Pós Graduação em Investigação Criminal e Peritagem Forense

94 visualizações

Publicada em

Esta Pós Graduação em Investigação Criminal e Peritagem Forense tem como objetivo Capacitar os alunos com os conhecimentos teóricos e competências práticas que permitam a reconstrução de um determinado quadro factual que importe esclarecer.
Para mais informações clique aqui: http://www.institutocriap.com/formacao/pos-graduacao-em-investigacao-criminal-e-peritagem-forense-b-learning/

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
94
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pós Graduação em Investigação Criminal e Peritagem Forense

  1. 1. Pós-Graduação em Investigação Criminal e Peritagem Forense www.institutocriap.com /formacao/pos-graduacao-em-investigacao-criminal-e-peritagem-forense- b-learning/ (Terça-Feira, Quarta-Feira, Quinta-Feira, Sexta-Feira, Sábado) DATA DE INÍCIO: 16 Janeiro 2016 DATA LIMITE DE INSCRIÇÃO: 26 Dezembro 2015 CERTIFICAÇÃO | ACREDITAÇÃO | RECONHECIMENTOS DGERT O sistema de certificação de entidades formadoras, a par de outros mecanismos, é um dos garantes da qualidade do Sistema Nacional de Qualificações em Portugal. Ler Mais >> Ensino Superior Nos termos do disposto no artigo 45.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho, e tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção de grau académico (Mestrado ou Doutoramento), os estabelecimentos de ensino superior poderão creditar até 23 ECTS, podendo constituir-se também numa valorização curricular na admissão a concursos de emprego público e privado. Ler mais >> SAÍDAS PROFISSIONAIS Os finalistas desta pós-graduação estarão habilitados a desenvolver um trabalho mais qualificado na área da investigação de factos ilícitos ou não, averiguação do evento e a peritagem forense, com uma forte incidência na área da atividade seguradora, compreendendo as metodologias associadas na realização de diligências processuais tendentes à descoberta da verdade material, os seus agentes e estabelecer os nexos causais entre o evento e o seu autor. Serão profissionais, que poderão desenvolver a sua atividade na área da atividade seguradora, quer no apoio à gestão de sinistros, quer como peritos técnicos averiguadores. DESTINATÁRIOS Tratando-se de formação avançada em Investigação Criminal e Peritagem Forense, com uma forte componente prática, este curso dá preferência aos detentores da Pós-graduação em Ciências Forenses, Investigação Criminal e Comportamento Desviante do Instituto CRIAP, podendo contudo, após análise curricular, admitir à frequência da formação, outros candidatos que sejam detentores de formação académica ou experiência profissional relevante. Esta formação é especialmente vocacionada para Operadores do Sistema de Justiça Penal, como Órgãos de Polícia Criminal, peritos averiguadores da área patrimonial e não patrimonial, com experiência profissional, bem como candidatos a perito averiguador, independentemente da formação académica, que pretendam adquirir ou aumentar as suas competências, finalistas de licenciatura e profissionais das áreas da Psicologia, Criminologia, das Ciências Forenses,
  2. 2. Ciências da Saúde, Direito; Polícias, Militares, Profissionais da Carreira Judiciária; áreas afins e/ou equivalente legal. OBJETIVOS GERAIS Capacitar os alunos com os conhecimentos teóricos e competências práticas que permitam a reconstrução de um determinado quadro factual que importe esclarecer. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Desenvolver nos alunos o raciocínio crítico e analítico nas investigações e peritagens de eventos factuais; Adquirir conhecimentos específicos na área da criminalística forense; Adquirir conhecimentos específicos em várias áreas das ciências forenses, como auxiliares à investigação e peritagem; Adquirir conhecimentos fundamentais da atividade seguradora; Adquirir competências para a correta elaboração de relatórios de averiguação e inspeções realizadas a locais dos eventos; Desenvolver a qualidade e eficiência das funções de apoio ao processo de regularização de sinistros, em particular, na identificação de situações de suspeita de fraude. METODOLOGIA DE ENSINO Exposição teórica com recurso a suporte audiovisual, Realização de exames no local, relatórios, estudo de casos. METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO Assistência e participação mínima em pelo menos 75% da duração o plano curricular obrigatório; Provas teóricas (70%); Exercícios práticos (30%) que integram os seguintes itens: Aulas Práticas (15%); Relatório (15%). CERTIFICADO | DIPLOMA O Certificado de Formação Profissional é emitido sempre que os formandos atinjam os objetivos pedagógicos que figuram no programa do curso de formação. Os formandos terão de frequentar pelo menos 75% do número total de horas da formação. O formando licenciado terá direito a dois certificados: Certificado de Pós-Graduação, emitido através do SIGO, tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho. Certificado de Pós-Graduação, emitido pelo Instituto CRIAP, com o reconhecimento do Conselho Técnico-Científico. O formando não licenciado terá direito a dois certificados:
  3. 3. Certificado de Formação Profissional, emitido através do SIGO, tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho. Certificado de Formação Profissional, emitido pelo Instituto CRIAP, com o reconhecimento do Conselho Técnico-Científico. FUNDAMENTAÇÃO A Pós‐graduação em Investigação Criminal e Peritagem Forense visa contribuir para a formação especializada de profissionais que pretendam adquirir ou desenvolver competências técnicas necessárias à realização de processos de investigação de factos ilícitos ou não, averiguação do evento e a peritagem forense, com uma forte incidência na área da atividade seguradora. Pretendemos proporcionar uma excelente base de trabalho para os futuros profissionais contribuindo, através de conhecimentos multidisciplinares e fundamentais da atividade seguradora, para a formação de peritos técnicos que pretendam desenvolver a sua atividade na área da investigação e peritagem, com uma forte incidência nos domínios da averiguação, inspeção e monitorização de eventos ilícitos ou não, na área de sinistros patrimoniais e não patrimoniais, aumentando o seu potencial de emprego no apoio à gestão de sinistros das seguradoras. COORDENAÇÃO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICA COORDENAÇÃO CIENTÍFICA Dr.ª Adélia Magalhães Dr. Paulo Pinto COORDENAÇÃO CIENTÍFICA Professor Doutor J. Pinto da Costa INFORMAÇÕES DE CANDIDATURA TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA Número de identificação bancária (NIB): 0033 0000 453860468 31 05 International Bank Account Number (IBAN): PT50.0033.0000.45386046831.05 SWIFT/BIC: BCOMPTPL DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA Certificado de Licenciatura/Mestrado Integrado; Curriculum Vitae; Fotocópia do BI e NIF / Cartão do Cidadão; Fotografia (tipo passe); Comprovativo de pagamento da taxa de inscrição. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO Análise curricular;
  4. 4. Ordem de chegada das candidaturas (a candidatura só é válida após o pagamento da inscrição); Entrevista (se necessário). INFORMAÇÕES DE CANDIDATURA E-MAIL info@criap.com TEL +351 225 026 201 TELM +351 918 081 537 NOTAS a) A data limite das fases de candidatura poderá ser antecipada em caso de se verificar o preenchimento do limite de vagas existentes. b) Na eventualidade de não atingir o número mínimo de participantes, a formação poderá sofrer alteração de datas ou mesmo ser cancelada, ficando salvaguardada a devolução de todas as importâncias recebidas pelo Instituto CRIAP. c) Em caso de desistência só haverá lugar à devolução dos valores pagos quando a mesma for comunicada até 10 dias antes da data agendada para o início da formação. d) Da alínea anterior excluem-se as formações confirmadas. Se o candidato desistir depois da formação ser dada como confirmada, não haverá lugar à restituição dos valores pagos. e) Caso a candidatura não seja selecionada fica salvaguardada a devolução de todas as importâncias recebidas pelo Instituto CRIAP. f) O local de formação poderá estar sujeito a alterações por indisponibilidade do mesmo, mantendo-se sempre na mesma localidade. g) As datas de formação são suscetíveis a alterações por imprevistos de força maior.

×