Diferenças Sexuais

10.068 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Saúde e medicina
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.068
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
80
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Diferenças Sexuais

  1. 1. Diferenças Sexuais<br />
  2. 2. Transexualidade<br />
  3. 3. O que é a transexualidade?<br />Transexualidade é a condição considerada pela OMS como um tipo de transtorno de identidade de género, mas pode ser considerada apenas um extremo do espectro de transtorno de identidade de gênero.Refere-se à condição do indivíduo que possui uma identidade de género diferente a designado no nascimento, tendo o desejo de viver e ser aceito como sendo do sexo oposto. <br />
  4. 4. Usualmente o homens e a mulheres transexuais apresentam uma sensação de desconforto ou impropriedade de seu próprio sexo anatómico, desejam fazer uma transição de seu sexo de nascimento para o sexo oposto (sexo-alvo) com alguma ajuda médica (terapia de retribuição de género) para seu corpo. A explicação estereotipada é de &quot;uma mulher presa em um corpo masculino&quot; ou vice-versa, ainda que muitos membros da comunidade transexual, assim como pessoas de fora da comunidade, rejeitem esta formulação.<br />
  5. 5. Transexualidade é…<br />Transexualidade (também conhecida como transexualismo, ou neurodiscordância de género) é um termo entre os comportamentos ou estados que abrigam o termo transgénico. Transgénico é considerado um termo guarda-chuva para pessoas que fogem dos papéis sociais de género. Entretanto muitas pessoas da comunidade transexual não se identificam como transgénico. <br />
  6. 6. Alguns vêem transgénico como descaracterização e não reconhecimento de suas identidades porque, para estes, o termo significa uma &quot;quebra de papéis sociais de género&quot; quando de fato vêem a si mesmos como pertencendo a um papel de género diferente do que lhes foi designado no nascimento.<br />
  7. 7. Os requisitos mínimos para que uma pessoa seja considerada transexual estão sempre em debate e evolução.<br />
  8. 8. Transexualidade não deve ser confundida com crossdressing ou com o comportamento drag queen, que podem ser descritos como transgénero, mas não transexuais, também, o fetichismo do travestismo normalmente não tem quase nada, ou nada, a ver com transexualidade, pois não apresenta o desejo real pela mudança de sexo. Nessa mesma linha também é necessário separar o fetichismo da travestibilidade das travestis que se identificam, de forma contumaz, no sexo oposto do nascimento.<br />
  9. 9. Eles sempre usam termos para sua orientação sexual que estejam relacionados com o género final. Por exemplo, alguém designado como do género masculino no nascimento, mas que se identifica a si como uma mulher, e que é atraída tão somente por homens, irá identificar-se como heterossexual, não como gay; da mesma forma, alguém que foi designado como do sexo feminino no nascimento, se identifica como homem e prefere parceiros homens e irá se identificar como gay, não como heterossexual.<br />
  10. 10. Pessoas transexuais são muitas vezes definidas como pertencentes à comunidade GLBTT ou Queer e alguns se identificam dentro da comunidade; outros não, ou preferem não usar o termo. Deve ser ressaltado que a transexualidade não está associada ou é dependente da orientação sexual. mulheres e homens transexuais exibem uma gama de orientações sexuais da mesma forma que os cissexuais (não-transexuais). <br />
  11. 11. O género dos termos usados para descrever pessoas transexuais sempre se refere ao género-alvo. Por exemplo, um homem transexual é alguém que foi identificado como fêmea no nascimento em virtude de seus genitais, mas identifica-se como um homem que está em transição para um papel social de género masculino e um corpo retribuído como masculino (um termo alternativo usado em inglês é transexual FTM - female-to-male transexual - ou homem transexual).<br />
  12. 12. Homossexualidade<br />
  13. 13. Homossexualidade<br />A Homossexualidade refere-se ao atributo, característica ou qualidade de um ser que sente atracão física, emocional e estética por outro ser do mesmo sexo. O termo também refere-se a um indivíduo com senso de identidade pessoal e social com base nessas atracões, manifestando comportamentos e aderindo a uma comunidade de pessoas que compartilham da mesma orientação sexual.<br />
  14. 14. Orientação Sexual<br />A orientação sexual indica qual o género que uma pessoa se sente preferencialmente atraída fisicamente e/ou emocionalmente. A atracão sexual pode ser utilizada, ainda, para indicar alguém que tem uma orientação mais abrangente.<br />
  15. 15. Bissexualidade<br />A bissexualidade consiste na atracção física, emocional e espiritual por pessoas tanto do mesmo sexo quanto do oposto, com níveis variantes de interesse por cada um, e à identidade correspondente a esta orientação sexual. Bissexual o termo aplicado a seres e, pessoas, que se sentem atraídos por ambos os sexos, servindo. <br />
  16. 16. Heterossexualidade<br />Heterossexualidade refere-se a atracção sexual e/ou romântica entre indivíduos de sexos opostos, e é considerada a mais comum orientação sexual nos seres humanos. O adjectivo heterossexual é usado para descrever relações íntimas e/ou sexuais entre indivíduos do sexo masculino e do sexo feminino, os quais podem ou não identificar-se como heterossexuais.<br />
  17. 17. Fim...<br /> Trabalho Realizado Por:<br />Ana Margarida -Nº2<br /> Bruno Azevedo –Nº5 <br /> 8ºB João Gonçalves -Nº15<br /> João Diniz –Nº16 <br />

×