SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
Baixar para ler offline
Relatório TÜV Türiguen
PRELIMINARESEnsaios Técnicos –NanotecnologiaObservações Preliminares
O movimento relativo entre dois corpos sólidos gera atrito, e como resultado, abrasão e desgaste. Os
resultados são perdas de energia e materiais que, somente na Alemanha, são estimadas em 35 a 40
milhões de euros todos os anos. A fim de reduzir estas perdas, são necessárias estruturas capazes de
ir ao encontro das necessidades com um correspondente tratamento das superfícies.
O lubrificante deve estar a altura das exigências. A capacidade de carga e a resistência ao desgaste
de um rolamento dependem da viscosidade do lubrificante; o tempo da fadiga do rolamento
lubrificado do uso de aditivos apropriados e da pureza do lubrificante; e a resistência à deformação
das engrenagens depende da capacidade de carga que o lubrificante pode suportar. nine® satisfaz
estas necessidades.
Esta apresentação de nine® é feita em conjunto com a TÜV - Thüringen e a MSH
GmbH; e contém extratos dos relatórios dos teste efectuados pela TÜV.
O objetivo foi provar que nine® é uma proteção totalmente nova contra o desgaste,
reduzindo-o em superfícies metálicas. Por meio da tecnologia de resistência ao desgaste
de nine® é possível garantir uma proteção de longa duração em motores e materiais
metálicos.
PRELIMINARESEnsaios Técnicos –NanotecnologiaRelatório de Análise
A tecnologia nine® foi examinada no âmbito de
uma série de testes. Os resultados dos teste
mostram que os efeitos da tecnologia podem ser
comprovadas.
nine® apresenta os seguintes efeitos:
- Resistência ao desgaste do motor
- Descarbonização com limpeza de todo o
tipo de impureza e resina
- Melhoria no desempenho do motor
- Redução das emissões de substâncias
nocivas
Teste básicos: Relatório de ensaio 8141.076.06
PRELIMINARESEnsaios Técnicos –NanotecnologiaAvaliação da Eficácia
✓ Resistência ao desgaste
● Gravação do atrito e do desgaste em
substratos metálicos
● Comportamento do aquecimento de
lubrificante sob aplicação de uma certa
força de atrito
✓ Limpeza do sistema circulatório
lubrificante no motor
✓ Redução das emissões de gases de
escape
✓ Otimização da compressão
● Análise do conteúdo de partículas
sólidas no óleo de motor
● Estudo da concentração de substâncias
nocivas nos gases de escape.
● Análise da compreensão do motor
antes e depois da aplicação do produto
✓ Redução do ruído do motor ● Análise e registro do ruído do motor
antes e depois da aplicação do produto
DIN 51 834 – parte 2
Força: 300 N
Temperatura: 50°C
Duração: 120 min
Dureza do objeto: 62HRC
Teste da resistência ao desgaste/ Dispositivo de
teste de oscilação de translação
nine® Motor Renew em óleo de motor 10W40
conclusão: o desgaste observado no objeto 2 (nine® Motor Renew) é em média
aproximadamente 50% menor do que o observado no objeto 1 (óleo 10W40 somente)
Objeto teste 1
sem nine® motor renew
Objeto teste 2
com nine® motor renew
Teste 1 sob a influência de uma força de atrito (150 N)
As curvas de temperatura de ambos os teste
não se afastam entre si significativamente nos
primeiros 20 minutos (1200s)
Pode observar-se um claro aumento de
temperatura na amostra 1 a partir dos 20
minutos. Este continua a crescer a partir de
então.
A curva de temperatura para a amostra 2 não
mostra qualquer particular flutuação.
Estabiliza na temperatura de 47°C a partir dos
30 minutos.
Teste da resistência ao desgaste / Comportamento
do lubrificante quando aquecido
Conclusão: Pode admitir-se que se formou uma camada de proteção anti
atrito ativa na superfície do objeto de teste 2 a partir do 20 minuto em diante
Teste 2 sob a influência de uma força de atrito (150 N)
O óleo 10W40 sem tratamento também foi aquecido a temperatura de 50°C. As curvas de temperatura
registradas são basicamente muito semelhantes. A curva da aplicação com nine esta em média 5°C
abaixo da do óleo não tratado.
Esta experiência foi repetida 8 vezes com os mesmos resultados. Um comportamento sistemático pode
ser observado aqui.
Conclusão: Para criação da camada antidesgaste temperatura bem como pressão são necessários.
Esta energia é retirada do óleo do motor aquecido. Como resultado tem-se um arrefecimento
temporário do óleo do motor, mas este não mais é importante após a criação da camada antidesgaste
O comportamento principal de nine® é composto de uma mistura de silício modificado,
óxido de alumínio e grafite em estado plasma, os quais o seu tratamento mantém as
propriedades lubrificantes mesmo a temperaturas de 1200°C.
Num processo micro metalúrgico, a camada anti atrito nine® é construída nas superfícies
de atrito cinemático. Esta camada é elástica e pode estender-se desde 3 a 700nm.
A camada anti atrito trata de otimizar o jogo entre as partes friccionáveis. Através da
diminuição do atrito e do aumento da dureza nas superfícies ativa-se a resistência anti
desgaste.
O óleo do motor recupera as suas propriedades originais através do processo de renovação
das moléculas do óleo destruídas por meio das substâncias presentes em nine®.
A camada anti atrito cria uma ligação química permanente com as superfícies metálicas
sujeitas ao esforço de atrito, sendo que tanto o atrito como o desgaste são reduzidos e a
vida útil operacional da unidade é decididamente prolongada.
Conclusão para o comportamento resistente
ao desgaste.
O teste foi realizado no motor do veículo. Para este fim, uma amostra de óleo base foi obtida do
sistema circulatório de lubrificação antes da aplicação da tecnologia.
Depois de aplicar os dois frascos de nine® e conduzir cerca de 200km, uma posterior amostra
de óleo foi obtida. A análise das partículas sólidas circulantes mostrou que aproximadamente
20% a mais de sólidos estava presente no óleo após a aplicação de nine® misturado com óleo
base.
Método de funcionamento da mistura nine®:
Limpeza do óleo e sistemas de lubrificação
circulantes
Redução de emissão de gases de escape
Medida de HC em gases de
escape
Antes e depois da aplicação
de nine
Diminuição do nível de HC (Hidrocarbonetos)
depois da aplicação
PARÂMETROS
EMISSÕES RESULTADOS
ANTES DEPOIS
CO %vol 0,277 0,041 85 % Melhoria
CO2 %vol 14,6 15,3
HC ppm 105,7 39,6 63 % Melhoria
O2 %vol 0,111 0,269
LAMBDA 0,994 0,956
Rotação min-1 812 816
O valor dos gases produzidos pelo
veículo em funcionamento, parado,
antes do teste, encontrava-se dentro
da gama de tolerância admitida para
a viatura. A seguir, em carga, a
quantidade de HC emitida aumenta
significativamente. A quantidade de
fases emitidos teve um
comportamento oscilante e instável.
O valor de HC produzido foi de
aproximadamente 105ppm. Após a
aplicação de nine, os valores de
emissão foram melhores já na fase
do veiculo em funcionamento
parado. A seguir, na fase de carga,
verificou-se uma rápida estabilização.
O valor da emissão de gases foi
bastante melhorado.Melhor X
Pior
Após a aplicação do produto o valor de emissão de
gases foi
Uma limpeza profunda dos sistemas e das impurezas impregnadas nas superfícies de
atrito é garantida em um único processo com a aplicação da tecnologia nine®.
A mistura de nanopartículas nine® transportada pelo óleo do motor, penetra e
infiltra-se nos agentes contaminantes aderidos nas superfícies internas do motor.
Os contaminantes são dissolvidos e libertados no óleo do motor em forma de
partículas.
nine® leva em conta que nenhum agente de limpeza cáustico pode ser usado no motor,
a fim de evitar qualquer dano em borrachas e plásticos que ocasionariam vazamentos
no motor.
O valor das emissões de gases comprova o desempenho enquanto que ao mesmo
tempo assegura uma resistência duradoura ao desgaste.
Conclusão em relação ao comportamento
dos agentes contaminantes
Optimização da compressão
Antes da aplicação Depois da aplicação
As características da
compressão, antes da aplicação,
foram bastante instáveis. Após
50 km foi feita uma rápida
paragem de 5 min
Nos 50 km subsequentes, já com
uma velocidade maior, um
comportamento mais dinâmico
do motor pode ser determinado
pelo condutor. Após 100 km, as
característica de compressão
estavam balanceadas e
otimizadas. O melhoramento da
compressão obtido em valores
absolutos foi de cerca de 16%
O desempenho do motor foi
melhorado
SIM/NÃO SIM
O comportamento de condução do
veículo foi melhorado
SIM/NÃO SIM
Análise do nível do ruído/motor
Conclusões da otimização do desempenho e
do comportamento do ruído
A taxa de compressão é sempre uma expressão do desempenho real quando
comparado com os parâmetros do fabricante. Uma baixa taxa de compressão
significa, entre outra coisas, que o desempenho real do motor não mais é obtido.
Alguns motivos são, por exemplo, o próprio funcionamento do motor que produz
contaminação do óleo no sistema circulatório de lubrificação.
Eficácia de nine®:
• Limpeza das superfícies de atrito
• Formação de uma camada intermediaria nas superfícies de atrito
• E a formação de uma camada micro modificada, repetidamente auto ajustável.
Esta demonstrado a otimização do desempenho, na base da analise do ruído, com
uma redução de 0,5dB. Esta é uma indicação significativa da melhoria de operação
global assim como é significativo em termos da vibração, isto é:
compressão melhorada = desempenho melhorado = redução do consumo de
óleo e combustível = aumento da vida útil da unidade.
Conclusão
nine® tem como função a criação de um revestimento anti-atrito nas superfícies sujeitas ao atrito
e a renovação das superfícies desgastadas por atrito seco, semi-seco ou oleoso.
O objetivo é reduzir o coeficiente de atrito, a pressão mecânica e a perda de calor onde é aplicado,
isto é, maquinas e mecanismos. A superfícies tratadas com nine® adquirem uma geometria
melhorada e tornam-se partes preciosas com um aumento muito grande da vida útil.
A aplicação conduz a/ao:
✓ Aumento da vida útil do motor/unidade
✓ Aumento do coeficiente de trabalho (cos f)
✓ Redução do consumo de energia em aplicações elétricas
✓ Redução do consumo de combustível em motores de combustão interna
✓ Aumento da vida útil dos lubrificantes
✓ Redução de CO/HC e outros gases resultantes da combustão incompleta
✓ Redução dos níveis de ruído e vibração
Conclusão
nine® tem como função a criação de um revestimento anti-atrito nas superfícies sujeitas ao
atrito e a renovação das superfícies desgastadas por atrito seco, semi-seco ou oleoso.
O objetivo é reduzir o coeficiente de atrito, a pressão mecânica e a perda de calor onde é
aplicado, isto é, máquinas e mecanismos. A superfícies tratadas com nine® adquirem uma
geometria melhorada e tornam-se partes preciosas com um aumento muito grande da vida
útil.
A aplicação conduz a/ao:
✓ Aumento da vida útil do motor/unidade
✓ Aumento do coeficiente de trabalho (cos f)
✓ Redução do consumo de energia em aplicações elétricas
✓ Redução do consumo de combustível em motores de combustão interna
✓ Aumento da vida útil dos lubrificantes
✓ Redução de CO/HC e outros gases resultantes da combustão incompleta
✓ Redução dos níveis de ruído e vibração
Relatório TUV NANO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (9)

Gaxetas
Gaxetas Gaxetas
Gaxetas
 
MÍDIA TROCA DE FLUIDOS FREIO HITECH
MÍDIA TROCA DE FLUIDOS FREIO HITECHMÍDIA TROCA DE FLUIDOS FREIO HITECH
MÍDIA TROCA DE FLUIDOS FREIO HITECH
 
Formulando xampu com baixa irritabilidade
Formulando xampu com baixa irritabilidadeFormulando xampu com baixa irritabilidade
Formulando xampu com baixa irritabilidade
 
Empilhadeiras Hangcha
Empilhadeiras HangchaEmpilhadeiras Hangcha
Empilhadeiras Hangcha
 
Inf lubrificantes
Inf lubrificantesInf lubrificantes
Inf lubrificantes
 
AULA 01 -LUBRIFICAÇÃO.pdf
AULA 01 -LUBRIFICAÇÃO.pdfAULA 01 -LUBRIFICAÇÃO.pdf
AULA 01 -LUBRIFICAÇÃO.pdf
 
Acoplamentos Tec Tor
Acoplamentos Tec TorAcoplamentos Tec Tor
Acoplamentos Tec Tor
 
Contra Recuos - Tec Tor
Contra Recuos - Tec TorContra Recuos - Tec Tor
Contra Recuos - Tec Tor
 
Manual henkel loctite
Manual henkel loctiteManual henkel loctite
Manual henkel loctite
 

Semelhante a Relatório TUV NANO

Lubrificação avançada (3)(1)
Lubrificação avançada (3)(1)Lubrificação avançada (3)(1)
Lubrificação avançada (3)(1)ligiaclaudia
 
Recepção de Mercadoria na Placa.pptx
Recepção de Mercadoria na Placa.pptxRecepção de Mercadoria na Placa.pptx
Recepção de Mercadoria na Placa.pptxadao18
 
Jornada de exatas 2013
Jornada de exatas 2013Jornada de exatas 2013
Jornada de exatas 2013Fabio Tofoli
 
Lucrifica o_e_lubrificantes
Lucrifica  o_e_lubrificantesLucrifica  o_e_lubrificantes
Lucrifica o_e_lubrificantesMarcos Paulo
 
LUBRIFICANTES E LUBRIFICAÇÃO DE ALTA PERFORMANCE
LUBRIFICANTES E LUBRIFICAÇÃO DE ALTA PERFORMANCELUBRIFICANTES E LUBRIFICAÇÃO DE ALTA PERFORMANCE
LUBRIFICANTES E LUBRIFICAÇÃO DE ALTA PERFORMANCEEXCELLENCE CONSULTING
 
PARA CADA ESTILO A MELHOR SOLUÇÃO - FILTROS HENGST
PARA CADA ESTILO A MELHOR SOLUÇÃO - FILTROS HENGSTPARA CADA ESTILO A MELHOR SOLUÇÃO - FILTROS HENGST
PARA CADA ESTILO A MELHOR SOLUÇÃO - FILTROS HENGSTLuiz Paulo dos Santos
 
Manual de serviço cg125 titan ks es cg125 cargo infgeral
Manual de serviço cg125 titan ks es cg125 cargo infgeralManual de serviço cg125 titan ks es cg125 cargo infgeral
Manual de serviço cg125 titan ks es cg125 cargo infgeralThiago Huari
 
Manutenção de equipamentos
Manutenção de equipamentosManutenção de equipamentos
Manutenção de equipamentosIgors Cardoso
 
Resumo Expandido sobre Viscosidade
Resumo Expandido sobre ViscosidadeResumo Expandido sobre Viscosidade
Resumo Expandido sobre ViscosidadeStefany Lorrany
 
Msstxmotardbaixaresolucao 090325021908-phpapp02
Msstxmotardbaixaresolucao 090325021908-phpapp02Msstxmotardbaixaresolucao 090325021908-phpapp02
Msstxmotardbaixaresolucao 090325021908-phpapp02Milinko Danilovic
 
Relatório - Curso Técnico de Eletrônica
Relatório - Curso Técnico de EletrônicaRelatório - Curso Técnico de Eletrônica
Relatório - Curso Técnico de EletrônicaFrederico José S. Gomes
 
Ventura Pneus
Ventura PneusVentura Pneus
Ventura Pneusericknc
 
Ventura Pneus
Ventura PneusVentura Pneus
Ventura Pneusericknc
 
Manual de serviço cg150 titan ks es esd informac
Manual de serviço cg150 titan ks es esd informacManual de serviço cg150 titan ks es esd informac
Manual de serviço cg150 titan ks es esd informacThiago Huari
 
Manual de serviço cg125 titan ks es kse cg125 cargo (2002) informac
Manual de serviço cg125 titan  ks es kse cg125 cargo (2002) informacManual de serviço cg125 titan  ks es kse cg125 cargo (2002) informac
Manual de serviço cg125 titan ks es kse cg125 cargo (2002) informacThiago Huari
 

Semelhante a Relatório TUV NANO (20)

Lubrificação avançada (3)(1)
Lubrificação avançada (3)(1)Lubrificação avançada (3)(1)
Lubrificação avançada (3)(1)
 
LUBRIFICANTES.pptx
LUBRIFICANTES.pptxLUBRIFICANTES.pptx
LUBRIFICANTES.pptx
 
Recepção de Mercadoria na Placa.pptx
Recepção de Mercadoria na Placa.pptxRecepção de Mercadoria na Placa.pptx
Recepção de Mercadoria na Placa.pptx
 
Jornada de exatas 2013
Jornada de exatas 2013Jornada de exatas 2013
Jornada de exatas 2013
 
Seu motor é que nos move
Seu motor é que nos moveSeu motor é que nos move
Seu motor é que nos move
 
Lucrifica o_e_lubrificantes
Lucrifica  o_e_lubrificantesLucrifica  o_e_lubrificantes
Lucrifica o_e_lubrificantes
 
LUBRIFICANTES E LUBRIFICAÇÃO DE ALTA PERFORMANCE
LUBRIFICANTES E LUBRIFICAÇÃO DE ALTA PERFORMANCELUBRIFICANTES E LUBRIFICAÇÃO DE ALTA PERFORMANCE
LUBRIFICANTES E LUBRIFICAÇÃO DE ALTA PERFORMANCE
 
AEA Seminar _10_ 2012
AEA Seminar _10_ 2012AEA Seminar _10_ 2012
AEA Seminar _10_ 2012
 
PARA CADA ESTILO A MELHOR SOLUÇÃO - FILTROS HENGST
PARA CADA ESTILO A MELHOR SOLUÇÃO - FILTROS HENGSTPARA CADA ESTILO A MELHOR SOLUÇÃO - FILTROS HENGST
PARA CADA ESTILO A MELHOR SOLUÇÃO - FILTROS HENGST
 
Aditivos
AditivosAditivos
Aditivos
 
Catalogo moto 2013_pt
Catalogo moto 2013_ptCatalogo moto 2013_pt
Catalogo moto 2013_pt
 
Manual de serviço cg125 titan ks es cg125 cargo infgeral
Manual de serviço cg125 titan ks es cg125 cargo infgeralManual de serviço cg125 titan ks es cg125 cargo infgeral
Manual de serviço cg125 titan ks es cg125 cargo infgeral
 
Manutenção de equipamentos
Manutenção de equipamentosManutenção de equipamentos
Manutenção de equipamentos
 
Resumo Expandido sobre Viscosidade
Resumo Expandido sobre ViscosidadeResumo Expandido sobre Viscosidade
Resumo Expandido sobre Viscosidade
 
Msstxmotardbaixaresolucao 090325021908-phpapp02
Msstxmotardbaixaresolucao 090325021908-phpapp02Msstxmotardbaixaresolucao 090325021908-phpapp02
Msstxmotardbaixaresolucao 090325021908-phpapp02
 
Relatório - Curso Técnico de Eletrônica
Relatório - Curso Técnico de EletrônicaRelatório - Curso Técnico de Eletrônica
Relatório - Curso Técnico de Eletrônica
 
Ventura Pneus
Ventura PneusVentura Pneus
Ventura Pneus
 
Ventura Pneus
Ventura PneusVentura Pneus
Ventura Pneus
 
Manual de serviço cg150 titan ks es esd informac
Manual de serviço cg150 titan ks es esd informacManual de serviço cg150 titan ks es esd informac
Manual de serviço cg150 titan ks es esd informac
 
Manual de serviço cg125 titan ks es kse cg125 cargo (2002) informac
Manual de serviço cg125 titan  ks es kse cg125 cargo (2002) informacManual de serviço cg125 titan  ks es kse cg125 cargo (2002) informac
Manual de serviço cg125 titan ks es kse cg125 cargo (2002) informac
 

Mais de Marcos Abreu

O que é - nine® protection motor renew .ppt
O que é - nine® protection motor renew .pptO que é - nine® protection motor renew .ppt
O que é - nine® protection motor renew .pptMarcos Abreu
 
Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew
Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew
Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew Marcos Abreu
 
COMPROVANDO A EFICACIA - nine® Protection Motor Renew
COMPROVANDO A  EFICACIA - nine® Protection Motor Renew COMPROVANDO A  EFICACIA - nine® Protection Motor Renew
COMPROVANDO A EFICACIA - nine® Protection Motor Renew Marcos Abreu
 
Método e Analise de Solução de Problemas
Método e Analise de Solução de Problemas Método e Analise de Solução de Problemas
Método e Analise de Solução de Problemas Marcos Abreu
 
Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em ResultadosGestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em ResultadosMarcos Abreu
 
GESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAO
GESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAOGESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAO
GESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAOMarcos Abreu
 
Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em Resultados Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em Resultados Marcos Abreu
 
GESTÃO de Excelência na LUBRIFICAÇÃO
GESTÃO de Excelência na  LUBRIFICAÇÃO                GESTÃO de Excelência na  LUBRIFICAÇÃO
GESTÃO de Excelência na LUBRIFICAÇÃO Marcos Abreu
 
Procedimento Tratamento de Anomalias
Procedimento Tratamento de AnomaliasProcedimento Tratamento de Anomalias
Procedimento Tratamento de AnomaliasMarcos Abreu
 
Procedimento de Treinamento e Qualificação
Procedimento de Treinamento e QualificaçãoProcedimento de Treinamento e Qualificação
Procedimento de Treinamento e QualificaçãoMarcos Abreu
 
Procedimento de Controle de Documentos
Procedimento de Controle de DocumentosProcedimento de Controle de Documentos
Procedimento de Controle de DocumentosMarcos Abreu
 
Procedimento de Elaboracao de Documentos
Procedimento de Elaboracao de DocumentosProcedimento de Elaboracao de Documentos
Procedimento de Elaboracao de DocumentosMarcos Abreu
 
Consumo Diesel Transporte
Consumo Diesel Transporte Consumo Diesel Transporte
Consumo Diesel Transporte Marcos Abreu
 
Planta de Biodigestao da Palha da Cana
Planta de Biodigestao da Palha da CanaPlanta de Biodigestao da Palha da Cana
Planta de Biodigestao da Palha da CanaMarcos Abreu
 
Treinamento Operador de Separadora de Fermento
Treinamento Operador de Separadora de FermentoTreinamento Operador de Separadora de Fermento
Treinamento Operador de Separadora de FermentoMarcos Abreu
 
Treinamento Fermentador
Treinamento FermentadorTreinamento Fermentador
Treinamento FermentadorMarcos Abreu
 
RTC Medindo a Eficiencia da Industria
RTC  Medindo a Eficiencia da Industria RTC  Medindo a Eficiencia da Industria
RTC Medindo a Eficiencia da Industria Marcos Abreu
 
Cuidados Operacionais e Manutenção Sistema Moagem
Cuidados Operacionais e Manutenção  Sistema MoagemCuidados Operacionais e Manutenção  Sistema Moagem
Cuidados Operacionais e Manutenção Sistema MoagemMarcos Abreu
 
Procedimento Treinamento
Procedimento Treinamento Procedimento Treinamento
Procedimento Treinamento Marcos Abreu
 

Mais de Marcos Abreu (20)

O que é - nine® protection motor renew .ppt
O que é - nine® protection motor renew .pptO que é - nine® protection motor renew .ppt
O que é - nine® protection motor renew .ppt
 
Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew
Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew
Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew
 
COMPROVANDO A EFICACIA - nine® Protection Motor Renew
COMPROVANDO A  EFICACIA - nine® Protection Motor Renew COMPROVANDO A  EFICACIA - nine® Protection Motor Renew
COMPROVANDO A EFICACIA - nine® Protection Motor Renew
 
Método e Analise de Solução de Problemas
Método e Analise de Solução de Problemas Método e Analise de Solução de Problemas
Método e Analise de Solução de Problemas
 
Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em ResultadosGestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em Resultados
 
GESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAO
GESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAOGESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAO
GESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAO
 
Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em Resultados Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em Resultados
 
A águia
A águia A águia
A águia
 
GESTÃO de Excelência na LUBRIFICAÇÃO
GESTÃO de Excelência na  LUBRIFICAÇÃO                GESTÃO de Excelência na  LUBRIFICAÇÃO
GESTÃO de Excelência na LUBRIFICAÇÃO
 
Procedimento Tratamento de Anomalias
Procedimento Tratamento de AnomaliasProcedimento Tratamento de Anomalias
Procedimento Tratamento de Anomalias
 
Procedimento de Treinamento e Qualificação
Procedimento de Treinamento e QualificaçãoProcedimento de Treinamento e Qualificação
Procedimento de Treinamento e Qualificação
 
Procedimento de Controle de Documentos
Procedimento de Controle de DocumentosProcedimento de Controle de Documentos
Procedimento de Controle de Documentos
 
Procedimento de Elaboracao de Documentos
Procedimento de Elaboracao de DocumentosProcedimento de Elaboracao de Documentos
Procedimento de Elaboracao de Documentos
 
Consumo Diesel Transporte
Consumo Diesel Transporte Consumo Diesel Transporte
Consumo Diesel Transporte
 
Planta de Biodigestao da Palha da Cana
Planta de Biodigestao da Palha da CanaPlanta de Biodigestao da Palha da Cana
Planta de Biodigestao da Palha da Cana
 
Treinamento Operador de Separadora de Fermento
Treinamento Operador de Separadora de FermentoTreinamento Operador de Separadora de Fermento
Treinamento Operador de Separadora de Fermento
 
Treinamento Fermentador
Treinamento FermentadorTreinamento Fermentador
Treinamento Fermentador
 
RTC Medindo a Eficiencia da Industria
RTC  Medindo a Eficiencia da Industria RTC  Medindo a Eficiencia da Industria
RTC Medindo a Eficiencia da Industria
 
Cuidados Operacionais e Manutenção Sistema Moagem
Cuidados Operacionais e Manutenção  Sistema MoagemCuidados Operacionais e Manutenção  Sistema Moagem
Cuidados Operacionais e Manutenção Sistema Moagem
 
Procedimento Treinamento
Procedimento Treinamento Procedimento Treinamento
Procedimento Treinamento
 

Relatório TUV NANO

  • 2. PRELIMINARESEnsaios Técnicos –NanotecnologiaObservações Preliminares O movimento relativo entre dois corpos sólidos gera atrito, e como resultado, abrasão e desgaste. Os resultados são perdas de energia e materiais que, somente na Alemanha, são estimadas em 35 a 40 milhões de euros todos os anos. A fim de reduzir estas perdas, são necessárias estruturas capazes de ir ao encontro das necessidades com um correspondente tratamento das superfícies. O lubrificante deve estar a altura das exigências. A capacidade de carga e a resistência ao desgaste de um rolamento dependem da viscosidade do lubrificante; o tempo da fadiga do rolamento lubrificado do uso de aditivos apropriados e da pureza do lubrificante; e a resistência à deformação das engrenagens depende da capacidade de carga que o lubrificante pode suportar. nine® satisfaz estas necessidades. Esta apresentação de nine® é feita em conjunto com a TÜV - Thüringen e a MSH GmbH; e contém extratos dos relatórios dos teste efectuados pela TÜV. O objetivo foi provar que nine® é uma proteção totalmente nova contra o desgaste, reduzindo-o em superfícies metálicas. Por meio da tecnologia de resistência ao desgaste de nine® é possível garantir uma proteção de longa duração em motores e materiais metálicos.
  • 3. PRELIMINARESEnsaios Técnicos –NanotecnologiaRelatório de Análise A tecnologia nine® foi examinada no âmbito de uma série de testes. Os resultados dos teste mostram que os efeitos da tecnologia podem ser comprovadas. nine® apresenta os seguintes efeitos: - Resistência ao desgaste do motor - Descarbonização com limpeza de todo o tipo de impureza e resina - Melhoria no desempenho do motor - Redução das emissões de substâncias nocivas Teste básicos: Relatório de ensaio 8141.076.06
  • 4. PRELIMINARESEnsaios Técnicos –NanotecnologiaAvaliação da Eficácia ✓ Resistência ao desgaste ● Gravação do atrito e do desgaste em substratos metálicos ● Comportamento do aquecimento de lubrificante sob aplicação de uma certa força de atrito ✓ Limpeza do sistema circulatório lubrificante no motor ✓ Redução das emissões de gases de escape ✓ Otimização da compressão ● Análise do conteúdo de partículas sólidas no óleo de motor ● Estudo da concentração de substâncias nocivas nos gases de escape. ● Análise da compreensão do motor antes e depois da aplicação do produto ✓ Redução do ruído do motor ● Análise e registro do ruído do motor antes e depois da aplicação do produto
  • 5. DIN 51 834 – parte 2 Força: 300 N Temperatura: 50°C Duração: 120 min Dureza do objeto: 62HRC Teste da resistência ao desgaste/ Dispositivo de teste de oscilação de translação
  • 6. nine® Motor Renew em óleo de motor 10W40 conclusão: o desgaste observado no objeto 2 (nine® Motor Renew) é em média aproximadamente 50% menor do que o observado no objeto 1 (óleo 10W40 somente)
  • 7. Objeto teste 1 sem nine® motor renew Objeto teste 2 com nine® motor renew
  • 8. Teste 1 sob a influência de uma força de atrito (150 N) As curvas de temperatura de ambos os teste não se afastam entre si significativamente nos primeiros 20 minutos (1200s) Pode observar-se um claro aumento de temperatura na amostra 1 a partir dos 20 minutos. Este continua a crescer a partir de então. A curva de temperatura para a amostra 2 não mostra qualquer particular flutuação. Estabiliza na temperatura de 47°C a partir dos 30 minutos. Teste da resistência ao desgaste / Comportamento do lubrificante quando aquecido Conclusão: Pode admitir-se que se formou uma camada de proteção anti atrito ativa na superfície do objeto de teste 2 a partir do 20 minuto em diante
  • 9. Teste 2 sob a influência de uma força de atrito (150 N) O óleo 10W40 sem tratamento também foi aquecido a temperatura de 50°C. As curvas de temperatura registradas são basicamente muito semelhantes. A curva da aplicação com nine esta em média 5°C abaixo da do óleo não tratado. Esta experiência foi repetida 8 vezes com os mesmos resultados. Um comportamento sistemático pode ser observado aqui. Conclusão: Para criação da camada antidesgaste temperatura bem como pressão são necessários. Esta energia é retirada do óleo do motor aquecido. Como resultado tem-se um arrefecimento temporário do óleo do motor, mas este não mais é importante após a criação da camada antidesgaste
  • 10. O comportamento principal de nine® é composto de uma mistura de silício modificado, óxido de alumínio e grafite em estado plasma, os quais o seu tratamento mantém as propriedades lubrificantes mesmo a temperaturas de 1200°C. Num processo micro metalúrgico, a camada anti atrito nine® é construída nas superfícies de atrito cinemático. Esta camada é elástica e pode estender-se desde 3 a 700nm. A camada anti atrito trata de otimizar o jogo entre as partes friccionáveis. Através da diminuição do atrito e do aumento da dureza nas superfícies ativa-se a resistência anti desgaste. O óleo do motor recupera as suas propriedades originais através do processo de renovação das moléculas do óleo destruídas por meio das substâncias presentes em nine®. A camada anti atrito cria uma ligação química permanente com as superfícies metálicas sujeitas ao esforço de atrito, sendo que tanto o atrito como o desgaste são reduzidos e a vida útil operacional da unidade é decididamente prolongada. Conclusão para o comportamento resistente ao desgaste.
  • 11. O teste foi realizado no motor do veículo. Para este fim, uma amostra de óleo base foi obtida do sistema circulatório de lubrificação antes da aplicação da tecnologia. Depois de aplicar os dois frascos de nine® e conduzir cerca de 200km, uma posterior amostra de óleo foi obtida. A análise das partículas sólidas circulantes mostrou que aproximadamente 20% a mais de sólidos estava presente no óleo após a aplicação de nine® misturado com óleo base. Método de funcionamento da mistura nine®: Limpeza do óleo e sistemas de lubrificação circulantes
  • 12. Redução de emissão de gases de escape Medida de HC em gases de escape Antes e depois da aplicação de nine Diminuição do nível de HC (Hidrocarbonetos) depois da aplicação
  • 13. PARÂMETROS EMISSÕES RESULTADOS ANTES DEPOIS CO %vol 0,277 0,041 85 % Melhoria CO2 %vol 14,6 15,3 HC ppm 105,7 39,6 63 % Melhoria O2 %vol 0,111 0,269 LAMBDA 0,994 0,956 Rotação min-1 812 816 O valor dos gases produzidos pelo veículo em funcionamento, parado, antes do teste, encontrava-se dentro da gama de tolerância admitida para a viatura. A seguir, em carga, a quantidade de HC emitida aumenta significativamente. A quantidade de fases emitidos teve um comportamento oscilante e instável. O valor de HC produzido foi de aproximadamente 105ppm. Após a aplicação de nine, os valores de emissão foram melhores já na fase do veiculo em funcionamento parado. A seguir, na fase de carga, verificou-se uma rápida estabilização. O valor da emissão de gases foi bastante melhorado.Melhor X Pior Após a aplicação do produto o valor de emissão de gases foi
  • 14. Uma limpeza profunda dos sistemas e das impurezas impregnadas nas superfícies de atrito é garantida em um único processo com a aplicação da tecnologia nine®. A mistura de nanopartículas nine® transportada pelo óleo do motor, penetra e infiltra-se nos agentes contaminantes aderidos nas superfícies internas do motor. Os contaminantes são dissolvidos e libertados no óleo do motor em forma de partículas. nine® leva em conta que nenhum agente de limpeza cáustico pode ser usado no motor, a fim de evitar qualquer dano em borrachas e plásticos que ocasionariam vazamentos no motor. O valor das emissões de gases comprova o desempenho enquanto que ao mesmo tempo assegura uma resistência duradoura ao desgaste. Conclusão em relação ao comportamento dos agentes contaminantes
  • 15. Optimização da compressão Antes da aplicação Depois da aplicação As características da compressão, antes da aplicação, foram bastante instáveis. Após 50 km foi feita uma rápida paragem de 5 min Nos 50 km subsequentes, já com uma velocidade maior, um comportamento mais dinâmico do motor pode ser determinado pelo condutor. Após 100 km, as característica de compressão estavam balanceadas e otimizadas. O melhoramento da compressão obtido em valores absolutos foi de cerca de 16% O desempenho do motor foi melhorado SIM/NÃO SIM O comportamento de condução do veículo foi melhorado SIM/NÃO SIM
  • 16. Análise do nível do ruído/motor
  • 17. Conclusões da otimização do desempenho e do comportamento do ruído A taxa de compressão é sempre uma expressão do desempenho real quando comparado com os parâmetros do fabricante. Uma baixa taxa de compressão significa, entre outra coisas, que o desempenho real do motor não mais é obtido. Alguns motivos são, por exemplo, o próprio funcionamento do motor que produz contaminação do óleo no sistema circulatório de lubrificação. Eficácia de nine®: • Limpeza das superfícies de atrito • Formação de uma camada intermediaria nas superfícies de atrito • E a formação de uma camada micro modificada, repetidamente auto ajustável. Esta demonstrado a otimização do desempenho, na base da analise do ruído, com uma redução de 0,5dB. Esta é uma indicação significativa da melhoria de operação global assim como é significativo em termos da vibração, isto é: compressão melhorada = desempenho melhorado = redução do consumo de óleo e combustível = aumento da vida útil da unidade.
  • 18. Conclusão nine® tem como função a criação de um revestimento anti-atrito nas superfícies sujeitas ao atrito e a renovação das superfícies desgastadas por atrito seco, semi-seco ou oleoso. O objetivo é reduzir o coeficiente de atrito, a pressão mecânica e a perda de calor onde é aplicado, isto é, maquinas e mecanismos. A superfícies tratadas com nine® adquirem uma geometria melhorada e tornam-se partes preciosas com um aumento muito grande da vida útil. A aplicação conduz a/ao: ✓ Aumento da vida útil do motor/unidade ✓ Aumento do coeficiente de trabalho (cos f) ✓ Redução do consumo de energia em aplicações elétricas ✓ Redução do consumo de combustível em motores de combustão interna ✓ Aumento da vida útil dos lubrificantes ✓ Redução de CO/HC e outros gases resultantes da combustão incompleta ✓ Redução dos níveis de ruído e vibração
  • 19. Conclusão nine® tem como função a criação de um revestimento anti-atrito nas superfícies sujeitas ao atrito e a renovação das superfícies desgastadas por atrito seco, semi-seco ou oleoso. O objetivo é reduzir o coeficiente de atrito, a pressão mecânica e a perda de calor onde é aplicado, isto é, máquinas e mecanismos. A superfícies tratadas com nine® adquirem uma geometria melhorada e tornam-se partes preciosas com um aumento muito grande da vida útil. A aplicação conduz a/ao: ✓ Aumento da vida útil do motor/unidade ✓ Aumento do coeficiente de trabalho (cos f) ✓ Redução do consumo de energia em aplicações elétricas ✓ Redução do consumo de combustível em motores de combustão interna ✓ Aumento da vida útil dos lubrificantes ✓ Redução de CO/HC e outros gases resultantes da combustão incompleta ✓ Redução dos níveis de ruído e vibração