SlideShare uma empresa Scribd logo

5ºteste bg versão 1

teste de bg 11ºano

1 de 8
Baixar para ler offline
Teste de Avaliação
Biologia e Geologia
2012/2013
Nome: __________________________________________________ nº__ T:1
Versão 1 19/04/13
Grupo I
1- Leia o texto e observe as figuras.
A placa tectónica que se encontra debaixo do oceano Índico está a dividir-se em duas, fenómeno que provocará novos
terramotos como os registados em Sumatra, em Abril, e que alcançaram 8,7 e 8,2 graus na escala de Richter,(…).
Há quase 50 milhões de anos, a placa Indo-Australiana começou a dividir-se em dois ou mesmo três pedaços, um
processo muito lento que os sismólogos já conheciam. Esta rutura estará por detrás do terramoto de 9,2 graus, com
epicentro em Banda Aceh, em Dezembro de 2004, e o posterior tsunami que provocou 228 mil vítimas no sudeste
asiático, bem como os sismos que em Abril passado se sentiram em Sumatra (Indonésia).
A atividade sísmica entre a Índia e a Austrália era já significativa antes dos movimentos de Abril deste ano, mas
aumentou consideravelmente desde o terramoto de Banda Aceh, explicam os investigadores. “A deformação da
placa pode originar terramotos de magnitudes nunca antes registadas”, diz Delescluse, (…).
Não existe ainda uma fronteira clara que divida a placa, mas possivelmente surgirá entre o oeste de Sumatra e o
sudeste da Índia. O primeiro terramoto, de 8,7 graus, foi desencadeado pela ocorrência de pelo menos quatro
fissuras na placa, em apenas 160 segundos. O terramoto foi sentido desde a Índia até à Austrália, incluindo o sul e o
sudeste asiático. Duas horas depois houve um segundo sismo, de 8,2 graus.
“Nunca tínhamos visto um terramoto como este. Faz parte da cisão desordenada da placa. É um processo
geológico que levará milhões de anos até que se forme uma nova fronteira e, provavelmente, será necessário haver
milhares de terramotos de magnitudes semelhantes para que isso suceda”, diz Keith Koper, sismólogo e co-autor de
um dos artigos.
Ao contrário do sismo de Banda Aceh, os terramotos de Abril não deram lugar a tsunami apesar da sua elevada
magnitude, já que foram provocados por movimentos horizontais de falhas oblíquas. Nos dias seguintes a ambos os
terramotos, o número de sismos na região com magnitudes superiores a 5,5 graus multiplicou-se cinco vezes e estes
chegaram a produzir-se até 1500 quilómetros do epicentro dos dois primeiros.
http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=55713&op=all
Figura 1
A ocorrência de sismos, tal como o
referido no sudeste asiático, pode ser
registada em sismogramas.
Na figura 2 estão representados dois
sismogramas registados em duas
estações A e B. O gráfico anexo relaciona
a diferença de tempo de chegada das
ondas P e S com a distância epicentral.
Figura 2
1
Sri LanKa
2
Banda Aceh
1 2
1.1-Mencione o fenómeno tectónico que justifica a ocorrência, na Indonésia, de sismos violentos, como o de
26 de Dezembro de 2004. Justifique com um dado da figura 1. (5)
1.2- Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes afirmações, relativas à interpretação
dos dados relativos ao enquadramento tectónico das regiões mais afetadas pelo impressionante
maremoto de dezembro de 2004 em Banda Aceh. (10)
(A) A placa litosférica sobre a qual se encontra a ilha de Sumatra está a aumentar.
(B) A ilha de Sri Lanka (1) está provavelmente a aproximar-se da ilha de Sumatra.
(C) O epicentro do sismo que originou a vaga localizou-se no oceano.
(D) Ainda não existe uma fronteira de placas entre o oeste de Sumatra e o sudeste da Índia.
(E) Os limites da zona de fronteira entre placas litosféricas, referenciada na figura, são divergentes.
(F) Os sismos são o único tipo de atividade geológica associada aos limites das placas litosféricas.
(G) Os limites divergentes de placas litosféricas são as zonas onde ocorrem mais sismos.
(H) Os sismos de maior intensidade ocorrem ao longo dos limites convergentes das placas litosféricas.
1.3-Indique, qual das estações, A ou B, referenciadas no esquema da figura 5, está mais próxima do epicentro
do sismo. Justifique com base nos dados. (5)
1.4- Nas questões 1.4.1 e 1.4.2, selecione a alternativa que completa corretamente as afirmações. (10)
1.4.1- A estação B situa-se …
(A) … entre o epicentro e a zona de sombra.
(B) … depois da zona de sombra.
(C) … na zona de sombra.
(D) … em qualquer ponto da superfície relativamente ao sismo considerado.
1.4.2- Com base na interpretação de sismogramas pode avaliar-se …
(A) … a intensidade do sismo.
(B) … a magnitude.
(C) … a intensidade e a magnitude.
(D) … o número de vítimas.
1.5- Justifique a sua opção na questão 1.4.1. (Na resposta, deve ser utilizado o conceito de zona de sombra
sísmica.) (10)
Grupo II
1. A figura 3 representa a planície de inundação do rio Tejo, ao longo de cerca de 25 quilómetros. Em frente a
Santarém, o vale, de origem tectónica, é muito assimétrico: a margem direita está representada por uma
vertente com declive acentuado, constituída por rochas argilosas areníticas e calcárias, horizontais, de idade
pliocénica, no alto da qual se ergue aquela cidade; a margem esquerda é muito ampla e aplanada e
desenvolve-se a altitudes cerca de 100 metros inferiores. A sondagem vertical S com 400 metros de
profundidade intersectou rochas pliocénicas.
1.1- Refira o dado do enunciado que mais sugere a instabilidade da vertente que constitui a margem direita do
Tejo e no cimo da qual se encontra a cidade de Santarém. (3)
1.2-Indique a origem dos materiais constituintes da planície de inundação do Tejo. (3)
1.3-Identifique o leito de cheia do rio Tejo, com base nas referências disponíveis no mapa. (4)
1.4- Mencione as povoações constantes do mapa ameaçadas pelas cheias do Tejo. (3)
2- Para investigar os fatores associados aos movimentos em massa, realizou-se o conjunto de experiências
seguinte:
Encheram-se 3 copos plásticos com areia quartzosa fina da praia, bem seca. Humedeceu-se a areia do
segundo copo e encharcou-se com água a areia do terceiro copo. De seguida colocou-se um tabuleiro de inox
Figura 3
invertido sobre cada um dos copos, localizados ao centro de um dos lados e inverteu-se o conjunto pousando-
o sobre a bancada.
Ao retirar-se cada um dos copos, a areia comportou-se de maneira diferente em cada um dos tabuleiros. No
primeiro, a areia seca espalhou-se sobre o tabuleiro formando um cone com uma inclinação de 24º nos lados.
No segundo, após a retirada do copo, a areia manteve a forma do copo apresentando lados quase verticais.
No terceiro caso, a areia espalhou-se amplamente sobre o tabuleiro assumindo a posição quase horizontal.
Após se terem registado estes resultados, inclinou-se cada um dos tabuleiros medindo, com uma bússola de
geólogo munida de clinómetro, os respetivos ângulos de inclinação até se verificar o deslizamento da areia. A
areia seca deslizou parcialmente quando o tabuleiro atingiu a inclinação de 10º. A areia humedecida deslizou,
em bloco, quando o tabuleiro atingiu uma inclinação de 50º. No tabuleiro com a areia saturada de água, a
água escorreu e a areia permaneceu espalhada sobre o tabuleiro mesmo inclinando este até à vertical e
invertendo até a sua posição completamente.
De acordo com a experiência descrita no texto, selecione a alternativa que completa corretamente a frase,
sublinhando-a: (35)
2.1- A areia _______ sofre deslizamento quando sujeita a uma inclinação na vertente de _________.
A- … seca…. 24º. B- … seca …. 10º. C- …. seca …. 34º. D- …húmida … 24º.
2.2-Podemos considerar a areia uma rocha __________ que se formou por __________ de sedimentos.
(A) …biogénica …acumulação.
(B) …quimiogénica … precipitação.
(C) …detrítica … compactação.
(D) …detrítica … acumulação.
2.3-Constituem medidas de contenção dos riscos associados às vertentes ____________ e ____________.
(A) esporões … muros de gabiões.
(B) pregagens … remoção de estratos instáveis.
(C) ancoragens … paredões.
(D) muros … quebra mares.
2.4- Ordene a sequência de acontecimentos relativa à formação da rocha referida no texto.
(A) Areias quartzosas acumulam-se umas sobre outras na forma de uma duna.
(B) Os grãos de quartzo do granito resistem à meteorização por serem mais estáveis.
(C) Uma chuvada intensa remove os grãos do granito “podre”.
(D) As ondas promovem choques entre as partículas arenosas que provocam o seu maior arredondamento.
(E) Balastros quartzosos desgastam as turbinas de uma barragem de fio de água.
(F) A corrente de origem fluvial apenas transporta silte e argila.
2.5-Das atividades humanas que podem favorecer a ocorrência de movimentos em massa destacam-se...
(A) … a desflorestação e a remoção de inertes.
(B) …a desflorestação e a construção excessiva e desordenada.
(C) … a ocupação das vertentes e a construção de paredões.
(D) …. a remoção de inertes e a construção excessiva e desordenada.
2.6-Ao longo do tempo, o perfil _____ do rio tende a ______ e o perfil _______ tende a tornar-se mais aberto,
apesar da sua morfologia estar dependente da proximidade à _________.
(A) … longitudinal [..] acentuar-se [..] transversal [..] foz
(B) … transversal [..] acentuar-se [..] longitudinal [..] margem
(C) …longitudinal [..] nivelar-se [..] transversal [..] nascente
(D) …transversal [..] nivelar-se [..] longitudinal [..] nascente
2.7- O perfil transversal de um rio, após a construção de uma barragem, torna-se...
(A) … mais aberto, tanto a montante como a jusante da barragem.
(B) … mais fechado, tanto a montante como a jusante da barragem.
(C) … mais fechado a montante da barragem e mais aberto a jusante da barragem.
(D) … mais aberto a montante da barragem e mais fechado a jusante da barragem.
Grupo III
1- Tenha em atenção os dados da tabela seguinte, relativos a alguns minerais comuns.
1.1- Classifique como verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmações seguintes, relativas aos dados da tabela.
(10)
(A) A aragonite é o termo 3 da escala de Mohs.
(B) A ortóclase é duas vezes mais dura do que a calcite.
(C) Os átomos estão mais próximos uns dos outros na estrutura cristalina da aragonite do que na da calcite.
(D) O quartzo, a ortóclase e a caulinite são minerais do grupo dos silicatos.
(E) Arenito, granito e quartzito são três tipos de rochas sedimentares detríticas.
(F) O calcário da tabela é inequivocamente uma rocha sedimentar.
(G) A dureza de um mineral depende da sua densidade.
(H) A hidratação de um mineral como acontece na caulinite pode refletir a sua origem sedimentar.
1.2- Considere a seguinte hipótese: “O calcário referido na tabela teve origem em seres vivos”. (10)
Faça corresponder S (sim) ou N (não) a cada uma das letras que identificam as afirmações seguintes, de
acordo com a possibilidade de serem utilizadas como argumentos a favor da hipótese mencionada.
(A) No calcário visualizam-se conchas de seres vivos.
(B) Na altura de formação, esta bacia de sedimentação localizava-se em águas quentes e paradas.
(C) As comunidades que habitavam o local, no passado, possuíam conchas de carbonato de cálcio.
(D) Havia competição entre os diversos seres que viviam naquele local.
(E) Os peixes primitivos reproduziam-se no fundo marinho.
(F) Na altura da formação da rocha, ocorreu uma extinção em massa de moluscos marinhos.
(G) Na altura da formação desta rocha, os continentes estavam em movimentação.
(H) Não existiam nesse local mamíferos aquáticos.
2- Faça corresponder a cada uma das letras das afirmações de A a E o número (de I a VIII) da chave. (10)
Afirmações Chave
(A) Rocha detrítica utilizada na indústria vidreira como fonte de sílica.
(B) Rocha utilizada na indústria do cimento como fonte de carbonato de
cálcio.
(C) Rocha ornamental formada por calhaus rolados cimentados.
(D) Rocha detrítica utilizada na indústria da cerâmica devido à sua
plasticidade quando humedecida.
(E) Rocha evaporítica utilizada na produção de estuque.
I- Argila
II- Areia
III- Calcário
IV- Lenhite (carvão)
V- Dolerito (microgabro)
VI- Gesso
VII- Conglomerado
VIII- Cascalheira (balastro)
3- A figura 4 representa uma região imaginária, onde se encontram três tipos de rochas magmáticas (X, Y e
Z), uma formação marinha do Carbónico (era paleozoica) na base representada pela letra f e uma
sequência estratigráfica correspondentes a formações continentais do Triásico (era mesozoica).
Figura 4
Temperatura
diminui
3.1- Classifique as afirmações seguintes, utilizando a chave. (10)
CHAVE: 1- Os estratos c, d e e são calcários.
A- afirmação confirmada pelos dados
B- afirmação contrariada pelos dados
C- afirmação sem relação com os dados
2- O estrato b é anterior aos estratos c e d.
3- A rocha Z é posterior às rochas X e Y.
4- A rocha Y é anterior à rocha X, e a rocha X é anterior ao estrato a.
5- A rocha Y é anterior ao estrato e e posterior à camada f.
6- As rochas magmáticas X, Y e Z são anteriores a todos os estratos.
3.2- Refira os princípios da estratigrafia que lhe permitiram estabelecer a cronologia: (6)
3.2.1- dos estratos representados na figura;
3.2.2- das rochas X, Y e Z, relativamente aos estratos;
3.2.3- do estrato a relativamente à rocha X.
3.3- Nas rochas X, Y e Z, foram identificados os seguintes minerais: (9)
X. olivina, piroxena e plagióclase cálcica.
Y. plagióclase sódica, anfíbola e biotite.
Z. feldspato potássico, moscovite e quartzo.
3.3.1. Identifique as rochas X, Y e Z.
3.3.2. Indique qual das rochas X, Y ou Z:
(A) possui minerais de ponto de fusão mais elevado;
(B) teve origem num magma basáltico;
(C) tem textura agranular;
(D) apresenta um predomínio de minerais félsicos;
(E) é mesocrata.;
(F) tem uma maior densidade;
4- A série de Goldich, a que se refere a figura, permite-nos estabelecer uma ordem de estabilidade dos
minerais. O quartzo é o mineral mais estável, mas, pelo con-
trário, a olivina e a plagióclase cálcica são muito instáveis. A
série de Goldich é de certo modo, inversa da série reacional de
Bowen.
Faça corresponder a cada par de afirmações uma letra da chave.
(10)
Afirmações Chave
1 a - O quartzo é menos resistente à alteração do que a moscovite. A. Ambas as afirmações
são verdadeiras
B. Ambas as afirmações
são falsas
C. a é falsa e b é verdadeira
D. a é verdadeira e b é falsa
b - As plagióclases calcossódicas alteram-se mais facilmente do que a
plagióclase sódica.
2 a - A série de Goldich refere-se à resistência dos minerais das rochas à
meteorização.
b - A série reacional de Bowen diz respeito à ordem de diferenciação dos
minerais no magma.
3 a - As plagióclases sódico-cálcicas cristalizam antes da plagióclase cálcica.
b - A moscovite cristaliza depois do feldspato potássico.
4 a - A olivina e a plagióclase cálcica são mais facilmente alteráveis.
b - A biotite é mais dificilmente alterável do que a moscovite.
5 a - As anfíbolas fundem depois das piroxenas.
b - O feldspato potássico funde antes do quartzo e da moscovite.
6 a- Quando o magma arrefece, cristalizam em primeiro lugar as olivinas e a
plagióclase cálcica.
b - As anfíbolas cristalizam depois da biotite.
Figura 5

Recomendados

Exercicíos do Iave - Biologia e Geologia actualização 2015
Exercicíos do Iave - Biologia e Geologia actualização 2015Exercicíos do Iave - Biologia e Geologia actualização 2015
Exercicíos do Iave - Biologia e Geologia actualização 2015Gijasilvelitz 2
 
Teste 11 c de 15 maio versão 1
Teste 11 c de 15 maio versão 1Teste 11 c de 15 maio versão 1
Teste 11 c de 15 maio versão 1Estela Costa
 
Teste 3 geo 10 versao oficial
Teste 3 geo 10 versao oficialTeste 3 geo 10 versao oficial
Teste 3 geo 10 versao oficialEstela Costa
 
Testes Intermédios 10ºano
Testes Intermédios 10ºanoTestes Intermédios 10ºano
Testes Intermédios 10ºanosandranascimento
 
Teste geologia 12 primeiro período 14 15 recuperação
Teste geologia 12 primeiro período 14 15 recuperaçãoTeste geologia 12 primeiro período 14 15 recuperação
Teste geologia 12 primeiro período 14 15 recuperaçãoEstela Costa
 
5 t 11_abc_2014_15estela versão 1
5 t 11_abc_2014_15estela versão 15 t 11_abc_2014_15estela versão 1
5 t 11_abc_2014_15estela versão 1Estela Costa
 
Cc bg10 teste 3 10 versão 1
Cc bg10 teste 3 10 versão 1Cc bg10 teste 3 10 versão 1
Cc bg10 teste 3 10 versão 1Estela Costa
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fichatrabalho n2 10ano
Fichatrabalho n2 10anoFichatrabalho n2 10ano
Fichatrabalho n2 10anoMagda Charrua
 
Fichatrabalho n3 10ano
Fichatrabalho n3 10anoFichatrabalho n3 10ano
Fichatrabalho n3 10anoMagda Charrua
 
Exercícios de geologia
Exercícios de geologiaExercícios de geologia
Exercícios de geologiaNuno Correia
 
16 17 bg10_questão aula 2 ma
16 17 bg10_questão aula 2 ma16 17 bg10_questão aula 2 ma
16 17 bg10_questão aula 2 maEstela Costa
 
Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013
Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013
Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013emanuelcarvalhal765
 
Teste de Geologia (1º Período 2º Teste) Soluções
Teste de Geologia (1º Período 2º Teste) SoluçõesTeste de Geologia (1º Período 2º Teste) Soluções
Teste de Geologia (1º Período 2º Teste) SoluçõesIsaura Mourão
 
Exercícios biologia geologia
Exercícios biologia geologiaExercícios biologia geologia
Exercícios biologia geologiaJoana Maria
 
Geologia 10 preparação para o segundo teste de avaliação
Geologia 10   preparação para o segundo teste de avaliaçãoGeologia 10   preparação para o segundo teste de avaliação
Geologia 10 preparação para o segundo teste de avaliaçãoNuno Correia
 
Revisões - teste global de Geologia (10º ano)
Revisões  - teste global de Geologia (10º ano)Revisões  - teste global de Geologia (10º ano)
Revisões - teste global de Geologia (10º ano)Ana Castro
 
Teste de Geologia (1º Período 2º Teste)
Teste de Geologia (1º Período 2º Teste)Teste de Geologia (1º Período 2º Teste)
Teste de Geologia (1º Período 2º Teste)Isaura Mourão
 
Geo 12 preparação para o teste de avaliação
Geo 12   preparação para o teste de avaliaçãoGeo 12   preparação para o teste de avaliação
Geo 12 preparação para o teste de avaliaçãoNuno Correia
 

Mais procurados (20)

1 tv1 out 2011_12
1 tv1 out 2011_121 tv1 out 2011_12
1 tv1 out 2011_12
 
Ficha Formativa - Rochas
Ficha Formativa - RochasFicha Formativa - Rochas
Ficha Formativa - Rochas
 
Fichatrabalho n2 10ano
Fichatrabalho n2 10anoFichatrabalho n2 10ano
Fichatrabalho n2 10ano
 
Fichatrabalho n3 10ano
Fichatrabalho n3 10anoFichatrabalho n3 10ano
Fichatrabalho n3 10ano
 
Exercícios de geologia
Exercícios de geologiaExercícios de geologia
Exercícios de geologia
 
Teste 1 2.º período
Teste 1  2.º períodoTeste 1  2.º período
Teste 1 2.º período
 
16 17 bg10_questão aula 2 ma
16 17 bg10_questão aula 2 ma16 17 bg10_questão aula 2 ma
16 17 bg10_questão aula 2 ma
 
Bg10 teste1
Bg10 teste1Bg10 teste1
Bg10 teste1
 
1 q aula_10_a_v1
1 q aula_10_a_v11 q aula_10_a_v1
1 q aula_10_a_v1
 
Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013
Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013
Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013
 
Teste 1 2.º período
Teste 1  2.º períodoTeste 1  2.º período
Teste 1 2.º período
 
Teste de Geologia (1º Período 2º Teste) Soluções
Teste de Geologia (1º Período 2º Teste) SoluçõesTeste de Geologia (1º Período 2º Teste) Soluções
Teste de Geologia (1º Período 2º Teste) Soluções
 
Geologia 1011
Geologia 1011Geologia 1011
Geologia 1011
 
Exame de biologia pdf
Exame de biologia pdfExame de biologia pdf
Exame de biologia pdf
 
Bg10 t1a 17_cc
Bg10 t1a 17_ccBg10 t1a 17_cc
Bg10 t1a 17_cc
 
Exercícios biologia geologia
Exercícios biologia geologiaExercícios biologia geologia
Exercícios biologia geologia
 
Geologia 10 preparação para o segundo teste de avaliação
Geologia 10   preparação para o segundo teste de avaliaçãoGeologia 10   preparação para o segundo teste de avaliação
Geologia 10 preparação para o segundo teste de avaliação
 
Revisões - teste global de Geologia (10º ano)
Revisões  - teste global de Geologia (10º ano)Revisões  - teste global de Geologia (10º ano)
Revisões - teste global de Geologia (10º ano)
 
Teste de Geologia (1º Período 2º Teste)
Teste de Geologia (1º Período 2º Teste)Teste de Geologia (1º Período 2º Teste)
Teste de Geologia (1º Período 2º Teste)
 
Geo 12 preparação para o teste de avaliação
Geo 12   preparação para o teste de avaliaçãoGeo 12   preparação para o teste de avaliação
Geo 12 preparação para o teste de avaliação
 

Destaque

GeoloUnidade2geologia magmaticas 2.2.
GeoloUnidade2geologia magmaticas 2.2.GeoloUnidade2geologia magmaticas 2.2.
GeoloUnidade2geologia magmaticas 2.2.Ondina Santo
 
5 rochas magmáticas
5  rochas magmáticas5  rochas magmáticas
5 rochas magmáticasmargaridabt
 
Geo 12 correção do teste de avaliação
Geo 12   correção do teste de avaliaçãoGeo 12   correção do teste de avaliação
Geo 12 correção do teste de avaliaçãoNuno Correia
 
CORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANO
CORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANOCORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANO
CORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANOsandranascimento
 
Geologia e Biologia - Teste Intermédio 4
Geologia e Biologia - Teste Intermédio 4Geologia e Biologia - Teste Intermédio 4
Geologia e Biologia - Teste Intermédio 4Isaura Mourão
 
Solucoes ficha5 ano1011
Solucoes ficha5 ano1011Solucoes ficha5 ano1011
Solucoes ficha5 ano1011Magda Charrua
 
Types of deviance
Types of devianceTypes of deviance
Types of devianceGulzadaaa
 
MéTodos De Estudo Para O Interior Da Geosfera
MéTodos De Estudo Para O Interior Da GeosferaMéTodos De Estudo Para O Interior Da Geosfera
MéTodos De Estudo Para O Interior Da GeosferaTânia Reis
 
FT7 - OCUPAÇÃO ANTRÓPICA
FT7 - OCUPAÇÃO ANTRÓPICAFT7 - OCUPAÇÃO ANTRÓPICA
FT7 - OCUPAÇÃO ANTRÓPICAsandranascimento
 
Types of Deviance
Types of DevianceTypes of Deviance
Types of DevianceGulzadaaa
 

Destaque (20)

F aval ai m11.2 10º
F aval ai m11.2 10ºF aval ai m11.2 10º
F aval ai m11.2 10º
 
Magmáticas 1
Magmáticas 1Magmáticas 1
Magmáticas 1
 
GeoloUnidade2geologia magmaticas 2.2.
GeoloUnidade2geologia magmaticas 2.2.GeoloUnidade2geologia magmaticas 2.2.
GeoloUnidade2geologia magmaticas 2.2.
 
Geologia e mineralogia
Geologia e mineralogiaGeologia e mineralogia
Geologia e mineralogia
 
5 rochas magmáticas
5  rochas magmáticas5  rochas magmáticas
5 rochas magmáticas
 
Geo 12 correção do teste de avaliação
Geo 12   correção do teste de avaliaçãoGeo 12   correção do teste de avaliação
Geo 12 correção do teste de avaliação
 
CORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANO
CORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANOCORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANO
CORRECÇÃO DOS EXERCÍCIOS DO 10ºANO
 
Geologia e Biologia - Teste Intermédio 4
Geologia e Biologia - Teste Intermédio 4Geologia e Biologia - Teste Intermédio 4
Geologia e Biologia - Teste Intermédio 4
 
Solucoes ficha5 ano1011
Solucoes ficha5 ano1011Solucoes ficha5 ano1011
Solucoes ficha5 ano1011
 
Correção Teste 5
Correção Teste 5Correção Teste 5
Correção Teste 5
 
Types of deviance
Types of devianceTypes of deviance
Types of deviance
 
MéTodos De Estudo Para O Interior Da Geosfera
MéTodos De Estudo Para O Interior Da GeosferaMéTodos De Estudo Para O Interior Da Geosfera
MéTodos De Estudo Para O Interior Da Geosfera
 
Apócopes
ApócopesApócopes
Apócopes
 
Fichatrabalho5 bg11
Fichatrabalho5 bg11Fichatrabalho5 bg11
Fichatrabalho5 bg11
 
FT7 - OCUPAÇÃO ANTRÓPICA
FT7 - OCUPAÇÃO ANTRÓPICAFT7 - OCUPAÇÃO ANTRÓPICA
FT7 - OCUPAÇÃO ANTRÓPICA
 
Secções
SecçõesSecções
Secções
 
FT8 - ROCHAS SEDIMENTARES
FT8 - ROCHAS SEDIMENTARESFT8 - ROCHAS SEDIMENTARES
FT8 - ROCHAS SEDIMENTARES
 
Types of Deviance
Types of DevianceTypes of Deviance
Types of Deviance
 
Ola 1 2 3
Ola 1 2 3Ola 1 2 3
Ola 1 2 3
 
Los juegos como forma de aprendizaje
Los juegos como forma de aprendizajeLos juegos como forma de aprendizaje
Los juegos como forma de aprendizaje
 

Semelhante a 5ºteste bg versão 1

Lista revisão I_unidade_2020_frente_2
Lista revisão I_unidade_2020_frente_2Lista revisão I_unidade_2020_frente_2
Lista revisão I_unidade_2020_frente_2CADUCOCFRENTE2
 
Projetomedicina.geologia
Projetomedicina.geologiaProjetomedicina.geologia
Projetomedicina.geologiaCamila Brito
 
11666003 120219155646-phpapp01
11666003 120219155646-phpapp0111666003 120219155646-phpapp01
11666003 120219155646-phpapp01Zé Mendes
 
Preparação teste intermédio
Preparação teste intermédioPreparação teste intermédio
Preparação teste intermédioalexandrasotnas
 
Aula de geografia resolução de questões
Aula de geografia  resolução de questõesAula de geografia  resolução de questões
Aula de geografia resolução de questõeslandipaula
 
Obj geografia - cartografia formação geológica da terra-lista
Obj   geografia - cartografia formação geológica da terra-listaObj   geografia - cartografia formação geológica da terra-lista
Obj geografia - cartografia formação geológica da terra-listaJakson Raphael Pereira Barbosa
 
Questões Marco Aurelio
Questões Marco AurelioQuestões Marco Aurelio
Questões Marco Aureliosylviasantana
 
P16. O SURPREENDENTE DILÚVIO DE GÊNESIS 3
P16. O SURPREENDENTE DILÚVIO DE GÊNESIS 3P16. O SURPREENDENTE DILÚVIO DE GÊNESIS 3
P16. O SURPREENDENTE DILÚVIO DE GÊNESIS 3Ariel Roth
 
Teste Intermédio de Biologia e Geologia 2013 (prova-modelo)
Teste Intermédio de Biologia e Geologia 2013 (prova-modelo)Teste Intermédio de Biologia e Geologia 2013 (prova-modelo)
Teste Intermédio de Biologia e Geologia 2013 (prova-modelo)emanuelcarvalhal765
 
Teste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período)
Teste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período)Teste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período)
Teste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período)Isaura Mourão
 
Teste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período) correcção
Teste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período) correcçãoTeste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período) correcção
Teste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período) correcçãoIsaura Mourão
 
Banco de questões Geografia
Banco de questões GeografiaBanco de questões Geografia
Banco de questões Geografiaaroudus
 
Teste2 ct7
Teste2 ct7Teste2 ct7
Teste2 ct7bgprof
 

Semelhante a 5ºteste bg versão 1 (20)

Lista revisão I_unidade_2020_frente_2
Lista revisão I_unidade_2020_frente_2Lista revisão I_unidade_2020_frente_2
Lista revisão I_unidade_2020_frente_2
 
Projetomedicina.geologia
Projetomedicina.geologiaProjetomedicina.geologia
Projetomedicina.geologia
 
Geologia
GeologiaGeologia
Geologia
 
11666003 120219155646-phpapp01
11666003 120219155646-phpapp0111666003 120219155646-phpapp01
11666003 120219155646-phpapp01
 
Preparação teste intermédio
Preparação teste intermédioPreparação teste intermédio
Preparação teste intermédio
 
Aula de geografia resolução de questões
Aula de geografia  resolução de questõesAula de geografia  resolução de questões
Aula de geografia resolução de questões
 
530 27 03_2012_arquivo
530 27 03_2012_arquivo530 27 03_2012_arquivo
530 27 03_2012_arquivo
 
Obj geografia - cartografia formação geológica da terra-lista
Obj   geografia - cartografia formação geológica da terra-listaObj   geografia - cartografia formação geológica da terra-lista
Obj geografia - cartografia formação geológica da terra-lista
 
Questões Marco Aurelio
Questões Marco AurelioQuestões Marco Aurelio
Questões Marco Aurelio
 
Revisão 2
Revisão 2Revisão 2
Revisão 2
 
Revisão 2
Revisão 2Revisão 2
Revisão 2
 
P16. O SURPREENDENTE DILÚVIO DE GÊNESIS 3
P16. O SURPREENDENTE DILÚVIO DE GÊNESIS 3P16. O SURPREENDENTE DILÚVIO DE GÊNESIS 3
P16. O SURPREENDENTE DILÚVIO DE GÊNESIS 3
 
Teste Intermédio de Biologia e Geologia 2013 (prova-modelo)
Teste Intermédio de Biologia e Geologia 2013 (prova-modelo)Teste Intermédio de Biologia e Geologia 2013 (prova-modelo)
Teste Intermédio de Biologia e Geologia 2013 (prova-modelo)
 
Geografia física
Geografia físicaGeografia física
Geografia física
 
Exercício de resgate recuperaçao paralela.
Exercício de resgate   recuperaçao paralela.Exercício de resgate   recuperaçao paralela.
Exercício de resgate recuperaçao paralela.
 
Itens 7ºa..
Itens 7ºa..Itens 7ºa..
Itens 7ºa..
 
Teste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período)
Teste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período)Teste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período)
Teste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período)
 
Teste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período) correcção
Teste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período) correcçãoTeste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período) correcção
Teste de Biologia e Geologia 10º (1º Teste 2º Período) correcção
 
Banco de questões Geografia
Banco de questões GeografiaBanco de questões Geografia
Banco de questões Geografia
 
Teste2 ct7
Teste2 ct7Teste2 ct7
Teste2 ct7
 

Último

Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...apoioacademicoead
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...excellenceeducaciona
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 

5ºteste bg versão 1

  • 1. Teste de Avaliação Biologia e Geologia 2012/2013 Nome: __________________________________________________ nº__ T:1 Versão 1 19/04/13 Grupo I 1- Leia o texto e observe as figuras. A placa tectónica que se encontra debaixo do oceano Índico está a dividir-se em duas, fenómeno que provocará novos terramotos como os registados em Sumatra, em Abril, e que alcançaram 8,7 e 8,2 graus na escala de Richter,(…). Há quase 50 milhões de anos, a placa Indo-Australiana começou a dividir-se em dois ou mesmo três pedaços, um processo muito lento que os sismólogos já conheciam. Esta rutura estará por detrás do terramoto de 9,2 graus, com epicentro em Banda Aceh, em Dezembro de 2004, e o posterior tsunami que provocou 228 mil vítimas no sudeste asiático, bem como os sismos que em Abril passado se sentiram em Sumatra (Indonésia). A atividade sísmica entre a Índia e a Austrália era já significativa antes dos movimentos de Abril deste ano, mas aumentou consideravelmente desde o terramoto de Banda Aceh, explicam os investigadores. “A deformação da placa pode originar terramotos de magnitudes nunca antes registadas”, diz Delescluse, (…). Não existe ainda uma fronteira clara que divida a placa, mas possivelmente surgirá entre o oeste de Sumatra e o sudeste da Índia. O primeiro terramoto, de 8,7 graus, foi desencadeado pela ocorrência de pelo menos quatro fissuras na placa, em apenas 160 segundos. O terramoto foi sentido desde a Índia até à Austrália, incluindo o sul e o sudeste asiático. Duas horas depois houve um segundo sismo, de 8,2 graus. “Nunca tínhamos visto um terramoto como este. Faz parte da cisão desordenada da placa. É um processo geológico que levará milhões de anos até que se forme uma nova fronteira e, provavelmente, será necessário haver milhares de terramotos de magnitudes semelhantes para que isso suceda”, diz Keith Koper, sismólogo e co-autor de um dos artigos. Ao contrário do sismo de Banda Aceh, os terramotos de Abril não deram lugar a tsunami apesar da sua elevada magnitude, já que foram provocados por movimentos horizontais de falhas oblíquas. Nos dias seguintes a ambos os terramotos, o número de sismos na região com magnitudes superiores a 5,5 graus multiplicou-se cinco vezes e estes chegaram a produzir-se até 1500 quilómetros do epicentro dos dois primeiros. http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=55713&op=all Figura 1 A ocorrência de sismos, tal como o referido no sudeste asiático, pode ser registada em sismogramas. Na figura 2 estão representados dois sismogramas registados em duas estações A e B. O gráfico anexo relaciona a diferença de tempo de chegada das ondas P e S com a distância epicentral. Figura 2 1 Sri LanKa 2 Banda Aceh 1 2
  • 2. 1.1-Mencione o fenómeno tectónico que justifica a ocorrência, na Indonésia, de sismos violentos, como o de 26 de Dezembro de 2004. Justifique com um dado da figura 1. (5) 1.2- Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes afirmações, relativas à interpretação dos dados relativos ao enquadramento tectónico das regiões mais afetadas pelo impressionante maremoto de dezembro de 2004 em Banda Aceh. (10) (A) A placa litosférica sobre a qual se encontra a ilha de Sumatra está a aumentar. (B) A ilha de Sri Lanka (1) está provavelmente a aproximar-se da ilha de Sumatra. (C) O epicentro do sismo que originou a vaga localizou-se no oceano. (D) Ainda não existe uma fronteira de placas entre o oeste de Sumatra e o sudeste da Índia. (E) Os limites da zona de fronteira entre placas litosféricas, referenciada na figura, são divergentes. (F) Os sismos são o único tipo de atividade geológica associada aos limites das placas litosféricas. (G) Os limites divergentes de placas litosféricas são as zonas onde ocorrem mais sismos. (H) Os sismos de maior intensidade ocorrem ao longo dos limites convergentes das placas litosféricas. 1.3-Indique, qual das estações, A ou B, referenciadas no esquema da figura 5, está mais próxima do epicentro do sismo. Justifique com base nos dados. (5) 1.4- Nas questões 1.4.1 e 1.4.2, selecione a alternativa que completa corretamente as afirmações. (10) 1.4.1- A estação B situa-se … (A) … entre o epicentro e a zona de sombra. (B) … depois da zona de sombra. (C) … na zona de sombra. (D) … em qualquer ponto da superfície relativamente ao sismo considerado. 1.4.2- Com base na interpretação de sismogramas pode avaliar-se … (A) … a intensidade do sismo. (B) … a magnitude. (C) … a intensidade e a magnitude. (D) … o número de vítimas. 1.5- Justifique a sua opção na questão 1.4.1. (Na resposta, deve ser utilizado o conceito de zona de sombra sísmica.) (10) Grupo II 1. A figura 3 representa a planície de inundação do rio Tejo, ao longo de cerca de 25 quilómetros. Em frente a Santarém, o vale, de origem tectónica, é muito assimétrico: a margem direita está representada por uma vertente com declive acentuado, constituída por rochas argilosas areníticas e calcárias, horizontais, de idade pliocénica, no alto da qual se ergue aquela cidade; a margem esquerda é muito ampla e aplanada e desenvolve-se a altitudes cerca de 100 metros inferiores. A sondagem vertical S com 400 metros de profundidade intersectou rochas pliocénicas.
  • 3. 1.1- Refira o dado do enunciado que mais sugere a instabilidade da vertente que constitui a margem direita do Tejo e no cimo da qual se encontra a cidade de Santarém. (3) 1.2-Indique a origem dos materiais constituintes da planície de inundação do Tejo. (3) 1.3-Identifique o leito de cheia do rio Tejo, com base nas referências disponíveis no mapa. (4) 1.4- Mencione as povoações constantes do mapa ameaçadas pelas cheias do Tejo. (3) 2- Para investigar os fatores associados aos movimentos em massa, realizou-se o conjunto de experiências seguinte: Encheram-se 3 copos plásticos com areia quartzosa fina da praia, bem seca. Humedeceu-se a areia do segundo copo e encharcou-se com água a areia do terceiro copo. De seguida colocou-se um tabuleiro de inox Figura 3
  • 4. invertido sobre cada um dos copos, localizados ao centro de um dos lados e inverteu-se o conjunto pousando- o sobre a bancada. Ao retirar-se cada um dos copos, a areia comportou-se de maneira diferente em cada um dos tabuleiros. No primeiro, a areia seca espalhou-se sobre o tabuleiro formando um cone com uma inclinação de 24º nos lados. No segundo, após a retirada do copo, a areia manteve a forma do copo apresentando lados quase verticais. No terceiro caso, a areia espalhou-se amplamente sobre o tabuleiro assumindo a posição quase horizontal. Após se terem registado estes resultados, inclinou-se cada um dos tabuleiros medindo, com uma bússola de geólogo munida de clinómetro, os respetivos ângulos de inclinação até se verificar o deslizamento da areia. A areia seca deslizou parcialmente quando o tabuleiro atingiu a inclinação de 10º. A areia humedecida deslizou, em bloco, quando o tabuleiro atingiu uma inclinação de 50º. No tabuleiro com a areia saturada de água, a água escorreu e a areia permaneceu espalhada sobre o tabuleiro mesmo inclinando este até à vertical e invertendo até a sua posição completamente. De acordo com a experiência descrita no texto, selecione a alternativa que completa corretamente a frase, sublinhando-a: (35) 2.1- A areia _______ sofre deslizamento quando sujeita a uma inclinação na vertente de _________. A- … seca…. 24º. B- … seca …. 10º. C- …. seca …. 34º. D- …húmida … 24º. 2.2-Podemos considerar a areia uma rocha __________ que se formou por __________ de sedimentos. (A) …biogénica …acumulação. (B) …quimiogénica … precipitação. (C) …detrítica … compactação. (D) …detrítica … acumulação. 2.3-Constituem medidas de contenção dos riscos associados às vertentes ____________ e ____________. (A) esporões … muros de gabiões. (B) pregagens … remoção de estratos instáveis. (C) ancoragens … paredões. (D) muros … quebra mares. 2.4- Ordene a sequência de acontecimentos relativa à formação da rocha referida no texto. (A) Areias quartzosas acumulam-se umas sobre outras na forma de uma duna. (B) Os grãos de quartzo do granito resistem à meteorização por serem mais estáveis. (C) Uma chuvada intensa remove os grãos do granito “podre”. (D) As ondas promovem choques entre as partículas arenosas que provocam o seu maior arredondamento. (E) Balastros quartzosos desgastam as turbinas de uma barragem de fio de água. (F) A corrente de origem fluvial apenas transporta silte e argila. 2.5-Das atividades humanas que podem favorecer a ocorrência de movimentos em massa destacam-se... (A) … a desflorestação e a remoção de inertes. (B) …a desflorestação e a construção excessiva e desordenada. (C) … a ocupação das vertentes e a construção de paredões. (D) …. a remoção de inertes e a construção excessiva e desordenada. 2.6-Ao longo do tempo, o perfil _____ do rio tende a ______ e o perfil _______ tende a tornar-se mais aberto, apesar da sua morfologia estar dependente da proximidade à _________. (A) … longitudinal [..] acentuar-se [..] transversal [..] foz (B) … transversal [..] acentuar-se [..] longitudinal [..] margem (C) …longitudinal [..] nivelar-se [..] transversal [..] nascente (D) …transversal [..] nivelar-se [..] longitudinal [..] nascente 2.7- O perfil transversal de um rio, após a construção de uma barragem, torna-se... (A) … mais aberto, tanto a montante como a jusante da barragem. (B) … mais fechado, tanto a montante como a jusante da barragem. (C) … mais fechado a montante da barragem e mais aberto a jusante da barragem. (D) … mais aberto a montante da barragem e mais fechado a jusante da barragem. Grupo III 1- Tenha em atenção os dados da tabela seguinte, relativos a alguns minerais comuns.
  • 5. 1.1- Classifique como verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmações seguintes, relativas aos dados da tabela. (10) (A) A aragonite é o termo 3 da escala de Mohs. (B) A ortóclase é duas vezes mais dura do que a calcite. (C) Os átomos estão mais próximos uns dos outros na estrutura cristalina da aragonite do que na da calcite. (D) O quartzo, a ortóclase e a caulinite são minerais do grupo dos silicatos. (E) Arenito, granito e quartzito são três tipos de rochas sedimentares detríticas. (F) O calcário da tabela é inequivocamente uma rocha sedimentar. (G) A dureza de um mineral depende da sua densidade. (H) A hidratação de um mineral como acontece na caulinite pode refletir a sua origem sedimentar. 1.2- Considere a seguinte hipótese: “O calcário referido na tabela teve origem em seres vivos”. (10) Faça corresponder S (sim) ou N (não) a cada uma das letras que identificam as afirmações seguintes, de acordo com a possibilidade de serem utilizadas como argumentos a favor da hipótese mencionada. (A) No calcário visualizam-se conchas de seres vivos. (B) Na altura de formação, esta bacia de sedimentação localizava-se em águas quentes e paradas. (C) As comunidades que habitavam o local, no passado, possuíam conchas de carbonato de cálcio. (D) Havia competição entre os diversos seres que viviam naquele local. (E) Os peixes primitivos reproduziam-se no fundo marinho. (F) Na altura da formação da rocha, ocorreu uma extinção em massa de moluscos marinhos. (G) Na altura da formação desta rocha, os continentes estavam em movimentação. (H) Não existiam nesse local mamíferos aquáticos. 2- Faça corresponder a cada uma das letras das afirmações de A a E o número (de I a VIII) da chave. (10) Afirmações Chave (A) Rocha detrítica utilizada na indústria vidreira como fonte de sílica. (B) Rocha utilizada na indústria do cimento como fonte de carbonato de cálcio. (C) Rocha ornamental formada por calhaus rolados cimentados. (D) Rocha detrítica utilizada na indústria da cerâmica devido à sua plasticidade quando humedecida. (E) Rocha evaporítica utilizada na produção de estuque. I- Argila II- Areia III- Calcário IV- Lenhite (carvão) V- Dolerito (microgabro) VI- Gesso VII- Conglomerado VIII- Cascalheira (balastro) 3- A figura 4 representa uma região imaginária, onde se encontram três tipos de rochas magmáticas (X, Y e Z), uma formação marinha do Carbónico (era paleozoica) na base representada pela letra f e uma sequência estratigráfica correspondentes a formações continentais do Triásico (era mesozoica). Figura 4
  • 6. Temperatura diminui 3.1- Classifique as afirmações seguintes, utilizando a chave. (10) CHAVE: 1- Os estratos c, d e e são calcários. A- afirmação confirmada pelos dados B- afirmação contrariada pelos dados C- afirmação sem relação com os dados 2- O estrato b é anterior aos estratos c e d. 3- A rocha Z é posterior às rochas X e Y. 4- A rocha Y é anterior à rocha X, e a rocha X é anterior ao estrato a. 5- A rocha Y é anterior ao estrato e e posterior à camada f. 6- As rochas magmáticas X, Y e Z são anteriores a todos os estratos. 3.2- Refira os princípios da estratigrafia que lhe permitiram estabelecer a cronologia: (6) 3.2.1- dos estratos representados na figura; 3.2.2- das rochas X, Y e Z, relativamente aos estratos; 3.2.3- do estrato a relativamente à rocha X. 3.3- Nas rochas X, Y e Z, foram identificados os seguintes minerais: (9) X. olivina, piroxena e plagióclase cálcica. Y. plagióclase sódica, anfíbola e biotite. Z. feldspato potássico, moscovite e quartzo. 3.3.1. Identifique as rochas X, Y e Z. 3.3.2. Indique qual das rochas X, Y ou Z: (A) possui minerais de ponto de fusão mais elevado; (B) teve origem num magma basáltico; (C) tem textura agranular; (D) apresenta um predomínio de minerais félsicos; (E) é mesocrata.; (F) tem uma maior densidade; 4- A série de Goldich, a que se refere a figura, permite-nos estabelecer uma ordem de estabilidade dos minerais. O quartzo é o mineral mais estável, mas, pelo con- trário, a olivina e a plagióclase cálcica são muito instáveis. A série de Goldich é de certo modo, inversa da série reacional de Bowen. Faça corresponder a cada par de afirmações uma letra da chave. (10) Afirmações Chave 1 a - O quartzo é menos resistente à alteração do que a moscovite. A. Ambas as afirmações são verdadeiras B. Ambas as afirmações são falsas C. a é falsa e b é verdadeira D. a é verdadeira e b é falsa b - As plagióclases calcossódicas alteram-se mais facilmente do que a plagióclase sódica. 2 a - A série de Goldich refere-se à resistência dos minerais das rochas à meteorização. b - A série reacional de Bowen diz respeito à ordem de diferenciação dos minerais no magma. 3 a - As plagióclases sódico-cálcicas cristalizam antes da plagióclase cálcica. b - A moscovite cristaliza depois do feldspato potássico. 4 a - A olivina e a plagióclase cálcica são mais facilmente alteráveis. b - A biotite é mais dificilmente alterável do que a moscovite. 5 a - As anfíbolas fundem depois das piroxenas. b - O feldspato potássico funde antes do quartzo e da moscovite. 6 a- Quando o magma arrefece, cristalizam em primeiro lugar as olivinas e a plagióclase cálcica. b - As anfíbolas cristalizam depois da biotite. Figura 5
  • 7. 5- Os gráficos de barras da figura traduzem a composição química de quatro rochas magmáticas de grão grosseiro, em percentagem dos principais óxidos presentes. 5.1- Identifique as letras A, B e C que constam no gráfico fazendo-as corresponder a uma das designações: (3) • Basalto • Diorito • Gabro • Granito • Riólito 5.2- As rochas magmáticas são essencialmente constituídas por silicatos. Apresente um dado que fundamente a afirmação. (4) 6- O diagrama seguinte apresenta algumas das características das rochas magmáticas mais comuns. A linha XX' assinala a composição de uma rocha magmática X. 6.1- Selecione dois minerais que nunca poderão integrar a composição mineralógica da rocha X. (4) 6.2- Fundamente como podemos distinguir macroscopicamente um riólito de um granito. (10) 6.3- Classifique como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes afirmações referentes a amostras de rochas magmáticas de diferente tipos. (10) (A) O peridotito é uma rocha constituída por minerais máficos, que faz parte do manto. (B) O granito é uma rocha extrusiva, rica em quartzo e abundante na crusta continental. (C) O magma que origina o granito resulta, principalmente, da fusão de rochas da crusta. (D) O diorito é uma rocha leucocrata intermédia. (E) O basalto é uma rocha com textura afanítica, melanocrata e constitui os fundos oceânicos. (F) O riólito é uma rocha rica em minerais félsicos, com textura afanítica. (G) O andesito é uma rocha extrusiva, mesocrata, formada em limites convergentes de placas litosféricas. (H) As rochas que se formam nos limites divergentes resultam de magma pobre em sílica, com origem no manto. Figura 6 Figura 7
  • 8. 7- Analise a figura, que representa esquematicamente uma região orogénica, associada a uma zona de subducção. 7.1- Refira em que medida é que a água referenciada no desenho contribui para a formação do magma na base da crosta. (6) 7.2- Indique qual é, além deste, o outro domínio tectónico mais favorável à ocorrência de magmatismo. (3) 7.3- Denomine o processo que leva à modificação da composição do magma, ao longo da sua subida através da crosta continental, devido à reação com as rochas com que vai contactando. (4) 7.4- Exponha o número (1, 2, 3 ou 4) do local onde é provável a ocorrência de andesitos. (3) Figura 8