MATERIAL DE APOIO           Bases de Programação – Estruturas de Controlo                        Curso Tecnológico de Info...
 SE a condição for verdadeira ENTÃO é executada a instrução1    SENÃO é executada a instrução 2.Exemplo: - A partir das ...
A estrutura CASE tem a seguinte forma:Reformulação do exemplo anterior utilizando a estrutura CASE:CódigoReadln(num_lados)...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fp1

107 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
107
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
24
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fp1

  1. 1. MATERIAL DE APOIO Bases de Programação – Estruturas de Controlo Curso Tecnológico de Informática - 10ºano 2012/2013A sequência de instruções de um programa apresenta uma ordem implícita darealização das operações descritas.Por vezes torna-se conveniente alterar a ordem de instruções de controlo deexecução utilizando as estruturas de Selecção.Estruturas de Selecção IFFrequentemente torna-se necessário decidir qual a próxima instrução a serexecutada, em função do valor lógico de uma expressão booleana.A estrutura condicional IF permite direccionar o fluxo de acção em função dovalor lógico de uma condição.A estrutura IF pode ser interpretada da seguinte forma:  SE a condição for verdadeira ENTÃO é executada a instrução, após o que a condição continua na instrução imediatamente.  SE no entanto a condição for falsa, a acção prossegue na instrução que se encontra imediatamente a seguir á estrutura.Contrariamente á estrutura IF simples, qualquer que seja o valor lógico dacondição, esta estrutura prevê uma acção específica, e não apenas para o casoem que a condição é verdadeira.A estrutura condicional completa pode ser interpretada da seguinte forma: 1 Bases de Programação – Estruturas de Controlo
  2. 2.  SE a condição for verdadeira ENTÃO é executada a instrução1  SENÃO é executada a instrução 2.Exemplo: - A partir das dimensões de 2 lados adjacentes de uma polígono de 4lados e ângulos, pretende-se identificar a respectiva figura.Código:Readln(Lado1,Lado2);IF Lado1 = Lado2 THEN Writeln(‘A figura é um quadrado’);ELSE Writeln(‘É um rectângulo’);Em determinadas situações surge a necessidade da utilização de duas ou maisestruturas IF encadeadas.Repara no seguinte exemplo:Suponha que, a partir de lados de um polígono que tenha todos os lados iguais,se pretende escrever o Nome desse polígono, até ao polígono de 5 lados.Código:…Readln(num_lados);IF num_lados =3 THEN Writeln(‘Triangulo’);ELSE IF num_lados = 4 THEN Writeln(‘Quadrado’); ELSE IF num_lados=5 THEN Writeln(‘Pentagono’);Analisando este exemplo, ressalta de imediato a sua fraca legibilidade, motivadapor várias estruturas condicionais IF encadeadas.Além da fraca legibilidade, a estruturação lógica de um programa desta naturezatorna-se por vezes extremamente complexa. - É por isso difícil detectar erros e corrigi-los neste tipo de estruturas. - A estrutura CASE permite ultrapassar todas estas limitações.Estruturas de Selecção CASEUma estrutura CASE utiliza-se em situações em que seria necessário aplicar IFencadeados. 2 Bases de Programação – Estruturas de Controlo
  3. 3. A estrutura CASE tem a seguinte forma:Reformulação do exemplo anterior utilizando a estrutura CASE:CódigoReadln(num_lados);CASE num_lados OF 3: writeln(‘Triângulo’); 4: writeln(‘Quadrado’); 5: writeln(‘Pentagono’);End;…A instrução CASE selecciona uma instrução a ser executada com base no valorde um a expressão chamada “o selector”.A expressão (selector) pode ser um qualquer tipo ordinal.  A instrução 2 é executada sempre que o valor da expressão seja um dos valores enumerados  A instrução3 é executada sempre que o valor da expressão esteja contido no intervalo.  A palavra reservada ELSE deve ser utilizada sempre que exista uma acç ão ou um conjunto de acções, a concretizar quando não se verifique nenhuma das situações inicialmente previstas. 3 Bases de Programação – Estruturas de Controlo

×