SÍNTESE VIII                      ALINE LUSTOSA                      ÍTALO PLÁCIDO                       LETÍCIA ROSA07/03...
Identificação•   Nome: J.D.S.B•   Idade: 33 anos•   Sexo: Masculino•   Naturalidade: Beneditinos – PI•   Procedência: Alto...
• Queixa principal: cefaléia intensa• HDA: Há 3 meses, cefaléia de forte  intensidade, diária, sem melhora com o uso de  a...
•    Paciente permaneceu internado por 6 dias.  Ficou sem dor por 1 mês, até que no dia  30/01/11 apresentou cefaléia de f...
5
6
7
8
9
10
11
12
13
A RNM evidenciou sinais de HSA, confirmada por                       TC                                             14
•  Ante o quadro apresentado, foi solicitada a transferência do paciente (hemiparesia direita, rigidez de nuca e alteração...
16
17
18
19
A Angiografia constatou aneurisma de ACMesquerda, M4.                                           20
Evolução•     Evoluiu no PO de embolização              com    hemiplegia direita e afasia motora.•     No dia 15/02/11 fo...
Exames
Exames
10/02/11   14/02/11   21/02/11   22/02/11   23/02/11Hemoglobina   12,5       12,1       10,3       10,1       9,9Hematócri...
10/02/11     14/02/11   21/02/11      22/02/11   23/02/11Sódio        129          132        135           133        131...
• Hemocultura (17/02/11)• - 1° amostra: não houve crescimento  microbiológico•    - 2° amostra: Acinetobacter baumanni•   ...
• Hemocultura (18/02/11)•   - 1° amostra: não houve crescimento  microbiológico.•   - 2° amostra: não houve crescimento  m...
• Ecocardiograma transtorácico (15/02/11)• - Ao:31mm;           - AE: 34mm• - septo: 12mm        - PPVE: 13mm• - FE: 65,49...
• Ecocardiograma transesofágico (18/02/11)• - Ao: 34mm             - AE: 31mm• - septo: 13mm          - PPVE: 13mm• - VED:...
Exame físico•       - PA: 100x60 mmHg; FC: 84bpm; FR: 18irpm;    febril•      - ectoscopia: BEG, hipocorado , hidratado,  ...
• Na data de 17/02/11, foi iniciado  antibioticoterapia          empírica        com  ceftriaxone, após nova coleta de HC ...
•     Diante da piora clínica e do resultado da HC    (Acinobacter baumanni), foi dado início    gentamicina e imipenem.• ...
40
Aneurisma Micótico• Aneurisma Infeccioso  – nomenclatura mais atual  – bacteriana, fungica, espiroqueta, amebiana, viral, ...
•OBRIGADO            42
Caso clínico - Aneurisma micótico
Caso clínico - Aneurisma micótico
Caso clínico - Aneurisma micótico
Caso clínico - Aneurisma micótico
Caso clínico - Aneurisma micótico
Caso clínico - Aneurisma micótico
Caso clínico - Aneurisma micótico
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Caso clínico - Aneurisma micótico

826 visualizações

Publicada em

;D

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
826
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Caso clínico - Aneurisma micótico

  1. 1. SÍNTESE VIII ALINE LUSTOSA ÍTALO PLÁCIDO LETÍCIA ROSA07/03/2013 MELICE FEITOSA MAURÍCIO COUTO
  2. 2. Identificação• Nome: J.D.S.B• Idade: 33 anos• Sexo: Masculino• Naturalidade: Beneditinos – PI• Procedência: Alto Longá – PI• Profissão: Pedreiro• Estado civil: Casado• Cor: Branca
  3. 3. • Queixa principal: cefaléia intensa• HDA: Há 3 meses, cefaléia de forte intensidade, diária, sem melhora com o uso de analgésico, acompanhada de náuseas, vômitos, diarréia, febre (38°) e perda ponderal (10kg). Ficou em internação hospitalar. Nessa, foi realizada TC crânio (dentro da normalidade-sic) e punção de LCR que diagnosticou meningite –sic.
  4. 4. • Paciente permaneceu internado por 6 dias. Ficou sem dor por 1 mês, até que no dia 30/01/11 apresentou cefaléia de forte intensidade, sendo necessário analgesia endovenosa.• No dia seguinte, evoluiu com alteração da fala e parestesia em MSD, sendo internado e submetido a RNM Crânio no dia 03/02/11.
  5. 5. 5
  6. 6. 6
  7. 7. 7
  8. 8. 8
  9. 9. 9
  10. 10. 10
  11. 11. 11
  12. 12. 12
  13. 13. 13
  14. 14. A RNM evidenciou sinais de HSA, confirmada por TC 14
  15. 15. • Ante o quadro apresentado, foi solicitada a transferência do paciente (hemiparesia direita, rigidez de nuca e alteração da fala) ao HSM, para avaliação e conduta pela neurocirurgia.• Deu entrada no serviço no dia 10/02/11, sendo realizada Angiografia.
  16. 16. 16
  17. 17. 17
  18. 18. 18
  19. 19. 19
  20. 20. A Angiografia constatou aneurisma de ACMesquerda, M4. 20
  21. 21. Evolução• Evoluiu no PO de embolização com hemiplegia direita e afasia motora.• No dia 15/02/11 foi solicitado, na UTI, Ecocardiograma, o qual evidenciou vegetações em valva aórtica com refluxo discreto. Após tal constatação, foi solicitado HC e ECO transesofágico. Nesse dia recebeu alta da UTI. Na enfermaria manteve-se sob cuidados da neurocirurgia, até ser transferido para acompanhamento cardiológico no dia 17/02/11.•
  22. 22. Exames
  23. 23. Exames
  24. 24. 10/02/11 14/02/11 21/02/11 22/02/11 23/02/11Hemoglobina 12,5 12,1 10,3 10,1 9,9Hematócrito 38,2 39,9 31 30,7 28,5VCM 87,8 86,2 83,8HCM 29,2 28,4 29,1CHCM 33,2 32.9 34,7Leucócitos 10.600 6.500 12.000 10.500 11.800Bastonetes 0 0 0 2% 2%Neutrófilos 73% 54% 69% 77% 72%Eosinófilos 1% 8% 3% 3% 5%Basófilos 0 0 0 0 0Linfócitos 16% 30% 19% 13% 16%Monócitos 10% 8% 9% 7% 7%Plaquetas 254.000 236.000 259.000 244.000 231.000
  25. 25. 10/02/11 14/02/11 21/02/11 22/02/11 23/02/11Sódio 129 132 135 133 131,6Potássio 5,6 3,9 4,3 4,8 4,4Cálcio 1,05 1,18 1,22 1,15 1,20Magnésio 1,6 1,7 1,6 1,4Uréia 42 39 20 23 22Creatinina 0,9 0,9 0,8 0,8 0,8Glicemia 208 132TGO 86 46TGP 139 118TAP/RNI 85% / 1,05 88%/1,15 83%/1,2TTPA 69s 32,5s 35sPT 5,8 5,9 5,3Albumina 3,2 3,4 2,9BT/BD/BI 0,7/0,1/0,6VHS 20 74 85PCR 12 48 <6
  26. 26. • Hemocultura (17/02/11)• - 1° amostra: não houve crescimento microbiológico• - 2° amostra: Acinetobacter baumanni• sensibilidade: amicacina; ampicilina-sulbactam; cefepime; ceftazidima; ciprofloxacina; gentamicina; imipenem; meropenem; tazocin.• intermediário: ceftriaxone
  27. 27. • Hemocultura (18/02/11)• - 1° amostra: não houve crescimento microbiológico.• - 2° amostra: não houve crescimento microbiológico.
  28. 28. • Ecocardiograma transtorácico (15/02/11)• - Ao:31mm; - AE: 34mm• - septo: 12mm - PPVE: 13mm• - FE: 65,49%• - VED: 55mm - VES: 35mm• - vegetações em face ventricular de valva aórtica com refluxo holodiastólico discreto.
  29. 29. • Ecocardiograma transesofágico (18/02/11)• - Ao: 34mm - AE: 31mm• - septo: 13mm - PPVE: 13mm• - VED: 54mm - VES: 35mm• - FE: 64%• - valva aórtica com mobilidade normal, espessada, com presença de vegetação aderida aos folhetos em face ventricular e prolapsando para VSVE de 3mm, sem sinais de perfuração e de aneurisma periaórtico. Refluxo holodiastólico discreto. Insuficiência aórtica discreta.•
  30. 30. Exame físico• - PA: 100x60 mmHg; FC: 84bpm; FR: 18irpm; febril• - ectoscopia: BEG, hipocorado , hidratado, anictérico, acianótico, afasia motora• - pele e mucosa/cabeça/pescoço: NDN• - aparelho respiratório: MVUA, s/RA• - ACV: RCR,2T, BNF, sem sopro, pulsos presentes e simétricos.• - abdome: NDN• - sistema nervoso: hemiplegia a D predominancia braquial
  31. 31. • Na data de 17/02/11, foi iniciado antibioticoterapia empírica com ceftriaxone, após nova coleta de HC e discussão com infectologia. No dia seguinte, permaneceu febril (39,3°) , sendo que, dois dias após, ficou afebril. Em 21 e 22/02/11, retornou o quadro febril (nesse último dia houve piora do estado geral com prostração, cefaléia, sonolência e hiporexia).
  32. 32. • Diante da piora clínica e do resultado da HC (Acinobacter baumanni), foi dado início gentamicina e imipenem.• Paciente evoluiu com melhora do estado geral, mantendo-se afebril.
  33. 33. 40
  34. 34. Aneurisma Micótico• Aneurisma Infeccioso – nomenclatura mais atual – bacteriana, fungica, espiroqueta, amebiana, viral, outros. 41
  35. 35. •OBRIGADO 42

×