aplicações medicinais e outras são condimentares. • Esta é uma família bastante comum nas formações florestais brasileiras. Sara Morgado Nº6609| Cadeira: Medicina Ayurvédica|3ºNaturopatia
  5. 5. 3. PIMENTA LONGA – PIPER LONGUM • Muitas vezes chamada de Pimenta-longa- javanesa, Indiana ou Indonésia. • Da família Piperaceae, cultivada pelo seu fruto, o qual é geralmente seco e usado como especiaria e condimento. • É um parente próximo da Piper nigrum(pimenta preta), tendo um sabor similar ao desta, mas geralmente mais picante. Sara Morgado Nº6609| Cadeira: Medicina Ayurvédica|3ºNaturopatia
  6. 6. • O fruto da pimenteira consiste de muitos frutos minúsculos, embutidos numa espiga floral. • Os frutos contêm o alcalóide piperina, o que contribui para a sua pungência. Sara Morgado Nº6609| Cadeira: Medicina Ayurvédica|3ºNaturopatia 3. PIMENTA LONGA – PIPER LONGUM Figura 3
  7. 7. • Chegou à Grécia no século V ou VI a.C. • Hipócrates, foi o primeiro escritor a mencioná- la e refere-se como medicamento e não como especiaria. • A pimenta-longa era uma especiaria importante e bem conhecida antes da descoberta Europeia do Novo Mundo. • A sua história, foi várias vezes fundida com a da Pimenta-preta, mas o filósofo da antiga Grécia chamado de Teofrasto, conseguiu descodificar estas duas grandes plantas, após ter publicado uma obra de botânica sobre as mesmas. Sara Morgado Nº6609| Cadeira: Medicina Ayurvédica|3ºNaturopatia 4. BREVE HISTÓRIA
  8. 8. • A procura de fontes mais baratas e confiáveis de pimenta- preta impulsionou novas descobertas em alternativa a pimenta-longa; após a descoberta do Novo Mundo e das plantas de Capsicum (pimentos), designadas pelos espanhóis Pimientos (usando a palavra espanhola para pimenta-longa), é que a popularidade da pimenta-longa se desvaneceu. Sara Morgado Nº6609| Cadeira: Medicina Ayurvédica|3ºNaturopatia 4. BREVE HISTÓRIA
  9. 9. • É afrodisíaco, analgésico, anti-helmíntico, carminativo, estimulante circulatório, expectorante, rejuvenescedor, tónico estimulante, tónico digestivo. • Na Índia é utilizado como remédio medicinal e actua em várias patologias, artrite, asma, bronquites, dor de cabeça, dor de dente, catarro, ciática, dispepsia, epilepsia, flatulência (gases intestinais), gota, inchaços, laringite, muco, paralisia, resfriados, reumatismo, rinite, tosse, tumores abdominais, vómito e vermes Sara Morgado Nº6609| Cadeira: Medicina Ayurvédica|3ºNaturopatia 5. PROPRIEDADES E USOS MEDICINAIS
  10. 10. • Evaluation of the Efficacy & Biochemical Mechanism of Cell Death Induction by Piper longum Extract Selectively in In- Vitro and In-Vivo Models of Human Cancer Cells. Sara Morgado Nº6609| Cadeira: Medicina Ayurvédica|3ºNaturopatia 6. ESTUDO CÍENTIFICO
  11. 11. • Actualmente, a quimioterapia é limitada principalmente aos medicamentos genotóxicos que estão associados a efeitos secundários graves, devido à segmentação não selectiva dos tecidos normais. Os produtos naturais podem desempenhar um papel significativo no desenvolvimento da maioria dos agentes quimioterapêuticos. • Para avaliar e validar cientificamente o potencial anticancerígeno do extracto etanólico do fruto da pimenta- longa, uma planta da família piperaceae que tem sido usada na medicina tradicional, especialmente Ayurveda. Foi investigado o mecanismo de acção anticancerígeno da Pimenta longa contra as células cancerígenas. Sara Morgado Nº6609| Cadeira: Medicina Ayurvédica|3ºNaturopatia 6. ESTUDO CÍENTIFICO
  12. 12. • Os resultados deste estudo indicaram que a pimenta longa, induz selectivamente a apoptose independentemente das caspases em células cancerosas, por direccionamento a mitocôndria, que conduz à dissipação do potencial da membrana mitocondrial. A eficácia da pimenta longa em estudos in vivo indicam que a administração oral é capaz de parar o crescimento de tumores de cancro do cólon em ratos imunocomprometidos, com nenhuma toxicidade associada. Estes resultados demonstraram como o extracto de pimenta longa, pode ser uma alternativa potencialmente segura e não tóxica para o tratamento do cancro. Sara Morgado Nº6609| Cadeira: Medicina Ayurvédica|3ºNaturopatia 6. ESTUDO CÍENTIFICO
  13. 13. • Actualmente a Pimenta-longa é cultivada pelo seu fruto, o qual é geralmente seco e usado como especiaria e condimento na Índia, devido ao seu desaparecimento na Europa após a era dos Novos Descobrimentos, pois foi substituída por outras pimentas, especificamente, pela Pimenta-preta, por ser mais facilmente encontrada bem como o seu custo financeiro. Sara Morgado Nº6609| Cadeira: Medicina Ayurvédica|3ºNaturopatia 7. CONCLUSÃO

×