SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
ALEITURADOMUNDOPRECEDEALEITURADAPALAVRA...CONHECIMENTO DE MUNDO/ PRÉVIOPERCEPÇÃO DA INFORMAÇÃO NOVAINTERAÇÃO/SELEÇÃOCONHEC...
SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
OPROCESSAMENTODAINFORMAÇÃOO processamento do objeto, no caso o texto, começa pelos olhos,que permitem a percepção do mater...
 Sempre damos demasiado crédito aos olhospor enxergarem. Frequentemente seu papelna leitura é supervalorizado. Os olhos n...
SMITH, Frank.Leitura significativaQuanto maisinformação nãovisual você tiver,menos informaçãovisual precisaráQuanto menosi...
RUA CORNÉLIO PROCÓPIO, 8IOSMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
 Dois fatores determinam a leitura:o texto impresso, que é vistopelos olhos, e aquilo que está“por trás” dos olhos: oconh...
 Não é preciso conhecer o significado detodas as palavras para compreender umamensagem escrita, um fator maisimportante é...
...O nosso conhecimento prévio ou não-visual é o que determina aquilo que vemos, osolhos apenas colhem as informações e o ...
SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
PERSPECTIVAINTERACIONISTAA leitura é uma atividade cognitiva na qualo leitor utiliza diversas estratégias baseadas emseu c...
TEXTO TEXTO TEXTO TEXTOA aprendizagem de leitura deve servista como uma prática social deinteração que, por meio demecanis...
...As características da leitura proficiente, a partir da perspectivainteracionista, nos levam a alguns questionamentos so...
TERMOSESSENCIAISDALEITURACOMOPROCESSODEINTERAÇÃOCOGNIÇÃO:PROCESSOOU FACULDADEDEADQUIRIRUM CONHECIMENTO.COGNITIVO:RELATIVOA...
BIBLIOGRAFIAFreire, P. A Importância do Ato de Ler, 41ª Ed.São Paulo, Cortez, 2001.Kleiman, A. Oficina de Leitura –Teoria ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aspectos cognitivos da leitura presencial 2 dia

120 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
120
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aspectos cognitivos da leitura presencial 2 dia

  1. 1. SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  2. 2. ALEITURADOMUNDOPRECEDEALEITURADAPALAVRA...CONHECIMENTO DE MUNDO/ PRÉVIOPERCEPÇÃO DA INFORMAÇÃO NOVAINTERAÇÃO/SELEÇÃOCONHECIMENTO...fui alfabetizado no chão doquintal de minha casa, àsombra das mangueiras, compalavras do meu mundo e nãodo mundo maior de meus pais.PAULO FREIRESMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  3. 3. SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  4. 4. SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  5. 5. SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  6. 6. OPROCESSAMENTODAINFORMAÇÃOO processamento do objeto, no caso o texto, começa pelos olhos,que permitem a percepção do material escrito (informação visual). Essematerial passa então a uma memória de trabalho que o organiza emunidades significativas.A memória de trabalho seria ajudada nesse processopor uma memória intermediária que tornaria acessíveis, como num estadode alerta, aqueles conhecimentos relevantes para a compreensão do textoem questão, dentre todo o conhecimento (informação não-visual) queestaria organizado na nossa memória de longo prazo (também chamada dememória semântica, ou memória profunda).SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  7. 7.  Sempre damos demasiado crédito aos olhospor enxergarem. Frequentemente seu papelna leitura é supervalorizado. Os olhos nãoveem, absolutamente, em sentido literal. Océrebro determina o que e como vemos. Asdecisões de percepção do cérebro estãobaseadas apenas em parte na informaçãocolhida pelos olhos.SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  8. 8. SMITH, Frank.Leitura significativaQuanto maisinformação nãovisual você tiver,menos informaçãovisual precisaráQuanto menosinformação nãovisual você tiver,mais informaçãovisual precisaráNaleitura...SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  9. 9. RUA CORNÉLIO PROCÓPIO, 8IOSMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  10. 10.  Dois fatores determinam a leitura:o texto impresso, que é vistopelos olhos, e aquilo que está“por trás” dos olhos: oconhecimento prévio do leitor.SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  11. 11.  Não é preciso conhecer o significado detodas as palavras para compreender umamensagem escrita, um fator maisimportante é:Saber como os textos se organizam eque características têm, ou seja:conheceros gêneros.SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  12. 12. ...O nosso conhecimento prévio ou não-visual é o que determina aquilo que vemos, osolhos apenas colhem as informações e o cérebroas aumenta pelo conhecimento que possui emrelação àquilo que os olhos colheram.SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  13. 13. SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  14. 14. PERSPECTIVAINTERACIONISTAA leitura é uma atividade cognitiva na qualo leitor utiliza diversas estratégias baseadas emseu conhecimento linguístico, social, cultural,enciclopédico.Tal utilização requer a mobilizaçãode diversos níveis de conhecimento, o que exigeoperações cognitivas, como a inferência, aanalogia, a síntese e a análise (Kleiman, 2001).SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  15. 15. TEXTO TEXTO TEXTO TEXTOA aprendizagem de leitura deve servista como uma prática social deinteração que, por meio demecanismos cognitivos (inferência,análise, analogia e síntese) fazreferência a outros textos. Professorese alunos cooperam com aaprendizagem da leitura fazendoligações entre os diversos textos(intertextualidade – explícita ouimplícita) que formam um único texto.SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  16. 16. ...As características da leitura proficiente, a partir da perspectivainteracionista, nos levam a alguns questionamentos sobre o ensino daleitura na escola:1-As estratégias de leitura utilizadas na escola estão formandoleitores proficientes?2- Nós professores auxiliamos os alunos na organização das novasinformações obtidas no ambiente escolar?3-Acionamos o conhecimento prévio dos alunos para que possamfazer relações/conexões com as novas informações dadas?PARA REFLETIR NESSAS QUESTÕES ANALISE OSTEXTOS QUE ESTÃONO ENVELOPE.SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  17. 17. TERMOSESSENCIAISDALEITURACOMOPROCESSODEINTERAÇÃOCOGNIÇÃO:PROCESSOOU FACULDADEDEADQUIRIRUM CONHECIMENTO.COGNITIVO:RELATIVOAO PROCESSOMENTAL DE PERCEPÇÃO, MEMÓRIA,JUÍZO E/OU RACIOCÍNIO.PROCESSAMENTO (informática):SUBMETERA PROCESSAMENTO DEDADOS;ORGANIZAR DADOS.SÍNTESE: MÉTODO, PROCESSOOUOPERAÇÃOQUE CONSISTE EM REUNIRELEMENTOS DIFERENTES, CONCRETOSOUABSTRATOS, E FUNDI-LOS NUMTODOCOERENTE.ANÁLISE:AVALIAÇÃOCRÍTICA; EXAME,PROCESSOOU MÉTODOCOMQUE SEDESCREVE,CARACTERIZA ECOMPREENDEALGO (TEXTO,OBRA DEARTE ETC.).INFERÊNCIA:OPERAÇÃOINTELECTUAL POR MEIO DA QUAL SEAFIRMAAVERDADE DE UMAPROPOSIÇÃO EM DECORRÊNCIA DESUA LIGAÇÃOCOMOUTRAS JÁRECONHECIDASCOMOVERDADEIRAS.ANALOGIA: RELAÇÃO DESEMELHANÇA ENTRE COISASOUFATOS DISTINTOS.SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson
  18. 18. BIBLIOGRAFIAFreire, P. A Importância do Ato de Ler, 41ª Ed.São Paulo, Cortez, 2001.Kleiman, A. Oficina de Leitura –Teoria ePrática, 8ª Ed. Campinas, Pontes, 2001.______. Leitura – Ensino e Pesquisa, 2ª Ed.Campinas, Pontes, 2001.______ & Moraes, S. E. Leitura eInterdisciplinaridade. Tecendo Projetosna Escola. Campinas: Mercado de Letras, 1999.______. Texto e leitor – AspectosCognitivos da leitura, 8ª Ed. Campinas,Pontes, 2001.Koch, Ingedore V.; Elias, Vanda M. Ler eCompreender os Sentidos do Texto. SãoPaulo: Contexto, 2010.Smith, F. Compreendendo a Leitura- Umaanálise psicolingüística da leitura e doaprender a ler, 4ª Ed.; trad. Daise Batista,PortoAlegre: Artes Médicas, 1989.SOLÉ, Isabel. Estratégias de Leitura.Porto Alegre: Artmed, 2003.SMITH, FRANK, 1989. - PCNP Jeanny e Anderson

×