PORTUGUÊS                       TEXTO NARRATIVO                                      AUTOR E OBRA   •   Autor- é a pessoa ...
GRAMÁTICA                                        O ALFABETO   •   Alfabeto- conjunto ordenado de letras de que nos servimo...
SÍLABAS TÓNICAS E ÁTONAS •   Sílaba tónica- sílaba que se pronuncia mais fortemente. •   Sílaba átona- sílaba(s) que se pr...
Exemplos:              Casa- palavra primitiva  casario – casinha- casarão – casebre – casota               Flor- palavra ...
•   Não se separam as consoantes dos dígrafos ch, lh e nh.Exemplos:manhã-> ma-               tacho-> ta-          filho-> ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

42010753 resumo-portugues-5âº-ano

1.490 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.490
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

42010753 resumo-portugues-5âº-ano

  1. 1. PORTUGUÊS TEXTO NARRATIVO AUTOR E OBRA • Autor- é a pessoa que escreve o texto ou a obra. Num texto solto podemos encontrar o nome do autor sob o texto, à direita. • O nome da obra de onde foi retirado o texto pode encontrar-se sob o texto, depois do nome do autor, mas em itálico e separado deste por uma vírgula. O NARRADOR • Narrador- é aquele que conta a história. Narrador presente- participa na história, também é O narrador pode ser personagem. Narrador ausente- só conta a história, não é personagem. A PERSONAGEM • Personagem- é uma figura (entidade) real ou imaginária que pratica acções que fazem avançar a história. As personagens podem ser: • Principais- são aquelas à volta das quais se realiza a acção que faz desenvolver a história. • Secundárias- são aquelas que participam na história, mas cuja acção não é a mais importante. LOCALIZAÇÃO DA ACÇÃO • NO TEMPO- quando se passa a acção. É informar sobre o momento ou momentos em que se dão determinados acontecimentos. Podemos referir, por exemplo, a hora, a parte do dia (manhã, tarde, noite), o dia da semana, omês, o ano, a década, o século, a época histórica, enfim, todos os dados que indicam quando aacção se passa ou se passou. Há, porém, textos que não nos dão qualquer informação sobre o tempo em que se passa aacção. • NO ESPAÇO- onde se passa a acção. É dar informação sobre o(s) lugar(es) em que se passam os acontecimentos. Podemos mencionar o nome da terra (aldeia, vila ou cidade, país, etc.), o tipo de ambiente( cidade, praia, campo), o tipo de edifício, o tipo de sala, etc. Nem sempre um texto nos dá informação precisa sobre a localização da acção no espaço.
  2. 2. GRAMÁTICA O ALFABETO • Alfabeto- conjunto ordenado de letras de que nos servimos para representar os sons na escrita. LETRA MANUSCRITA Letras maísculas ABCDEFGHIJLMNOPQRSTUVXZ Letras minúsculas abcdefghijlmnopqrstuvxz LETRA DE IMPRENSA Letras maísculas ABCDEFGHIJLMNOPQRSTUVXZ Letras minúsculas abcdefghijlmnopqrstuvxz As vogais dizem-se: • Orais- se o seu som sai pela boca: massa, sete, vez, mil, golo, dó, tú. • Nasais- se o seu som sai pela boca e pelo nariz: lã, amparo, espantalho, exemplo, entrada, bombeiro, ontem, imperfeito, pintor, umbigo, assunto. OS DITONGOS • Ditongo- conjunto de sons vocálicos que se pronunciam praticamente de uma só vez. Os ditongos, tal como as vogais, conforme a natureza oral ou nasal dos seus elementos,também podem ser: • Orais- pai, mau, passei, véu, caiu, jóia, gritou, uivar. • Nasais- mãe, cão, ladrões, muito. DIVISÃO SILÁBICA • Sílaba- é um som ou um conjunto de sons que se pronunciam de uma só vez. Conforme o número de sílabas, as palavras podem ser: • Monossílabos ou palavras monossilábicas- com uma sílaba: um,som, voz; • Dissílabos ou palavras dissilábicas- com duas sílabas: duas, vogal, porta; • Polissílabos ou palavras polissilábicas- com três ou mais sílabas: escola, Mariana, indispensável, importância.
  3. 3. SÍLABAS TÓNICAS E ÁTONAS • Sílaba tónica- sílaba que se pronuncia mais fortemente. • Sílaba átona- sílaba(s) que se pronuncia(m) com menos intensidade.CLASSIFICAÇÃO DAS PALAVRAS QUANTO À POSIÇÃO DA SÍLABA TÓNICA: • Palavra aguda- a sílaba tónica é a última. Exemplo: André. • Palavra grave- a sílaba tónica é a penúltima. Exemplo: caderno. • Palavra esdruxúla- a sílaba tónica é a antepenúltima. Exemplo: sílaba. SINÓNIMOS • Sinónimos- são palavras com sentidos idênticos.Exemplos:Divertido- Engraçado Aplicado- Trabalhador Alegre- ContentePrudente- Cauteloso Rápido- Veloz Infeliz- Triste ANTÓNIMOS • Antónimos- são palavras com sentidos opostos.Exemplos:Divertido- Aborrecido Aplicado- Preguiçoso Alegre- TristePrudente- Imprudente Rápido- Lento Infeliz- Feliz ÁREA VOCABULAR • Área vocabular- é um conjunto de palavras que se relacionam pelo sentido.Exemplos: Escolaprofessor – aluno – estudo – aula – mochila - pátio Verãoférias – praia – passeios – calor – alegria- descanso Natalfamília – festa – prendas – presépio – Jesus – filhós terrajardim – horta – plantação – agricultura – agricultor – árvore FAMÍLIA DE PALAVRAS • Família de palavras- é um conjunto de palavras que têm a mesma origem (palavra primitiva).
  4. 4. Exemplos: Casa- palavra primitiva casario – casinha- casarão – casebre – casota Flor- palavra primitiva florão – florista – florescer – floreira – floresta Terra- palavra primitiva terroso – aterrar – terramoto – terraço – terreiro Jeito- palavra primitiva jeitoso- ajeitar – desajeitado- enjeitar Pé- palavra primitiva peúga – peão – pegada – apear – apeadeiro TRANSLINEAÇÃO • Translineação- é partir uma palavra que não cabe toda no final de uma linha, sendo necessário escrever a parte restante na linha seguinte. REGRA GERAL Qualquer palavra com mais de uma sílaba pode partir-se no ponto de separação entre duas sílabas, usando-se um hífen no final da linha em que se regista a mudança. CASOS ESPECIAIS 1. As consoantes dobradas (iguais) dividem-se, uma para cada linha: Exemplos: Acção- Ac- Carro- Car- Connosco- Con- Passo- Pas- ção ro nosco so 2. Nas palavras com hífen, quando o corte coincode com o hífen, este repete-se na linhaseguinte. Exemplos: Guarda-chuva-> Guarda- Levaram-se-> Levaram- Disse-lhe-> Disse- -chuva -se -lhe NOTA: Deve evitar-se partir a palavra de modo a deixar uma vogal sozinha numa das linhas, mesmo queela forme por si só uma sílaba. Porque fazem parte da mesma sílaba não se separam: • Não se separam as vogais que formam ditongo. Exemplos: paixão-> pai- Paula-> Pau- oito-> oi- xão la to
  5. 5. • Não se separam as consoantes dos dígrafos ch, lh e nh.Exemplos:manhã-> ma- tacho-> ta- filho-> fi- padrinho- padri- nhã cho lho nho • Não se separa qualquer das consoantes c, g, t, b, f ou v da consoante segunte l ou r.Exemplos:braço-> bra- reclamar-> re- ingratidão- in- ço clamar gratidão • Não se separa o grupo de letras qu ou gu da vogal ou do ditongo seguinte:Exemplos:quase-> qua- quatro- qua- desaguar- desa- se tro guar • Não se separa a consoante p ou c da vogal anterior, quando a sílaba seguinte começa por consoante.Exemplos:pacto-> pac- óptimo-> óp- actual-> ac- to timo tual • Não se separam as letras dos grupos: - pn - ab/ ob/ abs/ obs quando a sílaba seguinte começa por consoante.Exemplos:abstrato-> abs- obstinado-> obs- trato tinado

×