Instituto de Medicina Tradicional PESQUISA APROFUNDADA DE UM TIPO ESPECÍFICO DE DIAGNÓSTICO: UNHAS   Trabalho realizado po...
Temas a abordar neste trabalho: Cuidados a ter com as unhas. As unhas segundo os doshas. Formato das unhas. Anormalidades ...
<ul><li>As unhas podem informar mais sobre a nossa saúde do que imaginamos. A análise da cor, formato, tamanho, estrutura,...
<ul><li>Nas unhas são analisadas todas as deformações, manchas, depressões, sinais, pontos coloridos e mudanças de aspecto...
<ul><li>Cuidados a ter com as unhas: </li></ul><ul><li>Manter as unhas limpas e secas, porque por baixo delas podem alojar...
<ul><li>As unhas segundo os doshas </li></ul><ul><li>Na Medicina Ayurvédica, as unhas são produtos residuais do tecido óss...
<ul><li>Assim: </li></ul><ul><li>Predominância de  vata :  unhas secas, curvadas, ásperas, quebradiças e sem boa aparência...
<ul><li>Formato das unhas </li></ul><ul><li>->  No exame das unhas, o formato também tem as suas particularidades que deve...
<ul><li>Desfolhadas nas extremidades:  lombrigas.  </li></ul><ul><li>Unhas duras:  massa óssea sólida. </li></ul><ul><li>U...
 
<ul><li>Anormalidades das unhas </li></ul><ul><li>->  Existem diversos aspectos que podem indicar anormalidades nas unhas....
<ul><li>Coloração  das unhas </li></ul><ul><li>->  A coloração das unhas permite também a realização de um diagnóstico, ge...
<ul><li>Unhas que permanecem brancas: indicação de anemia. </li></ul><ul><li>Unhas pardas (cacau):  apresentam-se assim, a...
<ul><li>Alimentos que beneficiam as unhas </li></ul><ul><li>Existem variadíssimos alimentos que dão um aspecto fantástico ...
<ul><li>Correspondência das unhas com os órgãos </li></ul><ul><li>->  Correspondência das unhas com os órgãos:  </li></ul>...
Imagens Fig.3-Onicomicose distal  Fig.4-Onicomicose de  lateral   superficial branca Fig.5-Onicomicose por  Fig.6- Onicomi...
<ul><li>Bibliografia </li></ul><ul><li>http://dermatology.cdlib.org/DOJvol3num2/nail/nail-por.html </li></ul><ul><li>http:...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Diagnóstico das Unhas - Mónica Silva

99.166 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina

Diagnóstico das Unhas - Mónica Silva

  1. 1. Instituto de Medicina Tradicional PESQUISA APROFUNDADA DE UM TIPO ESPECÍFICO DE DIAGNÓSTICO: UNHAS   Trabalho realizado por: Mónica Silva Nº10 3ºA
  2. 2. Temas a abordar neste trabalho: Cuidados a ter com as unhas. As unhas segundo os doshas. Formato das unhas. Anormalidades das unhas. Coloração das unhas. Correspondência das unhas com os órgãos. Alimentos que beneficiam as unhas.
  3. 3. <ul><li>As unhas podem informar mais sobre a nossa saúde do que imaginamos. A análise da cor, formato, tamanho, estrutura, composição e aspecto podem auxiliar o diagnóstico de diversos males, que vão desde uma simples carência alimentar até doenças graves. </li></ul><ul><li>A unha é um exemplo de extremidade que precisa ser protegida e bem cuidada para poder evidenciar a saúde de quem a possui. </li></ul><ul><li>O exame das unhas fornece informações valiosas que retratam os vários tipos de doenças. </li></ul><ul><li>Entre as doenças dermatológicas são frequentes as micoses das unhas (onicomicose), a inflamação ao redor da unha (paroníquia) e a unha encravada (onicocriptose). </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Nas unhas são analisadas todas as deformações, manchas, depressões, sinais, pontos coloridos e mudanças de aspecto que revelam sintomas de doenças diversas, que podem ainda não se terem manifestado. </li></ul><ul><li>A meia-lua (lúnula), é a parte vital, é a raiz da unha que quando atingida, degenera o restante. O ciclo de crescimento de uma unha é de 3 meses para uma criança e 8 meses para um adulto. </li></ul><ul><li>É através da unha que são expelidas as impurezas em excesso no organismo. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Cuidados a ter com as unhas: </li></ul><ul><li>Manter as unhas limpas e secas, porque por baixo delas podem alojar-se bactérias e outros organismos infecciosos. </li></ul><ul><li>As unhas devem ser cortadas rectas na frente e ligeiramente arredondadas nas laterais para manter seu vigor máximo. </li></ul><ul><li>Não roer as unhas. Esse hábito cria um terreno húmido e favorece infecções. Pode também fazer com que o crescimento da unha seja irregular. </li></ul><ul><li>Evitar lixar a parte de cima da unha porque destrói a queratina. </li></ul><ul><li>Contacto com a terra e plantas, pêlos de animais, e utensílios contaminados na cozinha ou em outros locais podem favorecer infecções por fungos, vírus e/ou bactérias. </li></ul><ul><li>Cigarros e certos produtos químicos, esmaltes e removedores, podem ser prejudiciais às unhas e torná-las amareladas. </li></ul><ul><li>Evitar mexer em unhas encravadas, especialmente se já estiverem infectadas. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>As unhas segundo os doshas </li></ul><ul><li>Na Medicina Ayurvédica, as unhas são produtos residuais do tecido ósseo e são ferramentas importantes no diagnóstico ayurvédico. Tanto pode identificar má absorção crónica, períodos de stress e deficiência do tecido ósseo, como outros desequilíbrios ou doenças mais graves. </li></ul><ul><li>São vários aspectos, tais como, o tamanho, a forma, a superfície e o contorno que ajudam a determinar qual a sua tipologia. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Assim: </li></ul><ul><li>Predominância de vata : unhas secas, curvadas, ásperas, quebradiças e sem boa aparência (fig 1a). </li></ul><ul><li>Predominância de Pitta : unhas macias, rosadas, tenras, finam, facilmente dobráveis e levemente brilhantes. Em desequilíbrio podem sofrer inflamação da cutícula (fig. 1b). </li></ul><ul><li>Predominância de kapha : unhas grossas, fortes, macias, brancas, muito brilhantes e com contorno uniforme (fig. 1c). </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Formato das unhas </li></ul><ul><li>-> No exame das unhas, o formato também tem as suas particularidades que devem ser levadas em conta, com muita atenção, pois também têm muitas informações a passar. </li></ul><ul><li>Triangulares: predisposição a doenças dos pulmões, cérebro e sangue. </li></ul><ul><li>Quadradas: tendência a males do coração e da bexiga, além da possibilidade de problemas circulatórios. </li></ul><ul><li>Ovaladas: tendência para as doenças do estômago, intestinos, rins, fígado e garganta, além de indicar possibilidades de reumatismo ou perturbações nervosas. </li></ul><ul><li>Fracas e manchadas: fígado doente. </li></ul><ul><li>Só com as pontas quebradas: problemas nos órgãos sexuais. </li></ul><ul><li>Unhas rachadas e roídas: designam parasitas intestinais. </li></ul><ul><li>Muito duras e quebradiças: condição anémica e desequilíbrio no sistema hormonal. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Desfolhadas nas extremidades: lombrigas. </li></ul><ul><li>Unhas duras: massa óssea sólida. </li></ul><ul><li>Unhas pequenas e mirradas: nervos sensoriais hiperactivos e má nutrição. </li></ul><ul><li>Unha com formato de bico de papagaio: tosse crónica. </li></ul><ul><li>Unha com formato de amêndoa: desordem nutricional, afecções pulmonares e predisposição a diabetes. </li></ul><ul><li>Unhas curvadas em semicírculos em todos os dedos: desordens renais desde o nascimento. </li></ul><ul><li>Unhas com saliências perpendiculares: má circulação, pele sem vida e intestinos sem energia. </li></ul><ul><li>U nha com parte de cima recta: sistema linfático fraco com facilidade de adquirir amigdalite. </li></ul>
  10. 11. <ul><li>Anormalidades das unhas </li></ul><ul><li>-> Existem diversos aspectos que podem indicar anormalidades nas unhas. Em seguida são apresentados alguns aspectos que as unhas podem apresentar e que são levados em conta pelo terapeuta que pratica esta técnica com mais de 3.500 anos: </li></ul><ul><li>Unhas rijas, mas flexíveis: vigor e boa calcificação. </li></ul><ul><li>Quebradiças: descalcificação e fraqueza geral. </li></ul><ul><li>Riscos verticais: alergias, asma, bronquite. </li></ul><ul><li>Atrofiadas: estado de fraqueza orgânica. </li></ul><ul><li>Longas, finas, quebradiças: deficiência em ferro e magnésio e zinco-cobre. </li></ul><ul><li>Estrias longitudinais: deficiência de zinco-cobre, dificuldade de absorção digestiva. </li></ul><ul><li>Manchas ou pontos negros escuros: intoxicação constante do sangue. </li></ul><ul><li>Unhas com pontos brancos: deficiência de cálcio. </li></ul><ul><li>Unha com depressões: desordens no baço. </li></ul><ul><li>Estrias transversais: má alimentação. </li></ul>
  11. 12. <ul><li>Coloração das unhas </li></ul><ul><li>-> A coloração das unhas permite também a realização de um diagnóstico, geralmente correcto, e os aspectos a serem analisados são: </li></ul><ul><li>Unhas de aspecto rosado e brilhante: vitalidade e saúde boa. </li></ul><ul><li>  Pálidas: nervosismo, timidez ou angústia. </li></ul><ul><li>  Muito Pálidas : o sangue é pobre. </li></ul><ul><li>Amareladas: baço, prisão de ventre, dores de cabeça e desordens cerebrais, prisão de ventre. </li></ul><ul><li>Esbranquiçadas: debilidade geral, cansaço, falta de apetite, insónia. </li></ul><ul><li>Muito vermelhas: problemas no coração, tendência a acessos de cólera, hiper excitação e hipertensão. </li></ul><ul><li>Vermelho escuro: má circulação sanguínea, abundância de sangue, temperamento violento, teimosia e intranquilidade. </li></ul><ul><li>Azuladas: circulação débil de sangue. </li></ul><ul><li>Esverdeadas: desordens no fígado, bílis, icterícia. </li></ul>
  12. 13. <ul><li>Unhas que permanecem brancas: indicação de anemia. </li></ul><ul><li>Unhas pardas (cacau): apresentam-se assim, antes de febres tropicais. </li></ul><ul><li>  Cor ou mancha cinza negra: obstrução dos vasos sanguíneos. </li></ul><ul><li>Unhas que permanecem brancas: indicação de anemia. </li></ul><ul><li>Manchas ou pontos brancos bem acentuados: exagerado consumo de açúcar refinado ou produtos químicos. </li></ul><ul><li>A coloração amarelada das unhas tem sido observada cada vez mais, em pessoas com pneumonia causada por Pneumocystis carinii. Infecções por fungos podem também causar o amarelamento das unhas. </li></ul>
  13. 14. <ul><li>Alimentos que beneficiam as unhas </li></ul><ul><li>Existem variadíssimos alimentos que dão um aspecto fantástico às unhas como são exemplo, os seguintes alimentos referidos na lista abaixo: </li></ul><ul><li>-> Alimentos com vitamina E: -> Alimentos com vitamina A: </li></ul><ul><li>Nozes, avelãs, castanhas Fígado </li></ul><ul><li>e outras sementes oleaginosas Manteiga </li></ul><ul><li>Semente de trigo Leite </li></ul><ul><li>Vegetais verdes Gema de ovos </li></ul><ul><li>Batata-doce Sardinhas </li></ul><ul><li>Leite óleo de fígado de peixe </li></ul><ul><li>Cereais integrais Cenoura </li></ul><ul><li>Aveia batata doce </li></ul><ul><li>Abacate Brócolos </li></ul><ul><li>Peixe Couve </li></ul><ul><li>Ovo Espinafres </li></ul><ul><li>Soja Abóbora </li></ul><ul><li>Tomate </li></ul><ul><li>Manga </li></ul>
  14. 15. <ul><li>Correspondência das unhas com os órgãos </li></ul><ul><li>-> Correspondência das unhas com os órgãos: </li></ul><ul><li>Polegar – mente, estado geral </li></ul><ul><li>Indicador – fígado, sistema hepático </li></ul><ul><li>Médio – intestinos </li></ul><ul><li>Anelar – circulação sanguínea, aparelho genito-urinário </li></ul><ul><li>Mínimo – sistema nervoso, medula espinhal </li></ul><ul><li>-> Correspondência das lúnulas com os órgãos: </li></ul><ul><li>  Polegar – pulmões </li></ul><ul><li>Indicador – coração </li></ul><ul><li>Médio – Baço </li></ul><ul><li>Anelar – Fígado </li></ul><ul><li>Mínimo – rins </li></ul>
  15. 16. Imagens Fig.3-Onicomicose distal Fig.4-Onicomicose de lateral superficial branca Fig.5-Onicomicose por Fig.6- Onicomicose dermatófito
  16. 17. <ul><li>Bibliografia </li></ul><ul><li>http://dermatology.cdlib.org/DOJvol3num2/nail/nail-por.html </li></ul><ul><li>http://www.saudeinformacoes.com.br/materias_ver_materia.asp?id=288 </li></ul><ul><li>http://www.sbdba.org.br/pag.asp?id=28 </li></ul><ul><li>http://saralima.no.comunidades.net/index.php?pagina=1354203615 </li></ul><ul><li>http://petrapavlak.multiply.com/journal/item/27 </li></ul><ul><li>http://www.dermato.med.br/publicacoes/artigos/2000onicomicoses.htm </li></ul><ul><li>http://luzcardoso.blogspot.com/2008/07/diagnstico-pelas-unhas.html </li></ul><ul><li>http://www.yogajournal.com.br/scripts/materia/materia_det.asp?idMateria=790&idCanal=4&stCanal=Sa%C3%83%C2%BAde </li></ul><ul><li>www.dermato.med.br/dermatologia/unhas/unhas.htm </li></ul><ul><li>www.doutorpe.pt/conteudo.php?conteudo_id=1525 </li></ul><ul><li>Imagens retiradas da sebenta de Medicina Ayurvédica. </li></ul>

×