SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 38
Baixar para ler offline
MARCOS ABREU –Trabalhos 
Desenvolvidos /Propostas - Gestão 
de Operações Industriais 
Contar com a participação de um 
especialista determinado 
a implementar na 
organização o que há 
de melhor em gerenciamento. 
"Para se ter sucesso, é necessário amar de verdade o 
que se faz. Caso contrário, levando em conta apenas o 
lado racional, você simplesmente desiste."(Steve Jobs) 
http://www.linkedin.com/pub/marcos-abreu/ 
4b/314/71b
FORMA DE GERENCIAR 
Desenvolvendo a equipe para focar em 
metas operacionais e financeiras 
desafiadoras, porem possíveis de serem 
atingidas. Queremos que nosso método 
de trabalho seja avaliado pelas melhorias 
em seus resultados e admirado pela 
superação das metas atingidas. 
Todos estarão aprendendo e praticando cada vez mais, à medida que 
produzem resultados, conseguindo serem os melhores da classe. 
Forte integração entre as partes agrícola , comercial , suprimento , 
SSMA ,Suprimentos e Alta Administração ,de forma a gerar satisfação 
aos clientes internos e externos; 
Conhecimento Técnico, Capacidade de Gestão de Resultados e 
Liderança serão o tripé de sustentação do gerenciamento focado em 
resultados
GERENCIAMENTO DA PRODUCAO 
• Atuação prioritária nas anomalias criticas 
detectadas junto a equipe/clientes e nas metas 
estratégicas advindas da alta administração; 
• Acompanhamento diário dos indicadores, indo ao 
chão de fabrica e apoiando a equipe na solução 
dos problemas operacionais críticos ; 
• Método de trabalho com abordagem sistêmica, 
transferindo tecnologia / metodologia gerencial 
(PDCA), baseada nos processos, capacitando toda 
a equipe; 
• Atuação na melhoria dos processos , nos padrões 
operacionais existentes e/ou introdução de novos 
padrões de forma a garantir os resultados 
esperados;
GERENCIAMENTO DA PRODUCAO 
Modelo de Gerenciamento Utilizado para 
Manter Resultados
GERENCIAMENTO DA PRODUCAO 
Modelo de Gerenciamento Utilizado para 
Melhorar Resultados
GERENCIAMENTO DA PRODUCAO 
Modelo de Plano de Ação Utilizado para 
Melhorar Resultados
GERENCIAMENTO DA PRODUCAO 
Modelo de Padrão Técnico de Processo ,utilizado para 
documentar e melhorar a engenharia dos processos, 
retendo o conhecimento ,podendo ser aplicado de uma 
forma simples e pratica junto a operação
GERENCIAMENTO DA PRODUCAO 
Modelo de Padrão de Acompanhamento de 
Itens de Controle Processo
GERENCIAMENTO DA PRODUCAO 
Modelo de Padrão de Acompanhamento de 
Itens de Controle Processo –Gráficos 
Gestão a Vista
GERENCIAMENTO DA PRODUCAO 
Modelo de Tratamento de Desvios de Itens 
de Controle Processo ( RANs )
GERENCIAMENTO DA PRODUCAO 
Resultados Alcançados 
Usina Vista Alegre/SP : 
Destilaria Sta. Fe/MS : 
Sobar S/A / SP : 
G.V.O Catanduva/SP : 
Incremento de 2,25 % no RTC 
Aumento da Eficiência Geral 
Processo de 78,51% para 83,00% 
Aumento da Eficiência Geral 
Processo de 82,5% para 84,0%; 
Aumento da Eficiência Geral de 
Processo de 82% para 85 %. 
Aumento da capacidade em 25% e 
da recuperação em 5% no setor 
Fabricação de açúcar
GERENCIAMENTO DA MANUTENCAO 
•Atuação prioritária nas anomalias criticas detectadas (RANs ) 
junto a equipe com base em estatísticas de horas paradas e metas 
de disponibilidade; 
• Estabelecimento/melhorias do plano de preventiva de safra e 
grande parada entressafra com base nos históricos estatísticos e 
levantamento de confiabilidade dos ativos ( RCM ,FEMEA) 
existentes; 
•Estabelecimento/melhorias do plano de manutenção preditiva e de 
hibernação dos equipamentos na parada ,de forma que não se 
intervenha no equipamento sem o diagnostico prévio ; 
•Método de trabalho com abordagem sistêmica, transferindo 
tecnologia / metodologia gerencial (PDCA), baseada nos 
processos, capacitando toda a equipe;
GERENCIAMENTO DA MANUTENCAO 
•Atuação na melhoria dos processos de manutenção , nos padrões 
operacionais existentes e/ou introdução de novos padrões de 
forma a garantir os resultados esperados ; 
• Estruturação da Engenharia de Manutenção , onde operação e 
manutenção , discutirão o progresso técnico da manutenção nos 
equipamentos ( falhas , melhorias nos equipamentos , condições 
de aquisição , arquivos técnicos , padrões técnicos , 
comissionamentos , diligenciamentos , entre outros ) 
•Introduzir/melhorar as Especificações Técnicas de Serviço (ES) 
,de Materiais (EM) e de Equipamentos (EQ), de forma que toda a 
aquisição seja feita de uma forma técnica e equalizada entre os 
fornecedores;
GERENCIAMENTO DA MANUTENCAO 
Modelo Conceitual do Gerenciamento da 
Manutenção
GERENCIAMENTO DA MANUTENCAO 
Exemplo Modelo de Formulário de Especificação Técnica de 
Serviços – Destilaria Sta Helena/MS
GERENCIAMENTO DA MANUTENCAO 
Modelo de Padrão Técnico de Manutenção ,utilizado 
para documentar e melhorar a engenharia da manutenção, 
retendo o conhecimento ,podendo ser aplicado de uma 
forma simples e pratica junto ao chão de fabrica
GERENCIAMENTO DA MANUTENCAO 
Modelo de Cronograma de Monitoramento Preditivo 
– Dest Sta Helena/MS
GERENCIAMENTO DA MANUTENCAO 
Resultados Alcançados : 
Destilaria Sta. Fe /MS: Tempo Aproveitamento 
Industrial aumentado de 88,00 % para 93,65%) 
Destilaria Sta. Helena /MS :Melhoria do Tempo 
Aproveitado Agroindustrial de 88,81 % para 
94,51%;
GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO 
Após realização de diagnostico, estruturação de cronograma e 
plano de ação para o progresso técnico da lubrificação, 
principio básico para alavancar resultados na manutenção ; 
Escopo trabalho : 
- Padronização, Consolidação e Compras 
- Armazenagem e manuseio 
- Controle de Contaminação 
- Técnicas de Amostragem 
- Capacitação e Certificação 
- Analise de Óleo 
- Praticas de Lubrificação e Relubrificação. 
- Praticas de Segurança e Vazamentos 
- Procedimentos e Guias 
- Indicadores 
- Melhoria Continua
GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO 
Modelo de Diagnostico e Acompanhamento da Gestão da Lubrificação
GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO 
Exemplo de Blindagem de Equipamentos – Dest Sta Helena MS
GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO 
Exemplo de Armazenagem de Lubrificantes – Dest Sta Helena MS
GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO 
Exemplo de Controle de Contaminantes – Dest Sta Helena MS
GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO 
Exemplo de Carrinhos Filtro Off Line – Usina Eldorado /MS 
1-Conjunto filtros duplos para 
retirada de água DONALDSON 
2-Conjunto filtros duplos para 
retirada de partículas 3 mícron Beta 
1000 DONALDSON 
RESULTADOS ALCANÇADOS NAS TURBINAS 
NAS – 6 ISO 17/15/12 
AGUA (Método Karl Fischer) média 450 ppm 
1 2
GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO 
Exemplo de Controle de Contaminantes – Dest Sta Helena MS 
Instalação do 
Minimess 
(ponto de coleta de 
óleo) 
Carrinho Off-line 
instalado
GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO 
Importância do Controle de Contaminantes
GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO 
Exemplo de Plano de Analises de Óleos Lubrificantes– Dest Sta Helena MS
GERENCIAMENTO SSMA 
1- Utilização da metodologia DIAG para obtenção de resultados em relação 
as principais Normas Regulamentadoras , ou seja , a realização de um 
diagnostico baseado nos documentos existentes e informações das equipes 
de segurança/meio ambiente/operação com plano de ação para mitigação dos 
riscos/perigos e aspectos/impactos ; 
2-Atuação prioritária nas anomalias criticas detectadas junto a equipe de 
segurança/meio ambiente/operação (com base em estatísticas de taxas 
freqüência/gravidade, notificações de órgãos fiscalizadores , 
aspectos/impactos/riscos/perigos levantados e auditorias internas realizadas) 
e nas metas estabelecidas pela alta administração ; 
3- Fomentar fortemente a organização e limpeza como princípios básicos de 
qualquer obtenção de resultados e satisfação dos clientes internos e 
externos; 
4- Fomentar fortemente a integração da gestão Segurança /Meio 
Ambiente/Processos como princípios básicos para a obtenção de resultados 
e satisfação dos clientes internos e externos;
GERENCIAMENTO SSMA 
Exemplo de Plano de Ação Diag – Usina Costa Bioenergia/PR
GERENCIAMENTO SSMA 
Resultados alcançados : 
Usina Goiasa/GO : Implementação de plano de 
redução de ocorrências e contenção de incêndios com 
50 % de melhoria no primeiro ano – redução de cana 
queimada - meta prioritária da alta administração 
Montagem do diagnostico inicial 
para estruturação do planejamento 
da SSMA e Higiene/Limpeza da 
unidade (metodologia DIAG) 
Costa Bioenergia /PR :
GERENCIAMENTO DE CUSTOS E DESPESAS 
Proposta de trabalho para redução das despesas operacionais 
Estruturar e controlar todas as despesas que ocorrem , aplicando exame detalhado em 
cada grupo correlacionada, comparando-as entre as áreas e identificando os desvios. 
As despesas são controladas por dois gestores, sendo um da área e outro do grupo de 
contas: 
$ AA 
$ BB 
$ CC 
$ DD 
ÁREAS ONDE 
OCORREM AS 
DESPESAS 
PACOTES 
QUAIS SÃO AS 
DESPESAS 
UTILIDADES 
MANUTENÇÃO 
SALÁRIOS E 
ENCAGOS 
BENEFÍCIOS 
MARKETING FINANÇAS 
RECURSOS 
HUMANOS 
OPERAÇÕES 
CC CC CC CC CC CC CC CC 
$ XX $ YY $ ZZ $ WW
GERENCIAMENTO DE CUSTOS E DESPESAS 
- É estabelecido (negociado) meta para cada grupo de contas, desdobradas para 
cada área, conforme aplicável. 
- Apoio aos responsáveis de cada área na elaboração do plano de ação específico 
para redução das despesas. 
- Estabelecimento de rotina de acompanhamento sistemático e avaliação dos 
resultados e apoio nas correções aplicadas nos desvios da meta estabelecida 
conforme necessário.
GERENCIAMENTO DE CUSTOS E DESPESAS 
Resultados Obtidos : 
Usina Goiasa/GO : Relevantes , na redução de custo CTT de 
R$ 26,00 / t para R$ 24,80 t. : 
Usina Vista Alegre/SP 
Redução de custos de Mao de Obra 
Operacional (7% alcançado) 
Costa Bioenergia /PR : Estruturação completa do sistema 
G.V.O Itapira / SP : Redução do custo operacional industrial 
em 30% 
de orçamento anual e gestão de 
custos agroindustriais com software 
da Compu-Software
GERENCIAMENTO DE PESSOAS 
Recursos Humanos é o grande capital da empresa e deve ser tratado 
com muita atenção, com o estabelecimento de sistema que permitam 
reter os melhores talentos. A competência desenvolvida na equipe e a 
liderança garantem o melhor resultado: satisfação das pessoas. 
Conhecimento 
+ 
Habilidade 
+ 
Atitude 
+ 
Entrega 
= 
Resultados 
Satisfação das pessoas 
Competência
GERENCIAMENTO DE PESSOAS 
Proposta de trabalho para a capacitação de pessoas 
Os trabalhos serão desenvolvidos na implementação dos seguintes 
tópicos para o aperfeiçoamento do processo de gestão de pessoas: 
- Atualização do Perfil das funções ou dos cargos (operacional e 
gerencial) 
- Matriz de capacitação, associadas aos requisitos de educação, 
conhecimento técnico, segurança e comportamento. 
- Programa e planejamento de Treinamento operacional. 
- Processo de avaliação de desempenho operacional e gerencial, 
voltados para o desenvolvimento/crescimento profissional/pessoal
GERENCIAMENTO DE PESSOAS 
Exemplo de Matriz de Capacitação - Goiasa/GO
GERENCIAMENTO DE PESSOAS 
Resultados Obtidos 
Sta Fe/Sta. Helena /Us. Eldorado /MS : Formação de 
equipe de 15 Trainees e 10 Gestores para liderança dos 
novos negócios que hoje estão em cargos de destaque no 
setor sucroenergetico . 
Formação de Gestor de Gestão que hoje ocupa cargo de 
gerencia no setor de alimentação ; 
Usina Goiasa/GO : Estruturação de 02 equipes de 18 
operadores mantenedores de colhedoras ;
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

NBR ISO 10015:2001 - Gestão da Qualidade - Diretrizes para treinamento
NBR ISO 10015:2001 - Gestão da Qualidade - Diretrizes para treinamentoNBR ISO 10015:2001 - Gestão da Qualidade - Diretrizes para treinamento
NBR ISO 10015:2001 - Gestão da Qualidade - Diretrizes para treinamentoFabiano Costa Cardoso
 
Gerenciamento da Rotina - Manual de Implementação
Gerenciamento da Rotina - Manual de ImplementaçãoGerenciamento da Rotina - Manual de Implementação
Gerenciamento da Rotina - Manual de ImplementaçãoSidney Santana
 
Gerenciamentopelasdiretrizes20051
Gerenciamentopelasdiretrizes20051Gerenciamentopelasdiretrizes20051
Gerenciamentopelasdiretrizes20051emc5714
 
5 pop 004.01 - treinamento
5   pop 004.01 - treinamento5   pop 004.01 - treinamento
5 pop 004.01 - treinamentoAndreia Carvalho
 
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Modelagem e Gestão por ProcessosProcessos
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Modelagem e Gestão por ProcessosProcessosMBA SGI UNISANTA - Disciplina: Modelagem e Gestão por ProcessosProcessos
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Modelagem e Gestão por ProcessosProcessosMarco Viveiros
 
Engenharia de processos: Mapeamento e Redesenho de Processos
Engenharia de processos: Mapeamento e Redesenho de ProcessosEngenharia de processos: Mapeamento e Redesenho de Processos
Engenharia de processos: Mapeamento e Redesenho de ProcessosAristeu Silveira, DMa, MSc.
 
Gerenc diretrizes cap 6
Gerenc diretrizes cap 6Gerenc diretrizes cap 6
Gerenc diretrizes cap 6emc5714
 
Gestão pelas Diretrizes - Palestra Us. Vista Alegre/SP nov 2011
Gestão pelas Diretrizes -  Palestra Us. Vista Alegre/SP nov 2011Gestão pelas Diretrizes -  Palestra Us. Vista Alegre/SP nov 2011
Gestão pelas Diretrizes - Palestra Us. Vista Alegre/SP nov 2011Marcos Abreu
 
Green Belts Six Sigma Programa 2010
Green Belts   Six Sigma Programa 2010Green Belts   Six Sigma Programa 2010
Green Belts Six Sigma Programa 2010Luis Fernandes
 
Caderno de Atividades Gestão de Processos e Qualidade
Caderno de Atividades Gestão de Processos e QualidadeCaderno de Atividades Gestão de Processos e Qualidade
Caderno de Atividades Gestão de Processos e QualidadeGerisval Pessoa
 
MS1 - Lean Six Sigma Green Belt
MS1 - Lean Six Sigma Green BeltMS1 - Lean Six Sigma Green Belt
MS1 - Lean Six Sigma Green BeltFrancisco Paulo
 
Gestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultadosGestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultadosCompanyWeb
 
A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2
A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2
A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2Saulo Oliveira
 
Redesenho de Processos
Redesenho de ProcessosRedesenho de Processos
Redesenho de ProcessosNatalia Bogdan
 

Mais procurados (20)

NBR ISO 10015:2001 - Gestão da Qualidade - Diretrizes para treinamento
NBR ISO 10015:2001 - Gestão da Qualidade - Diretrizes para treinamentoNBR ISO 10015:2001 - Gestão da Qualidade - Diretrizes para treinamento
NBR ISO 10015:2001 - Gestão da Qualidade - Diretrizes para treinamento
 
Gerenciamento da Rotina - Manual de Implementação
Gerenciamento da Rotina - Manual de ImplementaçãoGerenciamento da Rotina - Manual de Implementação
Gerenciamento da Rotina - Manual de Implementação
 
Gerenciamentopelasdiretrizes20051
Gerenciamentopelasdiretrizes20051Gerenciamentopelasdiretrizes20051
Gerenciamentopelasdiretrizes20051
 
5 pop 004.01 - treinamento
5   pop 004.01 - treinamento5   pop 004.01 - treinamento
5 pop 004.01 - treinamento
 
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Modelagem e Gestão por ProcessosProcessos
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Modelagem e Gestão por ProcessosProcessosMBA SGI UNISANTA - Disciplina: Modelagem e Gestão por ProcessosProcessos
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Modelagem e Gestão por ProcessosProcessos
 
Engenharia de processos: Mapeamento e Redesenho de Processos
Engenharia de processos: Mapeamento e Redesenho de ProcessosEngenharia de processos: Mapeamento e Redesenho de Processos
Engenharia de processos: Mapeamento e Redesenho de Processos
 
Gerenc diretrizes cap 6
Gerenc diretrizes cap 6Gerenc diretrizes cap 6
Gerenc diretrizes cap 6
 
Importância do controle empresarial
Importância do controle empresarialImportância do controle empresarial
Importância do controle empresarial
 
Gestão pelas Diretrizes - Palestra Us. Vista Alegre/SP nov 2011
Gestão pelas Diretrizes -  Palestra Us. Vista Alegre/SP nov 2011Gestão pelas Diretrizes -  Palestra Us. Vista Alegre/SP nov 2011
Gestão pelas Diretrizes - Palestra Us. Vista Alegre/SP nov 2011
 
Manuais de qualidade
Manuais de qualidadeManuais de qualidade
Manuais de qualidade
 
Seminario Excelencia da Gestao - 2015
Seminario Excelencia da Gestao - 2015Seminario Excelencia da Gestao - 2015
Seminario Excelencia da Gestao - 2015
 
Green Belts Six Sigma Programa 2010
Green Belts   Six Sigma Programa 2010Green Belts   Six Sigma Programa 2010
Green Belts Six Sigma Programa 2010
 
Caderno de Atividades Gestão de Processos e Qualidade
Caderno de Atividades Gestão de Processos e QualidadeCaderno de Atividades Gestão de Processos e Qualidade
Caderno de Atividades Gestão de Processos e Qualidade
 
MS1 - Lean Six Sigma Green Belt
MS1 - Lean Six Sigma Green BeltMS1 - Lean Six Sigma Green Belt
MS1 - Lean Six Sigma Green Belt
 
Lean Six Sigma Hospital
Lean Six Sigma Hospital Lean Six Sigma Hospital
Lean Six Sigma Hospital
 
Gestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultadosGestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultados
 
A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2
A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2
A01 - Gestao por Processos (visao geral) v2
 
Gestao macroprocesso
Gestao macroprocessoGestao macroprocesso
Gestao macroprocesso
 
Redesenho de Processos
Redesenho de ProcessosRedesenho de Processos
Redesenho de Processos
 
Desdobramento de metas
Desdobramento de metasDesdobramento de metas
Desdobramento de metas
 

Destaque

Procedimento de Treinamento e Qualificação
Procedimento de Treinamento e QualificaçãoProcedimento de Treinamento e Qualificação
Procedimento de Treinamento e QualificaçãoMarcos Abreu
 
Procedimento de Elaboracao de Documentos
Procedimento de Elaboracao de DocumentosProcedimento de Elaboracao de Documentos
Procedimento de Elaboracao de DocumentosMarcos Abreu
 
Procedimento para manutenção veicular
Procedimento para manutenção veicularProcedimento para manutenção veicular
Procedimento para manutenção veicularAnderson Fonseca
 
DUPLICAÇÃO DA BR-135/MA
DUPLICAÇÃO DA BR-135/MADUPLICAÇÃO DA BR-135/MA
DUPLICAÇÃO DA BR-135/MAMarco Coghi
 
plano-de-manutencao
 plano-de-manutencao plano-de-manutencao
plano-de-manutencaoThais Vieira
 
Descrição de Cargos, Competência e Treinamento
Descrição de Cargos, Competência e TreinamentoDescrição de Cargos, Competência e Treinamento
Descrição de Cargos, Competência e TreinamentoTemplum Consultoria Online
 
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOS
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOSMODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOS
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOSAne Costa
 
Formulario de-analise-e-descricao-de-cargo
Formulario de-analise-e-descricao-de-cargoFormulario de-analise-e-descricao-de-cargo
Formulario de-analise-e-descricao-de-cargoAlagui Marques Pereira
 
Check list veículos
Check list veículosCheck list veículos
Check list veículosAne Costa
 
Cronograma de actividades
Cronograma de actividadesCronograma de actividades
Cronograma de actividadesholabien
 
Slides matrizes de competências e habilidades 1
Slides matrizes de competências e habilidades 1Slides matrizes de competências e habilidades 1
Slides matrizes de competências e habilidades 1Dianaricardo28
 
Competências e habilidades
Competências e habilidadesCompetências e habilidades
Competências e habilidadesMari_Saracchini
 

Destaque (15)

Procedimento de Treinamento e Qualificação
Procedimento de Treinamento e QualificaçãoProcedimento de Treinamento e Qualificação
Procedimento de Treinamento e Qualificação
 
Matriz de capacitação
Matriz de capacitaçãoMatriz de capacitação
Matriz de capacitação
 
Modelo de projeto de capacitacao 0
Modelo de projeto de capacitacao 0Modelo de projeto de capacitacao 0
Modelo de projeto de capacitacao 0
 
Procedimento de Elaboracao de Documentos
Procedimento de Elaboracao de DocumentosProcedimento de Elaboracao de Documentos
Procedimento de Elaboracao de Documentos
 
Procedimento para manutenção veicular
Procedimento para manutenção veicularProcedimento para manutenção veicular
Procedimento para manutenção veicular
 
DUPLICAÇÃO DA BR-135/MA
DUPLICAÇÃO DA BR-135/MADUPLICAÇÃO DA BR-135/MA
DUPLICAÇÃO DA BR-135/MA
 
plano-de-manutencao
 plano-de-manutencao plano-de-manutencao
plano-de-manutencao
 
Descrição de Cargos, Competência e Treinamento
Descrição de Cargos, Competência e TreinamentoDescrição de Cargos, Competência e Treinamento
Descrição de Cargos, Competência e Treinamento
 
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOS
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOSMODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOS
MODELO DE LISTA DE PRESENÇA PARA TREINAMENTOS
 
Formulario de-analise-e-descricao-de-cargo
Formulario de-analise-e-descricao-de-cargoFormulario de-analise-e-descricao-de-cargo
Formulario de-analise-e-descricao-de-cargo
 
Cronograma.
Cronograma.Cronograma.
Cronograma.
 
Check list veículos
Check list veículosCheck list veículos
Check list veículos
 
Cronograma de actividades
Cronograma de actividadesCronograma de actividades
Cronograma de actividades
 
Slides matrizes de competências e habilidades 1
Slides matrizes de competências e habilidades 1Slides matrizes de competências e habilidades 1
Slides matrizes de competências e habilidades 1
 
Competências e habilidades
Competências e habilidadesCompetências e habilidades
Competências e habilidades
 

Semelhante a Abreu trabalhos carreira

Gerenciamento de Pessoas
Gerenciamento de PessoasGerenciamento de Pessoas
Gerenciamento de PessoasMarcos Abreu
 
RIGGI - Assessoria Gerencial
RIGGI - Assessoria Gerencial RIGGI - Assessoria Gerencial
RIGGI - Assessoria Gerencial Marcos Abreu
 
Apresentacao senai empresarios
Apresentacao senai empresariosApresentacao senai empresarios
Apresentacao senai empresariosAgencia G ABC
 
Curriculum Vitae Potuguese - Gustavo Rocha
Curriculum Vitae Potuguese - Gustavo RochaCurriculum Vitae Potuguese - Gustavo Rocha
Curriculum Vitae Potuguese - Gustavo RochaGustavo Rocha
 
Apresentação de TCC - Priscila Pereira.pptx
Apresentação de TCC - Priscila Pereira.pptxApresentação de TCC - Priscila Pereira.pptx
Apresentação de TCC - Priscila Pereira.pptxPriscila Pereira
 
Carlos Cunto Port_Cur doc
Carlos Cunto  Port_Cur docCarlos Cunto  Port_Cur doc
Carlos Cunto Port_Cur docDi Cunto Carlos
 
Joao Carlos Martins - Gestão Qualidade HSE Melhoria Continua
Joao Carlos Martins - Gestão Qualidade HSE Melhoria ContinuaJoao Carlos Martins - Gestão Qualidade HSE Melhoria Continua
Joao Carlos Martins - Gestão Qualidade HSE Melhoria ContinuaJoao Martins
 
Stratec - Módulo Matriz Orçamentária (Software)
Stratec - Módulo Matriz Orçamentária (Software)Stratec - Módulo Matriz Orçamentária (Software)
Stratec - Módulo Matriz Orçamentária (Software)Stratec Informática
 
Criar um processo e gerenciar as lições aprendidas
Criar um processo e gerenciar as lições aprendidasCriar um processo e gerenciar as lições aprendidas
Criar um processo e gerenciar as lições aprendidasJulio Cesar Gonçalves
 
Palestra iso 9001 ej ros (1)
Palestra iso 9001 ej ros (1)Palestra iso 9001 ej ros (1)
Palestra iso 9001 ej ros (1)Cesar Gonçalves
 
Abreu Trabalhos Carreira - Lubrificação Classe Mundial
Abreu Trabalhos Carreira - Lubrificação Classe Mundial Abreu Trabalhos Carreira - Lubrificação Classe Mundial
Abreu Trabalhos Carreira - Lubrificação Classe Mundial Marcos Abreu
 
Engenharia de manutenção
Engenharia de manutençãoEngenharia de manutenção
Engenharia de manutençãoDenilson Cintia
 

Semelhante a Abreu trabalhos carreira (20)

Gerenciamento de Pessoas
Gerenciamento de PessoasGerenciamento de Pessoas
Gerenciamento de Pessoas
 
PHMarcomini 18set15
PHMarcomini 18set15PHMarcomini 18set15
PHMarcomini 18set15
 
RIGGI - Assessoria Gerencial
RIGGI - Assessoria Gerencial RIGGI - Assessoria Gerencial
RIGGI - Assessoria Gerencial
 
Evandro Gonçalves
Evandro GonçalvesEvandro Gonçalves
Evandro Gonçalves
 
Apresentacao senai empresarios
Apresentacao senai empresariosApresentacao senai empresarios
Apresentacao senai empresarios
 
Curriculum Vitae Potuguese - Gustavo Rocha
Curriculum Vitae Potuguese - Gustavo RochaCurriculum Vitae Potuguese - Gustavo Rocha
Curriculum Vitae Potuguese - Gustavo Rocha
 
Apresentação de TCC - Priscila Pereira.pptx
Apresentação de TCC - Priscila Pereira.pptxApresentação de TCC - Priscila Pereira.pptx
Apresentação de TCC - Priscila Pereira.pptx
 
Carlos Cunto Port_Cur doc
Carlos Cunto  Port_Cur docCarlos Cunto  Port_Cur doc
Carlos Cunto Port_Cur doc
 
Apresentação Implantação PCM
Apresentação Implantação PCMApresentação Implantação PCM
Apresentação Implantação PCM
 
Currículo
CurrículoCurrículo
Currículo
 
Joao Carlos Martins - Gestão Qualidade HSE Melhoria Continua
Joao Carlos Martins - Gestão Qualidade HSE Melhoria ContinuaJoao Carlos Martins - Gestão Qualidade HSE Melhoria Continua
Joao Carlos Martins - Gestão Qualidade HSE Melhoria Continua
 
02 custos
02 custos02 custos
02 custos
 
Stratec - Módulo Matriz Orçamentária (Software)
Stratec - Módulo Matriz Orçamentária (Software)Stratec - Módulo Matriz Orçamentária (Software)
Stratec - Módulo Matriz Orçamentária (Software)
 
Criar um processo e gerenciar as lições aprendidas
Criar um processo e gerenciar as lições aprendidasCriar um processo e gerenciar as lições aprendidas
Criar um processo e gerenciar as lições aprendidas
 
Jornada de Educação: Gestão da Manutenção 2018
Jornada de Educação: Gestão da Manutenção 2018Jornada de Educação: Gestão da Manutenção 2018
Jornada de Educação: Gestão da Manutenção 2018
 
Palestra iso 9001 ej ros (1)
Palestra iso 9001 ej ros (1)Palestra iso 9001 ej ros (1)
Palestra iso 9001 ej ros (1)
 
Serviços
ServiçosServiços
Serviços
 
Abreu Trabalhos Carreira - Lubrificação Classe Mundial
Abreu Trabalhos Carreira - Lubrificação Classe Mundial Abreu Trabalhos Carreira - Lubrificação Classe Mundial
Abreu Trabalhos Carreira - Lubrificação Classe Mundial
 
SE EQM SUITE
SE EQM SUITESE EQM SUITE
SE EQM SUITE
 
Engenharia de manutenção
Engenharia de manutençãoEngenharia de manutenção
Engenharia de manutenção
 

Mais de Marcos Abreu

Relatório TUV NANO
Relatório TUV NANORelatório TUV NANO
Relatório TUV NANOMarcos Abreu
 
Apresentacao nano.docx 2
Apresentacao nano.docx 2Apresentacao nano.docx 2
Apresentacao nano.docx 2Marcos Abreu
 
Perguntas e Respostas - nine® Protection Motor Renew
Perguntas e Respostas - nine® Protection Motor RenewPerguntas e Respostas - nine® Protection Motor Renew
Perguntas e Respostas - nine® Protection Motor RenewMarcos Abreu
 
Prova Cientifica e Cases - nine® Protection Motor Renew
Prova Cientifica e Cases - nine® Protection Motor RenewProva Cientifica e Cases - nine® Protection Motor Renew
Prova Cientifica e Cases - nine® Protection Motor RenewMarcos Abreu
 
O que é - nine® protection motor renew .ppt
O que é - nine® protection motor renew .pptO que é - nine® protection motor renew .ppt
O que é - nine® protection motor renew .pptMarcos Abreu
 
Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew
Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew
Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew Marcos Abreu
 
COMPROVANDO A EFICACIA - nine® Protection Motor Renew
COMPROVANDO A  EFICACIA - nine® Protection Motor Renew COMPROVANDO A  EFICACIA - nine® Protection Motor Renew
COMPROVANDO A EFICACIA - nine® Protection Motor Renew Marcos Abreu
 
Método e Analise de Solução de Problemas
Método e Analise de Solução de Problemas Método e Analise de Solução de Problemas
Método e Analise de Solução de Problemas Marcos Abreu
 
Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em ResultadosGestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em ResultadosMarcos Abreu
 
GESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAO
GESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAOGESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAO
GESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAOMarcos Abreu
 
Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em Resultados Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em Resultados Marcos Abreu
 
GESTÃO de Excelência na LUBRIFICAÇÃO
GESTÃO de Excelência na  LUBRIFICAÇÃO                GESTÃO de Excelência na  LUBRIFICAÇÃO
GESTÃO de Excelência na LUBRIFICAÇÃO Marcos Abreu
 
Procedimento Tratamento de Anomalias
Procedimento Tratamento de AnomaliasProcedimento Tratamento de Anomalias
Procedimento Tratamento de AnomaliasMarcos Abreu
 
Procedimento de Controle de Documentos
Procedimento de Controle de DocumentosProcedimento de Controle de Documentos
Procedimento de Controle de DocumentosMarcos Abreu
 
Consumo Diesel Transporte
Consumo Diesel Transporte Consumo Diesel Transporte
Consumo Diesel Transporte Marcos Abreu
 
Planta de Biodigestao da Palha da Cana
Planta de Biodigestao da Palha da CanaPlanta de Biodigestao da Palha da Cana
Planta de Biodigestao da Palha da CanaMarcos Abreu
 
Treinamento Operador de Separadora de Fermento
Treinamento Operador de Separadora de FermentoTreinamento Operador de Separadora de Fermento
Treinamento Operador de Separadora de FermentoMarcos Abreu
 
Treinamento Fermentador
Treinamento FermentadorTreinamento Fermentador
Treinamento FermentadorMarcos Abreu
 
RTC Medindo a Eficiencia da Industria
RTC  Medindo a Eficiencia da Industria RTC  Medindo a Eficiencia da Industria
RTC Medindo a Eficiencia da Industria Marcos Abreu
 

Mais de Marcos Abreu (20)

Relatório TUV NANO
Relatório TUV NANORelatório TUV NANO
Relatório TUV NANO
 
Apresentacao nano.docx 2
Apresentacao nano.docx 2Apresentacao nano.docx 2
Apresentacao nano.docx 2
 
Perguntas e Respostas - nine® Protection Motor Renew
Perguntas e Respostas - nine® Protection Motor RenewPerguntas e Respostas - nine® Protection Motor Renew
Perguntas e Respostas - nine® Protection Motor Renew
 
Prova Cientifica e Cases - nine® Protection Motor Renew
Prova Cientifica e Cases - nine® Protection Motor RenewProva Cientifica e Cases - nine® Protection Motor Renew
Prova Cientifica e Cases - nine® Protection Motor Renew
 
O que é - nine® protection motor renew .ppt
O que é - nine® protection motor renew .pptO que é - nine® protection motor renew .ppt
O que é - nine® protection motor renew .ppt
 
Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew
Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew
Ensaios Técnicos 1 - nine® Protection Motor Renew
 
COMPROVANDO A EFICACIA - nine® Protection Motor Renew
COMPROVANDO A  EFICACIA - nine® Protection Motor Renew COMPROVANDO A  EFICACIA - nine® Protection Motor Renew
COMPROVANDO A EFICACIA - nine® Protection Motor Renew
 
Método e Analise de Solução de Problemas
Método e Analise de Solução de Problemas Método e Analise de Solução de Problemas
Método e Analise de Solução de Problemas
 
Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em ResultadosGestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em Resultados
 
GESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAO
GESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAOGESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAO
GESTAO de Excelencia na LUBRIFICACAO
 
Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em Resultados Gestão pela Excelência em Resultados
Gestão pela Excelência em Resultados
 
A águia
A águia A águia
A águia
 
GESTÃO de Excelência na LUBRIFICAÇÃO
GESTÃO de Excelência na  LUBRIFICAÇÃO                GESTÃO de Excelência na  LUBRIFICAÇÃO
GESTÃO de Excelência na LUBRIFICAÇÃO
 
Procedimento Tratamento de Anomalias
Procedimento Tratamento de AnomaliasProcedimento Tratamento de Anomalias
Procedimento Tratamento de Anomalias
 
Procedimento de Controle de Documentos
Procedimento de Controle de DocumentosProcedimento de Controle de Documentos
Procedimento de Controle de Documentos
 
Consumo Diesel Transporte
Consumo Diesel Transporte Consumo Diesel Transporte
Consumo Diesel Transporte
 
Planta de Biodigestao da Palha da Cana
Planta de Biodigestao da Palha da CanaPlanta de Biodigestao da Palha da Cana
Planta de Biodigestao da Palha da Cana
 
Treinamento Operador de Separadora de Fermento
Treinamento Operador de Separadora de FermentoTreinamento Operador de Separadora de Fermento
Treinamento Operador de Separadora de Fermento
 
Treinamento Fermentador
Treinamento FermentadorTreinamento Fermentador
Treinamento Fermentador
 
RTC Medindo a Eficiencia da Industria
RTC  Medindo a Eficiencia da Industria RTC  Medindo a Eficiencia da Industria
RTC Medindo a Eficiencia da Industria
 

Abreu trabalhos carreira

  • 1. MARCOS ABREU –Trabalhos Desenvolvidos /Propostas - Gestão de Operações Industriais Contar com a participação de um especialista determinado a implementar na organização o que há de melhor em gerenciamento. "Para se ter sucesso, é necessário amar de verdade o que se faz. Caso contrário, levando em conta apenas o lado racional, você simplesmente desiste."(Steve Jobs) http://www.linkedin.com/pub/marcos-abreu/ 4b/314/71b
  • 2. FORMA DE GERENCIAR Desenvolvendo a equipe para focar em metas operacionais e financeiras desafiadoras, porem possíveis de serem atingidas. Queremos que nosso método de trabalho seja avaliado pelas melhorias em seus resultados e admirado pela superação das metas atingidas. Todos estarão aprendendo e praticando cada vez mais, à medida que produzem resultados, conseguindo serem os melhores da classe. Forte integração entre as partes agrícola , comercial , suprimento , SSMA ,Suprimentos e Alta Administração ,de forma a gerar satisfação aos clientes internos e externos; Conhecimento Técnico, Capacidade de Gestão de Resultados e Liderança serão o tripé de sustentação do gerenciamento focado em resultados
  • 3. GERENCIAMENTO DA PRODUCAO • Atuação prioritária nas anomalias criticas detectadas junto a equipe/clientes e nas metas estratégicas advindas da alta administração; • Acompanhamento diário dos indicadores, indo ao chão de fabrica e apoiando a equipe na solução dos problemas operacionais críticos ; • Método de trabalho com abordagem sistêmica, transferindo tecnologia / metodologia gerencial (PDCA), baseada nos processos, capacitando toda a equipe; • Atuação na melhoria dos processos , nos padrões operacionais existentes e/ou introdução de novos padrões de forma a garantir os resultados esperados;
  • 4. GERENCIAMENTO DA PRODUCAO Modelo de Gerenciamento Utilizado para Manter Resultados
  • 5. GERENCIAMENTO DA PRODUCAO Modelo de Gerenciamento Utilizado para Melhorar Resultados
  • 6. GERENCIAMENTO DA PRODUCAO Modelo de Plano de Ação Utilizado para Melhorar Resultados
  • 7. GERENCIAMENTO DA PRODUCAO Modelo de Padrão Técnico de Processo ,utilizado para documentar e melhorar a engenharia dos processos, retendo o conhecimento ,podendo ser aplicado de uma forma simples e pratica junto a operação
  • 8. GERENCIAMENTO DA PRODUCAO Modelo de Padrão de Acompanhamento de Itens de Controle Processo
  • 9. GERENCIAMENTO DA PRODUCAO Modelo de Padrão de Acompanhamento de Itens de Controle Processo –Gráficos Gestão a Vista
  • 10. GERENCIAMENTO DA PRODUCAO Modelo de Tratamento de Desvios de Itens de Controle Processo ( RANs )
  • 11. GERENCIAMENTO DA PRODUCAO Resultados Alcançados Usina Vista Alegre/SP : Destilaria Sta. Fe/MS : Sobar S/A / SP : G.V.O Catanduva/SP : Incremento de 2,25 % no RTC Aumento da Eficiência Geral Processo de 78,51% para 83,00% Aumento da Eficiência Geral Processo de 82,5% para 84,0%; Aumento da Eficiência Geral de Processo de 82% para 85 %. Aumento da capacidade em 25% e da recuperação em 5% no setor Fabricação de açúcar
  • 12. GERENCIAMENTO DA MANUTENCAO •Atuação prioritária nas anomalias criticas detectadas (RANs ) junto a equipe com base em estatísticas de horas paradas e metas de disponibilidade; • Estabelecimento/melhorias do plano de preventiva de safra e grande parada entressafra com base nos históricos estatísticos e levantamento de confiabilidade dos ativos ( RCM ,FEMEA) existentes; •Estabelecimento/melhorias do plano de manutenção preditiva e de hibernação dos equipamentos na parada ,de forma que não se intervenha no equipamento sem o diagnostico prévio ; •Método de trabalho com abordagem sistêmica, transferindo tecnologia / metodologia gerencial (PDCA), baseada nos processos, capacitando toda a equipe;
  • 13. GERENCIAMENTO DA MANUTENCAO •Atuação na melhoria dos processos de manutenção , nos padrões operacionais existentes e/ou introdução de novos padrões de forma a garantir os resultados esperados ; • Estruturação da Engenharia de Manutenção , onde operação e manutenção , discutirão o progresso técnico da manutenção nos equipamentos ( falhas , melhorias nos equipamentos , condições de aquisição , arquivos técnicos , padrões técnicos , comissionamentos , diligenciamentos , entre outros ) •Introduzir/melhorar as Especificações Técnicas de Serviço (ES) ,de Materiais (EM) e de Equipamentos (EQ), de forma que toda a aquisição seja feita de uma forma técnica e equalizada entre os fornecedores;
  • 14. GERENCIAMENTO DA MANUTENCAO Modelo Conceitual do Gerenciamento da Manutenção
  • 15. GERENCIAMENTO DA MANUTENCAO Exemplo Modelo de Formulário de Especificação Técnica de Serviços – Destilaria Sta Helena/MS
  • 16. GERENCIAMENTO DA MANUTENCAO Modelo de Padrão Técnico de Manutenção ,utilizado para documentar e melhorar a engenharia da manutenção, retendo o conhecimento ,podendo ser aplicado de uma forma simples e pratica junto ao chão de fabrica
  • 17. GERENCIAMENTO DA MANUTENCAO Modelo de Cronograma de Monitoramento Preditivo – Dest Sta Helena/MS
  • 18. GERENCIAMENTO DA MANUTENCAO Resultados Alcançados : Destilaria Sta. Fe /MS: Tempo Aproveitamento Industrial aumentado de 88,00 % para 93,65%) Destilaria Sta. Helena /MS :Melhoria do Tempo Aproveitado Agroindustrial de 88,81 % para 94,51%;
  • 19. GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO Após realização de diagnostico, estruturação de cronograma e plano de ação para o progresso técnico da lubrificação, principio básico para alavancar resultados na manutenção ; Escopo trabalho : - Padronização, Consolidação e Compras - Armazenagem e manuseio - Controle de Contaminação - Técnicas de Amostragem - Capacitação e Certificação - Analise de Óleo - Praticas de Lubrificação e Relubrificação. - Praticas de Segurança e Vazamentos - Procedimentos e Guias - Indicadores - Melhoria Continua
  • 20. GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO Modelo de Diagnostico e Acompanhamento da Gestão da Lubrificação
  • 21. GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO Exemplo de Blindagem de Equipamentos – Dest Sta Helena MS
  • 22. GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO Exemplo de Armazenagem de Lubrificantes – Dest Sta Helena MS
  • 23. GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO Exemplo de Controle de Contaminantes – Dest Sta Helena MS
  • 24. GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO Exemplo de Carrinhos Filtro Off Line – Usina Eldorado /MS 1-Conjunto filtros duplos para retirada de água DONALDSON 2-Conjunto filtros duplos para retirada de partículas 3 mícron Beta 1000 DONALDSON RESULTADOS ALCANÇADOS NAS TURBINAS NAS – 6 ISO 17/15/12 AGUA (Método Karl Fischer) média 450 ppm 1 2
  • 25. GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO Exemplo de Controle de Contaminantes – Dest Sta Helena MS Instalação do Minimess (ponto de coleta de óleo) Carrinho Off-line instalado
  • 26. GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO Importância do Controle de Contaminantes
  • 27. GERENCIAMENTO DA LUBRIFICACAO Exemplo de Plano de Analises de Óleos Lubrificantes– Dest Sta Helena MS
  • 28. GERENCIAMENTO SSMA 1- Utilização da metodologia DIAG para obtenção de resultados em relação as principais Normas Regulamentadoras , ou seja , a realização de um diagnostico baseado nos documentos existentes e informações das equipes de segurança/meio ambiente/operação com plano de ação para mitigação dos riscos/perigos e aspectos/impactos ; 2-Atuação prioritária nas anomalias criticas detectadas junto a equipe de segurança/meio ambiente/operação (com base em estatísticas de taxas freqüência/gravidade, notificações de órgãos fiscalizadores , aspectos/impactos/riscos/perigos levantados e auditorias internas realizadas) e nas metas estabelecidas pela alta administração ; 3- Fomentar fortemente a organização e limpeza como princípios básicos de qualquer obtenção de resultados e satisfação dos clientes internos e externos; 4- Fomentar fortemente a integração da gestão Segurança /Meio Ambiente/Processos como princípios básicos para a obtenção de resultados e satisfação dos clientes internos e externos;
  • 29. GERENCIAMENTO SSMA Exemplo de Plano de Ação Diag – Usina Costa Bioenergia/PR
  • 30. GERENCIAMENTO SSMA Resultados alcançados : Usina Goiasa/GO : Implementação de plano de redução de ocorrências e contenção de incêndios com 50 % de melhoria no primeiro ano – redução de cana queimada - meta prioritária da alta administração Montagem do diagnostico inicial para estruturação do planejamento da SSMA e Higiene/Limpeza da unidade (metodologia DIAG) Costa Bioenergia /PR :
  • 31. GERENCIAMENTO DE CUSTOS E DESPESAS Proposta de trabalho para redução das despesas operacionais Estruturar e controlar todas as despesas que ocorrem , aplicando exame detalhado em cada grupo correlacionada, comparando-as entre as áreas e identificando os desvios. As despesas são controladas por dois gestores, sendo um da área e outro do grupo de contas: $ AA $ BB $ CC $ DD ÁREAS ONDE OCORREM AS DESPESAS PACOTES QUAIS SÃO AS DESPESAS UTILIDADES MANUTENÇÃO SALÁRIOS E ENCAGOS BENEFÍCIOS MARKETING FINANÇAS RECURSOS HUMANOS OPERAÇÕES CC CC CC CC CC CC CC CC $ XX $ YY $ ZZ $ WW
  • 32. GERENCIAMENTO DE CUSTOS E DESPESAS - É estabelecido (negociado) meta para cada grupo de contas, desdobradas para cada área, conforme aplicável. - Apoio aos responsáveis de cada área na elaboração do plano de ação específico para redução das despesas. - Estabelecimento de rotina de acompanhamento sistemático e avaliação dos resultados e apoio nas correções aplicadas nos desvios da meta estabelecida conforme necessário.
  • 33. GERENCIAMENTO DE CUSTOS E DESPESAS Resultados Obtidos : Usina Goiasa/GO : Relevantes , na redução de custo CTT de R$ 26,00 / t para R$ 24,80 t. : Usina Vista Alegre/SP Redução de custos de Mao de Obra Operacional (7% alcançado) Costa Bioenergia /PR : Estruturação completa do sistema G.V.O Itapira / SP : Redução do custo operacional industrial em 30% de orçamento anual e gestão de custos agroindustriais com software da Compu-Software
  • 34. GERENCIAMENTO DE PESSOAS Recursos Humanos é o grande capital da empresa e deve ser tratado com muita atenção, com o estabelecimento de sistema que permitam reter os melhores talentos. A competência desenvolvida na equipe e a liderança garantem o melhor resultado: satisfação das pessoas. Conhecimento + Habilidade + Atitude + Entrega = Resultados Satisfação das pessoas Competência
  • 35. GERENCIAMENTO DE PESSOAS Proposta de trabalho para a capacitação de pessoas Os trabalhos serão desenvolvidos na implementação dos seguintes tópicos para o aperfeiçoamento do processo de gestão de pessoas: - Atualização do Perfil das funções ou dos cargos (operacional e gerencial) - Matriz de capacitação, associadas aos requisitos de educação, conhecimento técnico, segurança e comportamento. - Programa e planejamento de Treinamento operacional. - Processo de avaliação de desempenho operacional e gerencial, voltados para o desenvolvimento/crescimento profissional/pessoal
  • 36. GERENCIAMENTO DE PESSOAS Exemplo de Matriz de Capacitação - Goiasa/GO
  • 37. GERENCIAMENTO DE PESSOAS Resultados Obtidos Sta Fe/Sta. Helena /Us. Eldorado /MS : Formação de equipe de 15 Trainees e 10 Gestores para liderança dos novos negócios que hoje estão em cargos de destaque no setor sucroenergetico . Formação de Gestor de Gestão que hoje ocupa cargo de gerencia no setor de alimentação ; Usina Goiasa/GO : Estruturação de 02 equipes de 18 operadores mantenedores de colhedoras ;
  • 38. FIM