Conceito – Preconceito
(prefixo pré - e conceito)



É um "juízo" preconcebido, manifestado geralmente
na forma de uma at...


No Brasil, preconceito é Crime, de modo geral,o ponto
de partida do preconceito é uma generalização
superficial, chamad...


Observar características comuns a grupos são
consideradas preconceituosas quando entrarem para o
campo da agressividade...


Observa-se então que, pela superficialidade ou pela
estereotipia, o preconceito é um erro. Entretanto, trata-se de
um e...


Os sentimentos negativos em relação a um
grupo fundamentam a questão afetiva do
preconceito, e as ações, o fator
compor...


Segundo Paradela e colaboradores (2006), alguns
buscam utilizar a ciência, especialmente a "genética",
para criar situa...
COMBATE


Preconceito é crime, mas dificilmente você vê
denúncias contra os "criminosos". Se pararmos
para pensar, a quan...


A partir do momento em que o homem colocar
em mente, que todos somos iguais como
homens mas diferentes entre si, possui...


A Constituição Federal do Brasil de 1988,
tornou crime o racismo; a discriminação e a
prática de atos de preconceito ra...
Artigo 5º


Todos são iguais perante a lei, sem distinção
de qualquer natureza, garantindo-se aos
brasileiros e aos estra...


I - homens e mulheres são iguais em direitos e
obrigações, nos termos desta Constituição;



II - ninguém será obrigad...


IV - é livre a manifestação do pensamento,sendo
vedado o anonimato;



V - é assegurado o direito de resposta, proporc...
Dispositivos do artigo 5º, que vedam a prática
de discriminação e racismo sob qualquer forma:
XLI – a lei punirá qualquer ...
Lei n.º 7.716, de 05 de janeiro de 1989 (Lei
Caó)

ARTIGO 1º :


Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes
resultantes...
Tipos de preconceito






—Racial ;
—Sexual ;
—Físico;
—Deficiência psicológica;
—Entre outros.
Racial
O racismo é a tendência do pensamento, ou do
modo de pensar em que se dá grande importância à
noção da existência d...
Sexual
Preconceito sexual, ou seja,
homofobia. Mas o que é homofobia?
É o ódio irracional, o medo ou
aversão aos homossexu...
Físico

Preconceito, como o próprio nome diz é um
conceito previamente formado de que a
pessoa, no caso de um portador de
...
Deficiência psicológica
Grande parte da psicologia do deficiente está
intimamente ligada à psicologia social, ou
seja, da ...
O brasileiro tem de valorizar e
acreditar em suas virtudes, para
que um dia este país tenha
condições de lutar com
igualda...
A igualdade não é todos sermos
iguais, e sim respeitarmos as
diferenças!
Preconceito - Conceito, Tipos, etc...
Preconceito - Conceito, Tipos, etc...
Preconceito - Conceito, Tipos, etc...
Preconceito - Conceito, Tipos, etc...
Preconceito - Conceito, Tipos, etc...
Preconceito - Conceito, Tipos, etc...
Preconceito - Conceito, Tipos, etc...
Preconceito - Conceito, Tipos, etc...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Preconceito - Conceito, Tipos, etc...

5.786 visualizações

Publicada em

Tudo sobre preconceito

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.786
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
206
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Preconceito - Conceito, Tipos, etc...

  1. 1. Conceito – Preconceito (prefixo pré - e conceito)  É um "juízo" preconcebido, manifestado geralmente na forma de uma atitude "discriminatória" perante pessoas, lugares ou tradições considerados diferentes ou "estranhos". Costuma indicar desconhecimento pejorativo de alguém, ou de um grupo social, ao que lhe é diferente. As formas mais comuns de preconceito são: social, "racial" e "sexual".
  2. 2.  No Brasil, preconceito é Crime, de modo geral,o ponto de partida do preconceito é uma generalização superficial, chamada "estereótipo". Exemplos: "todos os alemães são prepotentes", ou "todos os ingleses são frios", o conceito de 'raça pura" e outros stress considerados por Freud, que costumam beirar a Loucura, segundo o médico clínico geral, que se aprofundou no estudo de pacientes com doenças não físicas.
  3. 3.  Observar características comuns a grupos são consideradas preconceituosas quando entrarem para o campo da agressividade ou da discriminação, caso contrário reparar em características sociais, culturais ou mesmo de ordem física por si só não representam preconceito, elas podem estar e/ou não - denotando apenas costumes, modos de determinados grupos ou mesmo a aparência de povos de determinadas regiões, pura e simplesmente como forma ilustrativa ou educativa, por vezes questionada pela Ciência e a Psicologia.
  4. 4.  Observa-se então que, pela superficialidade ou pela estereotipia, o preconceito é um erro. Entretanto, trata-se de um erro que faz parte do domínio da crença e sentimento de Medo, segundo Freud, não necessariamente do conhecimento originado da Ciência, ou seja ele tem uma base irracional, ligada a Ideologia de um mundo imaginado e não real, Freud relacionava em sua obra ao chamado “...conceito abstrato de República ideológico, que não é real nem para seus autores, Platão e Aristóteles, que tentou aprimorá-la dentro da Monarquia ...", e por isso escapa a qualquer questionamento fundamentado num argumento ou raciocínio de Lógica Matemática, compreendido apenas na chamada por ele Freud de "Nova - medicina" e que o mundo chama de Psicologia.
  5. 5.  Os sentimentos negativos em relação a um grupo fundamentam a questão afetiva do preconceito, e as ações, o fator comportamental. Segundo Max Weber (18641920), o indivíduo é responsável pelas ações que toma. Uma atitude hostil, negativa ou agressiva em relação a um determinado grupo, pode ser classificada como preconceito.Essas atitudes, trazem muitas coisas negativas e também problemas.
  6. 6.  Segundo Paradela e colaboradores (2006), alguns buscam utilizar a ciência, especialmente a "genética", para criar situações que justifiquem o preconceito. De tal forma, os autores definem que os fundamentos evolutivos para o surgimento da espécie humana e os aspectos genéticos a respeito da expressão de genes fornecem respaldo para a afirmação de que não há raças humanas. Adicionalmente, a classificação dessas supostas raças por características como cor de pele e inteligência não é aceitável.
  7. 7. COMBATE  Preconceito é crime, mas dificilmente você vê denúncias contra os "criminosos". Se pararmos para pensar, a quantidade de crime por racismo, e a quantidade de denuncias por esses atos, veremos que é uma porcentagem muito pequena equivalente as denúncias.
  8. 8.  A partir do momento em que o homem colocar em mente, que todos somos iguais como homens mas diferentes entre si, possuindo personalidade, gosto, e costume diferentes o mundo será melhor, podemos então dizer que o combate do preconceito começa a partir da consciência de cada um.
  9. 9.  A Constituição Federal do Brasil de 1988, tornou crime o racismo; a discriminação e a prática de atos de preconceito racial de qualquer natureza.
  10. 10. Artigo 5º  Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
  11. 11.  I - homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição;  II - ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude da lei ;  III - ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante;
  12. 12.  IV - é livre a manifestação do pensamento,sendo vedado o anonimato;  V - é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, alem da indenização por dano material, moral ou à imagem ;  VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;
  13. 13. Dispositivos do artigo 5º, que vedam a prática de discriminação e racismo sob qualquer forma: XLI – a lei punirá qualquer discriminação atentatória dos direitos e liberdades fundamentais;  XLII – a prática de racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão, nos termos da lei; 
  14. 14. Lei n.º 7.716, de 05 de janeiro de 1989 (Lei Caó) ARTIGO 1º :  Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação e de preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.
  15. 15. Tipos de preconceito      —Racial ; —Sexual ; —Físico; —Deficiência psicológica; —Entre outros.
  16. 16. Racial O racismo é a tendência do pensamento, ou do modo de pensar em que se dá grande importância à noção da existência de raças humanas distintas e superiores umas às outras. Onde existe a convicção de que alguns indivíduos e sua relação entre características físicas hereditárias, e determinados traços de caráter e inteligência ou manifestações culturais, são superiores a outros.
  17. 17. Sexual Preconceito sexual, ou seja, homofobia. Mas o que é homofobia? É o ódio irracional, o medo ou aversão aos homossexuais, pessoas que têm atração afetiva e sexual pelo mesmo sexo.
  18. 18. Físico Preconceito, como o próprio nome diz é um conceito previamente formado de que a pessoa, no caso de um portador de necessidades especiais, não seria capaz de determinada coisa. Subestimam a capacidade deles, pois quando falta um dos órgãos ou quando há algum problema superam através de outros.
  19. 19. Deficiência psicológica Grande parte da psicologia do deficiente está intimamente ligada à psicologia social, ou seja, da interação desse indivíduo com outras pessoas e no ambiente próprio de cada um. Dessa forma, o indivíduo portador de alguma deficiência será menos limitado pela sua deficiência que pela atitude da sociedade em relação à deficiência.
  20. 20. O brasileiro tem de valorizar e acreditar em suas virtudes, para que um dia este país tenha condições de lutar com igualdade pelos seus direitos e por todos nós.
  21. 21. A igualdade não é todos sermos iguais, e sim respeitarmos as diferenças!

×