A igreja em casas atos

7.161 visualizações

Publicada em

A igreja em casas atos

  1. 1. JULHO / AGOSTO / SETEMBRO 2002 Volume 17 / Número 2 EDIÇÃO PORTUGUÊS ATOS A IGREJA EM CASAS O Modelo do Novo Testamento Para a Multiplicação de Congregações Bob Fitts PARE! Antes de você ler esta revista, por favor, olhe para a etiqueta de endereço em seu envelope. No topo esquerdo de sua etiqueta está o seu número de ATOS. No topo direito de sua etiqueta, depois Por favor, escreva essa Por favor, escreva esse número aqui. da palavra "EXPIR", está sua data de ven- data aqui: cimento da assinatura da Revista ATOS. (month/year). ________ / _________ mês ano 1 / ATOS OUTUBRO / NOVEMBRO / DEZEMBRO 2001 Você deverá dar esta informação cada vez que escrever ao World MAP, ou quando preencherABRIL / MAIO / Formulário de Renovação de Assinatura ou solicitação do livro O Cajado doDEZEMBRO 2001 seu 1 / ATOS JUNHO 2002 OUTUBRO / NOVEMBRO / Pastor. ATOS / 1
  2. 2. A IGREJA EM CASAS O Modelo do Novo Testamento Para a Multiplicação de Congregações Bob FittsCapítulo 1A RAZÃO PARA TERMOSIGREJAS EM CASAS “Saudai Priscila e Áqüila, meus Contudo, neste exato momento, na jovens, em sua maioria com idades decooperadores em Cristo Jesus... China, há um incomum mover do Es- 15 a 19 anos. Os adolescentes vão aossaudai igualmente a igreja que se re- pírito de Deus que é até mesmo maior vilarejos e compartilham o Evangelhoúne na casa deles” (Rm 16:3-5). que o crescimento inicial da Igreja. onde ele nunca foi ouvido antes. ‘’As igrejas da Ásia vos saúdam. Isso está acontecendo sem o uso de “Quando os convertidos são organi-No Senhor, muito vos saúdam Áqüila prédios de igreja. Esse reavivamento zados em pequenos grupos, os adoles-e Priscila e, bem assim, a igreja que é um movimento de igrejas em casas. centes chamam os ‘presbíteros’ ouestá na casa deles” (l Co 16:19). A seguinte citação foi extraída do ‘anciãos’ (crentes de 20 a 30 anos de “Saudai os irmãos de Laodicéia, Relatório Calebe da edição de Jan/Fev idade) para virem e ensinarem as recém-e Ninfa, e à igreja que ela hospeda de 1990 da REVISTA MINISTÉRIOS. formadas igrejas em casas. Ao mesmoem sua casa” (Cl 4:15). Este relatório foi feito por Loren tempo, os adolescentes seguem adian- “Ao amado Filemom... e à igreja Cunningham, fundador e presidente da te, para alcançarem o próximo vilarejo.que está em tua casa” (Fm 1,2). JOCUM (Jovens com Uma Missão): “Os pastores e mestres chineses “De acordo com o U.S. Center For não têm barreiras financeiras para es- Com base nos versículos acima, é World Mission (Centro Americano palharem a mensagem cristã. Elesóbvio que a Igreja Primitiva reunia- Para Missões Mundiais), mais de moram com os camponeses e fazen-se em casas. Essas casas não eram o 22.000 chineses estão vindo a Cristo deiros em cada região nova, e nãoque poderíamos chamar de um prédio a cada dia. É o equivalente a 7 dias de constróem edifícios. Eles têm muitocaracterístico e específico de uma Pentecostes a cada 24 horas. Isso está pouco e precisam de muito pouco.igreja. Eram casas em que as pessoas acontecendo neste exato momento. A “Através deste meio simples, asmoravam, e eram abertas como um maior parte dessa explosão de uma Boas-Novas estão saltando sobre oslocal de reunião para a igreja. nova fé está vindo das comunidades campos e montanhas da China.” A Igreja Primitiva não tinha prédi- rurais da China, onde vive 80% da O explosivo crescimento da Igrejaos de igreja. Os prédios não aparece- população chinesa. que está acontecendo agora na Chinaram até o ano 232 d.C. O período mais “Jonathan Chão, fundador da tem algo em comum com o crescimen-explosivo do crescimento da Igreja na Chinese Church Research Center to da Igreja Primitiva do Livro dehistória, até recentemente, aconteceu (Centro de Pesquisas da Igreja Chi- Atos. Ambos são um movimento dedurante os primeiros anos, quando não nesa), contou-me como o reavivamen- igrejas em casas. Este mesmo tipo dehavia nenhum prédio de igreja. to chinês está sendo espalhado por crescimento é visto em outros países2 / ATOS ABRIL / MAIO / JUNHO 2002
  3. 3. hoje, onde os prédios de igrejas não nem mesmo precisa chamá-la de EDIÇÃO PORTUGUÊSsão permitidos. “igreja”, contanto que você saiba que Volume 17 / Número 2 Há um princípio simples que é ex- ela é uma igreja. Nenhuma das situa-presso aqui: Quanto mais obstáculosque atrapalham a implantação de no-vas igrejas forem removidos, tanto ções acima são ruins ou erradas, mas também não são necessárias. O Após- tolo Paulo não usava nenhuma das ATOS Índicemaior será o crescimento que veremos. coisas acima em seu ministério de im- Já tive experiências, tanto na im-plantação como no pastoreamento de plantação de igrejas. Muitas das nossas igrejas moder- A IGREJA EM CASASigrejas em casas. nas deixaram a simplicidade do Novo 1. A Razão Para Termos Igrejas em Casas .... 2 Vejo algumas claras vantagens na Testamento e acrescentaram tantas 2. As Igrejas em Casas no Novoimplantação de igrejas em casas para coisas extras, que na verdade não são Testamento .................................................... 6 3. O que é Uma Igreja? ................................... 9a multiplicação de igrejas: necessárias. Por essa razão, tem fica- 4. Implantação de Igrejas por Saturação .... 13 do cada vez mais difícil iniciarmos 5. Uma Roda ou Uma Videira? ..................... 17 AS IGREJAS EM CASAS SÃO uma nova igreja. 6. Será que os Prédios de Igrejas São FÁCEIS DE SE INICIAR Não podemos ir a nenhum país Mesmo Necessários? .................................. 18 7. Um Passo à Unidade .................................. 21 Para se implantar uma igreja numa hoje onde o Apóstolo Paulo implan- 8. O que Fazemos Numa Igreja em Casa? .. 24casa, você não precisa comprar propri- tou igrejas e apontarmos para um pré- 9. Perguntas e Respostas ............................... 27edades, nem construir um prédio. Você dio e dizermos: “Aquela é a Igreja de Suplemento A – Por que a JOCUM (Jovensnão precisa de um púlpito, bancos de Corinto!” ou “Olhe para aquele lindo com Uma Missão) Implanta Igrejas .............. 30 Suplemento B – Por que Implantar Novasigreja, hinários, nem de um piano. Você prédio! É a Igreja dos Efésios!” ou Igrejas ............................................................... 32pode ficar sem um batistério, uma es- “Eis aqui a Igreja dos Tessalonicen- Como Fazer a Sua Igreja Crescer ................. 34cola dominical, e um pastor de jovens. ses!” Não há nenhum prédio assim. O Crescimento da Igreja e as Escrituras ...... 37 Você não precisa pertencer a uma Pelo que saibamos, as igrejas que Pau- Diretor Responsável ................... Ralph Mahoneydenominação, nem tornar-se membro. lo iniciou reuniam-se em casas. Diretores ......................... Frank & Wendy Parrish Diretores AdministrativosVocê não precisa ter uma reunião aos Ray Willians, um amigo íntimo, é África .................................. Loreen Newingtondomingos, ter um boletim da igreja, missionário no México há 25 anos. Ele Índia .................................................... Bill Scott Internacional ................................ Gayla Deasenem ter uma reunião no mesmo lugar tem sido usado por Deus para iniciar Artes Gráficas ... Dennis McLain & Vander Santostodas as semanas. dezenas de igrejas no México, das Tradutor ....................................... Marcos Taveira Você não precisa ter uma placa quais centenas de outras igrejas têm Revisora ........................................... Nadya Denis Leitora de Provas ...................... Maura Ocamposcom o nome da sua igreja. Ela não pre- sido geradas. Impressão Gráfica ................ Editora Betânia S/Ccisa de um nome. Na verdade, você Ele me contou recentemente, que VISÃO E MISSÃO Como um ministério ao Corpo de Cristo, o World MAP existe para: 1. Fornecer aos líderes de igrejas nos paí- ses da Ásia, África e América Latina um treinamento prático que os torne efica- zes ministros do Evangelho. 2. Compartilhar com os crentes das nações ocidentais as vitórias e as tribulações de obreiros de igrejas nacionais, a fim de que a Igreja: Ore mais fervorosamente e dê mais sacrificialmente para abençoar e desenvolver a obra dos que servem nas linhas de frente do evangelismo. ATOS, no original, (ISSN 0744-1789) é publi- cada a cada três meses pelo “World MAP”, 1419 N. San Fernando Blvd., Burbank, CA 91504, EUA. Toda correspondência deve ser dirigida para o en- dereço acima ou para Caixa Postal 5053, 31611- 970 Venda Nova, MG, Brasil ou ainda para o e- mail: revista.atos@uol.com.br SR. AGENTE POSTAL: Favor enviar as mudan- ças de endereço para “World MAP”, Caixa Postal 5053, 31611-970 Venda Nova, MG, Brasil. Todas as passagens das Escrituras serão da Bíblia Sagrada, traduzida em português por João Ferreira de Almeida – Sociedade Bíblica do Brasil – 1981, a menos que outra fonte seja indicada.ABRIL / MAIO / JUNHO 2002 ATOS / 3
  4. 4. certa vez, iniciou uma igreja num tri- “A igreja em casas supre todos es- do, e, ao mesmo tempo, sendo respon-gal. A igreja cresceu, e dela surgiu uma ses requisitos de forma ideal. Elas de- sáveis a um mestre na profissão.multidão de “igrejas-filhas e netas”, e veriam sempre ser consideradas, tan- Esse era o método de Jesus. Seuscada uma delas com uma visão de im- to para uma implantação inicial como discípulos aprendiam observando, ou-plantação de novas igrejas. para expansões posteriores.” vindo e praticando, enquanto con- Temos a tendência de tornar nos- viviam com o Próprio Mestre dos mes-sas igrejas complexas demais. Deus AS IGREJAS EM CASAS SÃO tres.está nos chamando de volta à simplici- FERRAMENTAS Nas igrejas em casas os pastoresdade e naturalidade da multiplicação. EVANGELÍSTICAS podem ser treinados no sentido de fa- O Dr. Peter Wagner é considerado zerem de fato a obra de pastoreio. Ao AS IGREJAS EM CASAS por muitos como a maior autoridade mesmo tempo, eles estão sob a super- SÃO DESCONTRAÍDAS sobre o crescimento de igrejas hoje. visão de um pastor sênior. Eles cres- E INFORMAIS Ele diz: “O melhor método debaixo cem à medida que a igreja cresce sob Vários anos atrás, levei minha fa- do céu para a evangelização é a im- a liderança deles.mília a uma igreja cujo pastor era um plantação de igrejas. Nunca houve um Os pastores que têm empregos re-notável mestre da Bíblia. Eu gostava método melhor e nunca haverá.” munerados de tempo integral podemmuito daquela igreja e queria IMPLANTAÇÃO DE IGREJAS POR continuar, a trabalhar até que a igrejafreqüentá-la. No entanto, todos os SATURAÇÃO é o nome dado à visão possa sustentá-los financeiramente. Al-membros de lá vestiam-se com rou- que agora está sendo adotada por lí- guns pastorearão mais do que uma igre-pas que eram muito caras para as con- deres de missões no mundo todo. ja numa casa, uma vez que nem todasdições financeiras da minha família. Uma igreja que se divide a fim de elas se reúnem no domingo de manhã. Algumas pessoas não frequentam multiplicar-se experimenta uma adi-certas igrejas hoje porque o nível do ção. Uma igreja que tem o seu enfoque AS IGREJAS EM CASASpadrão do vestuário é alto demais. somente na adição tem a tendência de AJUDAM A ESTREITAR OSEles transformaram a igreja num even- atolar-se e estagnar-se. RELACIONAMENTOSto “formal”. Muitos que não frequen- O objetivo de muitos líderes de Uma pequena igreja numa casatam uma igreja do tipo formal, fre- igrejas tem sido o de se tentar fazer tem uma probabilidade muito maiorquentam uma igreja numa casa por- uma só congregação muito grande, em de que as pessoas tímidas encontremque ela é mais descontraída e tem um vez de se multiplicar as congregações. sua identidade no Corpo de Cristo.ambiente informal e familiar. Contudo, a Igreja de qualquer cidade Em nossa igreja em casa geralmen- Em seu livro UNDERSTANDING aumenta muito mais rapidamente pela te almoçávamos juntos nos domingos.CHURCH GROWTH (Comprendendo o multiplicação das congregações do Todas as famílias participavam, pre-Crescimento da Igreja), o Dr. Donald que pela tentativa de se edificar uma parando e servindo as refeições. A for-McGavran cita “Oito Chaves Para o só super-congregação. mação de relacionamentos ocorreCrescimento da Igreja nas Cidades”. A maior igreja do mundo encon- muito mais facilmente neste tipo deA primeira delas nos dá a idéia do Dr. tra-se em Seul, Coréia, sob a lideran- situações “familiares”.McGavran sobre a importância da ça pastoral do Dr. Yonggi Cho, que Em seu periódico Church Growthimplantação e multiplicação das igre- tem aplicado o princípio de multipli- Report (Relatório do Crescimento dajas em casas. Ele afirma: cação. A sua igreja está evangelizan- Igreja), Win Arn faz a seguinte afir- “As oito chaves que estou para do a Cidade de Seul de uma maneira mação sob o título “UM PRINCÍPIOmencionar não são meras adivinha- notável, multiplicando as congrega- DE CRESCIMENTO COMPROVADO”:ções. Elas descrevem princípios com ções, que são chamadas de “células”. GRUPOS PEQUENOS EFICAZES:os quais concordam homens especi- Eles se dispuseram a dividir-se a fim “Em nossos estudos de igrejas cres-alizados no crescimento da Igreja. de se multiplicarem, e a adição tem centes, descobrimos que uma carac- “Em primeiro lugar, enfatize as igre- sido incrível. terística comum é o alto nível de ‘colajas em casas. Quando a igreja começa a relacionamental’ entre os membros.crescer, cada congregação precisa en- AS IGREJAS EM CASAS Podemos chamar esta característica decontrar logo um lugar para se reunir. FACILITAM O TREINAMENTO ‘amor’, ‘amizade’, ‘solicitude’..., mas “A congregação deveria reunir-se DE PASTORES E LÍDERES é o que genuinamente atrai e retém osnos ambientes mais naturais. Deveria ser Os educadores têm entendido há membros.”um lugar em que os não-cristãos pos- muito tempo que o melhor método desam vir com a maior tranqüilidade. Ela treinamento ainda é o método de apren- AS IGREJAS EM CASAS SÃOdeveria estimular os próprios converti- dizagem, isto é, o treinamento de “um ECONÔMICASdos a darem prosseguimento aos cultos. mestre a um aprendiz na prática”. É oA obtenção de um lugar de reunião não que um ferreiro, encanador, ou advo- Uma igreja numa casa pode cana-deveria colocar um peso financeiro so- gado teria recebido há cem anos atrás. lizar para o ministério quase todos osbre as pequenas congregações. Eles aprendiam observando e pratican- seus recursos financeiros. Já que as4 / ATOS ABRIL / MAIO / JUNHO 2002
  5. 5. reuniões são feitas em casas, todas as remuneração proveniente dos dízimos culdade de Saint John de Nottingham,despesas com construções são evita- e ofertas. Isso ressarciria seus gastos Inglaterra. Em seu discurso no Con-das. Desta forma, somente dez famí- e os encorajaria na obra do ministé- gresso Internacional sobre a Evange-lias que dizimam poderiam sustentar rio. Quer esteja em tempo parcial ou lização Mundial em Lausanne, Suíça,financeiramente um pastor em tempo integral, “digno é o trabalhador do em 1974, ele falou sobre os Métodosintegral. seu salário” (Lc 10:7). e Estratégias na Evangelização da Já que um pastor poderia supervi- Igreja Primitiva. Ele disse: “Na Igre-sionar mais do que uma igreja em AS IGREJAS EM CASAS ja Primitiva, os prédios não eram im-casa, ele não precisa receber todo o PODEM RESOLVER O portantes. Eles não tiveram nenhumseu sustento de uma só congregação. PROBLEMA DO prédio de igreja durante o período deAs reuniões podem ser feitas em ou- CRESCIMENTO seu maior avanço.tros dias ou noites, como também aos Algumas das nossas congregações “Hoje em dia, os prédios de igrejadomingos. Ouvi sobre um pastor que crescem tanto que precisam construir parecem importantíssimos a muitosestava fazendo regularmente 12 reu- prédios maiores, alugar instalações cristãos. A sua manutenção consomeniões em casas toda as semanas. Não maiores, ou fazer dois cultos. Isso é o o dinheiro e o interesse dos membros.há nada no Novo Testamento que diga que chamamos de um “problema agra- Isso geralmente os afunda em dívidasque domingo às 11 horas da manhã é dável”. e os isola dos que não frequentam aa hora de a igreja se reunir. Aliás, o No entanto há também uma solu- igreja.padrão do Livro de Atos é que eles se ção agradável. Comece a treinar pas- “Em alguns casos, até mesmo a pa-reuniam diariamente. O primeiro dia tores, designando-lhes uma área da ci- lavra ‘igreja’ mudou o seu significa-da semana é raramente mencionado, dade. Em seguida, dê-lhes algumas fa- do. Ela não significa mais um grupoe nunca é enfatizado como um dia es- mílias para iniciarem uma igreja em de pessoas, como significava na épo-pecial, separado para a adoração. casa nestas áreas da cidade, com o pro- ca do Novo Testamento. Nos dias atu- Obviamente, muitas destas igrejas pósito de “terem um bebê”. ais, ‘igreja’ muitas vezes significa in-em casas são dirigidas por pastores em A coisa mais vivificante que uma corretamente um prédio.”treinamento. Estas pessoas possuem igreja pode fazer é ter um bebê. Te- Há muitas vantagens nas igrejasempregos regulares e pastoreiam uma nho visto muitas e muitas igrejas mor- em casas. A mais importante delas é aigreja numa casa à medida que seu rendo por causa de um espírito pos- simplicidade e facilidade de multipli-tempo permitir. sessivo na liderança. As igrejas que cação. A honra de um salário razoável de- Deus está abençoando são as igrejas Os movimentos de igreja que cres-veria ser dada aos que estão em tem- que continuamente dão tudo o que ceram mais rapidamente na históriapo integral na obra. Contudo, até mes- Deus lhes dá. foram os que não tiveram enormes es-mo os que servem como pastor em Jesus disse: “dai, e dar-se-vos-á” truturas organizacionais. Os movi-tempo parcial deveriam receber uma (Lc 6:38). Uma igreja que dá é uma mentos mais bem-sucedidos têmhonra semelhante. Eles deveriam re- igreja que cresce. enfocado os aspectos essenciais semceber algumas ofertas de amor e uma Michael Green é o diretor da Fa- hesitações. nABRIL / MAIO / JUNHO 2002 ATOS / 5
  6. 6. A IGREJA EM CASAS O Modelo do Novo Testamento Para a Multiplicação de CongregaçõesCapítulo 2AS IGREJAS EM CASAS NONOVO TESTAMENTO Durante a vida de Jesus na terra, O Primeiro Culto de Ceia foi igrejas hoje em dia. Ele também fezresidências comuns e simples eram Realizado Numa Casa estas coisas ao ar livre e no pátio dousadas para a propagação do Evange- Templo.lho e para o discipulado de novos con- Na última semana do ministério devertidos. Isso também aconteceu du- Jesus, Ele disse aos Seus discípulos: O Pentecostes Veio a Uma Igrejarante a expansão da Igreja no Livro “Ide à cidade ter com certo homem e em Casade Atos. Os versículos abaixo mos- dizei-lhe: O Mestre manda dizer: O “Ao cumprir-se o dia de Pentecos-tram isto: meu tempo está próximo; em tua casa tes, estavam todos reunidos no mes- celebrarei a Páscoa com os meus dis- mo lugar; de repente, veio do céu um Uma Casa Onde Jesus Foi cípulos” (Mt 26:18). som, como de um vento impetuoso, e Adorado O nosso Senhor poderia ter esco- encheu toda a casa onde estavam as- “Entrando na casa, viram o meni- lhido celebrar a primeira Ceia com os sentados” (At 2:1,2).no com Maria, sua mãe. Prostrando- Seus discípulos numa sinagoga, no Muitos de nós nunca consideramosse, o adoraram; e, abrindo os seus te- Templo, ou em algum outro lugar de o número de eventos bíblicos funda-souros, entregaram-lhe suas ofertas: importância religiosa. Contudo, Ele mentais que aconteceram em residên-ouro, incenso e mirra” (Mt 2:11). escolheu celebrá-la numa casa comum cias particulares. A primeira vez em que um grupo e simples.se reuniu para adorar a Jesus e ofere- Assim sendo, Ele deu a Sua apro- LEMBRETES:cer-Lhe presentes foi numa casa – a vação à residência comum como sen- • O primeiro culto de adoraçãocasa de Maria e José. do um lugar consagrado e santifica- aconteceu numa casa do, digno dos mais solenes cultos de • O primeiro culto de Ceia foi numa A Casa de Pedro Foi Usada Para adoração. casa Uma Reunião de Curas • O primeiro culto de curas foi rea- “Tendo Jesus chegado à casa de Jesus Pregou a Multidões lizado numa casaPedro, viu a sogra deste acamada e Reunidas em Casas • A primeira ocasião de pregaçãoardendo em febre. Mas Jesus tomou- do Evangelho aos gentios aconteceua pela mão, e a febre a deixou. Ela se “Vários dias mais tarde, Ele vol- na casa de Cornéliolevantou e passou a servi-lo. Chega- tou a Capemaum e as notícias da Sua • O derramamento do Espírito San-da a tarde, trouxeram-lhe muitos chegada espalharam-se rapidamente to no Dia de Pentecostes foi numaendemoninhados; e ele meramente por toda a cidade. Logo, a casa em casa, ecom a palavra expeliu os espíritos e que Ele estava ficou tão lotada de vi- • As primeiras igrejas que o Após-curou todos os que estavam doentes” sitantes que não havia espaço para tolo Paulo iniciou foram todas or-(Mt 8:14-16). nem mais uma pessoa, nem mesmo ganizadas em casas. Nos primeiros dias do Seu minis- fora da porta. E Ele lhes pregou a Através dos séculos nós perdemostério, Jesus usou a casa de Pedro para Palavra” (Mc 2:1,2 – A Bíblia Viva). a vida que pode ser encontrada na sim-fazer reuniões de pregação, cura, e li- Jesus fez em casa as mesmas coi- plicidade. Ao contrário, temos acres-bertação. sas que fazemos em nossos prédios de centado coisas que retardaram o pro-6 / ATOS ABRIL / MAIO / JUNHO 2002
  7. 7. gresso e a expansão da Igreja a todas toda a história, a Igreja cresceu mais mais tarde, iniciaria igrejas em casasas nações. rapidamente quando ela permaneceu em suas viagens missionárias. flexível, móvel e militante. Nas Ruas e nas Casas Onde Vocês se Reúnem? “Eles adoravam juntos, regular- Saulo, o Perseguidor, Ataca as “E todos os dias, no templo e demente, no Templo, todos os dias, reu- Igrejas em Casas casa em casa, não cessavam de en-niam-se em pequenos grupos nas ca- Saulo começou a perseguir a Igre- sinar e de pregar Jesus, o Cristo” (Atsas para a comunhão, e compartilha- ja. Indo de casa em casa, ele arrastava 5:42).vam as suas refeições com grande ale- os crentes e os colocava na prisão. Os crentes não se reuniam no Tem-gria e gratidão” (At 2:46 – A Bíblia “Saulo, porém, assolava a igreja, plo em si, mas nos pátios, ou perto doViva). entrando pelas casas; e, arrastando Templo, onde as pessoas se reuniam. A Igreja Primitiva não somente se homens e mulheres, encerrava-os no Eram reuniões ao ar livre.reunia em pequenos grupos nas casas, cárcere” (At 8:3). A HISTÓRIA DO CRISTIANISMO demas também em reuniões maiores em Onde ia Saulo de Tarso para en- Lion afirma que os cristãos não ti-lugares públicos. O crescimento mais contrar o “povo do caminho” a fim de nham nenhum prédio especial, masrápido da Igreja acontece quando ela arrastá-los à prisão e à morte? Ele os reuniam-se em casas particulares:não usa locais formais de reunião. Por encontrava nas casas. Ele próprio, “Rústico, o Perfeito, perguntou oABRIL / MAIO / JUNHO 2002 ATOS / 7
  8. 8. seguinte a Justino Mártir (100-165 vendo os irmãos, os confortaram. En- principal era os relacionamentos, ed.C.): ‘Onde vocês se reúnem?’ Justi- tão, partiram” (At 16:40). não os rituais.no disse: ‘Onde as pessoas escolhem A Igreja de Filipos foi formada nae podem, ou você supõe que todos nós casa de Lídia. O Livro de Atos não Da Sombra à Substâncianos reunimos exatamente no mesmo conta como a igreja cresceu. Muito Todos os tipos e sombras do Anti-lugar? Nada disto, porque o Deus dos provavelmente, quando o grupo não go Testamento foram totalmente cum-cristãos não está confinado (restrito) podia mais caber na casa de Lídia, os pridos em Cristo. Não precisamosa um só lugar’.” membros formaram uma outra igreja mais do Tabernáculo, das vestes sa- Em seu livro CELLS FOR LIFE (Cé- em casa em alguma outra parte da ci- cerdotais do Templo, da sua mobília,lulas Para a Vida), Ron Trudinger diz: dade. Desta maneira eles continuaram ou de nenhuma outra coisa semelhan- “Eles iniciaram a prática de se reu- a dividir-se e a multiplicar-se. te. Cristo é tudo e em todos. Somosnirem diariamente no Templo e de completos n’Ele.partirem o pão de casa em casa. Não precisamos mais de umEsta última frase também pode- “Lugar Santo”, como tinham osria ser traduzida por: ‘nas várias judeus. Não precisamos de um al-casas particulares’. A Igreja Primitiva não tar de incenso, da pia, dos pães “A oposição dos judeus logo somente se reunia em da proposição, nem do Urim ouimpediu o uso do Templo pêlos Tumim. Não precisamos das som-cristãos. As sinagogas foram usa- pequenos grupos nas casas, bras, pois temos a substância – Odas por algum tempo, mas não de- mas também em reuniões NOME DELE É JESUS.morou muito até que muitas de- maiores em lugares Analisemos agora João 4:20-las fossem fechadas aos cristãos 23, quando a mulher de Samaria(veja Atos 19). No entanto, con- públicos. O crescimento disse a Jesus: “Nossos pais ado-tinuamos encontrando muitas re- mais rápido da Igreja ravam neste monte; vós, entretan-ferências em Atos e nas Epísto- to, dizeis que em Jerusalém é olas de igrejas em casas.” acontece quando ela não lugar onde se deve adorar. Dis- usa locais formais de se-lhe Jesus: Mulher, podes crer- A Igreja em Casa que Abriu o me que a hora vem, quando nem Evangelho às Nações reunião. Por toda a neste monte, nem em Jerusalém “No dia imediato, entrou em história, a Igreja cresceu adorareis o Pai. Vós adorais oCesaréia. Cornélio estava espe- mais rapidamente quando que não conheceis; nós adoramosrando por eles, tendo reunido o que conhecemos, porque aseus parentes e amigos íntimos. ela permaneceu flexível, salvação vem dos judeus. MasAconteceu que, indo Pedro a en- móvel, e militante. vem a hora e já chegou, em quetrar, lhe saiu Cornélio ao encon- os verdadeiros adoradores ado-tro e, prostrando-se-lhe aos pés, rarão o Pai em espírito e em ver-o adorou... Pedro... entrou, en- dade; porque são estes que o Paicontrando muitos reunidos ali” (At procura para seus adoradores”.10:24-27). A Casa Alugada de Paulo Jesus esclareceu que DA SUA ÉPO- Esse é um bom exemplo de como “Por dois anos, permaneceu Pau- CA EM DIANTE Jerusalém não era uminiciarmos uma igreja em casa. Al- lo na sua própria casa, que alugara, lugar mais santo que Samaria. Isso seguém que esteja faminto por Deus re- onde recebia todos que o procuravam, devia ao fato de que ELE HAVIA VIN-úne vários membros de sua família e pregando o reino de Deus, e, com toda DO. Em Sua vinda, Ele colocaria umamigos. Aí então esta pessoa pede que a intrepidez, sem impedimento algum, fim para sempre na idéia de lugareso homem de Deus venha e comparti- ensinava as coisas referentes ao Se- santos. Isso porque Ele Próprio havialhe a Palavra de Deus. Tão simples nhor Jesus Cristo” (At 28:30,31). cumprido todos os tipos e sombras doassim! Estas palavras finais do Livro de Antigo Testamento. A reunião na casa de Cornélio foi Atos revelam que, em Roma, Paulo Louvemos ao Senhor por termosum irrompimento histórico. Ela con- usou sua casa alugada para divulgar sido libertos de toda escravidão refe-venceu os crentes judeus que as Boas- as Boas-Novas do amor de Deus. rente a um lugar onde possamos ado-Novas eram para todas as nações, e O movimento que cresce mais ra- rar a Deus. Regozijemo-nos porquenão somente para os judeus. pidamente no mundo hoje começou fomos libertos do legalismo. Somos em casas. O movimento cristão teve livres para adorá-Lo quando estiver A Casa de Lídia Foi a Primeira o seu maior crescimento enquanto os mos a sós ou com outras pessoas. So- Igreja da Europa seus membros permaneceram flexí- mos livres para adorarmos a qualquer “Tendo-se retirado do cárcere, di- veis e móveis. Os cristãos multiplica- hora, dia ou noite, em qualquer lugarrigiram-se para a casa de Lídia e, ram-se mais quando o seu objetivo que escolhermos. n8 / ATOS ABRIL / MAIO / JUNHO 2002
  9. 9. A IGREJA EM CASAS O Modelo do Novo Testamento Para a Multiplicação de CongregaçõesCapítulo 3O QUE É UMA IGREJA? Uma igreja certamente não é aque- podem receber os benefícios e bênçãos “Talvez você pense que foi uma ta-le prédio da esquina, com as lindas ja- da Igreja até que se reúnam. refa fácil. No entanto, ficamos muitonelas de vitrais e o campanário em “Reunir-se” não significa que vocês frustrados.cima. A igreja talvez se reúna lá, mas precisam estar no mesmo lugar ao mes- “Considere todas as circunstânci-este prédio não é a igreja. mo tempo. Isso provavelmente nunca as das pessoas na terra. Aí então exa- A palavra original no grego, acontecerá em nenhuma cidade. mine todos os vários modelos da Igre-ekklesia, é composta por duas palavras: ja na Bíblia. Agora você começará aek, que significa “para fora de” e kalleo, “Pessoas Movendo-se entender a nossa frustração. Apósque significa “Eu chamo”. O signifi- Juntamente” muitas horas de discussão havíamoscado pleno e simples de “igreja”, de John Dawson, em seu livro TAKING produzido muitos modelos bons. Con-acordo com a palavra grega original, é OUR CITIES FOR GOD (Tomando Nos- tudo, não encontramos nenhuma de-“Eu chamo para fora de”. sas Cidades Para Deus), diz: “Não há finição absoluta para a Igreja, a não Quando Jesus disse: “Edificarei a nenhum modelo absoluto para o que ser ‘pessoas movendo-se juntamenteMinha Igreja”, Ele estava dizendo: deveria ser uma igreja local. sob o senhorio de Jesus’.”“Chamarei o Meu povo para fora do “Certa vez eu passei uma tarde Gosto da definição “pessoas mo-mundo. Eles se reunirão em Meu Nome com mais de cem líderes espirituais vendo-se juntamente”. A maioria dee as portas do Inferno não prevalece- de várias denominações. Tentamos en- nós fomos levados a crer que a igrejarão contra eles.” Isso mostra que o povo contrar uma definição universal de é um prédio – algo imóvel.de Jesus chamado para fora se agrupa- uma igreja local bíblica. Se Deus estremecesse e retirasserá como um exército. Eles tomarão omundo para Ele. O inimigo não serácapaz de parar este avanço. Este exér-cito invencível será motivado peloamor de Deus no coração de seus mem-bros. Eles terão uma mensagem deamor e perdão em seus lábios. Na verdade, ekklesia tem dois sig-nificados: o de sermos chamados parafora e o de estarmos reunidos. Nãopodemos experimentar a Igreja até quenos reunamos. A minha esposa e eu somos UM.Somos UM até mesmo quando estiver-mos separados um do outro, por mui-tos quilômetros de distância. Porém,não experimentamos os benefícios ebênçãos da nossa união matrimonialaté que nos reunamos. Semelhantemente, você e todos osoutros crentes da sua cidade constitu-em a Igreja desta cidade. Mesmo quan-do vocês não estiverem reunidos, ain-da assim são a Igreja. Mas vocês nãoABRIL / MAIO / JUNHO 2002 ATOS / 9
  10. 10. todas as coisas até que não houvesse você não for parecido com uma igreja, uma idéia incorreta sobre as paraigre-nada, senão uma simples e básica igre- então não é uma igreja.” jas. Em meu ministério de ensino euja neo-testamentária, o que teríamos O fato é que, quando uma organi- geralmente dizia: “Se a igreja estives-de sobra? zação “paraeclesiástica” é constituí- se fazendo o que deveria estar fazen- Imagine que eu tirasse todas as da de crentes nascidos de novo em do não precisaríamos de todas estascoisas desnecessárias do que eu en- Jesus e eles se reúnem para servi-Lo organizações paraeclesiásticas.”tendo ser uma igreja. O que permane- e adorá-Lo, ela não é uma “paraigre- Nunca me ocorreu que as pessoasceria? O nosso propósito neste capí- ja” – é uma igreja! paraeclesiásticas constituíam umatulo é respondermos essa pergunta. igreja exatamente da mesma maneira Em primeiro lugar examinemos a A Igreja São Pessoas que nós, muito embora o prédio empalavra “paraigreja”. A igreja não é uma organização, que se reuniam não tivesse o mesmo instituição, ou denominação. São formato que o nosso. Eu não percebia O que é Uma Paraigreja? “pessoas movendo-se juntamente sob que elas eram o povo de Deus, mo- Li recentemente um livro que pro- o senhorio de Jesus”. vendo-se juntamente sob o senhoriocurava explicar a natureza da igreja. Seria difícil encontrarmos uma de Jesus.Um subtítulo do livro era “Qual é o verdadeira organização “paraeclesiás- Meu filho mais velho é membro deRelacionamento da Igreja com as Or- tica”. Uma organização destas, com- uma organização “paraeclesiástica” háganizações Paraeclesiásticas?” O au- posta por cristãos, não seria uma “pa- muitos anos. Seu grupo está fazendotor fez a seguinte observação: raigreja”. Seria uma IGREJA – O um trabalho notável em missões e “A Bíblia é clara no sentido de que POVO DE DEUS CHAMADO PARA evangelização. Ele está crescendoé através da Igreja que Deus realizará FORA! Até mesmo se alguns membros muito rapidamente em todo o mundo.o Seu grande propósito. Contudo, a não fossem nascidos de novo, ainda Alguns anos atrás meu filho e euIgreja nem sempre tem sido o que de- assim seria uma igreja. Qual é a igre- estávamos discutindo o futuro deleveria ser. Por esta razão, muitos cren- ja que não tenha algumas pessoas não- com essa organização específica.tes ficam desanimados com a Igreja. salvas frequentando os cultos? Compartilhei que eu tinha algumasEles percebem que a Igreja, da forma Há alguns anos eu também tinha idéias negativas sobre aquela orga-como é, não supre certas necessida- nização, porque ela não era uma igre-des óbvias. ja, e sim uma organização “paraecle- “Cristãos cuidadosos e solícitos siástica”.têm desejado suprir as necessidades Aparentemente ele foi apologéticourgentes. Por essa razão, eles têm es-tabelecido sociedades missionárias,orfanatos, organizações para homensde negócios cristãos, e outras institui-ções semelhantes. (Nota do Editor: Estas organiza-ções são geralmente chamadas de “mi-nistérios paraeclesiásticos”. A palavra“paraigreja” ou “paraeclesiástico” sig-nifica “fora da igreja” ou “paralelo àigreja”.) “À medida que Deus continuar arestaurar e fortalecer a Sua Igreja, anecessidade dessas organizações exis-tirem diminuirá. As comunidadeseclesiásticas estarão ministrando àsnecessidades das pessoas em toda par-te.” É óbvio na citação acima que o es-critor tinha um forte sentimento de que“paraigreja” não era realmente “igre-ja” absolutamente. Parece que ele achaque algo inferior à “igreja” apareceu,até que a igreja verdadeira possa sercurada ou despertada para fazer a obraque deveria estar fazendo. Este é umclássico exemplo da seguinte idéia: “Se10 / ATOS ABRIL / MAIO / JUNHO 2002
  11. 11. e concordou plenamente comigo. Ele aceitar uma definição simples: um na vila de La Rumurosa, no Antigodisse que o que ele e os outros esta- corpo de crentes pode ser chamado de México. Eu estava explicando Mateusvam fazendo naquela organização es- igreja sempre que um grupo se reunir 18:20 – “Porque, onde estiverem doistava sendo maravilhosamente abenço- regularmente para uma edificação mú- ou três reunidos em meu nome, aliado por Deus. No entanto, ele achava tua. estou no meio deles.”que o ministério da organização ainda “Porque, onde estiverem dois ou Em espanhol, este versículo é o se-não era o que Deus realmente queria. três reunidos em meu nome, ali estou guinte: “Donde hay dos o três con-Isso se devia ao fato de que aquele mi- no meio deles” (Mt 18:20). gregados en Mi Nombre, alli estoy ennistério não estava sendo feito através “É claro o que Tertuliano, um dos médio de ellos.”de uma igreja, mas sim de uma patriarcas da Igreja Primitiva, achava Uma palavra saltou aos meus“paraigreja”. (Ele também estava con- ser o significado das palavras de Je- olhos. Eu nunca a havia notado antes.fuso sobre “igreja” e “paraigreja”.) sus. Tertuliano disse: ‘Onde houver É a palavra espanhola congregados, Um dia ou dois mais tarde eu esta- dois ou três crentes, até mesmo lei- que significa “reunidos” em por-va dirigindo o meu carro e pensando gos, aí haverá uma igreja’.” tuguês.sobre a minha conversa com o meu Jim Montgomery, autor de DAWN “Reunidos” significa “congrega-filho. Senti o Senhor docilmente me 2000: 7 MILLION CHURCHES TO GO dos”. “Onde dois ou três estiveremperguntando: “O que é que faz de uma (Alvorada 2000: Ainda Faltam 7 Mi- CONGREGADOS em Meu Nome, aí es-organização uma igreja?” lhões de Igrejas) também aborda a tou Eu no meio deles.” Isto me fez Enquanto eu tentava responder questão “O que é uma igreja?”. Ele lembrar da palavra “congregação”.esta pergunta, senti que Deus estava escreve: “Estou impressionado com a Então perguntei ao grupo de cren-me dando uma revelação. Eu nunca maneira pela qual um grupo de cris- tes mexicanos: “De acordo com estehavia visto antes tão claramente como tãos enfrentou esta questão bem fun- versículo, quantas pessoas são neces-vi naquele momento. damental na China. sárias para termos uma congregação?” Uma organização não é uma igre- “Esses crentes chineses comenta- Enquanto eu aguardava que eles res-ja pelo fato de ter um prédio com um ram: ‘Muitos cristãos mais velhos dis- pondessem, fui surpreendido com ocerto formato que as pessoas chamam seram que não podiam predizer a for- peso da resposta que estava se forman-de igreja. ma futura das igrejas chinesas. Eles do em minha própria mente. Não é uma igreja pelo fato de ter recorreram à Bíblia para encontrarem Duas ou três pessoas é tudo o quesido devidamente registrada pelo go- uma resposta. Eles descobriram que é necessário para termos uma congre-verno federal como sendo uma igreja. o formato de igrejas em casas era uma gação – uma congregação de crentes Não é uma igreja pelo fato de ter igreja legítima. Paulo menciona uma com Jesus no meio é uma igreja! Issosido reconhecida por uma sede igreja em casa em l Coríntios 16:19. não significa que os dois ou três se-denominacional como sendo uma “Mais tarde encontramos um livro jam simplesmente quaisquer pessoas.igreja. escrito por Wang Ming-dao. Ele era Significa duas ou três pessoas que se- Não é uma igreja pelo fato de ter talvez o crente mais respeitado na jam chamadas pelo nome de Jesus,cultos regulares aos domingos pela China no que se refere à igreja. Por porque pertencem a Ele.manhã, e por praticar o batismo e a causa da sua fé ele ficou preso porCeia do Senhor. mais de 20 anos. Ele acreditava que Jesus no Meio Não é uma igreja pelo fato de se onde houvesse cristãos havia uma “Jesus dentro do coração” é a ex-reunir regularmente ou num determi- igreja. periência do indivíduo em seu cami-nado local. “Estávamos felizes com relação a nhar particular com o Senhor. É UMA IGREJA SIMPLESMENTE isto. O nosso grupo consistia de ape- “Jesus no meio” tem o mesmo sig-E SOMENTE PELO FATO DE SER O nas algumas pessoas. Contudo, supú- nificado no contexto de uma comuni-POVO DE DEUS CHAMADO PARA nhamos que éramos de fato uma igre- dade de igreja.FORA, MOVENDO-SE JUNTAMEN- ja e que a nossa Cabeça era Jesus. “Jesus no meio” significa JesusTE SOB O SENHORIO DE JESUS. “A afirmação de Wang Ming-dao andando em nosso meio, tocando-nos, O autor do livro / WILL BUILD MY ‘Onde há cristãos há uma igreja’ é uma falando conosco através dos dons doCHURCH (Edificarei a Minha Igre- definição profunda, especialmente Espírito. É Jesus fluindo por intermé-ja), Alfred Kuen escreveu: pelo fato de ser proveniente de uma dio dos membros do Seu Corpo, a “E fácil ficarmos atolados com as- igreja que está crescendo rapidamen- Igreja.suntos e questões insignificantes. Apa- te e que está trabalhando sob as mais “Jesus no meio” é a experiênciarentemente não há uma forma bem difíceis circunstâncias.” corporativa. “Jesus dentro do cora-clara e precisa de se definir uma igre- ção” é a experiência particular.ja local. Uma Congregação de Crentes é Quando dois ou três crentes ver- “Quando, então, um corpo de cren- Uma Igreja dadeiros, nascidos de novo, se reúnemtes poderá ser chamado de Igreja? Eu Há alguns meses eu estava ensi- em Seu Nome, Jesus está NO MEIO.pessoalmente tenho a tendência de nando um pequeno grupo de crentes Jesus em nosso meio é IGREJA!ABRIL / MAIO / JUNHO 2002 ATOS / 11
  12. 12. Essa experiência é diferente de Isso indica que o Espírito Santo, O bispo, presbítero, ou pastor é umquando temos Jesus no coração. Não que é o Autor do Livro de Atos, sabia supervisor e alimentador. Ele funcio-podemos experimentar Jesus em nos- que elas eram igrejas ANTES que a li- na como um pai ou uma enfermeiraso meio enquanto estamos sozinhos. derança fosse designada. aos seus “filhos” espirituais. No en-Somente podemos ter essa experiên- “E, tendo anunciado o evangelho tanto, é preciso que haja um limite àcia quando estivermos na companhia naquela cidade efeito muitos discípu- sua supervisão espiritual. Muitos lí-de outros – pelo menos uma ou duas los, voltaram para Listra, e Icônio, e deres violam esse princípio frequen-outras pessoas. Antioquia, fortalecendo a alma dos temente. Será que dois ou três juntos são discípulos, exortando-os a permanecer A nossa violação principal comouma igreja no mais pleno sentido da firmes na fé; e mostrando que, através líderes de igreja é que tiramos quasepalavra? Sim, são uma igreja no mais de muitas tribulações, nos importa que por completo a capacidade depleno sentido da palavra. É a igreja entrar no reino de Deus. E, promoven- ministração dos membros e entrega-básica. do-lhes, em cada igreja, a eleição de mos esta capacidade ao “clero profis- Podemos ter mais do que dois ou presbíteros, depois de orar com jejuns, sional”.três, e, ainda assim, ser uma igreja, uma os encomendaram ao Senhor em quemigreja no sentido mais pleno, mas ela haviam crido” (At 14:21-23). O que é Então Uma Igreja?não se torna mais igreja pelo fato de Os presbíteros foram escolhidos Se retirarmos tudo o que não é es-haver mais de dois ou três membros. dentre os discípulos que constituíam sencial na igreja sobrará somente oEla apenas se torna uma igreja maior. as igrejas. Os discípulos eram pesso- que é essencial. Teríamos então a Je- as chamadas por Deus das trevas para sus e pelo menos duas pessoas que se O Papel dos Líderes de Igrejas a luz. Esse tipo de pessoa constitui a reuniram em Seu Nome. E os pastores, mestres, apóstolos, IGREJA! Observe que o escritor de Duas pessoas que nasceram deevangelistas, e profetas? Será que uma Atos usa as palavras “discípulos” e novo, reunindo-se para reconheceremorganização poderá ser uma igreja sem “igreja” de uma forma intercambiável. a presença de Jesus, são uma igrejaque esses ministérios estejam presen- Observe também que Paulo achou em seu nível mais básico. Não impor-tes? Sim, será uma igreja, até mesmo seguro deixar aquelas igrejas recém- ta onde e nem quando estas duas pes-sem todos os ministérios citados aci- formadas nas mãos do Senhor, em soas se reúnem. Quando elas se reú-ma. quem as pessoas haviam crido. Esta é nem para honrarem a Jesus isto ainda O quarto Capítulo de Efésios diz uma afirmação fundamental e precisa é uma igreja.que o Senhor deu esses cinco minis- ser compreendida mais plenamente. Isso, obviamente, não significa quetérios à Igreja. Ele deu esses dons a Nós, que estamos em posições de esse nível essencial é onde o Senhoralgo que já existia. liderança na igreja, às vezes coloca- quer que operemos o tempo todo. Lou- Quando Paulo saiu de Antioquia mos erroneamente uma importância vado seja Deus por grupos maiores.em sua Primeira Viagem Missionária, demasiada sobre nós próprios. Faze- No entanto, nunca percamos de vistaele estabeleceu igrejas em quatro ci- mos isso quando presumimos que a a igreja básica. Se o fizermos teremosdades. Em seu caminho de volta à igreja não pode funcionar sem a nos- a tendência de cairmos de volta emAntioquia, ele ordenou presbíteros sa total “supervisão e vigilância” com formalismos, rituais, cerimônias, re-para essas igrejas. relação ao rebanho. ligiosidade, e legalismo. n12 / ATOS ABRIL / MAIO / JUNHO 2002
  13. 13. A IGREJA EM CASAS O Modelo do Novo Testamento Para a Multiplicação de CongregaçõesCapítulo 4IMPLANTAÇÃO DE IGREJASPOR SATURAÇÃO O principal defensor de implanta- na evangelização do mundo, e na implan- do. Desde 1950 somente, a propor-ção de igrejas do Século XX foi o fa- tação de igrejas do que em qualquer ou- ção de não-cristãos para verdadeiroslecido Dr. Donald McGavran. No tra época da história. crentes foi reduzida em 67%. ElaDAWN REPORT (Relatório da Alvora- O seguinte diagrama mostra o nos- passou de 21 para l a apenas 7 parada), Jim Montgomery conta o seguin- so progresso na conclusão da Grande l!te incidente: Comissão: Exatamente como Jesus predis- “Durante os últimos meses da en- se, a Sua Igreja está penetrandofermidade de Mary McGavran, a mi- Não Crentes irresistivelmente em toda a Terra.nha esposa Lyn passava frequente- Estamos chegando mais perto do Para Cada Crentemente algum tempo com ela. O tempo em que verdadeiramente “aDonald McGavran estava presente Ano = D.C. Proporção terra se encherá do conhecimento datambém. Ele não fazia caso do seu glória do Senhor” (Hc 2:14).próprio câncer doloroso enquanto to- 100 360 para 1mava conta da sua amada Mary. 1000 220 para 1 Igrejas em Todos os Bairros “ ‘Vocês podem ter a certeza de que 1500 69 para 1 Jesus ordenou que a Igreja fosse ao Jim e eu continuaremos o nosso 1900 27 para 1 todo o mundo e discipulasse todas ascompromisso com relação ao cresci- 1950 21 para 1 nações.mento das igrejas depois que você fa- A palavra “nação” significa grupolecer’, disse Lyn ao Donald certo dia. 1970 11 para 1 étnico, ou um grupo em que as pesso- ‘“Não o chame mais de crescimen- 1990 7 para 1 as compartilham da mesma cultura eto de igreja’, foi a sua rápida respos- 2000 língua. De acordo com líderes missi-ta. ‘Chame-o de multiplicação de igre- ? onários, há aproximadamente seis miljas!’ nações ou grupos étnicos que ainda “Duas semanas antes da sua morte O Dr. Ralph Winter é o fundador não possuem uma igreja.ele disse: ‘A única maneira pela qual do U.S. Center For World Mission São necessárias mais do que algu-completaremos a tarefa da Grande (Centro Americano Para Missões mas igrejas para se discipular umaComissão é implantando uma igreja Mundiais). Com relação a este diagra- nação. A única maneira de fazê-lo éem todas as comunidades do mundo.’” ma ele diz o seguinte: “Nos últimos por intermédio de implantação de 20 séculos, os mansos têm herdado a muitas igrejas dentro dessa nação. O Movimento A. D. 2000 e Além terra silenciosamente!” Isso requer uma estratégia de IM- O Movimento A.D. 2000 e Além Ao estudar o diagrama acima você PLANTAÇÃO DE IGREJAS POR SATU-está ganhando um impulso em todo o perceberá que há 1900 anos, havia 360 RAÇÃO, que significa a implantação demundo. O seu objetivo é mobilizar o pessoas não-salvas no mundo para igrejas em todos os bairros com umaCorpo de Cristo a trabalhar diretamen- cada crente nascido de novo. Esta era população de 500 a 1000 pessoas.te no cumprimento da Grande Comis- uma proporção de 360 para 1. Esta visão de IMPLANTAÇÃO DEsão em nossa época. No ano de 1500, esta proporção já IGREJAS POR SATURAÇÃO não é so- É uma visão que está sendo adota- havia sido reduzida a apenas 69 para mente para nações em desenvolvimen-da por igrejas, organizações missio- 1. No início do século passado, esta to. É para todas as nações, incluindo-nárias e denominações em todo o mun- proporção já havia caído a 27 para 1. se as da Europa, América Latina edo. Há mais interesse hoje em missões, Veja agora o que está acontecen- América do Norte.ABRIL / MAIO / JUNHO 2002 ATOS / 13
  14. 14. A maioria dos líderes das igrejas vez de tentarem edificar uma só con- bém estimularia a quaisquer outrosexistentes não ficam nervosos ao pen- gregação gigantesca. pastores que amam a Jesus a multi-sarem sobre um movimento de igre- Seríamos desafiados na área do plicarem as congregações na minhajas em casas, se esse movimento esti- preparo de novos líderes. Nós já de- própria cidade ou em outra qualquer.ver localizado do outro lado do mun- veríamos mesmo estar treinando líde-do. No entanto, se o movimento esti- res. Desenvolvam Líderes Leigosver acontecendo em suas cidades, po- “O campo é o mundo” (Mt 13:38). Não-Remuneradosderá haver uma reação bem diferente. Sempre é o tempo certo para alcan- Alguns se preocupam, achando Damos brados de louvores a Deus çarmos todos os não-salvos em todo que a multiplicação de igrejas em ca-por todos os chineses que estão sendo o mundo. sas produz líderes não-qualificados.salvos por causa do movimento de igre- Ninguém deveria dizer: “Ei, não Há uma preocupação de que líde-jas em casas na China. Contudo, os comece uma igreja aqui. Este é o MEU res ineptos possam causar um aumen-brados param e, às vezes, tornam-se um território!” Não há nenhuma igreja to de heresias e de ignorância.resmungo de protesto se esse movi- que esteja alcançando todos os não- Esse argumento supõe que a rápi-mento chegar em nossas cidades. Por- salvos em uma cidade, ou mesmo em da multiplicação de congregações es-quê? Muitos temem que isso cause uma alguma região ou bairro. Precisamos vazia o nosso suprimento de líderesdivisão dentro de suas igrejas e leve de toda ajuda que pudermos obter para qualificados. Alguns acham que essaembora alguns de seus membros. alcançarmos os necessitados. multiplicação torna necessária a co- Seria bom se pudéssemos ver o Se um movimento de igrejas em locação, como líderes nas igrejas emmovimento de igrejas em casas como casas acelerasse a evangelização da casas, de homens e mulheres que Deusuma multiplicação de congregações. minha cidade, eu gostaria de iniciar não pode usar.Aí então todas as igrejas de uma dada tantas igrejas em casas quanto possí- Precisamos manter em mente quecidade poderiam tornar-se ativas na vel. Eu tomaria as providências para Jesus não foi às instituições religio-multiplicação de congregações, em que elas se multiplicassem e eu tam- sas da Sua época para escolher líde-14 / ATOS ABRIL / MAIO / JUNHO 2002
  15. 15. res para a Sua Igreja. Ele escolheu ho- Eles conheciam as Escrituras. Eles DISCIPLING THE CITY (Discipulandomens que eram pescadores ignoran- estavam convencidos de que se Jesus a Cidade): “A tarefa evangelística dates e leigos simples e comuns. Em se- podia quebrar as tradições, era acei- Igreja exige que cada bairro, prédioguida Ele os capacitou com o enchi- tável para eles fazerem o mesmo. de apartamentos, e vizinhança tenhamento do Espírito Santo. Agora citaremos uma vez mais os uma igreja fiel à Palavra de Deus Deus gosta muito de usar coisas escritos do Dr. McGavran, o “Pai” do estabelecida.”pequeninas e fracas. Considere a se- Movimento de Crescimento de Igre-guinte passagem bíblica: jas. Em seu livro UNDERSTANDING Igrejas aos Milhões “Irmãos, reparai, pois, na vossa CHURCH GROWTH (Compreendendo Há pouco tempo eu estava lendo ovocação; visto que não foram chama- o Crescimento da Igreja), ele afirma: livro de Jim Montgomery intituladodos muitos sábios segundo a carne, “Desenvolva líderes leigos não- DAWN 2000 (Alvorada 2000). Ele temnem muitos poderosos, nem muitos de remunerados. Os leigos têm tido um um subtítulo que eu quase não conse-nobre nascimento; pelo contrário, papel importante nas expansões urba- guia crer: AINDA FALTAM SETE MI-Deus escolheu as coisas loucas do nas da Igreja. LHÕES DE IGREJAS. Pensei comigomundo para envergonhar os sábios e “Desde o início do crescimento de mesmo: “Como alguém consegue atéescolheu as coisas fracas do mundo igrejas nas cidades da América Lati- mesmo ousar pensar em termos depara envergonhar as fortes; e Deus na, homens comuns não-remunerados milhões de igrejas?”escolheu as coisas humildes do mun- dirigiram as congregações. Eu ainda não havia lido muito atédo, e as desprezadas, e aquelas que não “Em alguns lugares, trabalhadores, descobrir que eu também poderia crersão, para reduzir a nada as que são; a mecânicos, balconistas, ou motoristas que sete milhões de igrejas pudessemfim de que ninguém se vanglorie na de caminhão ensinam a Bíblia, dirigem ser implantadas por todo o mundo nospresença de Deus” (l Co 1:26-29). as orações, contam o que Deus tem fei- próximos anos. Têm havido muitos movimentos to por eles, ou exortam os irmãos. Nes- Creio que seja provável porque es-mundiais significativos na divulgação tes lugares, o cristianismo realmente tamos no limiar do mais forte movi-do Evangelho por toda a história da parece natural a homens comuns. mento missionário da história do mun-Igreja. Em cada um deles, homens e “Estes leigos que estão no minis- do. Há mais interesse agora em alcan-mulheres ordinários e comuns têm tério estão sujeitos aos mesmos ris- çarmos todas as línguas, tribos e na-tido um papel importante. cos e estão limitados pelo mesmo ho- ções do que jamais houve desde que João Wesley era um homem muito rário de trabalho que os membros de Jesus subiu ao Pai.instruído, com anos de aprendizado e suas congregações. Talvez eles este- Há um grande clamor subindo emtreinamento religioso. Ele foi o líder jam carentes na precisão dos ensinos todo o mundo, a saber: VAMOS TER-de um dos grandes movimentos de bíblicos ou na beleza de suas orações. MINAR A TAREFA! VAMOS CUMPRIRreavivamento e implantação de igre- Contudo, eles compensam abundan- O MANDAMENTO DE CRISTO DEjas da história. No entanto, Wesley não temente essa falha através do contato PREGARMOS O EVANGELHO A TO-foi às escolas estabelecidas de treina- íntimo com as pessoas comuns. DAS AS CRIATURAS. VAMOS OBE-mento religioso para encontrar os seus “Nenhum obreiro remunerado que DECER O SEU MANDAMENTO DEpastores e líderes. venha de fora pode saber tanto sobre DISCIPULARMOS TODAS AS NA- Ele disse: “Dê-me doze homens uma região ou bairro quanto alguém ÇÕES.que amem a Jesus com todo o seu co- que tenha dezenas de amigos íntimos VAMOS TRAZER CRISTO DEração e que não temam os homens ou e parentes ao seu redor. VOLTA PARA REINAR EM JUSTIÇA.os demônios. Não dou a mínima im- “É verdade que em ‘território no- VAMOS VER OS REINOS DESTEportância se forem clérigos ou leigos. vo’, alguém de fora deve ser a pessoa MUNDO TORNANDO-SE OS REINOSCom estes homens eu mudarei o mun- indicada para iniciar novos trabalhos. DO NOSSO DEUS E DO SEU CRISTO.do.” E foi exatamente isso que João No entanto, seria melhor a pessoa en- Há uma grande onda que está ga-Wesley fez. tregar logo a direção das novas igre- nhando impulso diariamente. Pregar o Evangelho ao ar livre na jas a homens da própria região.” Certamente a pedra que foi corta-época de Wesley era o cúmulo do sa- Em seu livro BREAKING THE da sem mãos, que o profeta Daniel viucrilégio. Era considerado como uma STA1NED GLASSBARRIER (Quebran- em sua visão, é Cristo. Daniel nosgrave afronta à Igreja estabelecida. A do a Barreira das Janelas de Vitrais), conta como ele viu a pedra descendoSagrada Palavra de Deus não podia David Womack escreveu: “Há somen- para ferir e golpear os pés da estátuaser proclamada fora de um prédio de te uma maneira pela qual a Grande que representa os poderes do mundoigreja. Comissão pode ser realizada, a saber, (Dn 2:34). Os Irmãos Wesley e George estabelecendo-se congregações que Essa pedra, que é Cristo, está fi-Whitefield sofreram anos de persegui- preguem o Evangelho em todas as cando cada vez maior e ganhando im-ções por quebrarem as antigas tradi- comunidades sobre a face da terra.” pulso. Ela já colidiu ruidosamenteções da Igreja estabelecida. No entan- Roger Greenway, um especialista contra os pés do sistema deste mun-to, isso não os deteve. na evangelização de cidades, diz em do. Em breve ela crescerá e se trans-ABRIL / MAIO / JUNHO 2002 ATOS / 15
  16. 16. igreja como sendo pessoas, que se re- Mais tarde, um outro missionário únem em nome de Jesus. Essas pes- chamado George Patterson acrescen- soas estão se reunindo em casas, lo- tou um outro “E” ao nome deste pro- jas, escritórios, fábricas, armazéns, es- grama. Ele chamou o seu plano de colas, salões fúnebres, parques, peni- ETEE – Educação Teológica e Evan- tenciárias, prisões, hospitais, prédios gelização por Extensão. Era um pla- abandonados, esquinas, saguões, clu- no para os pastores treinarem rapazes bes femininos, clubes de serviço, e até para o ministério através de um siste- mesmo em prédios de igreja. ma de aprendizes. O plano exigia que cada pastor su- O Sistema de Aprendizes pervisionasse o treinamento pessoal A pergunta urgente é a seguinte: do aprendiz. Ele deveria dar ao jovem Onde vamos arrumar todos os pasto- um “laboratório” para que ele apren-formará numa montanha que cobrirá res que serão necessários para dirigi- desse a pastorear uma igreja.a terra “do conhecimento do SE- rem todas essas novas igrejas? O “laboratório” era uma igreja ver-NHOR, como as águas cobrem o mar” Há alguns anos, na América Lati- dadeira, um pequeno grupo de pessoas(Is 11:9). na, vários missionários se reuniram que se reuniam numa casa ou em al- A chave para o cumprimento da para traçarem um plano para o treina- gum outro lugar. O aprendiz era envia-Grande Comissão é a implantação de mento de jovens para o ministério. A do para pastorear esse grupo. De vezigrejas. maioria das pessoas em suas regiões em quando o aprendiz recebia tarefas Há um plano que está atraindo a eram muito pobres. Portanto, era mui- especiais do pastor patrocinador. Al-atenção de muitos estrategistas de to improvável que qualquer um daque- gumas destas tarefas eram: ler certosmissões hoje em dia. É a implantação les homens fossem enviados a uma livros, ouvir fitas, frequentar reuniões,de uma congregação de crentes em cidade para serem instruídos numa ou participar de seminários. Semanatodas as comunidades com 500 a 1000 escola teológica. após semana, o aprendiz cumpria ashabitantes. Isto é a IMPLANTAÇÃO Aqueles missionários apresenta- tarefas dadas pelo seu pastor-mestre.DE IGREJAS POR SATURAÇÃO. ram um plano chamado de ETE – Edu- A visão de multiplicação aconte- Teremos de jogar fora o nosso con- cação Teológica por Extensão. Era um cia à medida que cada aprendiz era en-ceito de igreja com janelas de vitrais. curso que os rapazes podiam fazer em sinado a patrocinar também outro ho-Não podemos mais pensar em “igre- casa. Foi uma idéia oportuna para o mem da própria congregação. Assimjas” como sendo uma construção de tempo em que estavam vivendo e tor- sendo, a visão do movimento de im-tijolos. nou-se um programa muito bem-su- plantação de igrejas estava se cum- Precisamos começar a pensar em cedido. prindo. n16 / ATOS ABRIL / MAIO / JUNHO 2002
  17. 17. A IGREJA EM CASAS O Modelo do Novo Testamento Para a Multiplicação de CongregaçõesCapítulo 5UMA RODA OU UMA VIDEIRA? Pense numa roda caída no chão, mãe no domingo de manhã. Todos os Quando isso acontece, cada plan-com raios saindo em todas as direções, dízimos e ofertas são canalizados à ta-bebê começa a crescer e a enviarprocedentes de seu eixo no centro. igreja-mãe. novos ramos em todas as direções. Pense agora numa videira, crescen- Os líderes das células não são con- Dessa forma, ela eventualmente gerado no chão, que começa num lugar e siderados como pastores. De vez em um infindável número de lindas e ma-estende os seus ramos em todas as di- quando uma das igrejas-células é li- duras “plantas-aranhas”.reções. Cada um dos ramos está in- berada no sentido de tornar-se umatroduzindo raízes no solo que também igreja adulta e um pastor é designa- Tendênciascrescem e transformam-se em plantas. do. A roda tem a tendência a atrair os Cada raiz está gerando uma outra Esse, em essência, é o conceito da raios para si mesma; a videira, a libe-planta exatamente igual à primeira. roda. Ele tem sido muito bem-sucedi- rar os ramos para fora.Todas essas novas plantas têm o mes- do em alguns lugares e tem produzi- A roda tem a tendência a ser local;mo potencial de enviarem ramos, os do algumas congregações bem gran- a videira, a estar tanto dentro comoquais também introduzem raízes no des. fora de sua área local.solo. A roda tem a tendência a adição; a Qual das duas, a roda ou a videira, A Videira videira, à multiplicação.descreve melhor a estratégia de IM- O conceito da videira com relação A roda tem a tendência a edificarPLANTAÇÃO DE IGREJAS POR SA- à implantação de igrejas pode ser ilus- uma só igreja; a videira, a edificarTURAÇÃO? A VIDEIRA, obviamente. trado pela “planta-aranha”. Ela tem fo- muitas igrejas. Não é uma questão de qual das lhas longas, graciosas, e diversifica- A roda tem a tendência a restringirduas funciona. Ambas funcionam. das, e assemelha-se a um chorão em a visão missionária; a videira, a incen-Uma delas, no entanto, funciona me- miniatura. De suas folhas crescem lon- tivar a visão missionária.lhor do que a outra. Algumas igrejas gos ramos que produzem “plantas-ara- A roda abrange a cidade; a videi-estão usando o conceito da roda e ou- nhas” menores em intervalos ao lon- ra, o mundo.tras estão começando a ver a sabedo- go dos ramos. A roda treina líderes de grupos; aria do conceito da videira com rela- A “planta-aranha” geralmente é videira, pastores e líderes.ção à implantação de igrejas. plantada num vaso suspenso. As A roda tem a visão de células, es- “plantas-aranhas” bebezinhas nunca tudos bíblicos, ou de grupos familia- A Roda se tornam tão grandes quanto a plan- res; a videira tem a visão de igrejas O conceito da roda requer que to- ta-mãe. Isso se deve ao fato de que, reunindo-se em casas.das as igrejas-bebês estejam intima- diferentemente da planta-mãe, quemente ligadas e dependentes da igre- tem as suas raízes plantadas no solo, Igrejas em Casasja-mãe. Normalmente elas não são as “plantas-aranhas” bebês são deixa- Que o Senhor da Colheita nos dêchamadas de igrejas. Às vezes são das pendentes no ar. Elas recebem uma visão de longo alcance para a im-chamadas de “grupos familiares” ou toda a sua vida da planta-mãe. plantação de igrejas. Que essa visão“células”. Elas são consideradas como Imagine agora que você tirou essa permita uma liberdade total para queuma extensão da igreja-mãe. linda planta de sua posição suspensa a vida da igreja possa expressar-se. Todos os membros dos pequenos e a plantou no chão. Cada uma das Que não haja nenhuma restrição nagrupos reúnem-se durante a semana a “plantas-aranhas” bebezinhas come- expressão da vida da igreja! Esta é afim de poderem freqüentar a igreja- çarão a introduzir suas raízes no chão. nossa oração. Amém! nABRIL / MAIO / JUNHO 2002 ATOS / 17
  18. 18. A IGREJA EM CASAS O Modelo do Novo Testamento Para a Multiplicação de CongregaçõesCapítulo 6SERÁ QUE OS PRÉDIOS DE IGREJASSÃO MESMOS NECESSÁRIOS? Howard Snyder escreveu um livro ja cresceu mais rapidamente quando ção ou prédio que chamamos de “igre-muito importante, intitulado THE ela não tinha a ajuda – ou o estorvo – ja”.PROBLEM WITH WINESKINS (O dos prédios de igrejas.’”Problema com os Odres). Nesse livro, Creio que o Senhor está chaman- Quebrando a Barreira dosele aborda detalhadamente os proble- do Seu povo para arrepender-se da ên- Vitrais da Igrejamas das estruturas eclesiásticas. fase demasiada que se tem dado aos O Dr. Donald McGavran, em seu Ele fala sobre os propósitos de prédios nos últimos séculos. Ele está livro Understanding Church GrowthDeus para a Sua Igreja que estão sen- nos dizendo para nos livrarmos de to- (Compreendendo o Crescimento dado revelados. Ele fala da nossa inca- das as barreiras à rápida implantação Igreja), diz: “As igrejas em casas pos-pacidade, algumas vezes, em fazermos de igrejas. sibilitaram que a pequenina Igreja doos ajustes apropriados com relação a O objetivo é que “a palavra do Se- Primeiro Século crescesse poderosa-esses propósitos. O texto a seguir é nhor se propague e seja glorificada” mente. Com uma só cajadada, elesdo capítulo intitulado “Os Prédios de (2 Ts 3:1). Um dos principais obs- venceram quatro obstáculos ao cres-Igrejas São Supérfluos?” táculos, em muitos casos, é a constru- cimento, com os quais a Igreja se de- “Imagine só! Imagine que vocêestá em qualquer cidade importante doPrimeiro Século, onde o cristianismohavia penetrado. “Agora faça a pergunta: ‘Onde estáa igreja?’ Você seria dirigido a um gru-po de adoradores reunidos numa casa. “Não havia nenhum prédio espe-cial e nenhuma evidência de riquezacom que pudéssemos associar a igre-ja. Havia somente pessoas.” Walter Oetting, em seu livro THECHURCH IN THE CATACOMBS (AIgreja nas Catacumbas), escreveu: ‘“Os cristãos não começaram aedificar prédios de igrejas até aproxi-madamente o ano 200 d.C. Esse fatosugere que os prédios não são essen-ciais para um crescimento numéricoou profundidade espiritual. ‘“A Igreja Primitiva possuía tantoo crescimento quanto a profundidade.Até épocas recentes, o maior períodode vitalidade e crescimento da Igrejaocorreu durante os dois primeiros sé-culos d.C. Em outras palavras, a Igre-18 / ATOS ABRIL / MAIO / JUNHO 2002
  19. 19. parou, à medida que liberava novas visão, ou zelo de multiplicarmos as os modernos equipamentos eletrôni-populações: congregações. cos de som, as reuniões ao ar livre(1) ”O custo de um prédio de igreja. tornaram-se difíceis. Não difíceis Sem desembolsar absolutamente, O Fiasco de Constantino DEMAIS, note bem, somente difíceis. nenhum dinheiro, as igrejas em ca- James Rutz, em seu livro THE Assim sendo, as reuniões em locais sas forneceram tantos lugares de OPEN CHURCH (A Igreja Aberta), diz: fechados assumiram a supremacia. adoração quanto havia grupos de “O que realmente nos matou foram os “Tudo o que era falado ficou cen- cristãos. Esse primeiro obstáculo tijolos! Na maior asneira de sua histó- tralizado num púlpito. A ordem foi comum à multiplicação de igrejas ria, a Igreja começou a construir um mantida. Parecia uma boa idéia na nunca apareceu.” grande número de prédios. época.(2) “O obstáculo da conexão judaica. “Ela desalojou as catacumbas (tú- “Na casa do Zé e da Maria você As igrejas em casas tiraram a Igre- mulos subterrâneos) e os estreitos va- era um participante. Aqui, você é um ja da sinagoga e a introduziu na po- les florestais em que os santos se reu- espectador – um ouvinte passivo. De pulação gentia.” niam. Ela terminou para sempre com alguma forma você não se sente mais(3) “O obstáculo de nos voltarmos as calorosas e preciosas reuniões na importante ou necessário.” para dentro. Cada nova igreja em sala de estar das pessoas. casa expunha um novo grupo de “Seguindo o modelo dos tribunais Paraíso Perdido amigos e parentes a um contato ín- romanos, os novos prédios tinham ca- “Quando mudamos das salas de timo com cristãos ardentes.” pacidade para centenas de cristãos. estar para os prédios de igreja com(4)“O obstáculo de uma liderança li- Obviamente não podemos ter uma uma equipe profissional, perdemos mitada. Cada igreja em casa lan- interação íntima e fácil com uma mul- todo o impulso. A igreja local tornou- çava as responsabilidades e o tidão deste tamanho. Um novo santu- se fraca e fria. prestígio da liderança em homens ário, desde o primeiro domingo em “Os que não eram sacerdotes fo- capazes da nova congregação. Os que foi aberto, colocava limites na li- ram chamados de ‘leigos’, uma pala- líderes trabalhavam de acordo vre expressão das pessoas. O novo vra que nem mesmo é encontrada na com os ensinamentos do Antigo berço sufocou o bebê. Bíblia – e por uma boa razão. Testamento, com a tradição oral “Imagine que você estivesse viven- “Como ‘leigo’ num prédio de igre- da vida de Jesus, e uma ou duas do naquela época. ja do Quarto Século, você não mais das Cartas de Paulo. Com esses “Talvez você se sentisse à vonta- se aproximava de Deus diretamente. limites flexíveis, eles eram livres de, confessando um pecado a vinte ou O sacerdote fazia isso por você. para seguirem a direção do Espí- trinta amigos na casa de Josephus e “Desta maneira, um problema rito Santo.” Johanna (ou vamos chamá-los de Zé arquitetônico tornou-se um problema “Em nosso contexto moderno, es- e Maria). Mas será que conseguiria doutrinário. Foi perdido o sacerdócioses quatro obstáculos e suas soluções fazer ISTO na frente de quinhentas do crente.ainda são importantes. Ao falarmos pessoas desconhecidas? “A Bíblia foi tirada das mãos dosobre as causas do crescimento da “Se Deus colocasse algo muito for- leigo e entregue ao sacerdote. E se nãoIgreja Primitiva, deveríamos levar em te em seu coração nesta semana, você lhe é permitido decidir o que ela sig-consideração o fato físico das igrejas não hesitaria em levantar-se para pas- nifica, por que você deveria se inco-em casas. sar dez ou quinze minutos comparti- modar em lê-la?” A IMPLANTAÇÃO DE IGREJAS lhando isto na sala de estar do Zé ePOR SATURAÇÃO exige um irrompi- .da Maria. Mas aqui, no novo salão, O Caminho da Ruínamento. Precisamos irromper através há provavelmente doze homens e “O que de fato saiu errado? Comodas “barreiras das janelas de vitrais” mulheres, no mínimo, com uma men- eu já disse, a Igreja ficou tão grande ee entrar na comunhão simples e aber- sagem queimando em seu coração. popular que ela conseguia erigir osta do povo de Deus. Precisamos ver Você provavelmente nunca teria a próprios prédios.essa comunhão no maior número pos- chance de se expressar! “Infelizmente, isto resolveu um an-sível de aspectos em que o Espírito “Na casa do Zé e da Maria, todos tigo ‘problema’ que deveria ter sidoSanto nos conduzir, e não termos se envolveram na hora da adoração. deixado sem solução. Sempre quemedo de chamar de igreja. Você pôde louvar ao Senhor de cora- uma sadia igreja em casa ficava gran- Quer estejamos nos reunindo em ção, vez após vez, da forma como se de demais para a sua sala de estar, elanome de Jesus numa catedral ou numa sentia dirigido. Foi o momento mais tinha que se dividir – em duas salascozinha, ainda assim é “igreja”. É o significativo e benéfico da sua sema- de estar. Desta forma, novos líderespovo de Deus chamado para fora e na. Mas e aqui no novo prédio? Você estavam sempre sendo empurradosreunido. teria de esperar por sua vez que tal- para cima através da hierarquia. Sim, usaremos prédios. No entan- vez nunca chegue! “Mas quando os prédios de igre-to, nunca permitiremos que os prédi- “Eu poderia prosseguir, mas você jas começaram a surgir em toda par-os atrapalhem a nossa mobilidade, já faz idéia de onde quero chegar. Sem te, as congregações não tiveram maisABRIL / MAIO / JUNHO 2002 ATOS / 19
  20. 20. que enfrentar esse ‘problema’. Não com relação a como utilizarmos os mas não estou aberto a restringirmoshavia mais aquela embaraçosa agonia prédios de todos os tipos no cumpri- a implantação de igrejas à tradicionalde se saber quem ficaria com os pres- mento da Grande Comissão. idéia de igrejas centralizadas em cons-bíteros favoritos e quem teria que se No entanto, nunca podemos cair truções. A necessidade de uma IM-separar com os presbíteros menos po- numa atitude doentia e não-bíblica PLANTAÇÃO DE IGREJAS PORpulares. Todo mundo ficava com todo com relação à importância de um pré- SATURAÇÃO é grande demais.mundo. dio quando estivermos implantando e Nunca cumpriremos a Grande Co- “O problema era que o comparti- edificando igrejas. missão num futuro previsível, conti-lhamento e a intimidade ficavam com- As igrejas podem certamente fun- nuando a adotar o conceito tradicio-plicados numa multidão de quinhen- cionar sem a ajuda de prédios especi- nal de “igreja”. Essa idéia simples-tas pessoas. As grandes multidões da- almente construídos para essa finali- mente não permitirá um movimentovam muita importância aos discursos dade. Isto tem sido provado na histó- em grande escala de implantação deeloqüentes. Portanto, os novos conver- ria da igreja em todas as épocas. Ali- igrejas que será necessário paratidos gaguejantes começaram a ficar ás, a história mostra que a Igreja, na discipularmos as nações.escondidos ‘em suas cascas’. verdade, cresce mais rapidamente e Durante séculos a Igreja, requin- “A situação em que nenhum mem- fica mais sadia sem prédios de igrejas tada e pomposamente, projetou e de-bro conhecia os outros membros subs- do que com eles. corou lindos e imponentes prédios,tituiu a comunhão. A comunicação du- O movimento de igrejas em casas que foram chamados de “igrejas”.rante as reuniões começou a ser do- é somente uma parte do mover de Em alguns casos, os prédios cha-minada pêlos poucos que tinham li- Deus de volta à simplicidade. Deus mados de “igrejas” tornaram-se, elesvros e sabiam ler. No final, isso pas- está Se movendo em muitas frentes no próprios, objetos de adoração. Enormessou a significar os sacerdotes. sentido de levar a Sua Igreja à santi- quantias de dinheiro dedicadas a Deus “Os leigos (ou não-sacerdotes) dade e pureza. Essa sempre foi Sua foram gastas na construção e manuten-eram cidadãos de um Império Roma- vontade e Seu plano. ção destes prédios “sagrados”.no que já estava ruindo há muito tem- Não é como se Deus subitamente Esta era está chegando a um fim.po. Eles foram transformados em acordasse um dia com relação à ne- Há um movimento no meio do novo‘eunucos’ espirituais. Eles perderam cessidade da Igreja e iniciasse um mo- de Deus de volta à simplicidade. E uma força que o Império necessitava tão vimento para supri-la. A questão é que movimento que está se afastando dodesesperadamente naquela época. finalmente há cada vez mais pessoas cristianismo institucionalizado, poli- “Em 476, Roma caiu pela última ouvindo o que o Senhor tem dito o tiqueiro, e super-organizado.vez. Aí então a Igreja abriu o cami- tempo todo: “DEVOLVAM-ME A O Novo Testamento precisa ser onho para a Idade Média ou ‘Eras Es- MINHA IGREJA!!!” nosso guia de fé e prática em todas ascuras’.” Estou convencido de que a atitude coisas. Que ele seja também o nosso da Igreja deveria ser: “Senhor, a me- guia nesta questão de prédios de igre- O Uso Apropriado dos Prédios nos que Tu nos digas especificamen- jas. Que ele guie a nossa compreen- Não estamos sugerindo que os pré- te para construirmos, comprarmos, ou são com relação ao lugar verdadeirodios não têm lugar algum na expan- alugarmos prédios, vamos implantar dos prédios na expansão mundial dasão do Reino de Deus. O Senhor cer- e multiplicar igrejas sem eles.” mensagem de Jesus Cristo, nosso Se-tamente nos dará sabedoria e direções Estou aberto à idéia de prédios, nhor. n20 / ATOS ABRIL / MAIO / JUNHO 2002

×