O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Direito do Trabalho - Convenções e Acordos Coletivos

702 visualizações

Publicada em

Conteúdo Gratuito de Direito do Trabalho para concursos públicos - Convenções e Acordos Coletivos. Mentor Concursos. Professora Alessandra Parreiras.

Cursos Grátis (Vídeo Aulas): http://mconcursos.com/cursos-gratis

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Direito do Trabalho - Convenções e Acordos Coletivos

  1. 1. CONVENÇÕES E ACORDOS COLETIVOS
  2. 2. NOÇÕES E DIFERENCIAÇÃO Diferenças Convenção coletiva de trabalho Acordo coletivo de trabalho Quanto aos sujeitos Entidade(s) Sindical(is) Profissional (ais) X Entidade(s) Sindical(is) Econômica(s) Entidade(s) Sindical(is) Profissional (ais) X Empresa (s) Quanto ao âmbito de aplicação/alcance/abr angência Categoria Empregados da(s) empresa(s) acordante(s) Quanto ao nível da negociação Intersindical Não intersindical
  3. 3. Princípio da complementaridade Conteúdo mínimo das convenções e acordos coletivos Duração máxima Prazos legais Formalidade Nulidade Conflito de normas – prevalência Cláusula de contrato individual x Instrumento Coletivo Convenção coletiva x Acordo coletivo
  4. 4. (NOVA REDAÇÃO) Súmula 277 do TST – CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO OU ACORDO COLETIVO DE TRABALHO. EFICÁCIA. ULTRATIVIDADE. As cláusulas normativas dos acordos coletivos ou convenções integram os contratos individuais de trabalho e somente poderão ser modificadas ou suprimidas mediante negociação coletiva de trabalho. ULTRAVIDADE DOS INSTRUMENTOS COLETIVOS (ANTIGA REDAÇÃO) Súmula 277 do TST – SENTENÇA NORMATIVA. CONVENÇÃO OU ACORDO COLETIVOS. VIGÊNCIA. REPERCUSSÃO NOS CONTRATOS DE TRABALHO. I - As condições de trabalho alcançadas por força de sentença normativa, convenção ou acordos coletivos vigoram no prazo assinado, não integrando, de forma definitiva, os contratos individuais de trabalho.

×