A Importância dos Sub-Doshas No Diagnóstico

4.437 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
2 comentários
21 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.437
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
73
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
2
Gostaram
21
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Importância dos Sub-Doshas No Diagnóstico

  1. 1. Instituto de Medicina Tradicional<br />Curso Geral de Naturopatia <br />E Ciências Tradicionais Holísticas<br />Ayurveda<br />A importância dos Sub-Doshas<br />no Diagnóstico<br />Docente: Prof. Michele Pó<br />Aluno: <br />Sérgio Pratas<br />3º Ano – Turma A<br />
  2. 2. Ayurveda<br />A importância dos Sub-Doshas<br />no Diagnóstico<br />
  3. 3. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Ocidental<br />Duas linhas filosóficas<br />Oriental<br />No Ocidente, é confortável designar dois níveis de abstracção: matéria e energia. A energia é mais abstracta que a matéria no nosso esquema, mas ela ainda pode fluir de um lugar para outro, aumentar ou diminuir, e ser armazenada.<br />No regime de Ayurveda, há também dois níveis de abstracção, e eles também concordam com os sentidos, embora de forma ligeiramente diferente. <br />
  4. 4. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Três Doshas<br />Vata,<br />Pitta e<br />Kapha<br />Cinco Elementos<br />Terra,<br />Ar,<br />Fogo,<br />Água e<br />Éter<br />Os cinco elementos (Terra, Ar, Fogo, Água e Éter) são um código de formas de inteligência que compõem a mente do homem e do mundo que ele percebe através da mente.<br />Ao misturar diferentes pares de cinco elementos, chega-se a três doshas<br />
  5. 5. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Criação a partir do mais subtil à mais grosseira matéria<br />O Éter mistura-se com a eternidade e cria ar, um elemento mais observável ou experiencial. <br />À medida que o ar se move, cria atrito, o que gera calor ou fogo.<br />O calor produz humidade, criando, assim, a água, o elemento mais denso ainda: se alguém tenta atravessar a água, é retardado pela sua densidade. <br />Finalmente, a água produz a mais densa forma de matéria, a terra.<br />
  6. 6. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Ao misturar diferentes pares de cinco elementos, chega-se a três doshas:<br />Água<br />Terra<br />Ar<br />Fogo<br />Éter<br />Vata é composto por ar e éter.<br />Pitta é composto de fogo e água.<br />Kapha é composta de terra e água<br />
  7. 7. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />A Qualidade dos Três Doshas<br />Força electromotora, actividade física, ou que é responsável pelo movimento. É a criação de electricidade do organismo em movimento, mantendo o equilíbrio entre Pitta e Kapha.<br />Vata<br />Fogo interno, bile, o calor do corpo, enzimas digestivas, físico-químicas e biológicas; sistemas metabólico e endócrino. É responsável para digerir o quilo numa substância protoplásmica como o esperma e o óvulo. <br />Pitta<br />Preenche os espaços intercelulares do corpo como o tecido conjunti-vo. Exemplos desses tecidos incluem muco, líquido sinovial e tendões. Kapha é responsável pela estrutura grosseira do corpo (sólidos e líquidos / catarro-plasma).<br />Kapha<br />
  8. 8. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Uma engrenagem<br />Juntos, os doshas são responsáveis pelo catabolismo e metabolismo anabólico<br />O catabolismo quebra os complexos em compostos mais simples nos órgãos internos para formar energia, e Vata (energia - ar) ajusta essa energia livre e transporta os resíduos. O anabolismo pega nos elementos mais simples e constrói complexos para o corpo. O resultado do processo metabólico é o protoplasma ou a matéria essencial [proteínas, carboidratos, lípidos e sais inorgânicos]. Alimentos sem vida tornam-se em protoplasma vivo e torna-se livre para ser usado como energia ou excesso de calor que é emitido do corpo ou movimento. Assim, o objectivo dos três doshas é mover a linfa (o subproduto de alimentos digeridos) em todo o corpo. Este nutre e constrói os tecidos do corpo. Quando qualquer um ou todos os doshas desenvolvem desequilíbrio, o corpo deixa de ser alimentado, e a doença desenvolve-se. <br />
  9. 9. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Propriedades dos Três Doshas<br />(Movimento) Vata: seco, luz, frio, áspero, subtil, móvel;<br />(Metabolismo) Pitta: ligeiramente oleoso, quente, luz, odores, líquidos;<br />(Estrutura) Kapha: oleoso, frio, pesado, lento, liso, escorregadio, estático.<br />
  10. 10. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />
  11. 11. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />
  12. 12. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />
  13. 13. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />
  14. 14. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Sub-Doshas<br />Cada um dos três doshas tem cinco divisões ou responsabilidades, o que permite uma classificação mais concreta das funções físicas e dos estados da mente, e com isto consegue-se um diagnóstico e uma terapia mais concretos. Os doshas interagem continuamente com os elementos externos para reabastecer suas energias dentro do corpo.<br />
  15. 15. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Cinco Ares de Vata: Os cinco locais ou centros de operação e divulgação sistemática pela qual Vata lança sua influência sobre todo o organismo são chamados os cinco ares de Vata: <br />Ar de Respiração: Prana <br />É o primeiro ar do universo e do corpo. <br />Localizado no corpo entre o diafragma e a garganta, mas também no rosto e no cérebro. <br />Ajuda na mastigação e deglutição dos alimentos e fornece alimento imediato de todos os tecidos vitais do corpo. <br />A actividade do cólon está sintonizada com o ritmo da respiração, a função principal do prana é extrair vida ou seja, o prana do alimento digerido e difundi-la em todos os tecidos no corpo.<br />Facilita todos os movimentos dentro e fora do corpo. <br />Move-se na região do coração, causando a batida. Transporta alimentos através do esófago até o estômago. Sustenta o coração, artérias, veias, sentidos e o nosso corpo dotado de sabedoria, (buddhi).<br />
  16. 16. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Ar da Garganta: Udana <br />Segundo ar de Vata, que significa "ar ascendente“. <br />Flui para cima do umbigo através do pulmão e na garganta e nariz.<br />Fornece os nossos poderes vocais e clareza das percepções sensoriais.<br />Preserva as forças naturais do nosso corpo, tais como a sua força de vontade e capacidade de esforço. <br />Tarefa suprema de acompanhar o número de respirações.<br />Uma tarefa suprema igualmente de udana é a capacidade de preservar a memória, tanto experimental (memórias recolhidas no prazo de uma vida presente) e cognitivas (memória acumulada realizada em todas as vidas, desde o início da criação em todos os tempos).<br />
  17. 17. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Ar do Estômago: Samana <br />O terceiro ar de Vata, está localizado entre o diafragma e o umbigo. <br />Ajuda o movimento do alimento através do estômago e intestino delgado, dispersa os fogos da digestão, estimulando a produção de sucos gástricos e as enzimas digestivas e ajuda na assimilação dos nutrientes extraídos do nosso alimento<br />Força motriz que transporta esses nutrientes para os diversos tecidos e descarrega os resíduos para o cólon. .<br />
  18. 18. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Ar do cólon: Apana <br />O quarto ar de Vata, está localizado no cólon e os órgãos da região pélvica.<br />Conhecido como o ar da eliminação, a principal função apana é a de aliviar o corpo de fezes, urina, flatos, sémen e resíduos menstruais.<br />Mantém a posição para baixo do feto e o fluxo na hora do nascimento.<br />Apana é a mais dominante dos cinco ares, situada no local principal de Vata.<br />
  19. 19. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Ar de Circulação: Vyana <br />Quinto ar e última parte do Vata e está localizado no coração. .<br />Difunde a energia derivada de alimentos e respiração durante todo o organismo, incluindo a pele. <br />Circulatório por natureza, as funções de Vyana nos canais da circulação do corpo, tais como os vasos sanguíneos, o transporte de sucos nutritivos e sangue por todo o corpo.<br />Transporta o suor das glândulas da pele e é a força por trás de expressões corporais como bocejando e pestanejamento.<br />
  20. 20. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />
  21. 21. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Vata em desequilíbrio<br />
  22. 22. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Cinco Fogos de Pitta: Pitta, formada a partir dos elementos do fogo e da água, também é dito que residem em cinco locais. Estes locais são os centros de operação e divulgação sistemática pela qual o dosha Pitta influencia todo o organismo, que são: <br />Fogo do Estômago: Pachak<br />É o primeiro fogo do corpo.<br />Existe no intestino delgado, duodeno, vesícula biliar, fígado e pâncreas, e suporta os restantes quatro fogos, a ser discutidos abaixo.<br />A acção principal de Pachak é o de dissolver e digerir os alimentos que comemos.<br />Regula a temperatura corporal.<br />Separa do alimento, os elementos nutritivos e os seus resíduos.<br />
  23. 23. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Fogo do Sangue: Ranjak<br />Segundo fogo de Pitta, controla a formação e preservação de sangue.<br />Localizado no fígado, baço e estômago, ranjak dá cor e oxigénio ao sangue.<br />
  24. 24. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Fogo do Coração: Sadhak<br />O melhor dos fogos, sadhak, o fogo em terceiro lugar, é fundamental para a actividade <br />de Pitta.<br />Ela reina, juntamente com o prana, no coração.<br />Com udana, regulamenta a memória e a manutenção e bem-estar de todo o funcionamento mental.<br />
  25. 25. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Fogo dos Olhos: Alachak<br />O quarto fogo de Pitta, existe na visão: nas pupilas e retina.<br />Dá-nos olhos o brilho e difunde a luz e seu espectro de cores em todo o corpo. <br />É a ligação entre os olhos e a visão. <br />
  26. 26. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Fogo da pele: Brajak<br />O quinto fogo, brajak, situa-se na pele, dando à pele o seu brilho característico <br />(através do Vata).<br />Regula a temperatura da superfície do corpo, controla as glândulas sudoríparas. <br />Protege o corpo de condições atmosféricas extremas e facilita a assimilação de luz, vento, água e óleo através da pele.<br />
  27. 27. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />
  28. 28. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Pitta em desequilíbrio<br />Se Pitta Dosha está em excesso resulta em:<br />Se Pitta Dosha está diminuído, resulta em:<br />
  29. 29. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Cinco Águas de Kapha:Kapha, formado a partir de elementos da água e da terra, também se manifesta em cinco locais doshic, através destes centros de operação e alcance sistémico que influencia todo o organismo. As cinco águas de Kapha são: <br />Água do Estômago: Kladak<br />A primeira água de Kapha, kladak, origina-se no estômago.<br />É a causa do muco formado no corpo.<br />A mais importante das águas, controla a lubrificação do processo digestivo e dos órgãos internos.<br />Liquefaz alimentos, e alimenta as águas remanescentes de Kapha.<br />
  30. 30. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Água do Coração: Alambak<br />A segunda água de Kapha, alambak, reside no peito e no coração.<br />Fornece um líquido plasmático (tecido) que cobre o coração, pulmões e parte superior das costas, isolando-os e agindo como um amortecedor.<br />Alambak também fornece energia aos músculos.<br />
  31. 31. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Água da Língua: Bodhak <br />Terceira água de Kapha, é o que une as cinco águas do rio corpo.<br />Ele envia água para a língua e palato e dá a percepção do gosto.<br />Ele regista cada um dos seis sabores na natureza e emite os impulsos adequados para receber o alimento muito antes de este ser ingerido.<br />A água Bodhak também liquefaz o alimento.<br />
  32. 32. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Água da Cabeça: Tarpak<br />Quarta água de Kapha, entra no cérebro e espinhal medula.<br />Ela lubrifica a função dos órgãos sensoriais e, como resultado lubrifica e protege o sistema nervoso.<br />
  33. 33. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Água das Articulações: Slashak<br />Quinta água de Kapha, está localizada nas articulações.<br />Lubrifica as articulações e dá -lhes a sua solidez.<br />Gel untuoso Slashak protege as articulações do calor, e dá tranquilidade e flexibilidade de movimento.<br />
  34. 34. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />
  35. 35. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Kapha em desequilíbrio<br />Se Dosha Kapha está em excesso resulta em:<br />E se Dosha Kapha estiver diminuído, poderá resultar em:<br />
  36. 36. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Subdoshas – Um Guia mais preciso<br />É a nível dos subdoshas que os desequilíbrios são detectados pela primeira vez. O conhecimento dos subdoshas permite ao médico ajudar o paciente a identificar e eliminar os desequilíbrios antes que eles dêem origem aos sintomas. <br />O médico pode avaliar o tipo de corpo e usar várias técnicas de diagnóstico, como a do pulso para verificar quais os doshas e subdoshas podem estar fora de equilíbrio. Se quaisquer pré-desequilíbrios, doença estão presentes (como eles são na maioria das pessoas), o médico pode dar conselhos práticos sobre como equilibrar os doshas, incluindo recomendações sobre qual dieta, estilo de vida e rotinas sazonais são mais adequados para um tipo de corpo e da prescrição de produtos de ervanária para equilibrar subdoshas específicos.<br />
  37. 37. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Caso clínico:<br />Há pouco tempo, um vaidya (médico Ayurvédico) estava a examinar um homem que tinha vindo solicitar uma avaliação do seu estado de saúde. Durante a entrevista, o homem negou ter problemas de qualquer aspecto da sua saúde. O sono era tranquilo, a digestão era forte e a evacuação regular. Para além das tensões usuais de uma vida ocupada, ele considerava-se completamente saudável.<br />Como parte de um exame físico completo, o médico Ayurvédico mediu a pulsação do homem. Segundos depois de sentir a sua pulsação, o médico perguntou:<br />- Há quanto tempo tem tido aftas?<br />O homem quase desmaiou de surpresa, exclamando:<br />- Esqueci-me de dizer que tinha tido problemas com aftas. É a única preocupação de saúde que não tenho conseguido eliminar.<br />O vaidya continuou então a descrever o estado dos doshas do homem, explicando que os desequilíbrios do Pitta que ele estava a detectar no pulso tornaram muito provável que as aftas fossem um problema recorrente se ele não alterasse a sua dieta. Ele encorajou o homem a reduzir a ingestão de ácidos e fermentados, incluindo o iogurte e o álcool. O iogurte não é um bom alimento para os Pittas, porque perturba esse dosha, assim como todos os alimentos ácidos e fermentados. Esses erros dietéticos combinados com o consumo de álcool e outras influências provocadoras de Pitta tinham levado este homem ao seu desequilíbrio intermitente. Pelos padrões ocidentais, ele tinha sido saudável, excepto pelas aftas da boca. Pelos padrões Ayurvédicos, ele tinha estado a provocar desequilíbrios que mais cedo ou mais tarde tinham de ser expressos.<br />
  38. 38. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Neste referido caso, o primeiro fogo de Pitta, pachak, que existe no intestino delgado, duodeno, vesícula biliar, fígado e pâncreas e que suporta os restantes subdoshas de Pitta, estava exacerbado, tendo sido estimulado pelos alimentos acima descritos. <br />As aftas foram o resultado do excesso de acidez, provocariam, com o tempo, indigestão, uma repulsa pelo alimento, ardor ou acidez no estômago e úlceras. <br />Ainda sentiria sensação desconfortável de calor, visto que pachak é um regulador de temperatura, e uma dor na parte superior do abdómen.<br />
  39. 39. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Cefaleias<br />Muitas vezes, o culpado é o Vata, o mais dominante e irrequieto dos três doshas.<br />A Ayurveda enumera vários factores que podem causar o desequilíbrio de Vata. Alguns deles são: não dormir bem; comer alimentos que alimentam o cérebro; comer alimentos muito secos ou frios; comer restos de alimentos que sobraram; manter uma rotina irregular de refeições e de sono; sobreexposição ao ar fresco e seco; excesso de leitura; ver televisão e excesso de viagens de avião.<br />Especialmente afectadas por essas irregularidades são dois subdoshas Vata: Apana Vata e Prana Vata. Apana Vata, pode ser chamado o fundamento de todos os outros Subdoshas Vata. Quando este subdosha é perturbado, ele cria pressão sobre os outros subdoshas. Apana Vata é perturbado quando se come alimentos muito secos, como pipocas, ou quando se saltam refeições ou se come mais tarde do que deveria. Sentado na mesma posição por muito tempo também é um factor que gera Apana Vata fora de equilíbrio. <br />
  40. 40. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />A cabeça é sede do Prana Vata. Um desequilíbrio de Prana Vata cria doenças como a obstipação, que por sua vez, dão origem dores de cabeça. Por outro lado, a dor de cabeça também pode resultar em problemas de Vata relacionados com o digestivo como a obstipação. Todos esses problemas ocorrem quando há um problema fundamental na forma como se alimenta, dorme ou trabalha.<br />Outros Subdoshas de Vata também não devem ser ignorados quando se considera que causam dor de cabeça. Samana Vata, que rege o movimento do alimento através do trato digestivo, também pode causar dores de cabeça. Isso acontece, por exemplo, quando uma pessoa sofre de gases, que viajam até ao peito e levanta-se a dar-lhe uma dor de cabeça latejante. <br />
  41. 41. A Importância dos Subdoshas no Diagnóstico / IMT 2009<br />Bibliografia<br />Wikipedia, A enciclopédia livre URL: http://pt.wikipedia.org<br />TIRTHA, AwamiSada Shiva, The Ayurveda Encyclopedia, Ayurveda Holistic Center Press, 2005<br />CHOPRA, Deepak, Saúde Perfeita, Estrela Polar, Rio de Janeiro, 2009<br />PÓ, Michele, Sebenta de Ayurveda, 2009/10<br />IndiaTimes Spirituality: URL: http://spirituality.indiatimes.com/articleshow/msid-<br />1963166,prtpage-1.cms<br />Yoga Journal, Spring 1994, Staying Healthy with Ayurveda by Eva Herriott: URL: http://www.theraj.com/rajresults/yogajournal.php<br />MAPI TOTAL HEALTH NEWS ONLINE: Mid Oct 2002 (www.mapi.com)<br />http://www.ayurveda.ie/pdf/menopause2.PDF<br />

×