Paulina ao piano<br />Título: “Paulina ao piano”<br />Autor (a): Alice Vieira<br />Editora: Caminho<br />Trabalho realizad...
Paulina ao piano<br /><ul><li>Este livro divide-se em duas histórias, que conta ao mesmo tempo:</li></ul>Primeira – Paulin...
Paulina ao piano<br />Primeira - Paulina na praia<br /><ul><li>Paulina está na praia com a amiga Otília, enquanto a mãe fa...
Paulina não ligava às conversas de Otília. Esta falava,falava,falava mas ela nem ouvia. Otília só faz perguntas difíceis e...
Paulina pensa no pai e como gostara dele. Esquece a Otília e tudo o que tem haver com ela e corre para o mar pensando no s...
Ela só falava com o piano quando D. Francisca não estava. A avó Celeste queria que Paulina tocasse piano como o seu pai (j...
A avó nunca ia ver Paulina, mas houve um dia que foi. Paulina morava com a mãe num prédio ao pé da praia. </li></li></ul><...
Foi num dia destes de Verão que Paulina conhecera Otília. A mãe de Paulina arranjara um namorado, a avó Celeste não gostara.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho Realizado por Ana Rita Vitoriano

2.126 visualizações

Publicada em

Publicada em: Diversão e humor, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.126
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho Realizado por Ana Rita Vitoriano

  1. 1. Paulina ao piano<br />Título: “Paulina ao piano”<br />Autor (a): Alice Vieira<br />Editora: Caminho<br />Trabalho realizado por:<br /> Ana Rita Vitoriano<br />Nº: 1<br />Turma: 7º A<br />
  2. 2. Paulina ao piano<br /><ul><li>Este livro divide-se em duas histórias, que conta ao mesmo tempo:</li></ul>Primeira – Paulina na praia<br />Segunda – Paulina e o piano<br />
  3. 3. Paulina ao piano<br />Primeira - Paulina na praia<br /><ul><li>Paulina está na praia com a amiga Otília, enquanto a mãe fala com a mãe da Otília.
  4. 4. Paulina não ligava às conversas de Otília. Esta falava,falava,falava mas ela nem ouvia. Otília só faz perguntas difíceis e Paulina só quer fugir.
  5. 5. Paulina pensa no pai e como gostara dele. Esquece a Otília e tudo o que tem haver com ela e corre para o mar pensando no seu piano.</li></li></ul><li>Paulina ao piano<br />Segunda – Paulina e a história do piano<br /><ul><li>Paulina lembrava-se do piano no salão da avó. Paulina tinha aulas de piano, quando o piano já estava na sua casa, com D. Francisca. Paulina falava com o piano.
  6. 6. Ela só falava com o piano quando D. Francisca não estava. A avó Celeste queria que Paulina tocasse piano como o seu pai (já falecido).</li></li></ul><li>Paulina ao piano<br />Segunda – Paulina e a história do piano<br /><ul><li>Paulina tinha muitas saudades do pai apesar de o tio António a ter ajudado muito. Todos os domingos, quando ia visitar a avó, Paulina via os meninos das fotografias. Sempre com aquela cara triste.
  7. 7. A avó nunca ia ver Paulina, mas houve um dia que foi. Paulina morava com a mãe num prédio ao pé da praia. </li></li></ul><li>Paulina ao piano<br />Segunda – Paulina e a história do piano<br /><ul><li>Era Verão! Todos os Verões havia uma palavra que fazia rir Paulina. Naquele Verão a palavra era “miopia”.
  8. 8. Foi num dia destes de Verão que Paulina conhecera Otília. A mãe de Paulina arranjara um namorado, a avó Celeste não gostara.
  9. 9. A mãe de Otília perguntou a Paulina o que é que ela queria ser quando fosse grande. Esta respondera que ainda não sabia.</li></li></ul><li>Paulina ao piano<br />Segunda – Paulina e a história do piano<br />Desde que o piano entrara na sua casa que Paulina não era a mesma. E recordava D. Francisca nas suas lições de piano.<br />Paulina não queria ser amiga de Otília. Paulina só queria pensar nas coisas que mais gostava, como o piano, o pai, o tio António, a mãe.<br />
  10. 10. Paulina ao piano<br /><ul><li>Gostei deste livro porque é um livro muito interessante. Mostra como as pessoas podem gostar de outras coisas, neste caso de um instrumento, o piano, sem ser pessoas. Para além de relatar duas histórias, estas não confundem. </li>

×