Coordenação e subordinação - Ensino Básico

4.145 visualizações

Publicada em

Sintaxe: análise de orações co

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.145
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
214
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
191
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Coordenação e subordinação - Ensino Básico

  1. 1. Coordenação e Subordinação
  2. 2. Frase simples complexa
  3. 3. Frase simples Constituída apenas por um verbo ou por um complexo verbal. Exs.: A Maria brinca muito com o irmão. – frase simples (constituída por um verbo) O Jorge continua a ler aquele livro. – frase simples (constituída por um complexo verbal)
  4. 4. Frase complexa Constituída por dois ou mais verbos ou complexos verbais, ou seja, por duas ou mais orações. Exs.: A mãe usa óculos e o pai tem bigode. – frase complexa (constituída por dois verbos) O Jorge já estava em casa, mas a Inês acabou de chegar. – frase complexa (constituída por um verbo e um complexo verbal)
  5. 5. A relação entre orações pode ser estabelecida por: coordenação subordinação
  6. 6. Coordenação Relação entre duas orações da mesma categoria por meio de conjunções ou locuções conjuncionais coordenativas. Ex.: O professor corrige as respostas e esclarece as dúvidas do aluno.
  7. 7. Orações coordenadas Recebem o nome da conjunção ou locução conjuncional coordenativa que as liga, de acordo com o sentido expresso: copulativas adversativas disjuntivas conclusivas explicativas
  8. 8. Oração coordenada copulativa Expressa ligação ou adição de informações. Ex.: Infelizmente, o Jorge não comeu sopa nem bebeu o sumo. Conjunções coordenativas copulativas e, nem, nem… nem Locuções conjuncionais coordenativas copulativas não só… mas também, não só… como também
  9. 9. Oração coordenada adversativa Estabelece uma oposição. Ex.: Telefonaram ontem, mas esqueci-me de te dizer. Conjunções coordenativas adversativas mas, porém, assim, contudo, todavia Locuções conjuncionais coordenativas adversativas no entanto, não obstante, ainda assim
  10. 10. Oração coordenada disjuntiva Estabelece uma alternativa. Ex.: Jogamos à bola ou ficamos a conversar. Conjunções coordenativas disjuntivas ou Locuções conjuncionais coordenativas disjuntivas ou… ou, ora… ora, quer… quer, seja… seja
  11. 11. Oração coordenada conclusiva Indica uma conclusão. Ex.: A Inês estudou bastante, logo vai ter uma boa nota.
  12. 12. Oração coordenada explicativa apresenta uma justificação relativa à oração anterior. Ex.: O Jorge não comeu sobremesa, pois estava satisfeito. Conjunções coordenativas explicativas que, pois, porquanto
  13. 13. Subordinação Relação entre duas orações, uma subordinante e uma subordinada, por meio de conjunções ou locuções conjuncionais subordinativas. Ex.: Quando o aluno tem dúvidas, o professor explica-lhe o exercício.
  14. 14. Oração subordinada adverbial temporal Exprime uma ideia de tempo relativamente ao afirmado na subordinante. oração Ex.: A turma saiu, mal acabou a aula. Oração Subordinante Conjunções subordinativas temporais quando, mal, enquanto, apenas Oração Subordinada Adverbial Temporal Locuções conjuncionais subordinativas temporais logo que, assim que, até que, antes que Outras palavras/expressões com o mesmo valor antes de, depois de
  15. 15. Oração subordinada adverbial causal Transmite a causa do que se afirma na oração subordinante. Ex.: Comprei o livro, porque gostei da capa. Oração Subordinante Oração Subordinada Adverbial Causal
  16. 16. Oração subordinada adverbial final (com o objetivo de…) Expressa a finalidade da ideia indicada na oração subordinante. Ex.: A Rita veio cedo, para que pudéssemos ir ao cinema. Oração Subordinante Conjunções subordinativas finais que Oração Subordinada Adverbial Final Locuções conjuncionais subordinativas finais para que, a fim de que Outras palavras/expressões com o mesmo valor para, a fim de
  17. 17. Oração subordinada adverbial condicional Indica uma condição que permitirá a realização do que é expresso na subordinante. Ex.: Se quiseres, explico-te o exercício. Oração Subordinada Adverbial Condicional Oração Subordinante
  18. 18. Oração subordinada adverbial comparativa Indica uma comparação entre dois termos da oração. Ex.: Conforme me disseste, assim aconteceu. Oração subordinada adverbial comparativa Oração subordinante Aquele livro é tão interessante como o que li no mês passado. Oração subordinante Oração subordinada adverbial comparativa Conjunções subordinativas comparativas Locuções subordinativas comparativas Como, conforme, segundo, que assim como…assim; tão…como…; bem como…;
  19. 19. Oração subordinada adverbial consecutiva Indica uma relação de consequência, entre o que é dito na primeira e na segunda oração. Ex.: A minha equipa treinou tanto que ultrapassou todos os recordes. Oração subordinante Conjunção subordinativa consecutiva que Oração subordinada adverbial consecutiva Locução subordinativa consecutiva tanto que; de maneira que; de modo que;
  20. 20. Oração subordinada adverbial concessiva Indica uma relação de oposição, entre a primeira e a segunda oração, sendo que a oração que tem a conjunção ou a locução é dependente da outra. Ex.:. Embora esteja a chover, vou à praia. Oração subordinada adverbial concessiva Oração subordinante Conjunção subordinativa concessiva Locução subordinativa concessiva Embora; conquanto; Que (no sentido de ainda que) Ainda que; posto que; mesmo que; se bem que;

×