Como diferenciar o insight do rapport

170 visualizações

Publicada em

A diferença entre insight e rapport

Publicada em: Estilo de vida
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
170
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como diferenciar o insight do rapport

  1. 1. Como diferenciar o Insight do Rapport. Insight e Rapport Insight (se pronuncia in'sait), não existe equivalência em português, é uma palavra do inglês que significa “visão interior” o momento de descoberta, é a capacidade de desvendar algo até então oculto, a partir de uma percepção de um objeto ou figura. Para os representantes da Gestalt designam assim uma espécie de iluminação intelectual, instantânea e global e direta. Em outras palavras é quando diante de determinada situação, subitamente se encontra a solução. Na psicoterapia corresponde aquele momento de descoberta, ou seja; tornar consciente material (sentimentos e motivos...) que se encontrava inconsciente. Enquanto que Rapport na relação humana é uma técnica utilizada através da comunicação cuja finalidade é produzir mudanças. Rapport é uma palavra de origem francesa e no português brasileiro podemos definir como aquele momento em que se estabelece empatia entre pessoas. Insight e Rapport em Psicologia - Psiquiatria. Na psicologia e psiquiatria o termo Insight tem sido utilizado para estabelecer o momento em que o paciente é capaz de entender e reconhecer que os sintomas e sinais apresentados em sua patologia são considerados anormais e este acontecimento se dá através da (intuição). Intuição é uma palavra de origem latina - intui tio - que significa a forma como se obtêm uma visão imediata de um acontecimento independente da capacidade de raciocínio. O Rapport por sua vez tem importância fundamental no relacionamento entre o terapeuta e o cliente, por se tratar do momento em que se estabelece empatia entre ambos (terapeuta-cliente) no desenvolvimento da uma atividade clinica. Rapport Para o estabelecimento de Rapport existem técnicas que são utilizadas tanto em entrevistas clinicas quanto e situações comercias. ((Estre estas técnicas utilizadas podemos destacar; a) técnica do espelho, b) sintonização de voz, c) ajuste da linguagem. a) A técnica do espelho se utiliza basicamente a imitação. Através dos gestos expressões corporais, do cliente que o técnico a priori prepara o próximo passo que é o de conduzir a entrevista. E para que isto aconteça, é necessário que o técnico esteja treinado e seja capaz de através de alguns movimentos intencionais de sua parte e observar se o cliente passa a segui-lo e então passar a conduzir a entrevista. b) Sintonizar com o cliente. A voz é um fator importante na comunicação, uma vez que a forma como ela é pronunciada influencia consideravelmente na formação da percepção de quem está ouvindo. É importante o ritmo da voz de quem fala, ela vai determinar o nível de compreensão daquele que ouve,seja durante uma exposição de venda, numa palestra empresarial ou mesmo na psicoterapia. c) Outro fator importante é a linguagem, a pessoa que fala para outra em qualquer situação em que o relacionamento e a comunicação esta voltada para o estabelecimento do Rapport e diretamente e inversamente influenciada pelo ritmo e timbre da voz. O palestrante deve ser autentico evitando falar com sotaques e repetir a mesma palavra (tique) gestos estereotipados, pois coisas desta natureza com certeza
  2. 2. acabara distraindo a pessoa que escuta, do objetivo principal que é o estabelecimento do Rapport. Enfim estes três aspectos para o estabelecimento do Rapport devem ser utilizados como meio de se obter um bom relacionamento em que se pretenda obter empatia da parte de quem ouve, no entanto tem que se levar em consideração que o rapport é uma fase do relacionamento que se inicia no momento em que a pessoa está disponibilizando a sua atenção e que dever ser mantido pelo “técnico” até que esteja concluído todo processo. O Insight O Insight não é estabelecido através de técnicas assim com acontece com o rapport. O Insight manifesta-se repentinamente diante de uma situação que exija uma solução, ela não pode ser dirigida ou controlada assim como acontece para se estabelecer o rapport. O Insight se refere à intuição que pode aparecer tanto no animal quanto no homem. É através do Insight que se explica -a inteligência pratica dos animais superiores- por exemplo, a experiência de Kohler com o seu chipanzé. Kohler em sua experiência com um antropóide preso em uma jaula gradeada, fora do alcance de seus braços, cavou um buraco enterrou algumas frutas, de forma que o chipanzé não conseguia alcançar o alimento, Kohler ao se aproximar da jaula o chipanzé pegou o seu braço e tentou empurrar em direção ao alimento que se encontrava enterrada, sempre tinha este comportamento quando não conseguia alcançara o alimento enterrado. Depois Kohler jogou uma vara dentro da jaula do lado oposto onde se encontrava enterrado as frutas, imediatamente o chipanzé pegou a vara e desenterrou puxou e conseguiu apanhar as frutas. Isto é Insight. Insight, portanto é o momento da descoberta, intuição, visão interior instantânea e global, toda esta redundância direciona para uma definição a uma resposta originada subjetivamente independente do raciocínio, ou seja; sem que esta esteja intimamente relacionada com a formação de juízo. O momento do Insight e extremamente intuitivo e subjetivo, não podemos saber como o animal ou o ser humano chegou a tal conclusão, apenas podemos observar sua atitude, que nada mais é que a realização ou remoção daquilo que foi percebido até então, como desconhecido. No Insight, o campo perceptivo reorganiza-se totalmente num instante; onde seus diversos elementos são vistos pelo indivíduo, em novas relações uns com os outros. Quando isto acontece o indivíduo não sabe dizer de que modo fez esta reconstrução, e para ele, parece que ninguém seria capaz de ver o que ele vê. Caracteriza-se, portanto pela sua evidência e pelo seu caráter imediato, pela sua verdade e seu valor adaptativo. Freud certa vez enviou uma carta para Jung dizendo o seguinte; “Percebo que não fui talhado para a investigação indutiva, que a minha natureza é toda intuitiva e que ao dispor-me a estabelecer ciência puramente empírica da Psicanálise, submeti-me a uma extraordinária disciplina”. A Psicanálise foi construída fora dos meios acadêmicos a partir do momento em que Freud abandonou "seus vínculos acadêmicos dedicando-se à pesquisa fisiológica e empenhou-se no desenvolvimento de sua clínica médica. Arquimedes ao entrar em uma banheira observou que o volume de seu corpo imerso deslocava para cima um volume de água de igual valor. Além disso, seu corpo imerso sofria a ação de uma força vertical, para cima - o empuxo -, de valor exatamente igual ao peso da água que era deslocada pelo seu corpo. Arquimedes ao descobrir esta relação (Insight) saiu gritando "Eureca!”que em grego significa descobri. Alberto Einstein em sua famosa frase disse: “Não existe caminho lógico para a descoberta das leis do Universo o único caminho é o da intuição”.
  3. 3. Foi através da intuição que Isaac Nilton elaborou a lei da gravitação universal, concluiu que não é somente a terra que atrai todos os corpos do universos,mas que todos os corpos do universos que possuí massa atraem outros corpos que também possuem massa. As Formulas matemáticas de Kepler e de Newton conferem a importância do Insight ou conhecimento intuitivo. O Insight se opõe ao raciocínio discursivo, que se realiza mais lentamente, através dos diferentes momentos do pensamento. O Insight, portanto corre o risco de não ser realizado, em certas situações, quando não se configura a existência de uma percepção,ou quando, na síntese perceptiva do indivíduo, pode parecer ameaçadora e provocar no indivíduo, uma reação de esquiva da situação. Mais, no entanto torna-se, um aspecto fundamental e considerável da inteligência. O Insight realiza-se de forma inesperada diante de uma situação (percepção) desafiadora em que exija uma solução. Assim diferente do rapport o Insight não pode ser dirigido com técnicas, pois é algo que esta intimamente relacionada a uma intuição singular e extremamente subjetiva, em pessoas ou animais, em determinadas situações perceptíveis da vida. Evidencia-se, portanto que frente a um relacionamento, clinico ou em qualquer outra atividade, não se pode afirmar que o indivíduo não mantém ou não Insight, no entanto quando nos referimos ao rapport se torna envidante por tratar-se de um relacionamento que envolve empatia, nitidamente observada e possível de ser controlada, desde o inicio até sua conclusão.

×