Jornal - Jovem SESI - 5 de maio

96 visualizações

Publicada em

Notícias para o público jovem feitas pelo Jovem SESI: http://jovemsesi.org/category/jornal/

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
96
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal - Jovem SESI - 5 de maio

  1. 1. CSO TEENS ESPORTE EDUCAÇÃO SAÚDE TECNOLOGIA ENTRETENIENTO MODA AQUI TEM INFORMAÇÃO Kaká defende a ida de mais brasileiros para o futebol dos Estados Unidos ESPORTE KakáfazlobbyporestrelasbrasileirasnosEUA eaconselhaR10:"Podevir" Principal estrela da atual Major League Soccer,Kaká está disposto a dividir os holofotes. De preferência com outros brasileiros. O encantamento com a nova casa transformou o meia em um defensor da ida de compatriotas de peso para os Estados Unidos. Luis Fabiano e Robinho já tiveram o nome especulado e receberam o aval do camisa 10 do Orlando City. Agora, a bola da vez trata-se deRonaldinho Gaúcho. Na semana passada, Assis, irmão e empresário de R10, afirmou que o meia não fica no Querétaro depois do meio do ano e colocou a MLS como provável destino do craque. Los Angeles Galaxy, que terá Steven Gerrard em breve, e New York RB, seriam as opções. O Cruzeiro também deseja Ronaldinho e já abriu negociação. - Gostaria de ver mais brasileiros aqui, grandes jogadores como Ronaldinho. Mas é uma decisão pessoal dele. Se pedisse minha opinião, falaria que o campeonato americano é interesse. Pode vir correndo - comentou Kaká, que chegou ao futebol norte-americano em janeiro. Com Robinho e Luis Fabiano, o conselho foi direto. Assim que soube de um possível interesse do Orlando City na dupla, ligou para ambos, que confirmaram o contato, mas nada além disso. Foi o suficiente para Kaká reforçar o lobby, mesmo que discretamente. - Quando saiu a história do Robinho com o Orlando, perguntei e ele confirmou a negociação, que tiveram algumas conversas. O Luis (Fabiano) falou a mesma coisa. Mas procuro não me meter muito, nem é minha função. Mas quando perguntam, vou sempre para o positivo, já que a experiência aqui tem sido muito boa. Recuperadodecriserenal,Ramirestranquilizafãse vibracomtítuloinédito Depois do susto, a festa. O volante Ramires postou na manhã desta segunda-feira em sua conta no Instagram uma foto para tranquilizar os fãs em relação à crise renal que o tirou do jogo do Chelseaminutos antes da entrada em campo no domingo - avitória por 1 a 0 sobre o Crystal Palace garantiu o título inglês com três rodadas de antecipação. Além disso, claro, agradeceu ao atendimento da equipe médica e aproveitou para comemorar a conquista, única que lhe faltava no país. - Olá pessoal! Como vocês viram, passei muito mal poucos minutos antes do jogo de ontem por causa de uma complicação renal, mas estou sendo tratado desde o ocorrido e já me encontro em casa com meus familiares. Graças a Deus não foi nada grave e em algumas semanas terei minha saúde totalmente restabelecida. Obrigado a todos que me mandaram mensagens de apoio e que demonstraram seu carinho e preocupação de alguma forma. Agradecimento especial a toda junta médica do Chelsea por seu trabalho excepcional. Fiquei triste por não ter participado da festa em campo, mas feliz pela conquista do título, o único que me faltava no futebol inglês. Parabéns Chelsea! A situação de Ramires no domingo preocupou muito a torcida do Chelsea. Escalado como titular, foi substituído minutos antes da entrada em campo e visto saindo do estádio de maca todo coberto, até o rosto, o que pareceu algo muito mais grave para quem não tinha informações e só assistia à cena. Ramires posa em casa com o cachecol do título do Chelsea TECNOLOGIA JustiçadoRiodeJaneiroproíbecorteda internetmóvelaofimdefranquia A Justiça do Rio de Janeiro determinou na última quinta-feira (30) que as operadoras de telefonia móvel mantenham o acesso à internet mesmo após o fim da franquia contratada. A decisão, em caráter de liminar, atinge as empresas Claro, Oi, Tim e Vivo e vale para todo o Estado. O bloqueio da internet ao fim das franquias tem sido adotado gradativamente pelas principais operadoras do país desde o final do ano passado. Antes, ao fim do limite do pacote de dados, as empresas, ao invés de cortar o serviço, reduziam a velocidade do acesso. Agora, caso queiram manter conexão à rede, os usuários devem contratar pacotes extras. A juíza Maria da Penha Nobre Mauro, da 5ª Vara Empresarial da Capital -- que acatou o pedido do Procon-RJ, mediante uma ação civil, protocolada no dia 24 de fevereiro--, disse que a mudança tem gerado "uma enxurrada de demandas nos Juizados Especiais". O Procon-RJ classificou a medida das operadoras como "má-fé", enquanto as empresas alegam que o bloqueio se faz necessário por motivos técnicos. A magistrada considerou, no entanto, que a questão técnica "não é o cerne da discussão". Determinação é válida apenas no Estado do Rio; Justiça do Acre e do Maranhão também proibiram o bloqueio "O consumidor ficou impedido de utilizar o serviço sem a contratação de outro produto ou plano de dados avulso. Os princípios que norteiam as relações de consumo asseguram ao consumidor informação clara e adequada sobre os produtos e serviços, bem como o protegem contra a publicidade enganosa e as práticas comerciais desleais ou coercitivas", afirmou Maria da Penha.

×