Funções Terapêuticas do óleo na massagem e óleos essenciais
Introdução <ul><li>Os óleos essenciais são óleos perfumados que estão presentes em muitas plantas. Estes óleos chamados de...
Óleos essenciais <ul><li>Os óleos essenciais utilizam-se em vários sistemas curativos, tais como: aromaterpia, medicina ay...
Cuidados a ter com os óleos essenciais   <ul><li>Guardar e usar adequadamente para preservar as suas propriedades curativa...
Óleo essencial de pinho   As gemas, agulhas e casca contêm o óleo essencial, que é responsável pela sua acção anti-séptica...
Curiosidade Sendo uma sempre-verde, o pinheiro simboliza a imortalidade. No Japão, representa a força de carácter e a ener...
Óleo essencial de jasmim <ul><li>Óleo essencial de Jasmim: Este óleo tem propriedades antiespasmódicas (dores menstruais),...
Curiosidade <ul><li>Esta flor perfumada é muito apreciada na Índia. É um símbolo de amor e por isso é utilizada nas grinal...
Óleo essencial de Rosa <ul><li>Óleo essencial de Rosa: Este óleo tem propriedades anti-sépticas, regula a menstruação, mel...
Curiosidade <ul><li>Curiosidade: Mais do que qualquer outra flor, a rosa e o seu simbolismo impregnam a consciência humana...
Óleos <ul><li>Todos lembramos que quando éramos crianças a nossa mãe costumava esfregar um unguento amentolado no peito pa...
Cuidados a ter com os óleos <ul><li>Os óleos não devem conter aditivos. </li></ul><ul><li>Optar por óleos vegetais orgânic...
Óleo de semente de linhaça <ul><li>Por ser um óleo rico em vitamina E, torna-se valioso na recuperação da pele.  </li></ul...
Curiosidade <ul><li>O Linho era semeado durante os meses de Outubro e Novembro, procedendo-se a um ritual muito caracterís...
Óleo de Sésamo <ul><li>Esta planta tem vindo a ser utilizada desde o século IV a.C.  como remédio para as dores de dentes ...
Curiosidade <ul><li>Os indianos consideravam as sementes do gergelim sagradas.  </li></ul><ul><li>No túmulo de Ramsés III ...
Óleo de Girassol <ul><li>Contêm as preciosas vitaminas F, pseudo vitaminas que na realidade são ácidos gordos, e vitaminas...
Curiosidade Os livros antigos contam um mito que fala da paixão de uma estrela pelo Sol, o mito do girassol. Dizem que exi...
Os óleos na massagem <ul><li>Uma massagem deve sempre começar pela extremidade dos membros para subir em direcção ao coraç...
Movimentos utilizados na massagem <ul><li>Movimentos acariciantes: Por meio de carências lentas e rítmicas, fricciona-se o...
Massagem ayurvédica <ul><li>Tem como objectivo restaurar o bem-estar físico, mental, energético e emocional, reequilibrand...
<ul><li>Não esquecendo os óleos essências (que são o fundamento deste trabalho) que são extremamente utilizados nesta mass...
<ul><li>melhoria da estrutura óssea; </li></ul><ul><li>maior resistência às enfermidades; </li></ul><ul><li>Retardamento d...
Bibliografia <ul><li>Manual de Medicinas Complementares </li></ul><ul><li>Signos e Símbolos </li></ul><ul><li>A saúde pelo...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Funções Terapêuticas do Óleo na Massagem - Carolina Santos

13.734 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina, Negócios
0 comentários
17 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.734
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
103
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
17
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Funções Terapêuticas do Óleo na Massagem - Carolina Santos

  1. 1. Funções Terapêuticas do óleo na massagem e óleos essenciais
  2. 2. Introdução <ul><li>Os óleos essenciais são óleos perfumados que estão presentes em muitas plantas. Estes óleos chamados de “essências”, são líquidos oleosos, mais leves que a água, de odor e de sabor fortemente aromático. São muito voláteis, sensíveis à luz, dissolvem-se facilmente nos outros óleos vegetais, no álcool e são extraídos por destilação ao vapor. De uma maneira geral, as essências são formadas nas folhas, flores, caules, frutos, raízes ou glândulas pilosas. </li></ul><ul><li>As antigas civilizações da Mesopotâmia, há mais de 5000 anos, valiam-se de artimanhas para os obter das plantas, estas essências foram principal fonte de perfumes das antigas civilizações do Egipto, Índia, Grécia e Roma. Foi encontrado em túmulos com mais de 3000 anos nas pirâmides, e os primeiros médicos gregos, entre eles Hipócrates, mencionavam as essências de plantas aromáticas e as massagens com óleo para cura de muitas perturbações. Os romanos associaram os óleos essenciais e diversos aromas com a riqueza e o êxito. A medicina Ayurvédica, o sistema curativo mais antigo do mundo, recomendou durante muito tempo a massagem com óleos essenciais como uma fonte de cura para muitas perturbações. Foi também através dos óleos essenciais que nasceu a Aromaterapia. </li></ul><ul><li>Os óleos essenciais juntamente com um óleo, chamado o óleo de base (como iremos ver a seguir) dão um óptimo óleo de massagem. </li></ul>
  3. 3. Óleos essenciais <ul><li>Os óleos essenciais utilizam-se em vários sistemas curativos, tais como: aromaterpia, medicina ayurvédica e massagem terapêutica. Estes utilizam-se para modificar rápida e eficazmente o estado de ânimo, aumentar a energia ou reduzir o stress e favorecer a relaxação, sob a forma de perfumes e loções, e como incenso para melhorar a atmosfera em espaços. </li></ul><ul><li>Os óleos essenciais entram no organismo através do nariz e da pele. O nariz é um órgão sensorial, e o sentido do olfacto está directamente ligado com o sistema límbico do cérebro, o que ajuda a controlar as emoções, memória, e funções do organismo. Foi demonstrado que os aromas e o sentido do olfacto influenciam a memória, o humor e as respostas corporais, como a frequência cardíaca, respiração, níveis hormonais e reacções ao stress. Estes óleos são absorvidos pela pele e actuam medicamente quando passam para o interior do organismo. Os óleos essenciais podem combater bactérias, fungos, vírus e outros micróbios se forem inalados ou absorvidos pela pele, e podem estimular o sistema imunológico a ajudar a restaurar a saúde. </li></ul>
  4. 4. Cuidados a ter com os óleos essenciais <ul><li>Guardar e usar adequadamente para preservar as suas propriedades curativas </li></ul><ul><li>A sua validade é curta durando 1 ano </li></ul><ul><li>Devem permanecer sempre num local seco e arejado, em recipientes de vidro escuro. </li></ul><ul><li>Nunca deixar os óleos em ambientes húmidos ou perto de luz ou calor. </li></ul><ul><li>Evitar deixar o conta-gotas encostar na pele ou em qualquer outra superfície, de modo a que não haja contaminação. </li></ul><ul><li>Destapar os óleos apenas o tempo suficiente para libertar a quantidade de óleo necessária, pois eles são extremamente voláteis e evaporam rapidamente. </li></ul>
  5. 5. Óleo essencial de pinho As gemas, agulhas e casca contêm o óleo essencial, que é responsável pela sua acção anti-séptica, anti-viral, antipirética e imuno-estimulante. O pinho silvestre é um profundo anti-séptico das vias respiratórias. Este óleo apresenta uma cor amarela clara, odor balsâmico, característico da árvore. Anti-séptico das vias respiratórias e urinárias é um expectorante e estimulante, sendo usado para massajar na zona do grande peitoral, dores de garganta, em caso de constipações ou obstruções das vias respiratórias, poderá ser utilizado sob a forma de cataplasma ou através de vapores. Esta essência espalhada em qualquer espaço provoca uma sensação de relaxamento e de bem-estar em pleno Inverno. A essência de pinho silvestre não elimina mas absorve os odores nauseabundos. Este óleo poderá ser misturado com o óleo de eucalipto e lavanda.
  6. 6. Curiosidade Sendo uma sempre-verde, o pinheiro simboliza a imortalidade. No Japão, representa a força de carácter e a energia vital devido à sua capacidade de aguentar ventos fortes. Tanto no oriente como no ocidente, a pinha simboliza a vida e a fertilidade. É um atributo do deus romano Baco e um emblema de Júpiter, Vénus e Diana.
  7. 7. Óleo essencial de jasmim <ul><li>Óleo essencial de Jasmim: Este óleo tem propriedades antiespasmódicas (dores menstruais), aromáticas, hipnóticas. </li></ul><ul><li>É empregue em fricções, na ocorrência de dores nevrálgicas. </li></ul><ul><li>É ainda afrodisíaco (impotência e frigidez), calmante, anti-depressivo (ansiedade, tensão, nervosismo e insónias) e hidratante. </li></ul><ul><li>O jasmim apresenta um perfume doce e envolvente. </li></ul><ul><li>O óleo desta flor - um dos mais caros do mundo – é utilizado na preparação dos mais valiosos perfumes. Muito ligado ao aspecto feminino, o jasmim inspirava as canções ardentes dos poetas árabes. </li></ul><ul><li>Era uma das flores mais usadas pelas “favoritas” dos sultões, ao se enfeitarem para as longas noites de amor. </li></ul><ul><li>O Jasmim solta a imaginação e deixa a pessoa num estado jubiloso. Num certo sentido o jasmim só pode ser experimentado por completo por quem se ama de verdade, pois ele transcende o amor físico e libera toda a energia sexual. </li></ul><ul><li>Este óleo pode ser misturado com sândalo, rosa e cedro. </li></ul>
  8. 8. Curiosidade <ul><li>Esta flor perfumada é muito apreciada na Índia. É um símbolo de amor e por isso é utilizada nas grinaldas nupciais hindus. Na china é um emblema de beleza, e no cristianismo é símbolo da felicidade celestial. Esta flor está muito presente em templos. </li></ul>
  9. 9. Óleo essencial de Rosa <ul><li>Óleo essencial de Rosa: Este óleo tem propriedades anti-sépticas, regula a menstruação, melhora a auto-estima, diarreia, aftas, inflamações oro faríngeas e cutâneas. Na massagem pode ser utilizada na prisão de ventre. Este óleo relaxa e suaviza a pele. </li></ul><ul><li>O seu odor é forte. As suas pétalas deverão ser colhidas “antes de o sol as beijar” pois as suas substâncias essenciais são concentradas com a frescura da noite. </li></ul><ul><li>Na época Romana as pétalas de rosa eram extremamente apreciadas. </li></ul><ul><li>As senhoras usavam-nas para fazerem máscaras cosméticas, na esperança de acabarem com as rugas, nos banquetes, os convidados deitavam pétalas no seu vinho para não se embriagarem, e os exércitos vitoriosos, quando regressavam a Roma percorriam rumas juncadas de pétalas de rosas. </li></ul><ul><li>Este óleo pode ser misturado com sândalo, jasmim e gerânio. </li></ul>
  10. 10. Curiosidade <ul><li>Curiosidade: Mais do que qualquer outra flor, a rosa e o seu simbolismo impregnam a consciência humana. Em diferentes culturas, a rosa tornou-se um símbolo da juventude, pureza, perfeição, amor terreno e renascimento. </li></ul><ul><li>É a flor do namoro, do casamento e até da morte. </li></ul><ul><li>A sua essência foi incluída em poções de amor, perfumes, cosméticos, chás e remédios. No ocidente, havia um costume segundo o qual uma rosa suspensa sobre a mesa do jantar significava que todas as confidências teriam que ser consideradas sagradas, daí a rosa no centro do tecto da arquitectura vitoriana e a rosa branca como símbolo de secretismo. O rosário era feito com frutos de roseira presos uns aos outros. </li></ul><ul><li>A rosa é ainda simbolismo de transmutação e de fertilidade. Se olharmos bem para a sua forma veremos que é um cálice que por sua vez representa a mulher. </li></ul><ul><li>Na flor o seu interior representa a espiral da vida. </li></ul>
  11. 11. Óleos <ul><li>Todos lembramos que quando éramos crianças a nossa mãe costumava esfregar um unguento amentolado no peito para aliviar a congestão. </li></ul><ul><li>Ela também pode ter colocado em vaporizador para encher o quarto com um vapor mentolado para nós podermos respirar melhor. </li></ul><ul><li>Este é um tipo de aromaterapia, e a nossa mãe utilizava de maneiras diferentes para maximizar os seus poderes de cura. </li></ul><ul><li>De maneira semelhante os aromaterapêutas, além de combinarem os óleos essenciais com sintomas particulares, também escolhem cuidadosamente o método de aplicação de aromaterapia, por exemplo, juntando aos óleos de base (girassol e linhaça) aos óleos essenciais. </li></ul><ul><li>Estes óleos são um suporte muito prático para os óleos essenciais que se dissolvem neles sem problemas. </li></ul><ul><li>Alguns são ricos em vitaminas o que se torna mais fácil de transmitir todos os princípios activos de que estão cheios. </li></ul>
  12. 12. Cuidados a ter com os óleos <ul><li>Os óleos não devem conter aditivos. </li></ul><ul><li>Optar por óleos vegetais orgânicos, prensados a frio e sem perfume. </li></ul><ul><li>Evitar o óleo mineral, que é um produto derivado do petróleo. </li></ul><ul><li>Prestar sempre atenção ao prazo de validade. </li></ul><ul><li>Comprar pequenas quantidades dos óleos que ficam rançosos rapidamente e maiores quantidades daqueles de maior duração. </li></ul>
  13. 13. Óleo de semente de linhaça <ul><li>Por ser um óleo rico em vitamina E, torna-se valioso na recuperação da pele. </li></ul><ul><li>A semente de linhaça é originária da planta do linho. </li></ul><ul><li>As suas sementes são utilizadas como alimento e para fins médicos, pois são emolientes e laxativas, sob a forma de cataplasmas. </li></ul><ul><li>Este óleo é utilizado em constipações, gastrite, colite, bronquite, prurido, rouquidão, flebite e reumatismo. </li></ul><ul><li>As suas sementes deverão ser colhidas perto do verão. </li></ul>
  14. 14. Curiosidade <ul><li>O Linho era semeado durante os meses de Outubro e Novembro, procedendo-se a um ritual muito característico. </li></ul><ul><li>As raparigas da Aldeia colhiam os “bailões” (uma flor de cor azulada que nascia no cimo do caule), os quais eram introduzidos num fio e colocados em água, para que se fechassem e se transformassem numa espécie de contas. </li></ul><ul><li>As raparigas enfeitavam-se com estas contas, fingindo tratar-se de colares. </li></ul><ul><li>Apreciado ainda pelos pintores, que têm pelas telas feitas com este têxtil uma predilecção especial, devido à sua duração. Os antigos coziam o óleo de linho simples ou misturado com água até que um dente de alho deitado no líquido não grelhasse, expunham-no depois durante muito tempo ao sol para decantar. Assim preparado, dava à pintura tons mais brilhantes. </li></ul>
  15. 15. Óleo de Sésamo <ul><li>Esta planta tem vindo a ser utilizada desde o século IV a.C. como remédio para as dores de dentes e as doenças das gengivas. </li></ul><ul><li>Este óleo também é utilizado para cozinhar, pois é considerado como condimento, alimento requintado e energético. </li></ul><ul><li>É originário da Ásia e da África e cultiva-se principalmente na Índia. Este óleo é obtido através das sementes pretas da Sesamum indicum. </li></ul><ul><li>As sementes e os óleos têm propriedades anti-cancerosas, anti-bacterianas, anti-inflamatórias. </li></ul><ul><li>O sésamo contém pelo menos sete compostos que aliviam a dor e é uma rica fonte de antioxidantes. Foi desde sempre um conhecido laxante. Diversos trabalhos de investigação sugerem que o óleo de sésamo tem um efeito potencial contra o cancro devido ao ácido linoleico que transporta consigo. </li></ul><ul><li>Este óleo desempenha ainda um papel significativo na medicina ayurvédica da Índia. Por vezes, aplica-se sobre a pele durante o abhyanga, uma forma de massagem indiana que se centra em 100 pontos do corpo (pontos Karma). </li></ul><ul><li>Pode ainda ser utilizado para aliviar a ansiedade e a insónia. É um óleo muito estável e pouco sujeito a criar ranço. </li></ul><ul><li>É muito rico em vitamina A e vitamina E, a vitamina A age como protectora da epiderme e a vitamina E estimula a actividade muscular. </li></ul>
  16. 16. Curiosidade <ul><li>Os indianos consideravam as sementes do gergelim sagradas. </li></ul><ul><li>No túmulo de Ramsés III (século XIII a.C.) pode-se ver numa imagem que os egípcios já adicionavam gergelim à massa do pão. </li></ul><ul><li>Actualmente, continua a ser de uso popular em países orientais e americanos, onde inclusive se prepara uma bebida com ele que as mulheres tomam para facilitar a secreção láctea quando amamentam. </li></ul>
  17. 17. Óleo de Girassol <ul><li>Contêm as preciosas vitaminas F, pseudo vitaminas que na realidade são ácidos gordos, e vitaminas E, que é reconhecida pelas suas propriedades curativas da pele. É muito aplicado em dores de estômago e tem propriedades febrífugas, hipocolesterolemiantes. Do girassol tudo se aproveita. Assim, por exemplo, as sementes depois de torradas e moídas, podem substituir o café, e delas se extrai também um óleo de mesa anti-colesterol. </li></ul>
  18. 18. Curiosidade Os livros antigos contam um mito que fala da paixão de uma estrela pelo Sol, o mito do girassol. Dizem que existia no céu uma estrelinha tão apaixonada pelo Sol que era a primeira a eclodir de tardinha no céu antes que o Sol se escondesse. E toda vez que o Sol se punha ela chorava lágrimas de chuva. A lua falava com a estrelinha que assim não podia ser, que ela nascera para brilhar de noite, para seguir a lua pelo céu e que não tinha sentido esta paixão tão desproporcionada. Mas a estrelinha amava cada relâmpago do Sol porquê se fosse a única luz da sua vida, abdicava até a sua própria luzinha. Um dia ela foi falar com o rei dos ventos para pedir a sua ajuda, pois queria permanecer olhando o Sol, para sentir o seu calor, eternamente, por todos os séculos. O rei dos ventos, cheio de brisas, disse à estrelinha que o seu sonho era impossível, a não ser que ela abandonasse o céu e fosse morar para a terra, deixando de ser estrela. A estrelinha não pensou duas vezes: transformou-se em estrela cadente e caiu na terra em forma de semente. O rei dos ventos plantou esta semente com todo o carinho num terreno muito macio. E regou as mais lindas chuvas da sua vida. A semente virou vegetal. Cresceu sempre de maneira a permanecer perto do Sol. As suas pétalas foram-se abrindo, girando devagarinho, seguindo o movimento do Sol no céu. E, assim, ficaram pintadas de dourado, da cor do Sol. É por isso que os girassóis até hoje explodem a sua paixão em lindas pétalas amarelas, parecendo verdadeiras estrelas de flores na terra.
  19. 19. Os óleos na massagem <ul><li>Uma massagem deve sempre começar pela extremidade dos membros para subir em direcção ao coração. </li></ul><ul><li>Assim activa suavemente a circulação sanguínea profunda e ao mesmo tempo, libertará os membros cansados pela posição de pé ou sentada, isto sem esquecendo a planta do pé que é muito importante. </li></ul><ul><li>Depois da massagem estenda-se e se for possível com as pernas levantadas. Para a circulação sanguínea superficial, proceda a massagens mais acentuadas de certos locais estratégicos como os tornozelos, a cavidade e face interno do joelho, o alto das coxas a barriga etc.… </li></ul><ul><li>Substitua o movimento clássico de baixo a alto e vice-versa por pressões circulares, beliscaduras leves, pancadinhas ou mesmo palmadas. </li></ul><ul><li>O óleo substitui o sebo que foi substituído pelo sabão e tem um papel protector e suavizante. </li></ul><ul><li>Normalmente o creme não é tão utilizado na massagem porque irá aumentar o atrito, logo os movimentos não flúem. O creme é indicado em pessoas que tenham peles húmidas e o óleo é indicado em pessoas que tenham peles secas. </li></ul>
  20. 20. Movimentos utilizados na massagem <ul><li>Movimentos acariciantes: Por meio de carências lentas e rítmicas, fricciona-se o óleo sobre a pele. Recomendado para o pescoço e ombros. </li></ul><ul><li>Movimentos de amassar: Este movimento liberta a musculatura nodosa e estimula a circulação. Recomendado para o pescoço e ombros. </li></ul><ul><li>Movimentos circulares: Com as palmas da mão fricciona-se a pele formando círculos. Recomendado para zonas de intumescimento e má circulação. </li></ul>
  21. 21. Massagem ayurvédica <ul><li>Tem como objectivo restaurar o bem-estar físico, mental, energético e emocional, reequilibrando assim os chakras. </li></ul><ul><li>A massagem ayurvédica age nos sistemas: linfático (desintoxicando o organismo), circulatório (aumentando a produção de glóbulos brancos e a nutrição e oxigenação celular) e energético (reequilibrando o chakra e actuando nos sete corpos - desfazendo bloqueios emocionais). </li></ul><ul><li>Dessa forma contribuindo na cura das principais doenças. </li></ul><ul><li>Rejuvenescimento (melhora na pele), alinhamento as estruturas óssea e muscular, aumento da auto-consciência, fortalecimento do sistema imunológico, aceleração da circulação. </li></ul><ul><li>Benefícios proporcionados pelo tratamento com a massagem ayurvédica: linfática e consequente desintoxicação do organismo; eliminação de bloqueios, prevenção de doenças, aumento de flexibilidade, reequilíbrio dos chakras, actuação nos sete corpos subtis, maior mobilidade das articulações e possibilita uma vida mais harmoniosa e feliz. </li></ul><ul><li>A técnica de massagem consiste em uma movimentações vigorosas em toda a massa muscular, conjuntamente com manobras de tracção e alongamentos, além da estimulação de pontos e órgãos vitais (energizando-os se estiverem bloqueados e controlando-os se estiverem hiperactivos). </li></ul>
  22. 22. <ul><li>Não esquecendo os óleos essências (que são o fundamento deste trabalho) que são extremamente utilizados nesta massagem os benefícios destes juntamente com esta terapia são: </li></ul><ul><li>harmonização integral do indivíduo; </li></ul><ul><li>desenvolvimento da espiritualidade; </li></ul><ul><li>Melhoria da visão; </li></ul><ul><li>Melhoria da postura corporal; </li></ul>
  23. 23. <ul><li>melhoria da estrutura óssea; </li></ul><ul><li>maior resistência às enfermidades; </li></ul><ul><li>Retardamento do envelhecimento; </li></ul><ul><li>optimização do fluxo energético; </li></ul><ul><li>harmonização do sistema linfático e sanguíneo; </li></ul><ul><li>flexibilidade muscular; </li></ul><ul><li>eliminação de toxinas; </li></ul><ul><li>melhoria do sistema nervoso; </li></ul><ul><li>eliminação da fadiga; </li></ul><ul><li>relaxamento; </li></ul><ul><li>desaparecimento de insónias. </li></ul>
  24. 24. Bibliografia <ul><li>Manual de Medicinas Complementares </li></ul><ul><li>Signos e Símbolos </li></ul><ul><li>A saúde pelos óleos essenciais </li></ul><ul><li>Tratamentos naturais </li></ul><ul><li>Segredos e virtudes das plantas medicinais </li></ul><ul><li>As plantas nossas amigas </li></ul><ul><li>www.saude.sapo.pt </li></ul><ul><li>www.Medalternativas.blogspot.com </li></ul><ul><li>www.jardimdeflores.com.br </li></ul>

×