APQ Facepe/MISTI MIT Brazil 
APQ -2082- 9.25/12 - 2013/2014 
Rodrigo Medeiros 
Cabedelo, 21 de outubro
Introdução (1): Eletroeletrônico
Introdução (1): Eletroeletrônico 
Fonte: http://www.portaldoeletrodomestico.com.br/
Trash Tracking 
http://senseable.mit.edu/trashtrack/
Introdução (1): Logística Reversa 
§ Retorno de produtos e materiais pós-consumo 
§ Instrumento sócio econômico presente...
Introdução (2) 
§ A Política Nacional propõe o 
desenvolvimento de um 
sistema nomeado SINIR 
(Sistema Nacional de 
Infor...
Introdução (2) 
§ Retorno e tratamento (por exemplo, 
reciclagem, reutilização, recondicionamento, 
remanufatura e descar...
Introdução (3) 
§ Municípios tem até 2018 para a desativação 
dos lixões entrar em vigor Lei 12.305/10; 
§ Mais de 23 mi...
Sobre eletroeletrônicos (800 tons) 
Outros tipos 
6% 
Baterias 
3% 
Equipamento 
de informática 
42% 
Eletrodomésticos 
po...
Computador 
Ferro – entre 35 e 40% 
Cobre – 17% 
Chumbo – entre 2 e 3% 
Alumínio – 7% 
Zinco – 4 a 5% 
Ouro – 200 a 300 G ...
Riscos
Riscos à saúde
Riscos à saúde
Riscos à saúde
Riscos à saúde
Motivação 
§ 210 milhões de Brasileiros (2013) 
§ 270 milhões de linhas ativas de 
telefones celuares (2014) 
§ Prosper...
Resíduos em Pernambuco 
§ Resíduos comuns – 1 kg/dia 
§ Resíduos de equipamentos eletroeletrônicos – 
4 kg/ano 
§ Geraç...
Projeto FACEPE/MIT 
1. Caracterização da gestão de resíduos na 
RMR 
2. Reconhecimento de pontos frágeis 
3. Identificação...
Cenário Atual: Balanço de Massa
Etapas de Sistema de logística 
reversa 
• Desmontagem (Disassembling) 
• Exportação do REEE (WEEE Exporting) 
• Produtos ...
Etapas do sistema 
(Balanço de massa) 
Reverse 
System
O que precisamos? 
• Celular com câmera fotográfica e GPS 
• Sistema Android 
• Software para leitor de código de barra 
b...
Protótipo
Protótipo na Campus Party Recife
Protótipo na Campus Party Recife
Custos 
Transporte 
Depósito 
Outros dados 
Valor 
1 kg cobre = R$ 12,00 
1 kg alumínio = R$ 2,50 
1 kg plástico = R$ 1,20...
Ok... E como é lá fora?
Etapas do sistema (Rastreabilidade)
Etapas do sistema (Rastreabilidade)
Etapas do sistema (Rastreabilidade) 
http://senseable.mit.edu/foragetracking/index.html
Artigos e workshops 
1. ISWA 2013 – Austria (1) 
2. FIRS 2014 – Rio Grande do Sul (1) 
3. ISWA 2014 – São Paulo (2) 
4. Na...
Vídeo 
http://globosatplay.globo.com/globonews/v/3378529/
Obrigado! 
http://www.slideshare.net/medeiros_rod/gesto-de- 
resduos-inovao-e-sustentabilidade 
Rodrigo Medeiros 
rodrigo....
Gestão de Resíduos: inovação e sustentabilidade
Gestão de Resíduos: inovação e sustentabilidade
Gestão de Resíduos: inovação e sustentabilidade
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Gestão de Resíduos: inovação e sustentabilidade

495 visualizações

Publicada em

Palestra realizada no Experimenta - Semana de Design da Paraíba sobre Gestão de Resíduos: inovação e sustentabilidade, cooperação internacional entre a Fundação Joaquim Nabuco e o MIT.

Publicada em: Design
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
495
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gestão de Resíduos: inovação e sustentabilidade

  1. 1. APQ Facepe/MISTI MIT Brazil APQ -2082- 9.25/12 - 2013/2014 Rodrigo Medeiros Cabedelo, 21 de outubro
  2. 2. Introdução (1): Eletroeletrônico
  3. 3. Introdução (1): Eletroeletrônico Fonte: http://www.portaldoeletrodomestico.com.br/
  4. 4. Trash Tracking http://senseable.mit.edu/trashtrack/
  5. 5. Introdução (1): Logística Reversa § Retorno de produtos e materiais pós-consumo § Instrumento sócio econômico presente em leis brasileiras § Sistema em vigor na Europa, Estados Unidos, China e Índia § Respaldo dos catadores na etapa inicial da gestão de resíduos: pessoas que recolhem, classificam e vendem diferentes materiais pós-consumo
  6. 6. Introdução (2) § A Política Nacional propõe o desenvolvimento de um sistema nomeado SINIR (Sistema Nacional de Informação sobre Resíduos Sólidos) § SINIR: permitir o gerenciamento de dados, monitoramento e tomada de decisões sobre a gestão de resíduos
  7. 7. Introdução (2) § Retorno e tratamento (por exemplo, reciclagem, reutilização, recondicionamento, remanufatura e descarte em depósitos) § Nos Países latino-americanos, os sistemas para lidar com resíduos de equipamentos elétricos e eletrônicos (REEE) surgiram de forma espontânea
  8. 8. Introdução (3) § Municípios tem até 2018 para a desativação dos lixões entrar em vigor Lei 12.305/10; § Mais de 23 milhões de toneladas de resíduos são coletados anualmente no Brasil; § 42% de todo o lixo produzido pelas cidades ainda recebem destino inadequado e vão parar em lixões ou depósitos irregulares; § Quase 800 mil toneladas de eletroeletrônicos descartados anualmente.
  9. 9. Sobre eletroeletrônicos (800 tons) Outros tipos 6% Baterias 3% Equipamento de informática 42% Eletrodomésticos portáteis 27% Smartphones 12% Equipamentos de áudio e vídeo 14%
  10. 10. Computador Ferro – entre 35 e 40% Cobre – 17% Chumbo – entre 2 e 3% Alumínio – 7% Zinco – 4 a 5% Ouro – 200 a 300 G Prata – 300G a1KG Platina – 30 a 70G Fibras plásticas – 15% Papel e Embalagens – 5% Resíduos não recicláveis – entre 3 e 5% 95-97% reciclabilidade
  11. 11. Riscos
  12. 12. Riscos à saúde
  13. 13. Riscos à saúde
  14. 14. Riscos à saúde
  15. 15. Riscos à saúde
  16. 16. Motivação § 210 milhões de Brasileiros (2013) § 270 milhões de linhas ativas de telefones celuares (2014) § Prosperidade econômica levam ao aumento do consumo de eletrônicos § Mercado potencial para reciclagem e tratamento de EE pós-consumo A MMR tem um dos piores IDH no Brasil Sem rastreamento no descarte ou depósito Quase 8 ton de ouro nos celulares ativos
  17. 17. Resíduos em Pernambuco § Resíduos comuns – 1 kg/dia § Resíduos de equipamentos eletroeletrônicos – 4 kg/ano § Geração de REEE na RMR – 16 mil ton/ano § Instalação de 160 pontos de coleta na RMR
  18. 18. Projeto FACEPE/MIT 1. Caracterização da gestão de resíduos na RMR 2. Reconhecimento de pontos frágeis 3. Identificação de boas práticas 4. Aplicação do protótipo
  19. 19. Cenário Atual: Balanço de Massa
  20. 20. Etapas de Sistema de logística reversa • Desmontagem (Disassembling) • Exportação do REEE (WEEE Exporting) • Produtos órfãos (Free-riders) • Balanço de massa (Mass Balance) • Rastreabilidade (Tracking)
  21. 21. Etapas do sistema (Balanço de massa) Reverse System
  22. 22. O que precisamos? • Celular com câmera fotográfica e GPS • Sistema Android • Software para leitor de código de barra bidimensional (gratuito) • Aplicativo E-waste (gratuito) • Sistema com balanço de massa e rastreabilidade (gratuito) • Cobertura de internet/rede móvel
  23. 23. Protótipo
  24. 24. Protótipo na Campus Party Recife
  25. 25. Protótipo na Campus Party Recife
  26. 26. Custos Transporte Depósito Outros dados Valor 1 kg cobre = R$ 12,00 1 kg alumínio = R$ 2,50 1 kg plástico = R$ 1,20 1 kg metal = R$ 2,00 1 kg sucata = R$ 0,35
  27. 27. Ok... E como é lá fora?
  28. 28. Etapas do sistema (Rastreabilidade)
  29. 29. Etapas do sistema (Rastreabilidade)
  30. 30. Etapas do sistema (Rastreabilidade) http://senseable.mit.edu/foragetracking/index.html
  31. 31. Artigos e workshops 1. ISWA 2013 – Austria (1) 2. FIRS 2014 – Rio Grande do Sul (1) 3. ISWA 2014 – São Paulo (2) 4. National Meeting Knowledge and Technology – Brasília (3) 5. Enviroinfo 2014 – Alemanha (1) 6. ESEG 2014 – Brasil (1) 7. UNICAP – Brasil (1) 8. Cetene – Brasil (4)
  32. 32. Vídeo http://globosatplay.globo.com/globonews/v/3378529/
  33. 33. Obrigado! http://www.slideshare.net/medeiros_rod/gesto-de- resduos-inovao-e-sustentabilidade Rodrigo Medeiros rodrigo.medeiros@ifpb.edu.br @medeiros_rod

×